1. Spirit Fanfics >
  2. Wonderland - Solo Leveling Interativa. >
  3. Epilogo - Ciclo do Caracol.

História Wonderland - Solo Leveling Interativa. - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, queridos leitores(as).

Estou, depois de anos, abrindo uma nova interativa. Algo mais simples e prática, mas que espero conseguir extrair o máximo de histórias cativantes possíveis e claro, entreter a leitura de vocês.

Esse é o epilogo, uma capítulo pequeno, a qual vou apresentar alguns pontos da interativa, além de claro no final, disponibilizar o link para o "Menu principal" para quem quiser participar possa entender melhor.

Sem mais de longas...

Tenham uma boa leitura.

Capítulo 1 - Epilogo - Ciclo do Caracol.


Fanfic / Fanfiction Wonderland - Solo Leveling Interativa. - Capítulo 1 - Epilogo - Ciclo do Caracol.

Em sonhos, ou melhor dizendo, em pesadelos correr parece ser inútil. Mesmo assim continuamos a correr, por muitos não perceber que é apenas um pesadelo, uma ilusão de nossa própria mente em resumir e nos dar a resposta daquilo que nos está incomodando na vida real. 

O jovem Sung fazia parte daqueles que não percebia que estava em um sonho, pois corria com todas as forças que podia em meio um cenário de sombras e formas grotescas. Que o perseguiam e demonstravam sua nítida sede por sangue fresco, o caçando de forma que apreciavam cada segundo do terror que o garoto transbordava, tudo para que algo o acerta-se diretamente em seu tornozelo o fazendo cair e rolar no chão várias vezes.

– F-Fiquem Longe de mim! – Sung Su-ho grita em seu pavor, pegando qualquer objeto que estivesse ao alcance de sua mão.

Antes mesmo que tais sombras pudessem dar o bote final, uma mão o puxa pelo ombro para dentro de uma grande concha de caracol. Os monstros não ousavam adentrar aquele lugar, apenas observando de longe, enquanto Sung ouvia aquela frase.

– Por quanto tempo vou ter que te levar na minha concha? – Uma voz masculina, vinda de alguém que estava sentado atrás de uma grande fogueira, enquanto sua sombra mostrava apenas uma forma física totalmente diferente da pessoa.

[...]

– Filho? Acorde, filho! – A voz do Sung Jin-woo é mais firme, pois estava realmente demonstrando em sua voz a preocupação por seu filho não acordar.

– Ah! Caracol! – Sung diz assustado, olhando para os lados com seus olhos bem abertos, procurando talvez por aquele que tinha aquele nome tão peculiar.

– Ah... – Um breve suspiro vindo de Jin-Woo, negando um pouco com a cabeça. Ele ajuda seu filho a voltar para cama, ainda era de madrugada.

– Me desculpe pai... Eu não achei que aquele sonho voltaria novamente. – Su-ho coça um pouco a cabeça e logo em seguida seus olhos por acordar tão subitamente.

– Ah... – Jin-Woo também faz a mesma coisa de coçar a cabeça, pois sempre era algo difícil para ele saber lidar, mas tinha que se esforçar para ter uma boa relação com seu filho. – Me desculpe.

– Hum? Por que está se desculpando? – Su-ho diz em tom claramente confuso.

– Desde daquele dia do incidente, você perdeu seu melhor amigo e ainda ficou traumatizado por conta das minhas sombras... Eu pensei que você acabaria sendo como suas irmãs mais velhas, mas no final... Eu apenas percebi que você é como eu no passado. – Jin-Woo coloca sua mão no ombro de seu filho, demonstrando um sorriso leve.

– Mas você no passado era tipo... O Hunter mais forte do mundo? – Su-ho pergunta para seu pai, meio perdido nas palavras que estava ouvindo dele.

– Não! Estou dizendo que antes disso, eu era o Hunter mais fraco do mundo. Eu sempre estive agarrado a vida e sempre acabava me metendo em situações de risco de vida, suas irmãs também acabam nesse caminho, mas eu tento sempre manter minha confiança que elas podem se virar sozinhas. – Jin-Woon respira um pouco fundo, para não transparecer suas preocupações para seu filho.

– A mamãe conta isso quando você não está por perto, é engraçado sempre ouvir isso. – Su-ho ria um pouco, seu sorriso sempre lembra seu pai do passado, um passado a qual ele se sentia como todos, antes de tudo.

– Isso é um pouco duro de saber dessa maneira... – Jin-Woo demonstra uma expressão de breve derrota, mas fazia um cafuné na cabeça do seu filho.

– Eu vou ficar bem, prometo. Apenas é saudades dele, alguém como ele... Eu nunca foi esquecer e também é o motivo pela qual quero me tornar um caçador, ao menos um dos motivos... – Su-ho desvia seu olhar brevemente do seu pai, afastando algumas lembranças.

Uma madrugada um pouco longa, cheia de conversas e pensamentos altos. Enquanto os dias voavam guiando o jovem para sua nova vida dentro de um mundo a qual ele tem ciência de sua existência e por isso, não vai medir esforços para atingir seus objetivos.

[...]

– Oh! Hye! Seu lerdo! Quanto tempo vai ficar lendo essas pedras? – Um homem grande, trajando uma armadura cheia de arranhados e marcas de batalha, grita para um homem trajando roupas mais longas e aparentemente mais focadas em algo místico.

– Eu já disse... Que não são pedras, seu cabeça de balde de vento! Algo desse tipo não se encontra dentro das Dungeons. – Hye ajeita seus óculos, respirando fundo para voltar a catalogar aquelas pedras antigas que na realidade são tábuas de pedra.

– Que saco... Eu juro que vou deixar outra Hiena vermelha morder sua bunda. É mais fácil tirar foto e ler em casa, sabe? Beber uma cerveja, dar uns pega na esposa... brincar com seus filhos. Ah! Verdade, você é casado com livros e acho que você não quer ser pai de textículos.  – O grandão ria um pouco alto o que irrita o mago de óculos.

Antes que Hye fosse conjurar uma bola de fogo para acertar seu colega, ambos acabam sentindo uma pressão assassina gigantesca vinda de um dos caminhos da Dugeon.

– Kang-Dae! Você disse que o primeiro grupo tinha limpado totalmente essa área! – Hye termina suas anotações mais rápido para ficar atrás de Kang.

– Achou que eu estava o que? Mentindo? Merda... O resto do grupo está muito avançado, temos que ao menos avisar que de alguma maneira ainda tem monstros aqui. – Kang mantem seu escudo erguido junto de seu grande machado, controlando sua respiração diante daquela pressão forte.

Ambos os caçadores são surpreendidos por uma aranha avermelhada, uma red queen, de classe B+. Um monstro que com certeza não deveria estar naquela Dugeon de classe C, mas por algum motivo estava diante daqueles caçadores.

– Hye... Você tenta correr. Eu vou atrasar essa coisa o máximo que eu puder... – Kang estava se preparando para brandir seu escudo e usar provocação, mas são surpreendidos por um ataque veloz de teias prateadas.

– C-Como? Não condiz esse monstro ter esse ataque! – Hye diz em meio seu desespero.

Ambos estavam se debatendo tentando sair daquelas teias que pareciam mais linhas de metal reforçado impossíveis de quebrar, sendo dragados para a boca do monstro lentamente. Naquele momento, suas vidas passavam diante de seus olhos, além de muitas coisas as quais deixariam para trás...

Até que um objeto circular cai em cima da cabeça da aranha a matando na hora, espalhando seu sangue esverdeado no rosto dos dois caçadores, ambos ficam alguns segundos não entendendo o que aconteceu, apenas que encaravam uma concha de caracol sobre o que restou da cabeça do monstro. Quando ambos estão se tentando ainda sair das teias, passos são facilmente ouvidos para que os dois caçadores pudessem ver uma criatura de porte um pouco pequeno pegar a concha e colocar novamente em suas costas como se fosse um tipo de mochila.

– Que droga é essa? – Kang pergunta meio incrédulo com que estava vendo.

– Eu achava que era apenas uma lenda idiota contada pelos ranks mais baixos... – Hye olhava e piscava várias vezes para ter certeza do que estava observando.

– Quem é? – Kang perguntava impaciente.

– Caracol... 


Notas Finais


Bem, espero que tenham gostado. Me perdoe por possíveis erros, com tempo vou os corrigir. E logo, teremos uma capa oficial da fanfic, então apenas aguardem paciente.

O link para acessar o "Menu Principal":
https://docs.google.com/document/d/1AhyFI1gs9qPl0X1U1Bg-82GmGIvdATcCkLqY4N2rXhk/edit

E sim, existem alguns pontos que ainda estão incompletos, por isso peço desculpas e paciência.

E um aviso, vou postar pequenos capítulos, para apontar alguns pontos que serão explicados ao longo da fanfic.

Até a próxima!

Kisses de chocolate! (=^-^=)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...