1. Spirit Fanfics >
  2. Worlds Collide >
  3. Capitulo 21

História Worlds Collide - Capítulo 21


Escrita por:


Notas do Autor


Voltei!!
Boa Leitura!!

Capítulo 21 - Capitulo 21


                               Pov Camila

Lauren segurou minha mão, a mão dela estava suada e fria, e me olhou, ela parecia cansada, até ameaçou dizer alguma coisa mas antes que falasse caiu.

-LAUREN, AI MEU DEUS - eu disse me abaixando e ela estava desacordada - Lauren, meu amor acorda - Todos pareciam em transe - Alguém ajuda ela - eu disse olhando pra cima e todos se apressaram em fazer alguma coisa. Louis a pegou no colo e saiu andando com ela. Mani segurou a filha que começou a chorar desesperadamente. Ally, Emma, Chloe, Vitória e Vero, foram na frente do Louis abrindo caminho pra ele passar pelas pessoas o mais rápido possível. Diana, minha mãe e Tina acalmaram os pais dela. Caridad e Jimmy fizeram o mesmo com o Tio Charly. E a Dinah e o Harry viram me tirar do chão que foi onde eu fiquei observando tudo e chorando em silêncio. 

-Dinah o que ta acontecendo?? O que há com minha morena?? - eu ainda chorava, mas nós já estávamos indo para o ambulatório do parque.

-Eu não sei Chan, mas ela vai ficar bem. A Lauren é forte - ela disse e o celular do Harry tocou ele atendeu e do nada parou nos pedindo pra esperar, com a mão.

-O que?? - ele ouviu algo - Mas por que?? - de novo escutou a pessoa - Não, se ele ta fazendo isso é porque sabe de alguma coisa, vai com ele, Vero. Nós já estamos indo, chegaremos logo atrás de vocês - ele desligou e olhou pra todos nós que ficamos pra trás - Louis levou ela direto pro carro e disse que vai direto pro hospital, que não há tempo pra esperar a ambulância e o ambulatório não vai resolver. A Laur, está doente?? - ele perguntou olhando pra mim e pros pais dela, nós íamos negar com a cabeça mas a Mani chegou falando.

-Sim, ela está - Normani chegou com a Stefi quando o Harry fez a pergunta e antes de respondermos ela respondeu - Eu não tenho tempo de explicar o que ela tem e porque eu e o Louis sabemos e vocês não, porque precisamos ir pro hospital.

-Mani tem razão, nós explicamos tudo no hospital, agora vamos, ela vai precisar de nós quando acordar - Diana disse e nós a olhamos.

-Vamos - eu disse e nós saímos, nos dividimos nos carros e fomos pro hospital. Chegando lá vimos as meninas do lado de fora conversando e entramos todos juntos, ocupamos uma sala de espera inteira. Normani pediu 10 minutos pra poder preencher a ficha da Lauren e levou a Diana, a Tina e o Louis com ela ao balcão. Eles pareciam conversar, ela lia e eles ajudavam ela a responder, não demorou muito eles voltaram e pediram a todos que prestassem atenção.

-A dois meses eu estava com a Lauren em um doa shows que eu fui da turnê e no fim do show nós saímos com a Stefi, quando chegamos ficamos no mesmo quarto de hotel que o dela, a pedido dela já que o quarto era enorme, nós fomos dormir, mas no meio da noite eu acordei e a Lauren estava caída no chão, levantei e fui até ela, ela estava desacordada, e despertou quando fiz ela cheirar álcool em gel num pano. Ela me disse que sentiu uma pontada na cabeça quando foi tomar água e nâo lembrava de mais nada. Fiquei preocupada e a fiquei mais uns dias, ela parecia bem em alguns momentos mas sentia dores nas articulações, cabeça e coluna, se sentia cansada e as vezes enjoada. Conversei com ela e como não sabíamos o que era ela pediu pra eu não falar nada a ninguém, principalmente, a Stefi e a Camila. Combinei com ela que a agenda do mês terminaria e faríamos os exames e voltei pra casa - Normani começou.

-No mês seguinte eu liguei pra ela por chamada de vídeo e fiz de novo a proposta dela vir trabalhar aqui, ela prometeu uma reunião com a resposta definitiva assim que ela chegasse e eu estranhei porque ela sempre negou, mas eu não comentei nada. Liguei pra Mani e perguntei quando ela chegaria e ela me disse que em 2 semanas. 1 semana passou e eu estava em casa, o Mike estava no serviço e o telefone tocou, eu atendi e era de uma clínica, eles queriam confirmar a consulta da Lauren pros próximos dias e eu disse que deveria ser engano, Lauren não morava ali e não estava na cidade pra ir a uma consulta, mas resolvi confirmar com ela, quando liguei quem atendeu foi uma moça da produção disse que ela estava passando um pouco mal, Lauren pediu o celular e disse que estava melhor, mas não parecia, eu questionei a consulta e ela agradeceu ter sido eu a atender, ela havia passado o numero errado pra Normani e ela tinha uma consulta importante quando chegasse. Eu me desculpei por ter desmarcado e ela disse que marcaria quando chegasse, assim era mais seguro e me pediu a mesma coisa que pediu pra Normani, segredo absoluto principalmente da Camila e da Stefi - Diana disse olhando pra nós com um olhar de culpa, a Stefi ainda chorava no colo da Dinah, Harry me abraçava de lado e eu estava deitada com a cabeça no ombro dele e segurava a caixinha de veludo com as pulseiras.

-Quando ela chegou eu fui busca-la no aeroporto, ela passou mal no caminho pra casa dela, as dores já eram mais frequentes e os enjoos mais intensos, ela tentou fingir que não era nada, mas eu insisti que levaria ela ao médico, o médico disse que suspeitava de uma doença autoimune, mas que ela precisava fazer uns exames específicos. Quando saímos ela estava desolada, mas não parecia surpresa, então ela disse que precisava falar com a Mani e a Diana rápido, liguei para as duas e elas nos encontraram no Music Shake, ela contou o que o médico disse que não faria consulta nem exame, ela estava apavorada e nós prometemos que cuidaríamos dela, mas precisamos saber como, ela prometeu fazer o exame, mas a agenda do médico estava cheia então ela nos fez prometer que até ela ter um resultado nada sairia dali, prometemos não falar nada principalmente pra Stefi e pra Camila.

-Ela decidiu que contaria uma história pra Stefi e que no final da história você entenderia muitas coisas - Normani disse olhando pra filha que olhou pra ela chorando mais ainda - Ela não disse o que exatamente seria, mas eu comecei a acreditar e perceber que lembrar de tudo isso nos lembra também o quanto ela e nós somos fortes. No dia em que ela foi apresentada como professora nós cancelamos os outros 6 meses de tour com o produtor dela e fomos fazer os exames, porque a clínica ligou, eles teriam horário naquele dia no fim da tarde, nós fomos depois da reunião, fizemos os exames e esperamos os resultados. Lauren descobriu que tinha sim a doença autoimune e que essa doença é Lúpus. Ela não reagiu bem, desmarcou o passeio com vocês duas e sumiu, pra nossa sorte ela estava na casa do Charly, naquele dia cogitamos quebrar nossa promessa, mas o Mike nos disse que ela estava bem e nós desistimos. Mesmo depois do resultado ela pediu que não disséssemos nada, ela mesmo queria contar, mas não sabia como e estava se preparando pra isso. E nós sempre insistimos pra ela contar e desistir desse segredo - Normani falava olhando nos meus olhos perdidos e molhados.

-Ontem, depois que ela deixou a Stefi na escola ela me ligou, eu estava chegando no Allegro pra minha apresentação e pro ensaio do pedido de casamento, ela só me disse que precisava da minha ajuda e rápido, a voz dela estava fraca, ela me enviou a localização e eu fui o mais rápido que pude. Quando cheguei ela me pediu que a levasse pra um lugar vazio e lá ela me explicaria tudo, mas ninguém podia vê-la Miguel e Harry não estavam em casa já que o Miguel foi passar o fim de semana com a avó e o Harry estava no Allegro, decidi leva-la pra lá. Quando chegamos ela me olhou quase chorando e disse que precisava de ajuda, porque sentia tanta dor nas costas que não conseguia andar - ele disse e eu solucei alto em meio ao choro.

- Não, é mentira, ela chegou em casa com dor no fim do dia, mas foi a aula de dança que ela fez no Allegro, ela me disse - eu disse chorando mais.

-Querida a Lauren não da nem participa de aulas de dança no Allegro, mesmo que ela tenha dançado naquele dia ela quase não dançou porque nós não deixamos e porque a parte dela era no final quando você a visse - Diana disse e todos assentiram. Como eu não havia notado?? Ela estava com dor no fim daquela noite e ficou comigo de mal jeito no sofá, só pra me agradar. Harry me apertou em seu abraço e afagou meu cabelo eu me silenciei e o Louis continuou - Eu carreguei ela até a cama do quarto de hospedes e ela me contou tudo, respondeu minhas perguntas e me fez prometer que não diria nada, nem pras meninas ao meu lado sobre o que houve e o que eu sabia, pelo menos até ela fazer o pedido que ela não cancelaria por nada. Ela já tinha tomado o remédio dela e quando ela estava melhor gravamos a musica no studio, sempre com ela parada e sentada e eu fazendo tudo por ela. Fomos buscar a Stefi juntos, no ensaio eu levava ela pra descansar sempre que ninguém tava prestando atenção e no fim do dia deixei ela em casa antes de voltar pra minha. Hoje no parque eu e as meninas fizemos o possível pra que ela não se desgastasse tanto, mesmo que fosse quase impossível já que ela não parava.

-Minha Lauren não tá doente, estão ouvindo?? Ela só não passou bem, foi a emoção do momento, mas ela vai acordar e o médico vai dizer que ela esta bem. Entenderam?? - falei levantando e olhando no rosto de todos ali.

-Camila, filha, ela não esta bem - minha mãe disse.

-Ela está sim.

-Chan - Dinah disse vindo até mim devagar - Ela vai ficar bem.

-Não Dinah, eles tem que estar inventando tudo isso - ela chegou bem perto pra me abraçar - Não. Não me toca - eu disse me afastando - Minha Lolo esta bem e você devia para de inventar coisas - eu disse olhando pra Normani que parecia preocupada e saí. Vero e Harry vieram atrás de mim.

-Mila, eu sei que é difícil, mas ela precisa da gente. Precisa de você, quando ela acordar - Vero disse me segurando.

-Eu queria que ela tivesse me dito.

-Eu também, eu queria que ela tivesse dito a todos logo que descobriu, teríamos evitado muita coisa, mas era isso que ela não queria. A vida dela já mudou tanto que ela não queria que nós também mudássemos com ela - Harry disse pra mim. E nós vimos o alvoroço do lado de fora do hospital, a mídia já estava sabendo. Voltamos pra sala de espera e eu sentei ao lado da minha sobrinha e a abracei.

-Eu sei que é difícil, mas ela já passou por tanta coisa que essa não vai derrubar ela, ta bom??

-Você não pode ter certeza - ela disse.

-Posso sim, sabe como?? - ela negou com um aceno de cabeça - É que antes ela tinha 4 pessoas boas ajudando ela, agora olha em volta, todas essas pessoas na sala de espera estão aqui pra cuidar e ajudar ela e todas essas pessoas já fizeram isso antes. A Laur é forte, mas como ela nos diz sempre a força dela vem de cada um de nós. Agora vai lá e abraça a sua mãe, a força dela vem de você e por mais que pareça que ela mentiu pra você, não foi uma escolha dela então ela não podia controlar isso, nenhum deles podia - ela assentiu e foi abraçar a Normani que se desculpou com ela e depois veio se desculpar comigo.

-Não precisa se desculpar - a cortei antes que ela começasse - Eu sei que você jamais diria algo da sua amiguíssima sem ela concordar e só você cogitar fazer isso quando ela sumiu já feriu seu ideal o suficiente. É por isso que você é a empresária dela Mani. 

-Obrigado por entender e por fazer a Stefi entender também. 

-Ela não é tão cabeça dura quanto as mães e a tia. A convivência com a Lauren salva ela - eu disse e nós rimos. Os 4 falaram com um por um se desculpando por não contar antes e agradecendo a nós por não brigarmos com eles. Ninguém foi nem ao banheiro até médico aparecer pra dar notícias, o que demorou mais 1h e 40 minutos e em momento nenhum eu soltei a caixinha de veludo.

-Acompanhantes de Lauren Jauregui - todos levantamos atentos - Uau. Okay podem sentar, se são todos na sala eu falo pra todos ouvirem - ele disse e eles sentaram, eu me aproximei dele - Meu nome é Liam Payne e eu sou o médico da Lauren. A Lauren não está nada bem, ela já acordou, fizemos alguns exames e descobrimos que os rins dela estão começando a falhar e ela esta muito mais fraca que o esperado, ela me disse que não comeu hoje e que tudo que ela tentou comer ela vomitou, disse que as dores além de mais frequentes estão mais fortes. Fizemos com ela a primeira dialise e ela vai fazer outra em 3 dias, se der tudo certo ela não vai precisar de fazer cirurgia ainda.

-Qual foi o motivo do desmaio?? - perguntei.

-Bom, como ela não comeu e esta muito fraca a dor que ela disse ter sentido antes de perder a consciência foi muito forte, nós investigamos e descobrimos que além das emoções serem fortes, ela não ter comido e ter feito muito esforço sem dormir direito a dias fez o cérebro dela se desorientar e quando isso aconteceu ele fez ela se desligar, igual a quando a luz da casa toda apaga quando algum fio importante da curto. Ela desmaiou por isso. Nós já alimentamos ela e medicamos também, mas ela precisa descansar porque ela esta muito fraca e mal conseguia conversar comigo. Ela me pediu pra falar com a Normani, o Louis, a Diana e a Tina. Quem são?? - eles levantaram a mão - São os primeiros a falar com ela, vocês tem 5 min cada grupo de 4 ou 5 pessoas e depois só fica a acompanhante que tem que ser mulher, porque ela vai ficar aqui essa noite. Me acompanhem - ele disse saindo. Conversei com a mãe dela e eu ficaria com ela no hospital. Então entraria por ultimo e sozinha.

                                                                                                                            Pov Lauren

Eu me sentia fraca, mas precisava me explicar pros meus amigos. Começando pelos 4 que já sabiam e já deviam ter contado tudo aos outros. O Dr Payne deixou eles no meu quarto e saiu.

-Que caras são essas?? Parece até que tem alguém numa cama de hospital - fiz piada pra melhorar o clima pesado e eles riram, mas eu evitei por causa da dor que sentia.

-Amiguíssima como você esta??

-Bem melhor, acho que era só fome. Será que ele me libera agora?? - minha voz quase não saia e eu me sentia cada vez mais fraca.

-Nem pensar mocinha. Você fica!! - Tina disse autoritaria - Você quase nos matou de susto.

-Me perdoem. Eu sei que pedi demais quando disse pra não contarem nada pra ninguém - Falei devagar, pausadamente e com a voz baixa.

-Laur, nós faremos isso de novo e de novo se você precisar - disse o Louis.

-Você fez o que precisou fazer e nós também. Nós te amamos Lern, e nunca vamos te abandonar - Diana disse pegando na minha mão. Eles me dissera que o pessoal já sabia e que estavam todos preocupados, Mani disse que daria uma declaração a mídia e eu pedi que não dissesse ainda que eu to doente e que eu faria isso depois que saísse de lá. O médico bateu na porta e disse que o tempo acabou, me despedi deles e agradeci novamente. Logo entraram Vero, Ally, Dinah e Harry, me desculpei com eles e eles fizeram piadas comigo, depois vieram Emma, Vitória, Taylor, Jimmy e Chloe repetindo o processo das desculpas e elas o Jimmy me distraíram contando o que estava rolando la fora sempre com pouca interação da minha parte, por causa do cansaço e da fraqueza. Logo vieram meus pais e a Sinu.

-Minha filha como se sente??

-Melhor mamá.

-Por que não nos disse nada, Laur?? Nós teríamos feito alguma coisa- meu pai perguntou pegando na minha mão.

-Não queria que a vida de vocês parassem por isso.

-E quem disse que pararíamos nossas vidas, nós só iriamos nos ajustar ao seu ritmo, pra cuidar de você - minha mãe disse segurando a outra mão. 

-Eu tive medo, mama, mas não queria falar disso agora - eles respeitaram meu pedido e nós conversamos um pouco, mais eles falando e eu ouvindo, do que uma conversa mesmo. Depois vieram tio Charly, Caridad e Stefi essa correu pra me abraçar, mas não o fez.

-Meu abraço ficou na sala de espera?? - perguntei com a voz falhando e ela sorriu me abraçando com cuidado como se eu fosse quebrar e sussurrando pra mim "Nunca mais me esconda nada, e nem faça isso de novo.". Me desculpei com eles e fiquei os observando interagir como fiz com os outros. Nenhum deles ficou com raiva ou chateado, eles respeitaram meu espaço. Pra Stefi explicaria tudo com mais cautela. Ela não era minha filha, mas nossa ligação era essa, nunca passei por cima das decisões das mães dela, mas sempre a tratei como minha filha e ela também fazia o mesmo comigo. Quando o tempo de visitas acabou eu já sabia que a Camila ficaria comigo. Ela chegou calada e com uma caixinha de veludo na mão se aproximou devagar e eu dei espaço pra ela deitar comigo, ela deitou e eu a abracei e deitei no peito dela que relaxou com o contato me abraçando também e deixando a caixinha no móvel ao lado.

-O que você respondeu?? - falei baixo me referindo ao pedido de casamento.

-O que??

-Antes de vir pra cá eu te fiz uma pergunta, você não respondeu enquanto eu tava consciente. O que você respondeu??

-Nada. Deixei pra responder olhando pra você.

-Ótimo, responde agora então - eu repeti minha pergunta - Camila Cabello, casa comigo?? - minha voz era tão baixar que ela era a única que escutaria mesmo que tivessem 50 pessoas no quarto, mas era tão firme e segura quanto a minha pergunta.


Notas Finais


Obrigado por ler. Até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...