História Wolves - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony, Machine Gun Kelly
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Machine Gun Kelly "MGK", Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Alren, Caminah, Camren, Lobisomens, Norminah, Romance
Visualizações 39
Palavras 1.158
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, LGBT, Luta, Mistério, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um capítulo aeeeeee!!!!

Capítulo 5 - Normani Kordei Hamilton


Fanfic / Fanfiction Wolves - Capítulo 5 - Normani Kordei Hamilton

Pov. Normani:

-Amiga pensei que o seu vôo nunca chegaria, como está a mulher mais linda desse universo?- Harry me abraça.

-Estou bem hazza, e você? Como está o meu estilista favorito?- caminhamos pelos corredores do aeroporto.

-Estou ótimo, terminei a nova coleção da Vogue e tenho certeza que irá vender assim que você vestir, afinal quem não gostaria de usar as roupas que "Normani Kordei" veste - ele sorri me levando até o carro.

-Não é para tanto, mas pra onde vamos?- pergunto adentrando o veículo.

-Para Hansen & Brooke, Ally e Dinah estão esperando por você com os Jauregui's.

-Os Jauregui's?

-Novos fotógrafos.

-Achei que a Ally preferisse os fotógrafos de Falls.

-Mas ela prefere, quem escolheu desta vez foi a Dinah, ela quer trabalhar apenas com gente daqui agora.

-Apenas fotógrafos certo? Se não porque eu estaria aqui?

-Não, ela pretende recrutar modelos por aqui e você está aqui porque é a melhor minha cara.

-Não me lembro de ter lido sobre alguma modelo desta região.

-Porque nao há, nós não encontramos nenhuma ao seu nível.

-Devo ficar honrada ou não? -Sorrio e ele bate na minha coxa.

-Deve! Porque você é uma obra de arte viva.

-Obrigada, mas pra que tantos elogios?

-Por que você é a minha melhor amiga?

-Harry, eu te conheço desde o colegial, oque você está aprontando?

- Nada Mani, eu juro...

-Humm.

-Está ansiosa para ver a Dinah?- já consigo ver o grande prédio azul.

-Na verdade não, da última vez que saímos você sabe oque aconteceu.

-Mani, Mani, eu te disse pra não criar expectativas com ela, eu sei que ela fode muito bem, mas ela não vale nada.

-Harry, não é assim, Dinah passou por muita coisa, halsey impulsionou esse lado dela.

-Não acho que halsey tenha culpa do que Dinah se tornou, todos temos desilusões amorosas, mas escolhemos se vamos tentar novamente ou se vamos ser filhos da puta com os próximos.

-Nós temos uma relação amigável Harry.

-Ela só te procura para foder!

-E daí? Eu nunca pedi um relacionamento sério.

-Mas também nunca disse que não queria.

-Eu sei que você não entende oque temos, mas eu gosto de viver desse jeito, ela me dá prazer e eu dou a ela. É uma troca de favores.

-Não é uma relação boa, se você chora toda vez que ela saí com outra.

-Droga Harry, você é meu melhor amigo, por favor esquece essa merda e vamos fazer oque fazemos de melhor- digo quando ele para o carro na frente do prédio onde vamos trabalhar.

-Acho melhor mesmo irmos trabalhar, mas depois vamos conversar sobre isso, agora que você vai morar aqui, teremos bastante tempo.

-Okay, Sr. Mandão- desço do carro junto de Harry e caminhamos até estarmos dentro do local.

Passamos por vários funcionários, pegamos e elevador e logo estávamos em frente a sala de Dinah.

Harry da umas batidinhas , seguido de um "entra" abafado, logo minha visão fica turva ao ver Dinah me encarando assim que entramos.

-Mani- ela me comprimenta.

-Olá Dinah.

-Sentem-se- ela indica a cadeira para Harry e eu- Como foi a viagem?

-Normal- digo vidrada em seus olhos.

-Espero que esteja bem disposta, a equipe de fotografia já está aí, ansiosa para te conhecer- ela sorri fraco.

-Não acho que ela esteja disposta a fotografar, ela acabou de chegar de viagem, 8 horas de vôo são cansativas Dinah.- Harry diz encarando-a.

-É verdade, mas eu não quero que ela modele hoje, apenas quero que ela conheça a nova equipe de fotografia, afinal é a única que ela não conhece ainda.

-Concordo- digo baixo- Achei que você contrataria alguém de Falls.

-E eu contrataria, mas você sabe gosto de visões diferentes, resolvi que nesta filial eu iria dar oportunidade para trabalhadores locais.

-Me parece justo.

-Sim... então amanhã começamos a fotografar?- ela questiona inquieta

-Sim, tenho certeza que estarei bem para isso.

-Ótimo. Quer conhecer seus fotógrafos agora?- eu assinto.-Então vamos, e Harry se não se importa, gostaria de apresenta-los sozinha.

-Tudo bem Dinah, vou estar no estúdio, qualquer coisa é só chamar- ele se retira quando saímos da sala de Dinah e adentramos o elevador.

-Estive pensando Kordei, se você não for fazer nada hoje a noite...

-Seja breve Dinah.

-Gostaria que jantasse comigo.- ela se aproxima colocando sua mão em minha cintura.

-Isso tudo é saudade Hansen? - envolvo seu pescoço com meus braços.

-Você sabe como é, eu me perco nesse seu corpo. - ela sussurra próxima aos meus ouvidos.

-Sei bem disso, achei que já havia arrumado alguém para satisfazer as suas vontades por aqui, mas pelo visto alguém está precisando transar. - levo minhas mãos até seu pênis e aperto levemente, fazendo-a gemer.

-Kordei, mexer com fogo pode-lhe causar queimaduras.

-Estou disposta a me queimar se você gemer o meu nome a noite toda.

-Então você aceita o meu convite?- ela roça seus lábios nos meus.

-Claro, não há nada mais importante que eu queira fazer hoje.- digo e ela me beija, prensando meu corpo na parede.

Escuto o barulho do elevador se abrindo e empurro de leve o seu corpo a afastando de mim.

Ela sai do mesmo ao meu lado e indica uma sala na qual eu imagino ser a sala de fotografia.

Adentramos o local e logo duas pessoas vem ao nosso encontro.

-Lauren, Michael, esta é Normani Kordei, a modelo desta campanha.-Dinah sorri

-Prazer, eu sou Michael Jauregui- ele aperta minha mão.

-Eu sou Lauren- ela faz o mesmo gesto.

-Você é modelo?- pergunto e ela nega

-Não eu sou sua fotógrafa.

-Uma pena, você é tão linda, tenho certeza que iria arrasar nas passarelas, você não acha Dinah?- digo e ela cora.

-Devo concordar, porém Lauren já deixou bem claro que prefere ficar atrás das câmeras, do que a frente.

-Minha filha é muito tímida para este mundo- o homen diz

- Eu também era quando comecei, mas aos poucos a gente vai perdendo a vergonha.

-Não acho que eu sirva para modelar, prefiro fotografar, parece que se encaixa mais nos meus padrões.

-Entendo, mas se um dia mudar de ideia, eu ficaria muito feliz em te ensinar tudo oque sei, claro se você quiser.- digo e ela sorri.

-Claro, eu concerteza aprenderia com você.

-Bem, agora que já estão apresentados, você pode ir descansar mani.- Dinah toca o meu ombro.

-Achei que iríamos começar hoje.- Michael se intromete.

-Normani está cansada, muitas horas de viagem Michael, achei melhor que ela comece amanhã, assim vocês terão mais tempo para se organizar e tirar as fotos perfeitas.

-Ah certo, até amanhã então- nos despedimos, seguindo para o elevador novamente.

Em questão de segundos sinto os lábios de Dinah próximos aos meus.

Droga de mulher!

Porque tão gostosa?

-Dinah isso não é lugar- digo encerrando o beijo.

-Merda,eu sei.- ela se afasta.

-Faz quanto tempo que você não fode uh? Está claro que não consegue se controlar- sorrio

-Não interessa- responde rude

-Interessa sim, vai me diga, há quanto tempo você não fode? Pelo seu cheiro acho que há um bom tempo.

-Não enche Kordei, ômegas são difíceis, você sabe que comuns não me satisfazem.

-Isso seria comico, se eu não estivesse tão excitada.- sussurro.

-Bem eu posso resolver isso- ela se aproxima-se - Hoje às 20:00, na minha casa, vá com a sua lingerie vermelha- ela deixa um beijo casto em meus lábios e saí do elevador, me deixando sozinha.

Pelo visto a minha noite vai ser boa...


Notas Finais


Eae curtiram?

Espero que sim!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...