História Wolves lovers - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 3
Palavras 1.368
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, para quem me acompanha faz um bom tempo que eu n posto nada aqui, mas agora vou voltar com tudo com essa adaptação da @Kakaw-chan - Diabolic Love Wolf - .
Espero que gostem...

Capítulo 1 - Três ômegas do Sul


Kim Taehyung

 

 - Já está tarde, não deveríamos voltar? - Seokjin perguntou receoso.
   
             - Sim... - Jimin respondeu frustrado. 
   
           - Não fiquem assim, não vai acontecer nada. - Tentei ser otimista com eles. - Quando chegarmos vamos apenas nos banhar, esperar que tragam nossos jantar e depois vamos dormir, nada de mais vai acontecer. - Fiz o possível para soar confiante.

 - Você não pode afirmar isso dongsaeng. - Seokjin falou desanimado.

 - Sei disso, mas mesmo que algo aconteça, eu não deixarei que machuquem vocês, então vamos logo. -

 Eles se levantaram do chão assim como eu e com passos um tanto apressados, deixamos a floresta para ir ao castelo.

   A floresta era o nosso refúgio, mas nem sempre passávamos todo o tempo juntos aqui, de vez em quando deixava-os sozinhos, vagando por ai, isso porque eu também precisava desse tempo para mim, a floresta era nossa, mas cada um tinha o seu lugar preferido que o outro não conhecia. No entanto, dessa vez estávamos os três juntos desde que chegamos, os últimos dias haviam sido difíceis.

 Odeio nossa casa, odeio termos que voltar e odeio mentir para meus irmãos e para mim mesmo, quase nunca tudo ficava bem no final do dia. Termos nascidos ômegas, foi a pior coisa que poderia ter acontecido conosco.

 Bom, sou Kim Taehyung, o segundo ômega mais velho de nós três, Oh Seokjin o mais velho e Park Jimin o mais novo, apesar dos sobrenomes diferentes, nós somos irmãos legítimos, pelo menos por parte de pai. O que realmente aconteceu é que nosso pai casou-se primeiro com a mãe de Seokjin e quando ele nasceu, descobriram que ele era um ômega e ele mandou que matassem sua mãe, ele só não foi morto por puro interesse. E o mesmo aconteceu comigo e com Jimin, quando descobriram nossos genes, mataram nossas mães, ele as matava por achar que elas eram fracas demais para dar-lhe herdeiros adequados e é por isso que não temos o sobrenome de nosso pai e sim de nossas mães.

 E lá vem a pergunta que não quer calar: como ele conseguiu matar tantas mulheres e nada ter acontecido nada com ele. Simples, nosso pai simplesmente é o líder (rei) do Reino do Sul, o que nos torna nobres, mas isso não significa nada aqui, pois somos tratados pior que lixo.

 No fim, voltar para o castelo, era voltar para a humilhação de sempre, praticamente somos renegados pelo nosso pai, mas como eu disse anteriormente, eu e meus irmão não estamos mortos, não apenas por interesse, claro que tendo filhos ômegas, ele pode nos trocar por acordos, talvez uma aliança, ou acordos de paz com outro reino, apenas por isso que ainda estamos "intactos".

 Como você deve saber, como filhos do líder não podemos ser  tocados sexualmente, temos que ser puros, assim valemos mais, no estado essa é a única regra, então não impedi de sofrermos agressões físicas ou verbais, isso ocorre e como. É por isso que eles tem tanto medo, porque nunca vamos estar protegidos.

 O Reino do Sul não protege os ômegas, aqui, os ômegas são como brinquedos, nascidos para reproduzir e para satisfazer os desejos dos alfas, estupros e violência são muito frequentes e mesmo assim, as lendas dizem que aqui é melhor do que o Reino do Norte.

 Existem quatro grandes Reinos o do Sul, Norte , Leste e o  Oeste. O do Norte dizem ser mais perigoso, cheio de assassinos, ladrões, estupradores e tudo mais que houver de ruim. O Leste não é tão ruim, porém há muita seca e embora as leis deles seja diferentes dependem muito do nosso Reino, nós fornecemos aguá para eles e em troca eles são nossos aliado, não aceitam fugitivos do nosso Reino e por isso não é nem uma opção ir lá, por outro lado existe o Reino do Oeste, porém esse é menor e indefeso comparando com os outros Reinos principais e anos atrás foi isolado por causa de uma doença que exterminou  quase todos da região, nosso pai recusou o pedido de ajuda, dizendo que não valia a pena porque eles eram fracos demais, mas o Reino do Norte os ajudou e por isso que eles ainda estão vivos, nunca são atacados, porque muitos tem medo do Norte, então é por isso que eles estão protegidos, porem nunca deixaram alguém do Sul entrar, pois tecnicamente negamos ajuda quando eles precisavam.
          Não entramos pelos portões principais (entrada do castelo), haviam passagens secretas que nem os guardas conhecem, várias delas são para fugas, caso alguma coisa aconteça, como invasões, explosões por exemplo. Saíamos escondidos por uma delas e voltávamos pela mesma, assim nuca descobriam por onde fomos, mesmo que algumas vezes somos punidos pelo nosso sumiço, mas nunca era por estarmos fora do castelo.

 Assim que entramos, andamos bem devagar pelo corredor, mesmo que quiséssemos chegar logo em nosso quarto tínhamos que fingir que estava tudo bem, a aparência é tudo e quanto mais medo exalássemos pior seria.

 Quando estávamos perto de nosso quarto, vinha um guarda  em nossa direção, parecia que iria passar direto, mas logo quando já estava passando, fomos surpreendidos pelo mesmo que segurou o braço de Seokjin com força.

 - Olha só o que eu encontrei por aqui, se não é o ômegazinho mais bonitinho...- Ele ignorava totalmente a nossa existência aqui e puxou Seokjin o encostando em uma parede e passando sua mão imunda em seu rosto, fazendo Seokjin estar quase no ponto de chorar.

 Oh, embora sendo o mais velho, era também o mais cobiçado de nós três, sempre havia um alfa querendo o mesmo, quanto mais poder o alfa tinha mais problemas o mesmo teria. O alfa que segurava seu braço não passava de um simples guarda, que já havia incomodado o mais velho, este que tentava convencer nosso pai a casar-se com o mesmo, assim ele seria promovido a talvez um general para que Seokjin não ficasse com um misero guarda. Todos sempre queriam se aproveitar de nosso que qualquer forma.

 - Larga ele seu sarnento. - Falei.

 De nós três, eu sempre tentava fazer algo, os defender, me defender. Eu sempre fazia de tudo e mais um pouco para que não nos machucassem, principalmente os dois, porque de qualquer forma eu sempre sairia ferido.

 - E se eu não larga-lo? Você é apenas ômegazinho muito atrevido não acha, Kim? Pois deixa eu te disser uma coisa, eu faço o que bem quiser com seu irmão. - Ele aproximou o rosto na direção do corpo de Seokjin e mordeu o ombro do mesmo que fez o mais velho se encolher e deixar suas lágrimas escorrerem pelo seu rosto, mesmo chorando, seu choro era inaudível, ele quase não emitia sons se não fosse para mim e Jimin.

 Eu costumava a pensar que Jimin e Seokjin eram mais forte do que eu, eu conseguia aguentar a dor física que me proporcionaram, eu aguentava que me batessem, me xingassem ou que me punissem no lugar deles, mas eram eles que depois tinham que aguentar cuidar de mim.

 - Eu já disse para largar ele! - Nesse momento meu instinto falou mais alto, me fazendo tentar algo e esse algo foi dar uma bela joelhada em suas costas o que fez o mesmo soltar Seokjin na hora. - Corram, agora! -

 Eles estavam extremamente assustados. Jimin segurou a mão de Seokjin e correram, eu também iria, mas assim que comecei o pútrido do alfa me segurou e me jogou na parede, socando com foça meu rosto, o fazendo virar com tudo, vi os dois ômegas parados e olhando para mim.
 
            - Vão e tranquem a porta! - Gritei antes de receber outro soco no rosto, me fazendo calar e virar meu rosto para o outro lado.
    
           Sabia que eles não queriam, no entanto, mesmo assim me obedeceriam, olhei para o lado deles e felizmente os vi correndo, mas meu rosto foi agarrado com força me forçando a olhar nos olhos do alfa.
 
              - Vou lhe colocar no lugar, lhe ensinar a ser um ômega obediente, seu bostinha. - Ele falou antes de me dar mais um soco, só que desta vez na barriga e então me arrasta para longe do corredor.

 


Notas Finais


Já vou me desculpando se houver qualquer erro ortográfico;
E tbm se estiver algo errado, por favor me avisem que eu vou consertar.
Tenha um ótimo dia/noite


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...