História Without you - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bruna Marquezine, Diego Ribas da Cunha, Éverton Ribeiro, Gabriel "Gabigol" Barbosa Almeida, Izabel Goulart, Kevin Trapp, Kylian Mbappé, Neymar
Personagens Bruna Marquezine, Gabriel "Gabigol" Barbosa, Neymar
Visualizações 17
Palavras 3.138
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


mais um capítulo fresquinho para vocês,espero que gostem💗

Capítulo 3 - Três.


Fanfic / Fanfiction Without you - Capítulo 3 - Três.

@brunamarquezine Rj✈

curtido por @rafaella, @m_thuler, @shawnmendes, @izabel, @gabigol, @diegoribas, @rafinha, @felipeluís, @bruninhaleticia, @evertonri, @marilia_nery e outras pessoas

         13.654 outros comentários 

@diegoribas até que enfim,pensei que estivesse esquecido de mim...

↪ resposta: nossa,como você é dramático.

@marilia_nery MARAVILHOSA💗

↪resposta: assim como você,baby. Saudades💗

@evertonri lembrou que tem família?

 ↪também  estou com saudades,Everton

@bruninhaleticia Vem me ver agoraaa

↪ pode deixar,eu irei.



9 de outubro de 2019,Rio de Janeiro. 

De volta ao meu Rio de Janeiro. Depois de um ano morando em NY decidi voltar para a minha cidade e aproveitar o máximo com minha família e amigos. Cheguei no meu apartamento hoje e ja decidi ir visitar o Diego e Everton,então marquei com os dois na casa do Di. 

Os dois são como irmãos para mim,mas minha amizade começou primeiramente com a Marilia que é minha melhor amiga de infância e através dela conheci o Everton,o Diego e a Bruninha,os rapazes sempre me trataram como a irmã caçula,Everton e Diego sempre foram muito ciumentos e quando comecei o meu relacionamento com o Neymar não gostaram nem um pouco mesmo conhecendo o mesmo a um tempo.

Depois do que o Neymar fez comigo eu fiquei em uma tristeza que eu achei que nunca mais conseguiria sair,desenvolvi distúrbios alimentares muito graves e não queria ver nem a minha família,mas no momento em que eu mais precisei meus amigos estavam do meu lado cuidando e me dando todo carinho,me dando forças pra nunca desistir e sempre continuar e que não valeria a pena eu me afundar por uma pessoa que nunca pensou em mim.

O Everton e o Diego cuidaram de mim como se eu fosse realmente da família deles e isso fez com que eu me apegasse mais a eles e os considerasse como irmãos,a Marília todos os dias me ligava para saber de mim me mostrar o quão o baby guto tinha crescido e a Bruninha sempre fazia vídeo chamadas para mim ver os seus filhos que me consideravam como sua tia. 

Eu percebi que não podia ficar longe deles porque eles eram realmente a minha família,que estaria sempre ao meu lado me apoiando do mesmo jeito que eu daria a minha vida por eles.

Eu ja estava em frente a mansão dos Ribas quando apertei a campainha e logo fui recebida com um abraço da Bruna,eu apenas retribui aquele abraço tão gostoso que minha amiga estava me dando. 

— Meu Deus. Eu estava morrendo de saudades de você — a Bruna me soltou do seu abraço e me puxou para dentro da casa

A casa dos meus amigos era linda e muito aconchegante,era decorada com várias fotos da família e como eu era apaixonada por eles.

— Eu também estava com saudades,Bru — falei sorrindo e sentando no seu sofá — Como estão as coisas por aqui?o Di sobreviveu sem mim?

— Ele está uma fera com você — falou e eu revirei os olhos com o drama do Diego — Falou que você o abandonou e que não liga pra ele

Eu nunca vi pessoas mais dramáticas do que o Diego e Everton,as vezes o problema era minúsculo e eles transformavam em gigantes.

— Meu Deus,como esse homem é dramático,vou atrás dele — vou até a varanda e encontro Diego na churrasqueira alçando algumas carnes para o almoço — Hey,Di.

Diego me olhou de rabo de olho e voltou a prestar a atenção na churrasqueira,eu sabia que ele não iria ceder tão fácil,pelo oque eu conheço o Diego eu teria que insistir bastante.

Qual é,Diego,vai me continuar me ignorando? — falei me aproximando e ele se virou para mim e sabia que ia vim um sermão daqueles

— Ignorar seria pouco,eu estou furioso com você,Bruna — falou suspirando — Você vai morar em outro país e esquece que tem família aqui? passou um ano longe da gente e eu posso contar nos dedos as vezes que você ligou para mim ou para o Everton,eu fiquei chateado porque eu não esperava isso de você,Bruna...

— Diego,você sabe dos meus motivos,sabe o porque fiquei longe de tudo,eu não queria ficar longe,vocês são minha família,mas eu precisava de um tempo para mim poxa — falei suspirando e abaixando a cabeça — só me desculpa,eu volto outra hora quando você estiver mais calmo e quiser falar comigo.

Me virei para sair dali, eu senti o quanto o jogador estava magoado em suas palavras e não tiro a razão do Diego,eu me afastei de todos que amo e agora eu vi o quanto me arrependo. Estava na metade do caminho quando sinto alguém puxar o meu braço. 

— Fica. Você errou comigo,mas não deixa de ser a minha irmã,eu senti muito a sua falta e também fiquei muito preocupado,mas oque importa é você aqui,de volta e espero que nunca mais saia,porque aqui é o seu lugar,tampinha  — Diego falou me dando um abraço apertado e eu funguei quando ouvi suas palavras,ele tinha razão,aqui é o meu lugar.

(...........)

Depois do meu desentendimento com o Diego,ficamos de conversando e minutos depois Everton chegou e fez um drama gigantesco,mas logo nos resolvemos e depois disso os dois não desgrudaram de mim.

Já havíamos almoçado e estávamos na varanda conversando sobre coisas aleatórias,até que Diego e Everton estavam tentando me convencer a ir em uma festa do time,em que todo mês eles organizavam. Apesar de eu ser Flamenguista na veia,eu não gostava de misturar as coisas,fora do campo Everton e Diego eram meus melhores amigos,meus irmãos e dentro de campo eram apenas jogadores do meu time e ir nessa festa para mim estava fora de cogitação,mas eu também sabia que eles não sairiam do meu pé enquanto eu não aceitar.

— Vai Bruna,vai ser legal,você vai gostar— Everton implorou para que eu fosse nessa bendita festa e eu revirei os olhos — Por mim 

— Ta bom,Everton,você conseguiu — respondi com tédio — Eu vou nessa festa,satisfeitos? 

— Muito — os quatro responderam juntos e caíram na gargalhada

Depois que aceitei a sair com os casais eu fui para o meu apartamento em busca de encontrar alguma roupa que combine,Diego marcou de passar para me buscar as 20h e já era 18h,então tive que correr para tomar um banho.

Logo depois de tomar um rápido banho,eu fui fazer babyliss no cabelo,já que iria ficar de cabelo solto e aproveitei para adiantar minha maquiagem que preferi deixar bem básica.

Enquanto não dava a hora fiquei vendo filme e acabei me esquecendo do horário,quando vi já eram 19h30,corri para vestir a roupa,escolhi um body brilhante e uma short levemente rasgado,nos pés decidi usar um salto ponta fina. Eu gostei do que vi no espelho,estava me achando bonita. Senti meu celular vibrar e vi que era uma mensagem do Diego avisando que estava me esperando em frente ao meu hotel,desci pelo elevador e não pude de notar os olhares enquanto passava pelo saguão do hotel, vi Marilia e Everton me esperando fora do carro e fui em direção a eles.

— Não acha que essa blusa está muito transparente e esse short muito curto não,dona Bruna? — Everton falou e recebeu uma catucada no braço da Marilia,não pude deixar de rir — Oque?só não quero meus amigos de olho.

— Você calado é um poeta,Everton — Marilia o respondeu e ele revirou os olhos — Você está linda,baby bru,agora vamos nos divertir.

Entramos no carro,comprimentei a Bru,elogiei ela porque como sempre ela estava linda,quando ia falar com o Diego o vi me encarando pelo retrovisor com uma cara nada boa.

— Não me olha com essa cara,vocês encheram meu saco pra mim ir nessa festa com você,então não reclame da minha roupa se não eu desço desse carro e volto para o meu apartamento — falei antes do estresse começar 

— Ja deveria imaginar as roupas que você ia,se soubesse não teria nem chamado — Diego murmurrou baixinho,mas pude ouvir— Não quero você de graça com nenhum dos meus amigos,me ouviu bem,tampinha?

Revirei os olhos e não o respondi,Diego logo deu partida,ficamos conversando sobre bobagens,contei sobre o tempo que morei fora, sobre as viagens e eu estava tão entretida na conversa que nem percebi que ja havíamos chegado.

A festa era no CT do Flamengo mesmo,o espaço era muito bom para a festa e oque me parecia ali no tinha os jogadores,suas acompanhantes e algum amigos,nada de muita gente. Everton e Diego falaram pra mim não desgrudar deles,oque eu achei um baita exagero até porque ja sou bem grandinha,mas resolvi não contrariar. 

Eu fiquei ao lado das garotas enquanto os meninos foram cumprimentar os amigos,pegamos um copo de cerveja pra cada uma e ficamos dançando.

— Ei,vamos pro meio da pista dançar? — fiz biquinho e ela riram — Qual é,vocês sabem que não posso dar um passo sem vocês,se não Diego e Everton dão chilique.

— Vai me desculpar,mas não vou não,Bru — a Bruna mais velha falou e a Marilia concordou — Mas vai lá,nós nos viramos com os rapazes.

Sorri e caminhei pro meio da pista de dança,estava tocando música eletrônica e fiquei mais eufórica ainda. Eu sempre gostei de dançar,adorava sair para me divertir.

Depois de quase uma hora dançando resolvi voltar nas meninas antes que os meus queridos amigos me encontrasse. Avistei os casais juntos e fui até eles.

— Que golpe baixo,pedindo as meninas para cobrir você — Everton falou cheio de sarcasmo e eu ri 

— Eu só estava dançando,idiota — falei sem da muita importância — Agora me dê licença que vou procurar água nesse lugar

— No bar tem,é só pedir e não precisa pagar — Everton respondeu — Cuidado pra não se perder em,tampinha 

Dei meu dedo do meio pra ele que gargalhou com o meu ato,não pude deixar de rir também,cheguei ao bar e pedi uma garrafinha de água pro garçom que rapidamente trouxe,eu o agradeci e fiquei sentada lá por um tempo até que senti alguém senta no banco do lado,mas não dei importância.

— Uma cerveja,por favor — o homem fez o pedido e se virou para mim  — Uau,é a primeira que eu vejo nessa festa bebendo água e não bebida alcoólica.

— Ah,estou bebendo sim,só estou me mantendo hidratada — respondi sem muita vontade 

— Oque uma linda garota como você está fazendo sentada sozinha aqui? — ele perguntou,eu sabia de quem se tratava,mas não estava dando muita idéia, até porque era isso que ele queria 

— Não estou sozinha,vim com uns amigos e só vim buscar água mesmo — falei dando um sorriso gentil — Bom,eu vou indo. 

Sai sem esperar oque ele iria falar e encontrei Diego e Bruna dançando juntos,não pude deixar de sorrir com a cena,eles eram um casal lindo e que eu admirava. Me aproximei deles e comecei a dançar com eles que se empolgaram mais ainda.

— Eu senti tanta saudades de sair pra me divertir com vocês — falei sorrindo 

— Nós também sentimos a sua falta,tampinha — a Bruna mais velha falou e eu sorri mais ainda.

— A família estava incompleta sem você e espero que nunca mais nos deixe desse jeito — Diego falou e puxou nos duas para um abraço,mas fomos interrompidos por alguém que chamava o nome do Di.

— Eai casal — o jogador falou comprimentando os dois — Oi de novo,garota do bar ou devo lhe chamar de Bruna?

—Já se conhecem? — Diego perguntou franzindo o cenho e me encarando 

— Nos vimos no bar quando fui buscar água — respondi e Diego sabia que eu não estava mentindo porque fora meus pais,ele era a pessoa que mais me conhecia — Como vai,Gabigol?!

Gabriel não parava de me encarar e eu ja estava ficando desconfortável com o seu olhar,para escapar daquela situação eu chamei a esposa do Diego para ir ao banheiro comigo que rapidamente atendeu ao meu pedido.

— Gabriel não para de olhar para você,pelo visto está interessado — falou me encarando 

— Oque?isso é coisa da sua cabeça,mulher — respondi rapidamente e ela riu

— E você me parece estar interessada por ele também — falou e eu arregalei os olhos — Eu te conheço,tampinha e o Diego também 

— Para de invertar,Bruna,agora vamos — falei saindo do banheiro e ela me acompanhou balançando a cabeça como se estresse certa.

O Gabriel chamava atenção,era bonito,charmoso e o pior,tinha cara de quem não prestava nem um pouco,mas ao mesmo tempo era sério,tinha sua postura. 

Me despertei dos meus pensamentos e avisei ao Diego que voltaria para a pista de dança,vi o Gabriel medindo cada passo meu e decidi sair o mais rápido dali. 

Voltei para a pista e ainda estava tocando música eletrônica,quando derrepente começou a tocar o funk Onda Diferente,me animei junto com as meninas que também estava na pista,comecei a rebolar e ir até o chão quando sinto duas mãos em minha cintura,não tenho curiosidade em ver quem é então continuo dançando para dar uma leve provocada,percebo que consigo oque quero quando vejo o cara apertando mais a minha cintura e me puxando para mais perto,ele coloca a cabeça entre o meu pescoço e começa a dançar no meu ritmo. A música acaba e vou me soltando devagar do homem que me agarrava,quando viro abro levemente a boca por estar surpresa. Era o Gabriel. Eu não sabia onde enfiar a cara de tanta vergonha,então pensei rapidamente em sair dali e ir para fora do CT pegar um ar,eu estava nervosa e com vergonha,ele era amigo do Diego,e se o jogador contasse pro meu amigo que eu estava me esfregando nele?inventasse mentiras,Diego e Everton ficariam furiosos comigo.

Estava sentada em um banco do lado de fora,pensando no quão gostei da dança e estava me crucificando por causa disso,Gabriel estava brincando comigo e eu não podia cair na lábia de pegador dele.

— A dança foi tão ruim assim pra você fugir desse jeito de mim? — Gabriel perguntou  dando um sorrisinho de lado. Merda,que sorriso lindo.

— Me desculpe por aquilo,eu não sabia que era você,deve ta pensando um monte de mim e... — ele me interrompeu 

— Ei calma,não to pensando nada de você,pelo contrário,amei dançar com você — falou sentando ao meu lado — Aliás,você dança muito bem

— Obrigada,Gabriel — me limitei em falar pra não falar mais do assunto

Ficamos em silêncio por um tempo,mas era um silêncio confortável,estávamos olhando a noite linda que fazia com o céu todo estrelado e uma lua bastante brilhante.

— Acho que não falei,mas você está linda — Ele me elogiou e fiquei surpresa por ele está envergonhado 

— Obrigada,você também não esta nada mal — falei e abaixei a cabeça,Gabriel usava uma blusa de manda preta,uma calça jeans com umas correntes penduradas e na cabeca um boné também preto. Ele realmente estava bonito — Hm,acho melhor nós entrarmos antes que Diego e Everton venha nos procurar e façam um show

— A,claro,mas antes você,hum... poderia me passar seu número? eu gostaria de te conhecer melhor — Ele perguntou coçando a nuca e eu ri

— Sim,me da seu telefone aqui — peguei o celular e anotei meu número,deixei que ele salvasse — Vamos?!

— Vamos sim — ele sorriu e me acompanhou até o salão onde acontecia a festa,chegando lá vi Marília me olhando com um olhar malicioso e balancei a cabeça rindo para dar a entender que não tinha acontecido nada,um Diego apareceu na minha frente com o cenho franzido querendo entender o porque de eu está acompanhada por Gabriel.

— Estava aonde? — perguntou sendo direto

— Fui la fora pegar um ar e o Gabigol me acompanhou — falei como se tentasse passar toda tranquilidade para ele

— Sei... Vamos embora,ja está tarde —Diego falou e eu percebi que no outro dia iria fazer mil e uma perguntas sobre oque realmente tinha acontecido

— Vamos sim. Obrigada por me acompanhar,Gabigol — falei me virando para o jogador e sendo gentil — Até mais 

— Até mais,Bruna — ele me surpreendeu com um abraço — Vou te mandar mensagem,espero que me responda — Gabriel sussurrou em meu ouvido e eu assenti levemente para que Diego não percebesse — Até amanhã no treino,Diegão.

Diego cumprimentou o jogador e me puxou para irmos ao encontro de Bruna,Marilia e Everton. Eles se despediram do resto do pessoal e fomos para o carro,depois de trinta minutos estávamos em frente ao meu hotel,me despedi dando um abraço nos três e quando ia falar com o Diego ele saiu do carro,sabia que queria falar comigo, o pessoal ja sabia que ele iria falar algo então me deram boa sorte e eu mandei dedo e eles gargalharam. Sai do carro e fiquei em frente ao meu melhor amigo. 

— Oque aconteceu entre você e Gabriel na festa?e não minta pra mim — ele foi direto e eu me crucifiquei por Diego me conhecer tão bem 

— Nada,Di, eu estava dançando e ele dançou comigo e depois ficamos sentados la fora pegando um ar como te falei,mas não aconteceu nada demais — expliquei pra ele o básico e ele suspirou

— Você sabe que não vou te proibir de nada,mas que só quero te provocar,Gabriel é legal,mas não quero você muito próximo dele,não quero te ver sofrendo por nenhum jogador babaca... — Diego falou e eu abaixei a cabeça 

— Ja entendi,Diego,você tem razão e eu sei me cuidar,agora boa noite... — me despedi dando um abraço e indo para dentro do saguão e em seguida entrando no elevador.

Destranquei a porta e logo tirei meu salto jogando ele no canto do quarto,eu sabia que o Diego só queria me proteger,mas eu podia viver naquela bolha de que fui terrivelmente machucada para sempre.

Suspirei com o meu pemsamento e fui tomar um banho,fiquei pensando na noite em geral,conheci os jogadores e suas esposas,me trataram super bem e nos divertimos bastante. De repente comecei a pensar na minha dança com o Gabriel,no jeito que ele apertava minha cintura,em como ele fazia carinho na minha mão...

— Se organiza,Bruna,ele só quer brincar com você....— falei pra mim mesma

Sai do banho,me sequei e coloquei um pijama bem confortável para dormir,me joguei na minha imensa cama e cobri,quando estava quase fechando os olhos,ouvi meu celular apitar,fui vê oque era,vi que era algumas mensagens no grupo que eu e o pessoal tinha,e Everton e Diego avisaram que ja tinha chego em casa,dei boa noite e meu celular apitou mais duas vezes,no Instagram e no Whatsapp,fui nas conversas e vi uma mensagem de um numero que eu não tinha salvo.

Mensagem: Oi Bruna,é o Gabriel

Mensagem: Só para ter certeza de que não passou o número errado ;)

Ri com a sua mensagem,mas não decidi responder,fui no Instagram para ver as notificações e pensei que se o Diego visse isso iria falar um monte.

@gabigol curtiu sua foto 

@gabigol seguiu você 

Eu sabia que Everton e Diego iriam ficar mais no meu pé do que o normal,mas estava curiosa pra saber onde toda essa provocação iria dar.

@brunamarquezine seguiu @gabigol











 



Notas Finais


Desculpa a demora,é que não tive muito tempo essa semana,mas decidi compensar com um capítulo maior :)
Espero que gostem e não esqueçam de deixar a opinião de vocês,me digam se estão gostando,comentem bastante. beijocas💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...