História Without compassion = without love - Capítulo 1


Escrita por: e KimYeol

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, F(x), Girls' Generation, Super Junior
Personagens Amber Liu, Baekhyun, Chanyeol, Chen, Cho Kyuhyun, Choi Siwon, D.O, Han Geng, Henry Lau, Hyoyeon, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jessica, Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Heechul, Kim Jongwoon, Kim Kibum, Kim Namjoon (RM), Kim Ryeowook, Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kim Youngwoon, Kris Wu, Krystal Jung, Lay, Lee Donghae, Lee Hyukjae "Eunhyuk", Lee Sungmin, Lisa, Lu Han, Luna Parker, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Park Jungsu, Rosé, Sehun, Seohyun, Shin Donghee, Sooyoung, Suho, Sulli Choi, Sunny, Taeyeon, Tao, Tiffany, Victoria Song, Xiumin, Yoona, Yuri, Zhou Mi
Visualizações 16
Palavras 848
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction Without compassion = without love - Capítulo 1 - Capítulo 1

Do Kyungsoo, 17 anos, e Do Jimin, 15 anos, eram dois Ômegas, filhos de Do Han Geng e Do Sooyoung. A família Do era de praticamente metade de Seoul, dividindo com a família Lee. Mas deixamos os detalhes do passado para trás e vamos ao agora.

Os irmãos tiveram de ficar na escola até o ultimo horário pois ficaram de recuperação, mas quando saíram não encontram o motorista, ficaram esperando até verem que estava tarde e resolveram ir andando. Eles sabiam que não deviam andar sozinhos.

-Jimin.- O mais novo parou de brincar com seu casaco e o olhou.- Appa me chamou ontem. Ele aceitou o acordo, o casamento sera daqui 9 semanas.

-O hyung vai deixar assim?- Kyung o olhou mas quando ia responder sentiu um cheiro, achou que estavam só eles ali, olhou para trás mas não viu nada apenas escutou.

-Jimin escute seu hyung.- Ele pegou o mais novo e segurou seus ombros.- No três vamos correr.

Mas não deu tempo. Alguém apareceu e segurou os dois, eles sabiam que era ele. Não que eles não estivessem com medo dele, mas ele era o que menos importava.

 

[...]

 

Na manhã seguinte eles chegaram em casa, seus pais estava desesperados. Mas quando viram o filho mais velho... deixaram a cidade por uma semana, quando o ômega disse que queria voltar para escola.

Com o noivado certo, não deixaram público algo assim. seguiram com o combinado.

 

7 semanas depois

 

O jantar de noivado. Kyung pensava que essa noite iria ser especial, se fosse outra pessoa.

O destino. Mal ele sabia que o destino iria brincar com sua cabeça.

-Hyung.- Jimin entro no quarto do irmão correndo.- Appa disse para você descer, eles estão chegando.

Ele sorriu e foi até o mais novo lhe deixando um beijo na bochecha e pegando em seu braço e desceram juntos.

Não demorou 10 minutos e a família Choi estava na porta de sua casa.

Kyungsoo não sabia de qual parte da família Choi iria fazer parte, mas conhecia esse sobrenome muito bem. A unica empresa de segurança do país, mas nenhuma soube se erguer depois da guerra, apenas esta.

Mas quando viu aquele rosto... ele não queria ver aquele rosto nunca mais. Jimin também lembrava do resto, mas não lembrava da onde.  Ele então começou a fazer o possível para o ar que eles formaram ficar normal.

 

[...]

 

Na mesa de jantar os pais falam de negócios, as mães de como estavam ansiosas para o casamento. Jimin estava atento a sua comida, mas com cuidado, seu pai sempre diz para não comer muito, se não nunca um alfa de porte bom iria querer algo com ele, apenas uma foda. Kyungsoo escutou desde sempre isso, então apenas comia o essencial.

Os noivos estão um de frente para o outro, mas não se olham, pelo menos na parte do ômega, pois, Choi Jongin só parava de olhar quando comia, o que não fez muito.

-Vamos para a sala de estar. Lá podemos conversar melhor.- O anfitrião se levantou e todos foram atrás. Menos os irmãos. Kyungsoo não aguentava mais, pegou seu irmão e foram para o jardim. Jimin iria perguntar mas viu seu irmão falhar com as pernas.

-Hyung. Não seria melhor chamar a omma?- Ele concordou com a cabeça e o mais novo correu para dentro.

Chegando na sala todos olharam para ele o que o fez ficar envergonhado.

-Nos diga Han, já achou um noivo para esse menino?-  Choi Siwon perguntou analisando de cima a baixo.

-Estou vendo alguns sócios- Tomou um gole de seu drink.- Cadê seu irmão?

Jimin acordou de seus pensamentos e foi até sua mãe e cochichou em seu ouvido, o que não adiantou já que dos cinco ali, três eram alfas. Pediram licença e foram ao jardim.

-Omma...- Kyung não consiguiu falar, caiu ali mesmo, na grama já molhado pelo sereno.

 

[...]

 

Um cheiro forte de álcool acordou Kyungsoo aos poucos. escutou seu irmão chorando, abriu os olhos e se viu deitado no sofá da sala. Na sua frente estava Taeyeon, a emprega da família, com sua ajuda se sentou e olhou ao redor vendo todos o olhando.

-Como você esta querido?- sua mãe perguntou e ele sorriu dizendo estar tudo bem.- Suba para o quarto com seu irmão, eu já vou subir e ver como estão.

Antes de entrarem no quarto escutaram uma briga. Isso briga. Acharam que quebraram um vaso. Mas a mesa de centro não esta mais do mesmo jeito.

 

[...]

 

Os irmãos estavam deitados na cama abraçados quando alguém bateu na porta e a abriu devagar. Kyungsoo olhou para o ser a sua frente e se sentou na cama, não encarou ele, apenas olhou o chão.

-Você já sabe?- Jongin perguntou e viu o garoto o olhar curioso.- Você é idiota? Não conseguiu notar nada?

-O-o que...

-Você esta gravido garoto.- Kyungsoo se levantou mas se arrependeu, caiu de joelhos.- Queria saber porque seus pais queria empurrar você para mim. E-eu...

-Porque até essa noite eu não sabia de nada e porque Choi Jongin- Ele se levantou.- Esse bendito filho é seu.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...