1. Spirit Fanfics >
  2. Wolves >
  3. NÃO é capítulo, mas é um assunto sério a ser tratado

História Wolves - Capítulo 40


Escrita por:


Notas do Autor


Leiam até o final.

Capítulo 40 - NÃO é capítulo, mas é um assunto sério a ser tratado


Fanfic / Fanfiction Wolves - Capítulo 40 - NÃO é capítulo, mas é um assunto sério a ser tratado


Gente, olha, o que eu vou falar aqui é um assunto sério e...bastante pesado. Realmente, muito pesado. É um problema grave que têm acontecido no YouTube, e que infelizmente, assola o mundo inteiro.

Hoje, a gente vai falar sobre pedofilia.

Mano, assim, eu sei que é completamente aleatório e meio confuso da minha parte postar um capítulo sobre isso no meio de uma fic Klance de puro entretenimento, mas eu acabei de assistir a um vídeo do Felipe Neto -que a songa monga aqui não tinha visto até hoje -e simplesmente não consegui ficar calada.

Eu queria ajudar a conscientizar esse problema de alguma forma, mas eu não tenho Facebook, Instagram, etc. Resumindo, eu não tenho nenhuma rede social, além do spirit fanfics.

Eu posso dizer que 'Wolves are your family' foi a minha história que mais alavancou e fez sucesso, e recentemente, ela está em quinto lugar no ranking de mais comentadas na tag Klance. Então, eu resolvi usar essa visibilidade que a fic têm ganhado para alertar sobre isso.

Então, esse assunto é bem chato. Como eu falei, é um assunto muito pesado, um tanto delicado, mas que não dá mais pra ignorar. Se a gente ignorar, nada vai ser feito.

Bom, nos últimos anos, o YouTube têm sido bastante usado por pessoas...nojentas, doentes, para passar conteúdo de interesse pedófilo pela plataforma.

É que existe uma forma de entrar em uma espécie de looping no YouTube onde, depois de apenas alguns cliques, você só passa a receber recomendações de vídeos de garotinhas dançando, fazendo acrobacias, usando pouca roupa e coisas desse tipo. São vídeos que qualquer outra criança acharia inocente e que, inclusive, é um conteúdo feito para outras crianças, mas que têm sido utilizado por homens adultos e, como eu falei, doentes, por interesses pedófilos.

Mano, o assunto é bem pouco abordado. Algumas redes e plataformas já levantaram essa questão, na esperança de abrir os olhos das pessoas e esperar que o YouTube faça alguma coisa em relação à isso. Mas nada têm sido realmente feito, até o ponto em que a situação está ficando cada vez mais inaceitável.

Então, eu estou avisando sobre isso para vocês protegerem os seus filhos -nem sei se alguém que lê o meu conteúdo tem filho, mas vai que, né? -, seus irmãos, qualquer criança da sua família que possa querer postar algum conteúdo na Internet, seja foto em redes sociais ou vídeos no YouTube.

Mano, isso é nojento, horrível e perturbador.

Depois de alguns cliques, você só passa a receber recomendações de vídeos de menininhas fazendo coisas que seriam perturbadoras para um adulto assistir.

E, quando vocês olham os comentários, podem ver vários homens adultos fazendo comentários inaceitáveis de se fazer para uma criança, que muitas vezes tem menos de dez anos de idade.

Então, vocês podem ver muitos homens deixando comentários "elogiosos", do tipo "linda", "que princesa", "que gatinha". Eu vi um em que o cara estava pedindo para casar com a menina! Então, cara, isso é simplesmente inacreditável, mas é a realidade. É duro, mas é real.

E as crianças nem sequer tem culpa. Elas apenas se filmam se expondo, sem terem noção do que estão fazendo. Elas apenas são crianças gravando vídeos para outras crianças, que nem sequer tem idéia de que, nos comentários, vão aparecer um monte de predadores sexuais.

Chega até a ter comentários de aviso de outras pessoas, pedindo para tirar o vídeo do ar, pois pedófilos estão assistindo.

E, também, nos comentários vocês vão encontrar bastante times temp, onde os pedófilos marcam o minuto e o segundo em que a menina possa estar fazendo alguma pose sugestiva, que eles possam usar pra...é.

Então, eles marcam frames de quando a menina tá de perna aberta, uma expressão sugestiva e coisas do tipo.

Acho que vocês notaram que, depois de um tempo, vários vídeos pelo YouTube tem aparecido com "comentários desabilitados". Essa é a parte mais triste da história, pois o próprio YouTube deleta esses comentários. O fato de que muitos desses vídeos tem os comentários desabilitados é exatamente a prova de que o YouTube sabe. Nas diretrizes do YouTube deixa claro que, se forem detectados comentários predatórios em vídeos de crianças, o próprio YouTube vai bloquear os comentários daquele vídeo.

E isso é inacreditável, e totalmente inaceitável.

Significa que o YouTube sabe que há vídeos de crianças sendo usados por predadores pedófilos e que, ao invés de ir atrás das contas desse pessoal e até trabalhar com a polícia para prendê-los, ele apenas deleta os comentários.

E eu, realmente, fiquei bem chocada quando descobri isso. O fato de saber que o YouTube está sendo usado por predadores sexuais já me deixou completamente desestabilizada. Agora, saber que o YouTube sabe disso, e que tapa os olhos para esse problema quase me fez cair da cama.

Já lançaram várias matérias feitas por influenciadores, gritando para o YouTube "abram os olhos para o está acontecendo dentro da plataforma!"

Existem milhões de maníacos, predadores, pedófilos, usando a plataforma para compartilhar vídeos de menininhas dançando e fazendo coisas sugestivas entre si.

Isso é terrível, isso dá ânsia.

Depois de um tempo, sua lista de recomendações é composta só por esses vídeos. O algoritmo do YouTube permite que isso seja possível. É o próprio YouTube criando um espaço para pedófilos agirem, totalmente em segurança.

A gota d'água pra mim foi ver que o YouTube sabe o que está acontecendo, mas as contas não são desativadas, e os pedófilos continuam a agir livremente.

Cara, eu sou inscrita no canal do Felipe Neto há três anos. Esse vídeo em que ele conscientiza sobre a situação foi lançado no início do ano passado. Eu não lembro de ter recebido notificação alguma. O YouTube nem sequer recomendou o vídeo pra mim nesse meio tempo até agora, e eu vi vários comentários de outras pessoas que estavam na mesma situação. Olha só. Esse é o YouTube sendo YouTube.

Assim, eu falei o básico do que ele falou aqui. Mesmo que vocês não sejam fãs dele, eu aconselho assistir ao vídeo, pois ele explica passo a passo sobre como esses caras agem.

Depois eu vou postar um aviso sobre isso na minha fic drarry, 'Waves', que é outra história minha que está ganhando mais visibilidade.

Eu só queria alertar vocês sobre isso. Tomem cuidado com o que as suas crianças postam.

Gente, a faculdade de Harvard fez uma pesquisa comprovando isso. HARVARD! Uma das maiores faculdades do mundo, senão a maior. A pesquisa deles tá lá no Google, e é só procurar se quiserem comprovar. Esse é o nível do problema que, embora esteja sendo discutido já há anos, prevalece e continua aumentando.

Eu tenho apenas quatorze anos, e o fato de eu entender isso com essa idade é um tanto triste também, mas até que é algo bom ao mesmo tempo.

Então, é isso.

Aqui, quem fala, é a biacat4.

Aqui, quem fala, é Beatriz de Arruda Leite, compartilhando e alavancando a hashtag #YouTubeWakeUp.














Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...