História Wonderwall - Second Season. - Capítulo 63


Escrita por:

Postado
Categorias One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Haphie, Harry Styles, Londres, One Direction, Romance, Second Season, Segunda Temporada, Sophie Marshall, Wonderwall, Zayn Malik
Visualizações 266
Palavras 2.344
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá Minhas Wonder's!
Turu bom? hahahaha.

Capítulo hoje é só no POV do nosso queridinho...
Espero que gostem e me digam como vocês acham que isso vai terminar...
hahahaha.

Aaah, vou responder os comentários do cap anterior amanhã.

Obrigada por terem paciência comigo e como gostaria de saber o que vocês acharam… Deem uma alegria a essa autora com aquela nossa famosa "chuvinha de comentários:", ok?

Como sempre, temos indicações de fic lá embaixo ok?

Sejam bem vindas leitoras novas!
Obrigada a toooodas vcs por serem essas lindas comigo!
E não esqueçam de me contar o que estão achando aqui ou nas minhas redes sociais!

Twitter: jaque_lobo
Instagram: @jaquelobo
Snapchat: jaque.lobo

Espero que vcs gostem do capítulo de hojeeee!
Bora lá?

Boa leitura!

Capítulo 63 - A Song About Her


Fanfic / Fanfiction Wonderwall - Second Season. - Capítulo 63 - A Song About Her

Harry POV

Minha cabeça ainda estava tentando processar os últimos acontecimentos. Em um minuto Zayn e eu conversamos, no seguinte ele gritava com Alice e saia pela porta indo embora, depois Sophie saiu correndo atrás dele mais uma vez.  Eu não sabia o que fazer, não sabia se matava Sophie por ela ter ido atrás de Zayn ou se deixava aquilo passar como se não fosse nada mais uma vez.

Todos estavam estáticos e fomos acordados pelo choro de Alice que acabava de explodir. Confesso que eu fiquei com dó, mas eu tinha coisas demais na cabeça para conseguir fazer alguma coisa por ela. Niall que estava ao lado dela foi mais rápido, a abraçou e parecia tentar consolá-la falando alguma coisa baixo em seu ouvido que ninguém tentava ouvir.

Olhei pra Louis que me encarava com os olhos confusos, ele tinha puxado algo que nem sabia de onde vinha. Eu podia perceber que ele estava se sentindo mal por aquilo, então segurei sua mão e ele me olhou.

 

— Não se mate por isso. Você brincou como sempre e não sabia que acabaria nisso. – Disse para ele quando ouvi a porta da frente se fechar. Sophie estava mesmo indo atrás de Zayn.

— Eu deveria ter percebido que algo estava errado.

— Relaxa. – Disse querendo que ele relaxasse, porque a culpa nitidamente não era dele. Mirei Alice e seus olhos me encararam me permitindo perceber que a mágoa estava extremamente presente ali.

— Algumas coisas nunca mudam, não é mesmo Harry? Novamente ela te deixou aqui e foi atrás dele. – Alice disse com uma amargura notável na voz. Ela não queria me ofender... Ela só tinha razão. Eu não disse nada e apenas decidi ir atrás de Sophie.

— Com licença. – Me levantei saindo dali e indo até a porta.

 

Cheguei a porta e ouvi a voz de Sophie. Travei segurando a maçaneta e tive um momento de indecisão, eu não sabia se ficava ali ouvindo o que eles tinham a dizer um ao outro ou se abria aquela porta e mandava Sophie entrar e deixar que Zayn fosse embora uma vez que essa era à vontade dele.

Soltei a maçaneta tomando minha decisão. Eu não iria tomar ações impulsivas, eu ficaria apenas ouvindo o que é que eles falarim.

 

— Eu podia imaginar que qualquer pessoa viria atrás de mim, menos você. – Ouvi a voz de Zayn e novamente segurei na maçaneta para abri-la, mas ao ouvir a voz de Sophie e o que ela disse eu parei.

— Eu me importo com você. – Ouvi a risada baixa de Zayn e ele parecia desacreditado das palavras dela.

 

Escutar Sophie falar aquelas palavras me matava, me destruía. Encostei a cabeça na porta fechando os olhos e voltando a ouvir sua voz já com o meu coração em pedaços.  

 

— Z, eu não sei o que aconteceu entre você e Alice. Não sei porque estão tendo toda essa discussão, mas hoje era para ser um dia excelente, um dia entre amigos. Nós devíamos nos divertir e…

— Eu sei, eu sei. Me desculpe por isso, ok? Juro que não tive e intenção de estragar o almoço de todo mundo, mas… eu vou embora Sophie. Alice me tira do sério e eu não aguento mais essa merda. Eu preciso ir embora. – “Eu não aguento mais essa merda”? Que merda? Ele estava falando do próprio relacionamento com Alice?

— Então porque isso parece um adeus? – Sophie falou novamente e sua voz era... Preocupada? E se fosse mesmo um adeus, não era melhor? Porque ela estava tão preocupada em perdê-lo?

— Não é um adeus. Eu vou embora para não causar mais problemas a ninguém. – Ele pelo menos tinha noção da merda que fez. Ele sabia que tinha feito merda para todos verem.

— Fica Z. Por favor. – Ela pediu a ele.

 

PORQUE PORRA MINHA MULHER ESTAVA PEDINDO PARA OUTRO CARA FICAR?

Ainda mais ele. Ainda mais Zayn.

 

Meu sangue fervia e meu coração doía profundamente. Eu queria socar qualquer coisa que estivesse na minha frente, eu queria quebrar aquela porta, gritar com Sophie querendo saber o porque de ela estar falando aquelas coisas e esmurrar a cara de Zayn.

 

— Porque você quer que eu fique Sophie? As pessoas que são mais importantes pra você estão aí dentro. Você já colocou um ponto final em tudo o que tivemos, porque você me quer aqui? Porque quer que eu fique? – A voz de Zayn soou e eu sabia bem o que ele estava fazendo e o que ele queria: Zayn queria que ela se sentisse ainda mais culpada, ele queria ouvir da boca dela o que ela sentia. E na verdade… Agora, eu também queria saber o que ela iria falar.

— Zayn, você é como um irmão pra mim e... – Houve uma pausa, como se ela pensasse sobre o assunto e tivesse escolhendo o que iria falar para ele. – Eu te adoro. – Confesso que a resposta foi melhor do que eu esperei. Estava nitidamente preparado para a pancada do “eu te amo”, mas isso não anulava tudo o que ela já tinha dito naquela maldita conversa. – Você e Alice não podem ficar dessa forma Z… Vocês são um casal que eu quero muito ver bem e você a ama…

— Alice não é a mulher que eu amo Sophie! – Ele a interrompeu com um grito. Ele estava nitidamente nervoso e minha cabeça maquinava...

 

Alice não era a mulher que ele amava.

Logo, se não era a própria namorada, ele amava quem?

A minha mulher. É claro.

Eu fervia. Minhas mãos fecharam em punho e eu fechei meus olhos encostando a cabeça na porta mais uma vez tentando controlar a minha raiva e não fazer nenhuma besteira naquele momento.

 

— Zayn, como você não a ama? – Sophie só podia ser um poço de inocência para não perceber o que estava acontecendo ou ela estava simplesmente fingindo não saber. Não era possível. – Eu achei que...

— Sophie, por favor... – Ele a interrompeu. – Eu não quero brigar com você também! Então, por favor, entenda que eu gosto dela, mas não é como se eu a amasse loucamente como o Liam ama a Emma. – Liam ama a Emma? O Liam é apaixonado pela Emma sim, mas não é um amor tachado como “loucamente”.

— Como eu amo o Harry? – Esperei para ver a resposta de Zayn. Sophie me amava e eu era louco por ela.

— Como o Harry te ama, por exemplo. – Ele disse como se a corrigisse e não acreditasse que ela me amava tão “loucamente” assim. Confesso que mesmo depois de tudo, nem eu achava aquilo totalmente possível.

— Mesmo assim, acho que vocês precisam conversar. – A voz dela soou novamente.

— Certamente precisamos, mas não agora e nem aqui. – Ouve uma pausa e eu os olhei pela janela lateral rapidamente. Ele a segurava pelos cotovelos e eu segurei na maçaneta para abrir a porta, parei novamente quando ela falou e ele se afastou.

— Do que é que ela estava falando? – Como assim? Do que é que Sophie estava falando?

— Eu não sei do que ela falava Sophie.

— Zayn, por favor. É claro que você sabe. Ela falava de uma música que você escreveu para alguém que ama, certo? Foi para a Perrie, não foi? – Ah sim! Ela estava perguntando sobre o que Alice falava na discussão que teve com Zayn.

— Sophie, por favor…

 

Naquele momento, com aquela negativa, voz e frase de Zayn eu saquei, eu entendi tudo o que estava acontecendo ali. Alice e Zayn brigaram antes de ir para a nossa casa como ele disse a mim e Liam por um motivo que ele não contou qual era. Na mesa, Alice insinuou algo sobre Sophie e sobre uma música que Zayn havia escrito e não queria compartilhar. Ela estava extremamente magoada com o que aconteceu, o choro descontrolado que seguiu quando ele saiu da mesa para ir embora e Sophie se levantou para ir atrás dele comprovava isso. O que ela me disse sobre as coisas nunca mudarem, também.

 

Zayn havia escrito uma música sobre uma mulher que ele amava.

Zayn havia escrito uma música sobre a mulher que eu amava.

Zayn escreveu uma música para Sophie.

 

Incrivelmente minha cabeça fez essas conexões extremamente rápido. Em menos de dois segundos, eu já tinha sacado o que na verdade estava acontecendo com Zayn, Alice e Sophie.

 

— Escreveu uma música pensando na Perrie, Z? – Sophie perguntou. Ela não podia realmente achar que Zayn falava de Perrie depois de tudo o que aconteceu entre eles.

— Não é sobre a Perrie, Marshall. – Ele negou prontamente.

— Você escreveu uma música para alguém que ama?

— Sophie... – Ele não queria falar, mas eu sabia o quanto Sophie poderia ser insistente quando queria saber algo. Zayn sabia tão bem como eu e por esse motivo estava tentando se livrar dela de uma forma suave sem falar absolutamente nada sobre o assunto. Eu ainda queria ouvir a comprovação, queria ouvir as minhas conclusões estarem certas da boca dele.

— A Alice se irritou demais com essa música Zayn! Por favor, você só pode ter pensado em alguém que ainda…

— É sobre você! – Ele gritou e ela se calou. – A porra da música é sobre você baby.

 

Ele falou. Ele teve coragem de falar. A porra da música que ele escreveu recentemente era realmente para ela.

Eu fiquei ainda mais em choque. Agora ela sabia, não havia mais como fingir que não era com ela ou que Zayn não sentia absolutamente nada... Estava claro e limpo como água que ele ainda sentia algo por ela.

 

Sobre mim? – Pude perceber o quão trêmula sua voz estava, ela certamente estava em choque.

Sim. Sobre você. – Um minuto de silêncio e nenhum dos dois diziam absolutamente nada. Olhei por entre a cortina e pude ver que eles estavam um de frente para o outro e se olhavam. Sophie parecia ter o olhar perdido e não focado em Zayn enquanto ele olhava nitidamente para ela avaliando suas reações.

Você não pode. – Ela disse e sua voz parecia chorosa pelo que eu pude ouvir, pois ela falou extremamente baixo. – Não pode fazer isso comigo e nem com Alice.

Eu já fiz. Eu já escrevi Sophie. Me desculpe.

Não Zayn! Isso não deveria acontecer. Nós conversamos, nós acertamos tudo… E agora você escreve uma música para mim? – Ele deu de ombros como se não houvesse nada que pudesse ser feito a respeito daquilo.

Sophie, é melhor eu ir embora. Infelizmente… Olha... Deixa pra lá ok? – Ele balançou a cabeça.

Zayn eu…

Não precisa falar nada. – Ele disse e se aproximou dela a abraçando. – É melhor eu ir. Não quero complicar nada. – Ele deixou um beijo no rosto dela e eu me afastei dali quando ele entrou no carro.

 

Voltei a mesa e tudo parecia um pouco mais calmo, a não ser por Alice que ainda chorava no colo de Niall. O restante tentava de alguma forma concertar o clima tenso que estava ali. Louis me encarou sabendo o que eu tinha feito, mas o álcool em meu sangue mandaria ele se foder caso falasse algo.

Um dos meus melhores amigos havia me traído, havia escrito um a porra de uma música sobre a minha mulher. Eu esperava, sinceramente, depois de tudo que ouvi Sophie disse a ele, que ela pelo menos tivesse a coragem de me contar sobre a música e que nunca mais me dissesse que ela e Zayn não tinha “nada a ver”, pois nitidamente para ele tinha.

Eu fervia em raiva, minha cabeça doía e meus olhos ardiam quando ouvi o barulho da porta batendo. Logo ela estava ao nosso lado novamente e todos a olharam como se esperassem que ela dissesse algo. Eu me mantive quieto, com a expressão fechada e não a olhei.

 

— Ele realmente foi embora. – Ela disse quebrando o gelo.

— É uma pena. – Ed complementou tentando deixar o clima mais leve. – Acho que ele precisava esfriar a cabeça.

— Vamos dar tempo ao tempo. – Julia disse sorrindo. Os olhos de Sophie estavam em cima de Alice e do sofrimento que ela transparecia em seu choro no colo do Niall.

 

Isso é sua culpa! Sua prima está neste estado por SUA CULPA!

Meu cérebro gritava para Sophie, mas ela não ouvia. Eu tentava cadenciar minha respiração e não surtar.

 

— Com certeza. – Louis começou e Alice levantou o rosto do ombro de Niall para encarar Sophie. – Vocês sabem como Zayn tem aquele jeito estourado e…

— Conseguiu o que você tanto queria? – Alice disse fuzilando Sophie com os olhos ao interromper Louis e esfregar o rosto com força para limpar as lágrimas que ainda estavam ali.

— Não sei do que você está falando, Alice. – Sophie disse séria e firme, mas Alice basicamente gargalhou na cara dela.

— Não sabe? Por mais a porra de uma vez você foi atrás dele Marshall. DE NOVO. – Ela disse encarando Sophie que desviou seus olhos para os meus. Eu me mantive com a mesma expressão e ela voltou a encarar Alice. – Você finalmente achou o que tanto procura atrás dele? – Alice estava fazendo o que eu gostaria de fazer, mas eu não me pronunciaria. Não naquele momento, pelo menos.

— Podemos conversar em particular, Alice? Essa não é uma discussão para termos na frente de todos. – Sophie disse a olhando. – Vamos até o Lounge e… – Alice se levantou da mesa e saiu em direção a porta da cozinha que levava a área externa e ao Lounge sem dizer nada.

 

Sophie me olhou com o olhar pesado. Eu me mantive quieto e sustentei seu olhar por alguns segundos e ela o desviou encarando Alice em seguida. Veio até atrás da minha cadeira e deixou um beijo no meio da minha cabeça em meus cabelos segurando com uma mão firme em meu ombro.

Ela saiu pela porta da cozinha indo atrás de Alice e tudo que minha cabeça conseguia pensar era na raiva que consumia cada uma das minhas terminações nervosas e em como eu queria socar tudo o que estava na minha frente.

 

Eu precisava surtar, mas não podia.

Comecei a me concentrar em minha própria respiração quando ouvia as conversas rolarem levemente na mesa. Eu precisava me acalmar ou faria com certeza uma besteira enorme.


Notas Finais


Ui ui ui...
E agora hein? E agora?
Como será que HS irá se comportar diante disso tudo?

Me contem o que vcs acham!
Seguem as indicações:
Like I'm Gonna Lose You - Por JackieStyles (com Louis / Liam e Zayn) - Em andamento
https://spiritfanfics.com/historia/fanfiction-one-direction-like-im-gonna-lose-you-4877101

Wrong - Por JackieStyles (Com Zayn Malik) - Finalizada
https://spiritfanfics.com/historia/wrong-7168804

Voicemail - Primeira Temporada - Por _palomitcha (Com Harry Styles) - Finalizada
https://spiritfanfics.com/historia/voicemail--harry-styles-fanfic-5051345

Voicemail - SegundaTemporada - Por _palomitcha (Com Harry Styles) - Em andamento
https://spiritfanfics.com/historia/voicemail--harry-styles-fanfic--segunda-temporada-5116661

Still Into You (Shortfic) - Por _palomitcha (Com Harry Styles) - Finalizada
https://spiritfanfics.com/historia/still-into-you-5662826

Comentem e obrigada minhas lindas!

Mil beijos.
J .x


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...