História With Love - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Monsta X
Tags Abo, Alpha&omega, Changkyun Omega, Couple, Jooheon Alpha, Jookyun, Mbb, Monsta X, Romance, Skate
Visualizações 173
Palavras 1.081
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


ois bbs, tudo bom? devo dizer que esse cap é só pra encher linguiça mesmo, mas já eu posto outro

Capítulo 6 - Five


Fanfic / Fanfiction With Love - Capítulo 6 - Five

Changkyun e Minhyuk caminhavam juntos para a saída do colégio. Já faziam três dias desde que Chang e Jooheon haviam saído, e no momento Minhyuk fazia de tudo para que o castanho contasse mais sobre o ocorrido.  

- Já disse que não aconteceu nada demais, a gente saiu, conversou e só.  

- Poxa, não rolou nem um beijo?  

- Não. Min, eu não aceito as pessoas tão facilmente assim, e só estou com você porque conquistou minha confiança. E o Jooheon é alfa. O que você quer que eu pense de um cara que eu nunca vi na vida chega em mim dizendo que quer me conhecer e mais um monte de coisas. 
- Ah, dá uma chance pra ele Chang. Olha, eu te garanto que ele não é um alfa qualquer, não do tipo que você foge  igual o diabo foge da cruz. – Riu com a própria fala. – Ele é um cara legal, nunca foi de ficar vandalizando por ai... Tá, as vezes ele fica meio doidão em cima do skate dele mas vale a pena. Você é a primeira pessoa que eu vejo que ele realmente se interessou, e mesmo com um monte de gente atirada em cima dele e do Hyunwoo, ele não dá bola pra ninguém.  

- Acho que... Vou pensar. – Suspirou.  

- Tá bom. Agora me diz uma coisa, você viu o Shownu em algum canto por aí?  

- Ele estava perto da quadra agora  a pouco.  

- Ótimo! Vem comigo. – Saiu puxando o mais baixo pelo braço.  
Foram até a quadra, onde encontraram um aglomerado de pessoas, todas com celulares nas mãos e no meio de tudo estava Hyunwoo, este que falava e as vezes rias com alguns com quem falava.  

- O que tá acontecendo, Hyuk? – Chang perguntou, estranhando aquela movimentação.  

- Provavelmente deve ser mais uma festa. – Deu um sorissinho. – Shownu gosta de dar festas, e mesmo com essa pose de durão, ele curte bastante uma pista.  

- Todas essas pessoas vão?  

- Sim, ninguém nunca falta. E na verdade, isso é só uma parte da galera. – Disse e Chang ergueu as sobrancelhas um pouco supreso. – Sabe, eu acho engraçado que ele compra bebidas mas nunc-  

- Minhyuk! – Ouviram a voz alta do alfa, Minhyuk ficou estático e parou de respirar por um tempo, enquanto Chang o observava confuso. – Você vai, né? – Hyunwoo disse novamente, agora ele estava de frente para os dois ômegas e tinha um sorissinho maroto nos lábios. Haviam muitas pessoas olhando na direção deles.  

- E-Eu... – Olho para os lados e soltou a respiração, tentando manter um pouco de calma. – Claro que vou. Sabe que eu não perco uma festa por nada. – Sorriu sem mostrar os dentes.  

- Te vejo lá. – Deu uma piscadela para o loiro, saindo dali logo em seguida. Minhyuk virou-se para Changkyun com um olhar de desespero, logo agarrando o braço do outro e o novamente puxando pelo colégio.  

- Argh! Eu odeio quando ele faz isso! – O loiro reclamou com a voz alterada. – É tudo pra me provocar!  

- Hyuk, calma.  

- Você viu a piscadinha que ele deu?! Eu deveria processá-lo por danos morais ! Quem ele acha que é pra ficar jogando aqueles encantos babacas em mim e depois correr de volta pra aquela piranha? – Minhyuk estava realmente indignado. – Me fez passar vergonha em público! Ah, eu não vou deixar isso assim. Se é provacação que ele quer, é provocação que ele terá. Eu até tava levando as coisas numa boa e esperando ele vir pra gente se pegar, mas ele resolveu começar com essa palhaçada, eu tô puto.  
Tudo que Changkyun podia fazer no momento era rir da situação do loiro. 

 

 

- Festa? Você vai? – Hoseok perguntou encanrando Changkyun com uma sombrancelha levantada.  

- Vou. Minhyuk me pediu para ir com ele. – Respondeu se ajeitando no sofá. O alfa fitou Hyungwon, este que lhe olhou de volta e soltou um risinho negando com a cabeça.  

- Você não acha que é meio arriscado ir numa festa acompanhado só de outro ômega? Não tem mais o Kihyun pra te acompanhar, você sabe né?  

- Hyung, você sabe muito bem que eu sei me cuidar sozinho ou não. E o Ki só me ia comigo por causa daquele ciúme louco que vocês dois tem comigo. E outra, O Hyuk é bem serelepe sabe, ninguém meche com ele.  

- Serelepe? – Seok riu, sendo acompanhado por Hyungwon. – Desde quando você tem esse tipo de vocabulário, Chang?  

- Sei lá. – Deu de ombros. – Acho que é fome. O que tem pra comer? – Saltou do sofá, indo em passos rápidos para a cozinha. Hyungwon estava encostado na parede em frente a Hoseok, encarando o mesmo com um sorisso ladino.  

- Que foi? – Seok tinha os braços cruzados e o cenho franzido.  

- Nada. – O ômega riu e saiu dali, deixando o alfa sozinho no cômodo.  

 

 

- Kihyun Hyung?  

Fala, Dongsaeng – O alfa respondeu do outro lado da linha.  

- Tem umas coisas acontecendo aqui, Hyung. Coisas sérias.  

Que tipo de coisas?  

- Do tipo fiz um amigo ômega, muito legal ele. Mas ele faz parte de uma turminha lá, e te um alfa que parece que gostou de mim, e ele meio que tá dando em cima de mim... ?  

- QUÊ??! E onde o Hoseok tá nessa historia? Seu irmão não tá cuidando de você não? 

- Hyung, calma. – Riu. – No começo eu fiquei na defensiva, mas parece que ele não é daquele tipo.  Até agora ele se mostrou um cara legal, e com o que Minhyuk falou, parece que ele realmente não tá querendo só “brincar”.  

- Acho bom. Mas, você tá dando bola pra ele é? 

- Não muita. A gente se viu algumas vezes e ele me levou para passear no mesmo dia que a gente se falou pela primeira vez, ele falou umas coisas lá e até então eu estou levando a coisa toda mais na boa.  

- Sério que vocês saíram no mesmo dia em que se falaram pela primeira vez, Changkyun? Minha ausência meche tanto assim com a sua cabeça?  

- Omo, Hyung! Eu tava sozinho em casa e ele apareceu me chamando pra dar uma volta, então eu fui. Mas não pense que eu aceitei na boa, porque dentro da minha cabeça eu tava me repreendendo por topar sair com um alfa assim, mas ele tem um sorriso com covinhas tão bonitinho...  

Chang!  

- Ai, Ki Hyung, o que eu faço?  

- Chuta as bolas dele.  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...