1. Spirit Fanfics >
  2. Sempre Ao Seu Lado >
  3. Uma Visão Misteriosa

História Sempre Ao Seu Lado - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Gente do céu, como que a BKS foi dublar o nome do Shaoran como "Shoran"??? 'o'
Ainda bem que assisti legendado ksksks Sem querer desmerecer a dublagem brasileira, ok? Ok.
Espero que curtam mais um capítulo ~~
Boa leitura ^u^

Capítulo 3 - Uma Visão Misteriosa


POV Sakura

Quando eu e Tomoyo-chan saímos da escola, percebi que o Shaoran-kun estava escorado no muro, nos esperando. Meu coração disparou assim que vi ele parado ali, com seu olhar encontrando o meu.

- S-Shaoran-kun! Há quanto tempo você está aí?

- Faz uns dez minutos. Estava esperando você. - Disse ele.

- A-Ah... N-Não precisava! - Falei, totalmente envergonhada.

Ele sorriu e eu percebi que estava com vergonha a toa.

- Então nos encontramos na frente do parque daqui uma hora! - Declarou Tomoyo-chan, indo para o carro.

- Até! - Acenei para ela, com um sorriso.

Agora, estava sozinha com o Shaoran-kun. Parece que só ouço meu coração batendo, como se fôssemos os únicos no mundo.

- Vamos? - Ele disse de repente e eu me assustei.

- Hoe? Ah, claro, vamos! - Cocei a nuca e dei risada, acompanhando-o.

-----

Assim que chegamos em casa, fui dar tchau para ele.

- O-Obrigada por me trazer em casa... - Juntei as mãos e encarei o chão.

- Não foi nada. - Ele sorriu, sereno. - Te encontro no parque daqui uma hora.

- Tá! - Eu sorri, acenando para ele e entrando em casa.

Percebi que não conseguia tirar o sorriso do rosto. Qual não foi minha surpresa ao me deparar com meu irmão de braços cruzados, parecendo zangado.

- Que alegria toda é essa, monstrenga? - Ele parecia bem incomodado com o fato de eu estar tão feliz.

- Hunf! - Bufei. - Eu vou ao novo parque de diversões com a Tomoyo-chan e o Shaoran-kun!

- Ah, então está explicado o porquê da sua felicidade. - Ele ficou ainda mais bravo. - O moleque está de volta, como eu suspeitei!

- Que implicância com ele, onii-chan! Deixa ele em paz! Shaoran-kun é uma boa pessoa!

- Se ele machucar você ou te fizer chorar... Não vou perdoar aquele pirralho! - O onii-chan está realmente com ciúmes, ou é impressão minha?

- Ele não vai fazer nada. - Garanti. - Agora com licença que preciso tomar banho.

Eu saí de perto dele, mas eu senti que ele continuava me encarando. Não é de hoje que implica com o Shaoran-kun. Ele tem medo que eu o abandone, por acaso? Apesar de brigarmos muito, eu o amo. Ele, o papai e a mamãe, esteja ela aonde estiver.

Tomei meu banho e coloquei um casaco vermelho e uma calça forrada e quentinha. Coloquei uma bota também, pois está muito frio. Resolvi ir de luvas também. Quando chegou a hora, fui a caminho do parque.

- Estou tão animadaaa! - Eu disse em voz alta.

Kero-chan saiu da minha bolsa e flutuou ao meu lado.

- Eu tô vendo que você tá animada mesmo... O moleque é mesmo assim tão especial pra você?

Eu corei instantaneamente.

- N-Não só ele, mas a Tomoyo-chan também! - Eu disse, com vergonha.

Kero-chan riu da minha vergonha e isso me deixou um pouco brava.

Quando eu estava caminhando, tive uma visão. Tudo ficou preto ao meu redor e só tinha a mim. As cartas Sakura estavam flutuando ao meu lado e uma voz chamava meu nome. A voz era familiar, mas eu não via ninguém.

Como fiquei quieta por muito tempo, Kero-chan se preocupou comigo e começou a me chacoalhar.

- Sakura, Sakura! O que aconteceu?

- Hum... Não foi nada. Acho que tive uma visão. Fazia tempo que isso não acontecia.

- Visão?

- É. Só estava eu, num local escuro. De repente, as Cartas Sakura começaram a flutuar ao meu lado. E alguém chamava meu nome, mas eu não via essa pessoa. O que isso quer dizer?

- Não sei ao certo, mas isso não é normal, sendo que era para os acontecimentos estranhos desaparecerem.

- Nada aconteceu ainda. Foi só comigo. - Falei, meio preocupada. - Devo avisar o Shaoran-kun?

Kero-chan levou a mão ao queixo, para pensar.

- Pode falar. Vou falar com o Yue também. E quem sabe se falarmos com o Eriol também?

- Eriol-kun... Posso ligar para ele assim que voltar do parque! - Dei a ideia.

Kero-chan concordou e fomos para o parque, onde tinham muitas pessoas.

Tomoyo-chan já estava lá. Estava com um casaco lilás e luvas pretas. Sua calça era preta e ela estava com botas marrons. Em seu cabelo, havia uma touca.

Shaoran-kun também já estava lá. Estava com uma jaqueta laranja com detalhes brancos, calça preta e tênis preto. Estava de luvas pretas também. O coitado sofre com o frio do Japão, pois Hong Kong é muito quente.

- Tomoyo-chan! Shaoran-kun! - Acenei.

- Sakura-chan! - Tomoyo-chan disse.

- Oi... - Murmurou Shaoran-kun.

 

POV Shaoran

Cheguei faz cinco minutos. Daidouji já estava aqui e para variar, trazia consigo uma câmera para filmar a Sakura. Mas até que ela tem razão de filmá-la... A Sakura é uma gracinha mesmo.

Agora Sakura chegou e... Ela está tão linda. Quer dizer, ela é linda todo dia. Bom... Eu nem mesmo entendo meus pensamentos às vezes.

- Vamos entrar? - Daidouji indagou.

Concordamos e nós três entramos naquele parque, que estava tão cheio de gente. Mas pelo que diziam, era um parque incrível.

- Onde vamos primeiro? - Sakura perguntou.

- Onde vocês quiserem. - Dei de ombros.

- Vão indo na montanha-russa que vou comprar pipoca! - Daidouji praticamente NOS EMPURROU na montanha-russa, enquanto ela ficava filmando.

- T-Tomoyo-chan!! - Gritou Sakura, mais vermelha que eu.

- Não se preocupe, Sakura-chan! Esse ângulo está perfeito! Você está linda! 

- Ai, Daidouji! Quando eu sair daqui, você vai ver! - Grunhi.

- Não precisa me agradecer, Li-kun. - Riu ela, me fazendo ficar constrangido.

Fiquei um tempo em silêncio, sem olhar para Sakura. 

- A Tomoyo-chan não muda, né?

- Não mesmo. - Eu ri.

- Escuta... Shaoran-kun. Quando eu estava vindo para o parque, tive uma visão. Fazia tempo que não tinha essas coisas.

Fiquei sério de repente.

- Uma... Visão?

Ela assentiu com a cabeça.

- Eu tava num local sozinha que estava escuro e as Cartas Sakura estavam flutuando ao meu lado. Uma voz chamava o meu nome, mas não sei quem era...

- Isso é muito estranho. Precisamos descobrir porque você teve essa visão.

- Ah, tá tudo bem! - Dizia ela. - Deve ser coisa da minha cabeça!

- Não está tudo bem! - Falei um pouco mais alto. - Não quero que você se machuque!

- Shaoran-kun...

- Não importa o que aconteça, estou aqui agora. Quero proteger você. - A medida que eu falava, ficava com mais vergonha ainda.

Ela deu aquele sorriso meigo, o mesmo que fez com que eu me apaixonasse sem perceber.

- Você é muito gentil, Shaoran-kun. Muito obrigada.

Eu desviei o olhar.

- N-Não fiz nada de mais.

Ela deu risada e depois se calou. Assim, nenhum de nós disse nada por um tempo. Lá de baixo, pude ver a Daidouji nos filmando com uma cara de realizada. Ela quer mesmo nos filmar tanto assim?

- Ei... Shaoran-kun...

- O-O que foi?

- S-Sabe aquilo que você me disse há um ano atrás? - Ela brincava com os dedos.

- O-O que tem?

- É-É que eu ainda não dei uma resposta... - Ela está tão fofa, tão desajeitada. - E-Eu... Shaoran-kun, eu...

Nesse momento, a montanha-russa foi bruscamente parada. Parecia uma espécie de ventania. Eu conheço essa presença. É uma Carta Clow.

Mas como? Sakura transformou todas em Cartas Sakura? Que novos desafios nos aguardam? Ela está aqui do meu lado, toda assustada.

- Hoeee!! - Ela se esconde atrás de mim.

Seguro os ombros dela, a fim de acalmá-la, mesmo com todo mundo correndo e gritando.

- Vai ficar tudo bem. Eu estou aqui e não vou deixar nada acontecer com você. - Acho que minha serenidade funcionou, ela parece mais calma.

- Shaoran-kun...

 


Notas Finais


Cheguei mais rápido do que o Touya enchendo o saco da Sakura ou a Tomoyo indo pegar a câmera para filmá-la.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...