História Would U? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Red Velvet
Personagens Irene, Wendy
Tags Bae Joohyun, Irene, J Unnie, Red Velvet, Son Seungwan, Wendy, Wenrene
Visualizações 72
Palavras 1.684
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Fluffy

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


When I lift my head and look at you
You softly kiss me on the cheeks
Would you Would you Would you
“Oh yes I do”
Like a moment out of a fable
That I wanted by myself for a long time
(Would you Would you)
I pray that it will happen today... ♪
— Would U (Red Velvet, SM STATION)

Capítulo 1 - Capítulo Único


O grande ginásio do colégio havia se convertido em um grande salão de dança. Bolas de basquete, vôlei e futebol deram lugar aos balões coloridos que enfeitavam o teto; os barulhos de apitos soando foram substituídos pelas melodias dançantes que preenchiam o salão; os uniformes foram postos de lado para que as fantasias assumissem e os gritos de comemoração deram lugar aos risos e burburinhos que ecoavam pelo lugar.

O salão estava repleto de adolescentes, alguns dançando acompanhados enquanto outros ainda trocavam olhares, buscando coragem para chamarem uns aos outros para uma dança. E ainda havia aqueles que buscavam um deslize dos professores para poderem batizar as bebidas na longa mesa posta na lateral do salão. Do pequeno palco improvisado a banda do coral do colégio animava a multidão, enquanto o jogo de luzes incidia sobre os corpos dançantes iluminando as fantasias criativas.

Os jovens se divertiam, mas havia uma naquele ginásio que parecia não estar se divertindo tanto assim. Bae Joohyun estava sentada em um dos primeiros degraus da arquibancada, com toda elegância própria da postura séria que tinha diante dos demais estudantes e que também fazia jus a fantasia que havia escolhido. A escolha pelo figurino de Audrey Hepburn em Bonequinha de Luxo combinava e enfatizava mais ainda a beleza da Bae, além de toda a classe que exibia.

Irene, como era conhecida pela maioria dos estudantes, sempre fora reservada. Muitos eram os olhares curiosos e desejosos que recebia, mas poucos eram os que conseguiam se aproximar da Bae. E durante aquele baile de inverno os olhares que Joohyun recebia não foram diferentes. Alguns estudantes mais corajosos, entre eles garotos e garotas, ainda buscaram convidá-la para uma dança, ao que Irene havia recusado.

Não que Joohyun não gostasse de dançar, pelo contrário. Era uma das coisas que a garota mais gostava de fazer. O que Joohyun não gostava era atrair ainda mais atenção para si, já bastavam os olhares que recebia por apenas estar sentada sozinha naquela arquibancada. Queria dançar, mas não queria olhos sobre si no centro daquele salão, não queria estar no meio daquela multidão.

Fora por isso que Irene havia recusado os convites insistentes das pessoas. A garota já estava ficando frustrada diante de tudo aquilo. Não era tão difícil entender que ela não estava a fim de dançar no meio de todas aquelas pessoas, e deveriam ter percebido isso quando a Bae recusou o convite até mesmo das melhores amigas, mandando-as irem dançar sem ela, que ela ficaria ali sentada as observando.

E foi o que Bae Joohyun fez, até suspirar cansada e resolver tomar um ar do lado de fora do ginásio. O céu noturno estrelado atraiu o olhar de Irene e um pequeno sorriso se desenhou nos lábios dela, antes da garota se encolher um pouco com o vento gélido que atingiu seu corpo. A fantasia que escolheu era linda, mas o tecido fino do vestido preto não era o bastante para protegê-la do frio. Mas Irene resolveu permanecer mais um tempo ali, porque não estava disposta ainda para voltar e resistir à insistência das pessoas nela.

Mas àquela altura a Bae já deveria estar acostumada com pelo menos uma pessoa insistindo nela... Tanto que a breve fuga da Bae do ginásio não passou despercebida aos olhos atentos de Son Seungwan, e assim não demorou em que a mais nova seguisse os passos da mais velha. Contudo, Seungwan não se fez notar imediatamente. Não, a garota ainda recostou-se à porta do ginásio e observou a figura de Irene observar o céu. Era um hábito frequente de Joohyun, assim como era um hábito frequente de Wendy, como gostava de ser chamada, observar a outra.

E como resultado daquele hábito por tanto tempo, Wendy sabia reconhecer os pequenos detalhes de Irene. Sabia que a garota estava incomodada com todas as abordagens que havia recebido no salão de dança, e francamente Wendy também estava com aquilo. Fora por isso que a Seungwan não hesitou em seguir a mais velha para fora do ginásio. E enquanto Irene estava distraída olhando o céu, Wendy não deixou de sorrir para o quão linda Joohyun era e como aquela personagem combinava com ela.

Wendy só se fez notar quando viu Irene se encolhendo diante do vento frio, envolvendo o próprio corpo com os braços, tentando se aquecer, já que o vestido que usava era muito fino para isso. Foi então que resolveu se aproximar da garota, retirando o terno da fantasia que usava e colocando-o sobre os ombros de Irene.

— Sua fantasia é linda, Joohyun, mas não te aquece muito bem. — Wendy murmurou no ouvido da garota, antes de deslizar as mãos dos ombros dela para os braços.

Irene se assustou brevemente com a aparição repentina, mas logo sorriu relaxada ao se dar conta que era Wendy que estava ali com ela.

— Wannie! — Virou-se para a Seungwan. — Como sabia que eu estava aqui?

— Você sabe que é meu trabalho.

Wendy murmurou divertida ao dar de ombros e deslizar os polegares pelos suspensórios da camisa social que usava, fazendo referência a fantasia que tinha escolhido para aquele baile. Irene riu baixo, agarrando-se mais ao terno de Wendy sobre os ombros dela.

— Deveria imaginar que para fazer parte de Kingsman só poderia realmente ser boa no que faz, Wannie. — Joohyun piscou para a mais nova, uma das mãos apertando o antebraço de Wendy. — Sua fantasia está linda, mas ainda falta algo ao seu charme de Eggsy.

— E o que seria?

— Espera!

Joohyun vasculhou a pequena bolsa que portava atrás de algo diante do atento olhar de Seungwan, e não demorou a que a mais velha abrisse o largo sorriso que Wendy gostava de ver nos lábios dela, quando encontrou a armação dos óculos que usava.

Uma das mãos de Joohyun se fechou ao redor da gravata de Wendy, puxando-a para perto, enquanto a outra mão segurou o rosto da loira no lugar quando a Bae colocou os óculos no rosto dela, as mãos parando sobre os ombros de Wendy em seguida.

— Pronto! Agora está ainda mais charmosa, Wannie.

Joohyun apertou os ombros de Wendy que apenas sorriu para ela. As duas permaneceram próximas, os olhares e sorrisos nunca se desprendendo uns dos outros. E naquele instante, Wendy apenas reafirmou o que há muito já tinha descoberto... Observar os olhos de Joohyun por algum tempo era o bastante para se apaixonar por eles.

E Seungwan não fora capaz de resistir a eles. Jamais seria capaz. E assim também acontecia com Joohyun... A Bae jamais seria capaz de recusar quando Wendy se aproximava de si, porque diferente das demais pessoas, Joohyun gostava quando era a Seungwan que insistia nela.

— Joohyun... Dança comigo? — Wendy estendeu a mão para a Bae com um floreio, provocando um sorriso nos lábios da mais velha.

Joohyun envolveu os braços no terno de Wendy, realmente vestindo-o, antes de enlaçar sua mão com a de Wendy. Ela jamais diria não para aquele convite. As mãos das duas permaneceram entrelaçadas quando o outro braço da Seungwan envolveu a cintura de Joohyun, e a outra mão da Bae circulou o pescoço da Son.

As duas iniciaram uma dança guiada pela melodia abafada que vinha do ginásio do colégio, e a cada passo que executavam naquele pátio, com apenas o céu noturno estrelado como testemunha, mais Joohyun e Seungwan podiam sentir o coração uma da outra dançando no mesmo ritmo. Diante de todos os olhares que Joohyun estava acostumada a receber, nenhum parecia tão brilhante e carinhoso quanto os que Seungwan dirigia a ela. E não era diferente com Wendy, já que a mais nova se via cada vez mais encantada diante de Joohyun, mais ainda quando sentia que era nos braços dela que a mais velha se desarmava e mostrava um lado sensível que nem todos conheciam. Mas Wendy tinha o prazer de conhecer.

Naquela dança as duas deram mais alguns passos para perto, os braços de Wendy circulando a cintura de Irene, enquanto as mãos da mais velha circulavam o pescoço dela. Irene inclinou a cabeça no ombro de Wendy, e sorriu quando sentiu a mais nova encostar a face contra a dela, sussurrando a letra da música suavemente no ouvido dela.

Would you be mine Would you Would you girl Please don’t hesitate... Oh my love... — A pele de Joohyun se arrepiou com a suave voz da Seungwan acompanhando a música. A Bae mordeu o lábio ao perceber que propositalmente Wendy havia mudado a letra ao cantar para ela.

O corpo de Joohyun estremeceu e daquela vez não fora por causa do vento gélido da noite, ela sabia disso. As duas sabiam. Daquela vez era por as duas estarem ali, juntas.

As mãos de Seungwan apertaram a cintura de Joohyun delicadamente, quando a mais velha deslizou a bochecha contra a dela, deixando um pequeno beijo em Seungwan, antes de encostar as testas das duas, enquanto as mãos de Joohyun acariciavam o pescoço da Son.

A secret I hid shyly in my heart I pray that it will happen today...

Wendy murmurou sobre os lábios de Joohyun quando a melodia enfim se encerrou dentro do salão de dança, mas as duas ainda permaneceram naquela posição. Os olhos da Seungwan estavam fechados, e a Bae aproveitou aquele pequeno instante para acariciar o rosto dela, retirando o óculos que havia colocado nela para que nada atrapalhasse de ver os olhos que tanto amava.

Joohyun depositou pequenos e delicados beijos pelo rosto de Seungwan, desde a testa à ponta do nariz e bochechas, antes de enfim encostar as testas das duas novamente. As duas compartilharam um suspiro antes de sorrirem contra a boca uma da outra. O polegar de Irene acariciou a lateral do rosto de Wendy, enquanto as mãos da mais nova acariciaram a cintura dela.

Oh yes I do...

Foi o que Joohyun murmurou antes de enfim encostar os lábios nos de Seungwan. O beijo fora casto e mesmo assim carregado de sentimentos há muito guardados entre aqueles olhares e corações... As duas não precisavam de palavras naquele instante, bastava sentirem uma a outra naquele abraço e naquele beijo que parecia fazer cócegas em seus corações.


Notas Finais


Minha primeira oneshot do meu Red Velvet lindo! ❤
Espero que vocês tenham gostado! Curiosa para saber o que acharam/pensaram/sentiram a respeito... ^^
A próxima vez que postar algo relacionado ao Red Velvet, pretendo que seja uma long fic... Então talvez voltamos a nos encontrar por aqui.
Estou muito ansiosa por 'Perfect Velvet', então só vem hinão!
Beijos luvies ❤
P.S.: Nat obrigada pela capa linda e espero que você tenha achado fofo! *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...