História Would This Be Love? -Fillie - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Stranger Things
Tags Fillie, Finn Wolfhard, Mileven, Millie Bobby Brown, Romance, Stranger Things
Visualizações 438
Palavras 1.759
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Vcs pediram e eu tentei voltar o mais rápido possível!
Obrigada a todos que estão comentando e favoritando!
(Pra quem não sabe eu sou péssima com títulos e essa é a prova, KKKKKKKKKK)
Boa leitura! ❤️

Capítulo 3 - Festa


Millie on

Após ficar horas jogando conversa fora com Sadie, retorno a minha casa.

 

Corro pro meu quarto e vou logo tomar um banho para ir à festa.

Eu nem acredito que concordei com isso...

 

Tomo um banho gelado, pois hoje estava muito quente.

Escolho um short jeans preto e uma blusa escrita: Rockstar. Ela era preta e possuía uma rosa vermelha com um mini decote nos seios.

Não gosto de mostrar meu corpo apesar de ter uma “cinturinha” como diz Sadie.

Deixo o cabelo solto mesmo. Ele não era grande, vinha na altura dos ombros, mas eu gosto dele da maneira que ele é.

Odeio usar maquiagem, então apenas passo um brilho nos lábios.

Calço um all-star preto e termino meu look.

 

Me jogo na cama e fico assim até Sadie me dizer pra encontrá-la na porta de casa.

— Mãe, estou indo sair com Sadie! — Grito descendo as escadas, minha mãe estava na cozinha; Essa mulher não sai de lá nunca.

— Não passe dos limites! E aqui antes das quatro! — Ela grita de volta, concordo com a cabeça e saio pra fora.

Sadie estava em pé ali e parecia nervosa. A garota de cabelos ruivos usava um vestido vermelho apetardo que marcava todas suas curvas e aumentava seus seios. 

Em seu rosto haviam toneladas de maquiagem que a deixavam mais bonita.

— Alguém resolveu se arrumar! — Brinco a girando com às mãos.

— E “alguém” acha que está indo na padaria. — Ela brinca, rio. — Você acha que está bom? — Pergunta fazendo um gesto de se mostar.

— Está ótimo, Sadie! Você está linda! — Respondo sincera e ela sorri nervosa.

 

Observamos um carro virando a esquina com o som estourando em um rap animado.

— Aí meu Deus! Eu vou morrer! É ele! — Sadie diz balançando as mãos no ar.

— Relaxe. Aja naturalmente. 

— Então eu vou surtar! — Ela brinca e eu solto um riso.

 

O carro vermelho para em nossa frente, era lindo. O teto estava totalmente aberto, e por dentro os bancos eram de couro em cor creme. O típico carro de filme americano.

Caleb estava no banco do motorista e usava um óculos escuro. Ao seu lado estava um garoto que parecia mais novo que ele, o garoto era branco e possuia os olhos esverdeados e seu cabelo era liso e bem penteado. No banco de trás estav...

Oh não.

 

Finn estava no banco de trás com uma garota dos cabelos loiros e lisos. Ela tinha os olhos castanhos e estava encostada em Finn, reviro os olhos.

 

Por quê diabos eu estou revirando os olhos?

 

Caleb me tira da minha análise quando diz:

— Ruiva... — Ele lança um sorrisinho á Sadie que se derrete ao meu lado. — Não sabia que ia trazer companhia... Entrem! — Ele abre a porta do carro.

Deixo Sadie entrar primeiro pois não quero ficar ao lado de Finn. 

Me expremo no banco de três lugares e então fecho a porta.

— E você é? — Caleb pergunta me olhando pelo retrovisor e então dá partida no carro.

— Millie Bobby Brown. — Digo sorrindo.

— Nunca te vi nas festas do pessoal. — Ele diz calmo.

— Não curto festas.

— Ela curte estudos, Caleb. — Finn diz com um sorrisinho debochado e Caleb o ignora.

— Ah. Bom, sou Caleb. Esse aqui é Noah... — Ele aponta pro garoto ao seu lado. — Ele estudava em Nova York e veio pra cá esses dias, como morava lá nos conhecemos e então viramos amigos. — Caleb diz com um sorriso, ele é melhor do que imaginei.

— Oi Millie. — O tal Noah diz com um sorriso gentil, retribuo.

— Aquela é Ayla e, o idiota ali é Finn. — Caleb termina rindo, Finn me lança um sorriso de canto e diz:

— Bom revê-la, Millie. — Reviro os olhos e Caleb olha pra Finn com um sorriso confuso.

— O garoto que te falei era o tal Noah. — Sadie sussurra ao meu ouvido.

 

Logo avisto uma enorme casa de frente pro mar. As luzes contagiavam a parte de fora e podiam-se avistar várias pessoas ali na frente.

Caleb estaciona o carro em uma parada brusca o que me assusta e faz Finn rir.

 

Desço do carro e então analiso tudo ali; Pessoas entram e saem com copos nas mãos, meninas desfilam de biquíni por todo lado e em outro lado alguns adolescentes se pegam.

Eu odeio esses lugares!

 

Logo Finn some com Ayla para algum canto.

Quando entro na casa ouço o som mais alto e vejo um aglomerado de pessoas na pista de dança. Alguém me entrega uma bebida e antes que eu possa assimilar Sadie já sumiu com Caleb... Ótimo!

Não gosto de beber, mas como pelo visto vou passar a noite sozinha viro o copo com vontade. A bebida desce queimando, o que me faz fazer uma careta.

— Está boa? — Alguém pergunta atrás de mim, me viro dando de cara com Noah.

— Não sei descrever como é isso! — Digo, ele ri e então leva a bebida na boca.

— Ah. Agora te entendo. — Ele diz tentando conter uma careta, rio. Quando vejo já estou pegando outro copo.

— Então Noah, está se adaptando naquele inferno de escola? — Pergunto e ele dá um gole na bebida então responde:

— É fácil se adaptar quando seu melhor amigo é popular. E eu também sou da equipe de tênis, então... — Responde com um sorriso. Estávamos em meio a pista de dança, começo a balançar de qualquer jeito só pra não parecer uma completa estranha. — E você faz alguma atividade à mais? — Ele grita para ultrapassar o som da música.

— Não sou boa em esportes... Prefiro livros ou algo do tipo! — Respondo sorrindo.

— Ah. Livros são interessantes. — Ele diz sem empolgação, rio.

— Seu comentário foi bem convincente! — Brinco e ele ri. 

 

Alguém esbarra em mim e então me viro pra ver, era Finn. Ele nem se preocupou em pedir desculpas e então saiu apressado da pista. Não sei se devo ou não, mas meu lado impulsivo pensa em segui-lo.

E é isso que eu vou fazer.

— Um minuto. — Digo a Noah que assente. 

Saio da casa e encontro Finn jogando a água do mar no corpo, a cena é engraçada.

Penso em ir ao seu encontro, mas recuo.

O que eu estava pensando?

Quantos copos da bebida forte eu tomei mesmo?

 

Volto para dentro,mas não encontro Noah no meio da multidão. 

Sinto um calor enorme me atingir e começou a suar. Saio da casa tirando minha blusa — Foda-se, está todo mundo assim mesmo!

Sinto olhares fixados em mim, mas não ligo. — É como se o álcool estivesse me guiando.

Corro para perto do mar e tiro meu all-star ali na beira. Adentro o mar correndo e a sensação da água fria em contato com meu corpo quente é maravilhosa.

Afundo minha cabeça na água e quando retiro observo Finn com uma garota de cabelos rosa. Bufo sem saber o que estou fazendo.

Algumas garotas entram no mar, fazendo os garotos que estavam ali olharem mais ainda.

Estúpidas. — Penso e saio do mar. Deixo meu all-star ali mesmo e então visto minha blusa de qualquer jeito.

— A blusa está do lado errado. — Finn sussurra ao meu ouvindo quando passo por ele, sinto meus pelos eriçarem ali.

Droga.

Vejo ele esboçar um sorrisinho vitorioso e reviro os olhos.

Por que meu corpo reage dessa maneira à ele?

 

Entro novamente na casa e encontro Noah conversando com uma garota dos cabelos loiros. Quando ele me vê vem em minha direção.

— Millie, você está encharcada! — Ele grita e eu começo a rir.

— Não me diga...

— Vamos sair daqui. — Ele diz me guiando pra fora novamente. — Onde estão os seus sapatos? — Pergunta e eu avisto Finn com uma morena. Esse garoto não quieta só com uma não?

— O Finn é patético né?! — Digo grogue, ele ri e me senta na areia me entregando um copo de água.

— Onde estão seus sapatos? — Repete.

— Eu deixei no mar... — Ele me olha confuso e então roda os olhos pelo local.

— Ah. Eu vou buscá-los, espere aqui. — Responde e então sai andando.

Começo a lembrar da minha vida.

Eu tenho aula amanhã...

 

Eu estou em uma festa...

 

Eu bebi de mais...

 

Eu...

— Eu preciso ir em bora! — Digo quando Noah volta com meus tênis em mãos. — Obrigada.

— Se você não se importar eu poderia te levar. — Noah diz gentil. Será que ele tem habilitação? Ah, não importa!

— Faria um grande favor. — Digo e ele ri assentindo.

— Vou pegar as chaves com Finn. 

— Com Finn? Mas o carro não é de Caleb?

— Finn tem a cópia da chave, mas Caleb não sabe. — Ele responde enquanto caminhamos pra perto de Finn.

Oh céus.

Finn é terrível!

 

— Desculpa incomodar... Posso falar com você, Finn? — Noah pergunta e Finn me olha confuso, mas dá um sorrisinho.

— Claro. Espere aqui, baby. — Ele diz pra garota morena e eu a olho com desdém quando ele se afasta, depois me viro para os dois garotos que conversavam em minha frente.

— Preciso da chave. — Noah é direto.

— Pra quê?  

— Millie quer ir em bora. — Finn nos olha com um sorriso malicioso. — Nem começa, Wolfhard!

— Tudo bem... Tudo bem! — Finn diz pegando as chaves do bolso e entregando à Noah. — Você vai voltar pra festa né?

— Lógico. Caleb não pode descobrir isso nunca. — Noah responde e Finn assente.

— Ah. Caleb deve estar comendo Sadie em qualquer lugar agora. — Finn diz e eu arregalo os olhos.

O quê?

— Finn! — Noah o repreende e ele ri.

Antes de sair Finn sussurra ao meu ouvido:

“Você tem belos peitos.” — E então sai com um sorriso.

 

Fico envergonhada e horrorizada.

Idiota!

 

Sigo Noah até o carro e logo já estamos no caminho.

 

Dentro de minutos já  estamos na porta da minha casa.

— Nossa, Noah! Você é um anjo mesmo! Muito obrigada! — Agradeço e ele sorri.

— Pra falar a verdade eu também não gosto de festas. Então salvamos um ao outro! — Ele diz e ambos rimos. Desço do carro e antes de ele dar partida no carro digo:

— Muito obrigada! De novo... 

— Não tem que agradecer. Então, te vejo amanhã? — Ele pergunta.

— Te vejo amanhã! — Fecho à porta e entro em casa.

Vou á cozinha e tomo um remédio... Quero previnir qualquer tipo de dor de cabeça amanhã.

Pego um biscoito recheado e então subo pro quarto correndo.

Tomo um banho gelado e lavo o cabelo. O seco e então visto meu pijama de moletom.

Como meu biscoito enquanto leio um romance.

O sono logo me atinge então marco a página do meu livro e me deito para dormir.

Meu corpo está quieto, mas minha mente está em combustão. Meus pensamentos vão e vem...

E eu não entendo porquê estou pensando em Finn Wolfhard... 


Notas Finais


FINN SAFADO
Millie já começou a fic fznd merda kkkkkk
Nillie nossa amizade❤️
Caleb e Sadie???? HMMMM


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...