1. Spirit Fanfics >
  2. Wolf Among Us >
  3. Capitulo 4 (hot)

História Wolf Among Us - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Aviso: O mais importante. Tem hot. Então caso não queira ler, vou deixar um aviso pra quando for começar e quando for terminar pra não perderem nada da historia. De resto, aproveitem

Capítulo 5 - Capitulo 4 (hot)


Pov Sana On

-Quer comer algo? -pergunta mina se levantando e indo pra cozinha.

-To sem fome -falo colocando a mão na barriga sentindo uma pontada de dor.

-Ainda não resolveu isso -fala ela abrindo o armario e pegando café.

-Não.

-Segue a minha lógica. O cheiro dela estava impregnado na escola toda. Isso quer dizer que ela tambem está no cio. Ou seja, a gente precisa convencer ela a entrar pra nossa matilha, você vira a alfa dela e pronto. Problema resolvido -fala ela fazendo botando o café na cafeteira e sentando no banco.

-Não é tão facil assim -falo e ela me encara séria.

-Por quê não?

-Tudo isso depende dela querer entrar pra nossa matilha. O que a gente não sabe se ela quer -falo deitando no sofá -Aparentemente ela vai no encontro. Lá a gente ve o que ela vai fazer.

-Ok. Espero que ela venha pra nossa. Ai você para de encher o saco -fala mina rindo.

Pov Wendy on

Chego na cafeteria que marquei com Seulgi e ela esta sentada numa mesa de canto.

-Disse que tinha algo pra falar -falo sentando na cadeira de frente pra ela.

-Boa tarde pra você também -fala ela bebendo café e me entregando uma pasta com alguns arquivos -Talvez você queira saber disso.

Fala ela e eu abro a pasta. São varios arquivos militares que falam sobre mortes causadas por animais parecidos com lobo.

-Alguns de vocês estão chamando muita atenção. O governo nos deixou de lado por quê não faziamos coisas como essa. Mas eles estão cogitando a idéia de nos caçar. Eu sou a conexão deles com vocês e eles querem respostas -fala ela olhando pela janela -Por quê estão matando?

-Não sei. Desde o problema com os caçadores todos nós estamos chamando o mínimo de atenção possivel -falo olhando algunas partes do texto pintadas de preto -O que dizia aqui antes de apagarem? -Pergunto e ela da de ombros.

-Essa é uma copia. Não tenho acesso ao original. E mesmo que eu tivesse. Sair com ele de dentro do prédio seria impossível -fala ela rindo irônica -É até possivel. Mas você teria que matar uns 10 guardas.

-Não pode só tirar foto?

-A sala dos arquivos é protegida. Não da pra entrar com nenhum aparelho eletrônico -fala ela procurando algo na bolsa. Eu pego os arquivos e coloco na mochila -E você. Como está desde que..

-Desde que você abandonou a matilha? E me abandonou? Estou bem pra falar a verdade. A sana ainda te odeia por ter atirado nela e a Hwasa fez quase que um voto de silêncio desde que você sumiu -falo pedindo um café pra mim também.

-O Jackson continua o mesmo eu imagino.

-Sim. E a mina também.

-E o garoto que vocês roubaram da matilha do Yoongi. Ele é confiavel? -pergunta ela tirando seu olhar da janela.

-No momento, mais do que você -falo me levantando.

-Eu ainda não sei por quê você me odeia.

-VOCÊ NOS ABANDONOU -falo e todos olham pra mim -Você nos abandonou quando a gente mais precisou e ela morreu por sua causa.

-Eu tomei uma decisão. E ela sabia disso. Ninguém pediu pra ela ir atrás de mim. Você não pode me culpar pelo que os caçadores fizeram -fala ela voltando seu olhar pra janela.

-Você continua a mesma de sempre Seulgi.

-Você tambem -fala ela e eu saio da cafeteria. Meu telefone toca e eu pego atendendo a ligação de Hwasa.

Pov Hwasa On

Vejo Tzuyu entrar numa loja de armas e sento num banco de frente.

-O quê você esta planejando? -falo pra mim mesma tomando um pouco do meu café.

Ela depois de alguns minutos sai da loja.

Eu entro na loja e olho em volta. Tem varias armas na parede. Eu chego no balcão e falo:

-Boa tarde -O vendedor é gigante e fica me encarando -Precisa de documentos pra ter armas?

-Sim -fala ele de forma seca.

-É por quê a minha faculdade reportou que tem um perseguidor sequestrando meninas e eu queria ter alguma proteção -falo tentando parecer o mais convincente possivel.

-O quê eu posso fazer por você sem um documento é te vender uma faca. Elas são menos burocráticas e você pode ter uma sem documento -fala ela puxando uma maleta com varias facas e adagas diferentes e um espaço vazio. Pelo formato vazio deduzo que seja uma Needle Point.

-Tem mais dessas? -falo apontando pro espaço vazio.

Acabaram de levar -fala ele- Mas pra iniciantes eu recomendo uma Trailing Point. Ela é leve e tem um corte bom. É otimo pra proteção.

-Quero uma -falo. Ele bota a adaga num "estojo" e me entrega. Eu pago com o cartão e saio da loja pegando meu telefone e ligando pra wendy:

-Tem uma Trailing Point? -Pergunto.

-Não.

-Agora tem. Te dou quando nos encontrarmos -Ela fica em silencio por bastante tempo.

-Ok -fala ela e eu desligo o telefone. Eu paro e olho pra cima pensando.

Hibridos alfas e alguns ômegas podem aumentar o tamanho e a afiação de suas laminas. Os que não conseguem optam por adagas como a Mod 80376 da Wendy. Ajuda na facilidade. Não faria sentido ela comprar uma arma de fogo. A pergunta é por que ela comprou uma adaga?

(QDT)

Chego no lugar onde nós normalmente nos encontramos e já tem bastante gente la. É uma espécie de clareira com um lago e florestas em volta. Uma música alta junto com o cheiro de bebida preenche o lugar. Eu vejo sana e mina sentadas no chão e eu vou até elas e sento.

Pov Sana on

Vejo Hwasa sentando do meu lado em silencio.

-O que descobriu? -pergunto.

-Ela comprou uma adaga. Se ela pretende vir aqui, ela acha que tem que estar preparada -fala hwasa encarando o nada -Ela não fez nada de interessante o dia todo. Ela só andou pela cidade e comprou a adaga. Acho que ela sabia que estava sendo seguida.

-Então por que continuou seguindo ela? -Pergunta Mina confusa.

-Pessoas que sabem que estão sendo seguidas ficam nervosas tendem a cometer erros simples tentando despistar. O que ela tentou fazer, mas como a sana disse: da pra sentir o cheiro dela a 5 quarteirões de distancia -fala ela seria.

-O cheiro dela esta bem fraco -falo.

Wendy, Jackson e Hoseok sentam do nosso lado.

-Desculpa o atraso -fala Wendy.

-O quê a Seulgi queria? -pergunto e Hwasa joga uma sacola pra wendy.

-Algum hibrido ta matando pessoas. E o governo ta preocupado. Eles nos deixaram quietos por um motivo específico: Nós não representamos perigo pra os humanos. Ou pelo menos não representavamos -fala ela abrindo a sacola e tirando uma bainha de adaga. Ela puxa a adaga e encara por bastante tempo.

-Temos que descobrir quem está fazendo isso. E rápido. Precisaremos falar com todas as matilhas da região -falo e todos concordam com a cabeça.

-O quê ta levando hibridos e caçarem e matarem humanos? -pergunta Hoseok encarando o jogo.

-Involução genética -fala Hwasa -A muito tempo atrás os híbridos sentiam fome por carne humana e caçavam eles. Depois de um tempo a genética mudou e isso também. É a unica coisa que eu consigo pensar.

-Tem razão -fala Mina pensando também -Mas será que isso é possivel?

-A possibilidade não pode ser descartada -Fala Hoseok.

-Com licença -fala uma voz feminina atrás de nós e eu olho e vejo um rosto conhecido. Tzuyu -Me falaram que aqui é o lugar perfeito pra achar uma matilha. Quero saber como isso funciona? -pergunta ela e hoseok se levanta junto com Wendy e Jackson.

-Bom você tem que falar com o alfa da matilha e ele vai escolher alguém da matilha e você tem que lutar com essa pessoa -fala Hoseok e ela olha pra mim.

-Então...qual dos 5? -pergunta ela me encarando.

-Wendy, por favor -falo me levantando. Todos os hibridos perceberam o que estava acontecendo e fizeram uma roda ao nosso redor.

-Bom as regras são simples -grita hoseok -A luta acaba quando o adversário não puder lutar ou desistir.

Wendy tira o casaco ficando com uma camiseta que deixa claro seus músculos e levanta os punhos se preparando. Ela tenta acertar socos em Tzuyu que desvia de todos. Tzuyu acerta socos em Wendy que não sente nada.

-Ela é fraca mas rápida -fala Hwasa do meu lado- Wendy esta atacando de qualquer jeito e vai se cansar rápido. Algo aconteceu na conversa com a Seulgi.

Wendy acerta um soco em Tzuyu que solta um grito de dor e empurra Wendy pra longe. Wendy esta bastante ofegante enquanto Tzuyu consegue manter sua respiração normalizada.

Ela corre até wendy e acerta um soco na cara dela que faz ela cair no chão e se afasta novamente. Wendy puxa uma adaga e corre na direção de Tzuyu tentando acertar um golpe mas errando. Tzuyu afasta wendy e puxa sua adaga também encarando wendy surpresa. Ela me encara e eu permaneço séria. Wendy tenta acertar varios golpes em tzuyu mas ela apara todos e acha uma brecha entre os ataques segurando a mão de wendy pra baixo e mantendo a adaga proxima a barriga dela.

Ambas permanecem paradas e Hoseok me encara com um olhar de: A wendy não vai parar. Wendy se aproxima mais forçando Tzuyu a perfurar a barriga dela e acerta uma joelhada em tzuyu que cai no chão empurrando wendy pra longe que também cai no chão. Eu ando até tzuyu e Jackson vai até Wendy que levanta.

-Relaxa. Regeneração salva ela -falo dando a mão pra ela e ajudando ela a levantar.

Ela segura na minha mão forte e levanta. Ela me encara por alguns segundos.

-Seus estilo de luta é perigoso mas eficaz -falo encarando Hwasa e Mina que concordam com a cabeça -Bem vinda a matilha -falo virando as costas e indo até Mina.

-Eu disse que era simples -fala ela com o seu famoso ar de superioridade.

-E eu disse que não seria simples -falo olhando pra Jackson colocando Wendy no carro e saindo.

Pov Hoseok On

Fico encarregado de ir no mesmo carro que Tzuyu que fica em silencio o caminho quase todo até que eu tento puxar assunto.

-Acho quê você vai gostar da casa -falo encarando ela que não tira os olhos da estrada e permanece em silencio -Tem uma sala de jogos no porão, bastante cerveja na geladeira, piscina nos fundos e... -falo mais ela me interrompe.

-Pera. Você disse piscina? -pergunta ela e eu concordo com a cabeça -Ótimo acho que vai ajudar.

-Tem algo em mente? -pergunto.

-Nada que você queira saber, eu acho -fala ela e eu respiro fundo.

-Como se o seu cheiro não deixasse óbvio -falo virando pra janela.

-É tão óbvio assim? -pergunta ela tentando sentir o próprio cheiro.

-É mas não pra você -falo e ela coloca a mão na barriga fazendo uma cara de dor fraca -No estagio que está nada vai resolver. Pode tentar água fria, gelo, se masturbar por 5 horas até cansar. Você precisa de um alfa -falo e ela me encara preocupada -Torça pra sana estar disposta a te ajudar.

Pov sana on

Chegamos na casa de Hoseok e o carro de Jackson já está parado ali com o carro de Tzuyu vindo logo atrás.

-Aqui que a gente se reúne -fala Hoseok abrindo a porta e todos nós entramos na casa. Wendy e Jackson estão sentados no sofá e wendy nos encara séria. Ela vem até mim e fala no meu ouvido:

-Precisamos conversar -fala ela e eu concordo com a cabeça. Nós sentamos no sofá e Hwasa e Hoseok sentam no chão como sempre e ficamos conversando Tzuyu parece bastante incomodada com algo e eu ignoro puxando conversa com mina.

Depois de um tempo, todos nós decidimos ir dormir e eu divido quarto com Mina. Jackson com wendy, Tzuyu fica num quarto sozinha e Hoseok e Hwasa não dormem de noite e ficam na sala conversando.

-Vai até o quarto dela né? -pergunta Mina deitando na cama.

-Ainda não -falo sentando numa cadeira e Mina bufa alto.

-Ela provavelmente está te esperando e você ta ai, de cu doce -fala ela pegando o travesseiro.

-Olha a boca porra -falo e ela ri -Eu não entendo vocês. Em vez de se pegarem logo ficam ai enrolando de mimimi.

-Eu vou daqui a pouco mina -falo me levantando e ajeitando minha roupa. Eu espero alguns minutos e vou até o quarto dela. Vou bater na porta mas vejo que a mesma está aberta. Eu entro no quarto e não vejo ninguém. Volto pro corredor e vejo a porta que da pros fundos aberta. Eu atravesso o corredor e entro na área da piscina.


(AVISO: O HOT COMEÇA AQUI. PULA SE NÃO QUISER)

Chego na piscina e vejo Tzuyu nua com a cabeça apoiada na borda olhando pra cima. Eu tiro a minha roupa e entro também fazendo ela me encarar.

-Não imaginei que estaria aqui -falo e ela abre a boca pra falar algo mas faz uma cara de dor e fecha de novo voltando a sua posição inicial -Mas até que faz sentido. A água fria, a temperatura ambiente. Achou que tudo isso ia amenizar o quê esta acontecendo aí -falo fazendo ondas com o braço. Ela começa a gemer baixo de dor.

Eu faço impulso na parede da piscina e vou até a parte que ela está colando nossos corpos. Ela bota os braços em volta de mim e cochicha no meu ouvido:

-Por favor. Eu preciso de você dentro de mim -Eu pego o braço e arrasto pra uma parte mais rasa da piscina colocando ela na borda. Eu passo minha mão na sua perna e ela geme baixo.

-Fique calada enquanto eu faço isso -falo penetrando 2 dedos nela sem avisar fazendo ela gemer alto de dor e me encarar.

-Não tão rapido -fala ela com uma voz rouca.

Eu olho pra ela com um sorriso de canto de olho e continuo estocando nela com força. Ela crava as unhas na borda da piscina e deixa lagrimas cairem pelo seu rosto.

Eu coloco mais um dedo e ela abaixa a cabeça até meu pescoço e morde ele com força me fazendo arfar de dor. Ela crava as unhas nas minhas costas e deixa vários arranhões. Eu tiro os dedos de dentro dela fazendo ela reclamar.

Saio da piscina e deito ela no chão deitando em cima dela e chupando seu peito. Ela abre seus olhos e eles emanam um brilho rosa que me deixa mais excitada ainda. Eu massageio um de seus seios enquanto chupo o outro fazendo ela gemer. Eu paro de chupar seus seios e fico cara a cara com ela.

-Olha pra mim -falo descendo a minha mão e passando pela sua entrada. Seus olhos rosas refletem o meu vermelho. Eu paro meus dedos em seu ponto sensivel e começo a "brincar" com eles nas mãos. Quando eu vejo que ela vai gozar eu tiro a mão dali levando até minha boca e chupando sentindo o gosto dela recebendo um olhar curioso dela que faz sons reclamando.

-Continua por favor -fala ela entre gemidos.

-Eu disse calada -falo descendo a minha mão até sua intimidade e penetrando 3 dedos fazendo ela gemer de dor e prazer ao mesmo tempo e fazendo movimentos de vai e vem rapidos.

-Mais devagar -fala ela gemendo e eu coloco mais um dedo fazendo ela cravar as unhas nas minhas costas. Eu sinto o sangue descendo pelas minhas costas mas ignoro atacando seus labios com um beijo agressivo.

Eu paro com os movimentos e ela começa a rebolar nos meus dedos me fazendo rir fraco. Eu penetro mais forte ainda e ela revira os olhos jogando a cabeça pra trás. Eu sinto suas paredes fechando nos meus dedos junto com seu liquido começando a escorrer por eles. Eu vejo que ela está gozando e estoco mais rapido pois ela esta

-Goza em mim -falo aumentando os movimentos e ela goza nos meus dedos. Suas paredes internas "abrem" denovo e eu tiro meus dedos de la e levo até minha boca sentindo seu gosto. Eu levo minha boca até sua intimidade fazendo um oral lento nela e ela goza de novo em minha boca. Eu entro na piscina e vou pro outro lado apoiando com o braço na borda observando ela deitada ali. Sua respiração está ofegante. Eu viro pra borda da piscina e faço força pra levantar sentindo minhas costas arderem.

-Cacete. Você me machucou -falo e ela ri fraco.


(AVISO: TERMINOU A PUTARIA. PODE VOLTAR A LER NA MORAL)

(QDT)

Coloco ela deitada na cama depois de tomar um banho e deito do lado dela.

-Sabe o quê eu estava pensando? -pergunto.

-Hm -fala ela.

-Você podia ficar la em casa até o nosso cio acabar -falo abraçando ela e passando a mão pelo seu corpo ainda nu.

-E sua colega de quarto? -pergunta ela.

-Ela não vai se importar de ficar aqui -falo e ela concorda com a cabeça.

-Se ela não quiser, ela pode ficar no meu apartamento, minha colega de quarto é bem legal -fala Tzuyu bocejando e caindo no sono -Ela faz artes e é uma das melhores alun.... -ela começa mas dorme.

-Ômegas uma hora cansam -cochicho dando um beijo na parte de trás de sua cabeça.

(QDT)

Acordo e tzuyu não esta mais no quarto. Eu saio do quarto, garanto que não tem ninguém no corredor e corro pro meu quarto encontrando Mina sentada na cama olhando pra cima.

-Como foi? -pergunta ela e eu respiro fundo antes de responder.

-Foi... legal -falo pegando uma roupa pra mim e colocando -Eu preciso que você passe uns dias aqui -falo e ela me encara espantada.

-Por quê se nós temos apartamento?

-A tzuyu vai pra lá. Você pode até ir conosco mas terá que estar disposta a aceitar que podemos tirar a roupa em qqlr lugar que de vontade -falo e ela treme com a ideia.

-Mas eu não quero ficar com o Hoseok.

-Então fique com a colega de quarto da Tzuyu. Ela disse que ela é legal -falo e ela olha pra cima pensando na ideia.

-Se eu disser não, você transforma isso numa ordem. Eu não tenho escolha -diz ela se levantando e saindo do quarto.

Eu sento na cama e fico pensando na noite passada.

-Os proximos dias serão interessantes.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...