1. Spirit Fanfics >
  2. Without Love - Taekook >
  3. Capítulo um

História Without Love - Taekook - Capítulo 2


Escrita por: e _Oraye


Notas do Autor


Okay.



💛🌻

Capítulo 2 - Capítulo um


Entre todos os problemas que Jungkook iria enfrentar naquele dia, o trânsito e a reclamação infinita de Min Yoongi eram os mais tranquilos. Tinha um trabalho muito importante para apresentar na faculdade e a todo tempo, sentia que não tinha estudado o bastante. Jungkook era um dos melhores alunos e não queria tirar uma nota baixa, até porque só faltava mais três períodos para que finalmente estivesse formado.


Jungkook é filho do maior empresário de Seul. De certa forma, sempre esteve no topo, além de ser o solteiro mais cobiçado. Mas, por agora, o foco do Jeon era se formar em medicina e exercer sua profissão da melhor forma.


— Yoongi, será que você consegue ficar dois minutos quieto? – Perguntou Seokjin pela milésima vez, já que o Min não conseguia ficar calado.


— É, Yoon, a gente não vai chegar atrasado na faculdade, se acalme. – Jungkook finalmente se pronunciou sobre a situação.


— Inclusive, já chegamos. – Falou Jin antes de sair do carro sendo acompanhado por Jungkook e logo depois Yoongi.


— Não vou poder ficar com vocês, minha aula já vai começar. Vejo vocês depois. – Yoongi falou enquanto os três entravam na faculdade.


Enquanto Yoongi seguia pra sua sala, Jungkook e Jin estavam com a primeira aula livre, pois o professor não tinha comparecido, então resolveram sentar no refeitório.


— Mas então, Jeon, como vão as coisas na sua casa? – Jin perguntou enquanto Jungkook olhava alguns alunos ao redor.


— Ah Jin, 'tá tudo bem, só meu pai que anda um pouco sem tempo. – fitou os olhos curiosos do Kim – O que é normal.


— Jungkook, você sabe que seu pai é muito ocupado e não é pra menos, ele é o maior empresário daqui e com certeza tem muitas coisas a resolver.


— Eu sei, Jin, mas eu e minha mãe sentimos falta dele. – Suspirou. – Na verdade, minha mãe sente mais falta, eu já estou acostumado.


— Tia Jeon deve estar mal com essa situação, mas ela entende ele, tenho certeza, Jungkook. – Passou a mão sobre o cabelo do mais novo, sabia que essa situação era um pouco difícil para o Jeon.


— Jin, quem é aquele? – Perguntou olhando fixamente para a entrada do refeitório.


— Aquele é Kim Taehyung, morava em Busan e se mudou recentemente com a família. – Olhou na mesma direção que Jungkook. – Ah, e aquele é Jung Hoseok, atual namorado do Kim. – Percebeu que por um momento Taehyung encarou Jungkook, enquanto o Jeon o seguia com o olhar. – Jungkook, não se meta em confusão e nossa aula vai começar, vamos.


— Do que está falando? Que confusão? – Encarou Jin, que já se levantava para que saíssem do refeitório.


— Taehyung não é homem pra você, e outra, ele namora. – Pegou sua mochila e segurou na mão do Jeon. – Vamos.


Enquanto Seokjin praticamente arrastava o Jeon para que saíssem do refeitório, Taehyung mantinha seus olhos fixos nos de Jungkook, que por algum motivo, retribuía o olhar. Mas então, a saída do refeitório chegou e junto com ela o contato visual foi quebrado.


Jungkook seguia pra sua sala calmante, afinal, não estava atrasado. Enquanto isso, Jin corria o mais rápido que conseguia para chegar a tempo. Assim que o Jeon chegou, a sala ainda estava vazia, então, o mais novo somente tomou o seu lugar e esperou até que o professor chegasse junto com os seus colegas de classe.


Em menos de três minutos a sala já estava completamente cheia e extremamente barulhenta, o que pra Jungkook, era um inferno. Não via a hora de tudo isso acabar, logo em seguida o professor entrou mandando todo mundo ficar em silêncio, pra então começar com as apresentações. 

 [•••]

Depois de alguns minutos, a vez de Jungkook finalmente havia chegado e junto com ela o nervosismo do mais novo. Não era a primeira vez que começava a tremer daquele jeito, porém, sempre teve o apoio do professor, que sempre lhe mandava um olhar tranquilizante e um positivo com a cabeça.


Jungkook sabia que aquilo não era o fim do mundo, mas sua crise de ansiedade sempre lhe dizia o contrário e suas crises de pânico sempre estavam presente. Deu uma última respirada funda e se dirigiu pra frente dos alunos, que, na visão do Jeon, era uma multidão sem fim.


— Bom dia. – Cumprimentou devidamente os colegas, que mantinham os olhos curiosos no Jeon. – Hoje eu vou falar um pouco sobre o câncer de pele, suas causas, sintomas, tratamento e como se prevenir. – Fez uma pequena pausa para ligar o slide. – Bom, o câncer de pele é um tumor que atinge a pele, sendo o câncer mais frequente no mundo. Mas, ele acaba sendo mais comum em pessoas acima de 40 anos, é considerado raro em crianças e pessoas de pele negra, sua causa principal é a exposição excessiva ao sol. – Antes que Jungkook pudesse continuar falando, ele direcionou seu olhar para uma das enormes janelas que tinha na sala, já que não queria olhar para os colegas. Só então percebeu que Taehyung o encarava.


Os olhos curiosos do Kim lhe analisavam deixando Jungkook mais nervoso. Não tinha nenhum motivo para que ele estivesse ali, sendo que sua sala e a ala na qual estudava ficava do outro lado. Taehyung levou as mãos até os bolsos da calça e olhou Jungkook de cima abaixo antes de finalmente se retirar.


Só então o Jeon prosseguiu com a sua apresentação, no final, deu tudo certo e Jungkook tinha certeza que sua nota tinha sido uma das melhores. O fim da aula tinha chegado e tudo que Jungkook precisava era encontrar Seokjin e contar tudo o que tinha acontecido. Por sorte acabou avistando Jin indo em direção a saída junto com Yoongi.


Correu um pouco pra conseguir alcançar os dois, e quando finalmente conseguiu parecia que tinha acabado de correr uma maratona.


— Gente, aconteceu uma coisa totalmente fora do normal. – Falou tentando recuperar o ar, enquanto Jin e Yoongi permaneciam sem entender nada.


— Jungkook, se acalme. – Disse Jin.


— Qual foi a merda que tu aprontou dessa vez? – Falou Yoongi com seu tom de deboche recebendo uma encarada do Jeon.


— Eu não fiz nada, quem fez o aluno novo, no caso, Kim Taehyung. – Jin, que até então permanecia com a expressão suave, mudou totalmente quando o nome de Taehyung foi citado.


— Vamos almoçar, lá você conta tudo que aconteceu, estou com fome. – Disse Yoongi seguindo até o carro. 

[•••]

— Então, ele simplesmente ficou lá, parado te encarando? – Perguntou Jin.


— Sim, apenas ficou me olhando e antes de sair me olhou de cima abaixo. Eu realmente não estou entendendo aonde ele quer chegar. – Falou Jungkook antes de tomar mais um gole do seu refrigerante.


— Bom, só acho que ele está querendo se aproximar de você, o que não é nada de mais. – Yoongi se pronunciou.


— Sim, não é nada de mais, mas assim do nada? Ele acabou de chegar na faculdade, e outra: ele tem namorado! – Esbravejou Jin, encarando Yoongi.


— Okay, vou ao banheiro. – Jungkook falou antes de se retirar.


— O que acha que está fazendo, Seokjin? Ficou louco? – Yoongi perguntou em um tom sério. – Você sabe que o pai do Jungkook deixou claro que não era pra tentar impedir nenhum contato dos dois.


— Eu sei, mas o Jungkook não pode simplesmente casar forçado, você sabe que ele não vai aceitar e mais, eu tenho sentimentos pelo Jungkook. Yoongi, não 'tá sendo fácil pra mim, mas eu só quero o bem do Jeon. – Respirou fundo tentando controlar o nó que se formava em sua garganta.


— Eu sei hyung, mas o senhor Jeon deixou bem claro que nada vai atrapalhar os planos dele, nem mesmo você. – Yoongi disse antes de se levantar pra ir pagar a conta.


Nessa altura já estavam os três dentro do carro, desde que saíram do restaurante, Jin permaneceu calado. Jungkook não entedia o silêncio do outro, já que quando voltou a mesa, ele já estava assim. Yoongi, que optou por sentar atrás, olhava pelo retrovisor no fundo dos olhos de Jin, pra que de alguma forma, pudesse confortar o amigo, ele sabia que aquilo estava acabando com o mais velho.


— Chegamos, Jungkook. – Jin falou direcionando seu olhar pra enorme casa do Jeon.


— Então… Até amanhã, tchau. – Jungkook saiu do carro e Jin pode finalmente deixar que algumas lágrimas descessem. Antes de voltar a dirigir, sentiu a mão de Yoongi em seu ombro.


Jungkook estava acostumado a chegar em casa e não ter o pai ali, mas foi diferente, senhor Jeon estava na sala conversando com outro homem, o qual Jungkook não conhecia. Antes de ir falar com o pai, recebeu um abraço carinhoso da mãe e beijo na testa, o que era de costume.


— Filho, que bom que você chegou. – Veio até Jungkook lhe dando um abraço, o que era estranho. – Venha, quero lhe apresentar uma pessoa. – Pegou na mão de Jungkook e o colocou de frente para o homem, que rapidamente ficou de pé para cumprimentar Jungkook. – Esse é o senhor Kim, pai de Kim Taehyung e seu futuro sogro.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...