1. Spirit Fanfics >
  2. Witches or Fairies (Vkook-Taekook) >
  3. Acclaimed from hell

História Witches or Fairies (Vkook-Taekook) - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Oiê
Sim...eu tô sumida
Desculpa ta?
Prometo atualizar sempre que puder
Beijos
BOA LEITURA

Capítulo 3 - Acclaimed from hell


Fanfic / Fanfiction Witches or Fairies (Vkook-Taekook) - Capítulo 3 - Acclaimed from hell

   
Aclamados do inferno









–Jin hyung! Por que a gente não tem papais? Por que nos temos essa marca? Por que conseguimos voar e os outros não? Por que temos poderes e os outros não?–O pequeno menino de agora 5 fazia perguntas sem parar, era normal fazer perguntas, mas ele não parava um segundo. Ainda bem que o irmão tinha muita paciência para responder todas elas com precisão.

  –Meu amor eu já falei, nós somos diferentes, somos fadas esqueceu? Por isso podemos voar e temos poderes Taehyung– Seokjin, ou só Jin, responder as perguntas do irmão enquanto cozinhava.

  –Mas Jin... As fadas nascem com essas marcas no pescoço? Por que a minha não é igual a sua? Por que a minha é a única diferente? O Bambam não tem a marca também, porque? O Luh tem uma marca diferente da sua e dos gêmeos park-tuan, porque?– O menino perguntava como uma metralhadora, sempre soltando mais e mais sem esperar a resposta.

  –Como você aguenta Jin? Eu tô quase me matando só de ouvir ele falar.– Ninguém notou, mas essas palavras fizeram o coraçãozinho do maknae doer, era como se o chamasse de insuportável diretamente pra ele.

– Eu não tô com muita fome.....vou subir tá- fala o menino um tanto quanto triste, mas o que o deixo mais triste foi o sussurro que ouviu. "Finalmente paz"  de seu melhor amigo, ou melhor da pessoa que considerava seu melhor amigo Kai.

–Taetae, eu vou com você.- Fala  Bambam, após perceber que seu amigo tinha ficado triste de repente. –Vamos então- fala Taehyung meio desanimado. 


O que foi Tae?- não pergunta o mais velho entre os dois, após entrarem no quarto. –Você ouviu Bam? Me diz que não ouviu, eu não quero que isso seja verdade- Taehyung joga todas as coisas de uma vez.

–Meu amor que isso? Por que está triste ? Você não precisa ficar triste com isso ta....Quando você crescer vai ver. Bora brincar lá fora?- O maknae que antes tava triste se animou com a ideia de brincar lá fora.









[...]






You'll se him in your nightmares,
(Você o verá em seus pesadelos)
you'll see him in your dreams
(Você o verá nos seus sonhos)
He'll appear out of nowhere,
(Ele aparecerá do nada)
but he ain't what he seems
(Mas não e o que parece)


SOCORRO...ME AJUDA, MÃE... MÃE FALA COMIGO, PAI ELA ESTA MORRENDO FAÇA ALGUMA COISA, MÃE..... não, não não não... não pode ser....SEU IMPRESTÁVEL, VOCÊ NÃO FEZ NADA , VOCÊ FALHOU, NÃO A AJUDOU.

Xiuu....fique calmo, se acalme..... volte.


–JIIN- O menino grita assustando todos da casa, que ao tomar um susto, correram quase que de imediato para o quarto de Taehyung, encontrando o mesmo aos tento uma crise, nem um pouco leve, de ansiedade emocional. O  desespero que está sentindo não é agradável. Sua preciosa mãe poder estar morta, e ele nunca vai saber, por que foi tirado dos braços dela, por que justo quando ele nasceu. O pequeno de lembra tão pouco dela.


–Calma... Eu tô aqui meu amor, se acalme- O mais velho tentava consolar o pequeno com palavras de conforto enquanto fazia carinho em suas costas.

–Era ele, eu tenho certeza....Ela está morta- ninguém entendeu bem o que Taehyung tinha dito por conta dos soluços causados pelo choro. Mais sabiam que não adiantava mais esconder, veio em forma de sonho uma realidade ele viveu, apagada de sua memória.


-Tae...ouve uma coisa bem seria. O que você sonhou, era uma memória, uma memória no quão foi apagada pelo nosso pai. Sim, mamãe morreu, desculpa por esconder isso de você....sei que não é o certo mais , era pro seu bem meu anjo.

-MEU BEM? VOCÊ ESCONDEU A MORTE DA MAMÃE PELO MEU BEM? VOCÊ ACHA QUE O QUE? UMA HORA OU OUTRA EU TINHA QUE SABER ... VOCÊ.... você não tinha esse direito. - gritava Taehyung, triste e magoado. O Kim mais novo sai correndo de sua casa em direção a um pequeno bosque, cheio de árvores e pequenos animais. A parte favorita de Tae era uma enorme cachoeira. Um lugar que lembrava sua mãe, pois a última lembrança que tem dela era em uma cachoeira.










Em casa

- AAA O QUE EU FAÇO.- Seokjin andava de um lado para o outro puxando seus cabelos.

- Calma Jin
- CALMA? MEU IRMÃO TA CHATEADO COMIGO, FOI PRA SEI LA AONDE E TALVEZ NÃO QUEIRA NEM OLHAR NA NOSSA CARA E VOCÊ ME PEDE CALMA..... FRANCAMENTE JIMIN.

- Eu vou atrás dele....sei onde ele posso está - Fala Kai se levantando do sofá e indo em direção a porta. - Acho melhor não- fala o Kumpimook, recebendo um olhar estranho de todos- eu sinceramente acho que o Taehyung quer ficar sozinho um pouco, por que se fosse eu iria querer... Olha todos nós estamos preocupados com ele, mas poxa, o menino acabou de descobrir a morte da mãe. Deixa ele um pouco tá - Fala se levantando para ir ao seu quarto logo em seguida.

- E ele tem razão... O que resta é espera o Taehyung aparecer para tentarmos nos desculpar com ele. - Disse Kai por fim. Fazendo com que o mais velho (Jin) apenas concordasse com a cabeça.

Enquanto estava sentado no sofá, Seokjin colocou uma coisa na cabeça. Que iria tentar a todo custo se desculpa com irmão e que nunca mais iria mentir para ele. Até por que, ele é seu irmão, seu precioso irmão.

-Jimin, me ajuda a fazer um bolo de chocolate pro Tae? - pergunta para o loiro ao seu lado. E todos voltam a fazer seus pequenos afazeres.
















Continua?


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...