História Would you be my passion-Stray Kids(Bang Chan) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias EXO, Iz One (IZ*ONE / IZONE), Red Velvet, Stray Kids, TWICE, X1
Personagens Bang Chan, Chaewon, Han Ji-sung, Han Seungwoo, Hwang Hyun-jin, Irene, Kim Jong-in (Kai), Kim Jun-myeon (Suho), Kim Seung-min, Kim Woo-jin, Kim Wooseok, Kim Yohan, Lee Felix, Lee Hangyul, Lee Min-ho, Mina, Oh Se-hun (Sehun), Park Chan-yeol (Chanyeol), Personagens Originais, Seo Chang-bin, Tzuyu, Yang Jeong-in
Tags Bang Chanxyou, Stray Kids
Visualizações 517
Palavras 910
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Luta, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Provavelmente hoje mesmo postarei outro capítulo akkkk mas é isso. Tenham uma boa leitura xuxus:3❤️ desculpa qualquer erro.

Capítulo 3 - Chapter Three.


Fanfic / Fanfiction Would you be my passion-Stray Kids(Bang Chan) - Capítulo 3 - Chapter Three.

Pov's Seo Agatha.

Eu sabia que seria idiota da minha parte jogar bola com as meninas, mas o que custa jogar uma vez, não iria matar ninguém. Porém para meu azar, ao invés de chutar a bola eu acabei por pisa-la, fazendo com que eu perdesse o equilíbrio, pude ouvir os grito de S/N, soltei um grito fechando os olhos esperando pela o impacto do meu corpo contra o chão.

– V-Você está bem?- Abri os olhos devagar vendo Felix no chão sorrindo, suas mãos estavam em minha cintura trazendo uma sensação gostosa vindo das mesmas.

– E-Eu... Obrigada, digo! Desculpa eu devo estar te machucando.

– Não tem problema.- Felix sorriu e só aí pude ver suas sardinhas.

– O casal, já tá bom não acha?- Viramos dando de cara com S/N nos encarando.

– Menina não faz isso!- Levantei com tudo de cima do Felix.– Eu quase morri aqui.

– Claro! Você estava quase babando na sardinhas do meu irmão, são fofinhas não?- S/N abraçou o garoto de lado.

– É são, perfeitas, digo são maravilhosamente lindas- Respondi fazendo bico.

– Oww! Não fica assim...- S/N passou um dos braços em volta do meu pescoço.– Serei uma boa amiga e vou fazer meu casal se juntar.- Sussurrou em meu ouvindo se afastando.

– Unnie você não presta.- Negou rindo.


Pov's Lee S/N.


– É melhor nós irmos embora, ou o fiscal pode nos encontrar aqui.- Comentou Changbin.

– Espera... Aqui tem fiscal?- Digo confusa.

– Seu irmão não te contou nada?- Bang Chan me olhava curioso.

– Seu loiro falsificado!- Aponto para meu irmão.– Por que eu tenho que ser a última a saber as coisas aqui!- Cruzei os braços.

– S/N... Meu amorzinho...- Felix me chamou.

– Não! Nem vem com papo de amorzinho, é melhor irmos embora.- Saímos da quadra atravessando  o jardim do colégio.

– Toma meu casaco!- Bang Chan jogou na direção de Jeongin.– Vai ser melhor.- Passamos pelo corredor até avistamos o fiscal olhando em volta.

– Voltem!- Empurrei os meninos.

– Por que?- Falaram juntos.

– Só corre eu vou despistar o fiscal!- Ouvir a voz do velho nos chamar.– Vão! Por esse corredor e eu vou pelas escadas!- Concordaram correndo.– Encontro vocês na saída do colégio!

– Sra. Lee o que está fazendo à essa hora nos corredores?

– Eu... Ah eu esqueci meu caderno na sala química, isso!- falo de forma calma.

– Você não está mentindo certo?- Sorriu.

– Por que eu mentiria?- Cruzo os braços.

– Por que você chegou hoje ao colégio! E obviamente os novatos não iniciam aula de química.

– O que?! Que colégio é esse!- Respondo dando as costas para o fiscal.

– Volte aqui Sra. Lee!!

Comecei a correr em direção as escadas procurando uma saída, eu não queria saber de jeito algum minha tia brigando comigo por que fiquei o final da tarde na quadra, então a única opção era fugir. Virei o rosto para trás avistando o fiscal ainda atrás de mim.

– Droga! Ele é muito rápido!!- Xinguei mentalmente pela velocidade que o velhote vinha, minhas forças já estavam se esgotando, mas assim que passei pela porta da sala de química uma mão pálida agarrou meu braço puxando para dentro e antes mesmo que eu pudesse gritar, o indivíduo conseguiu tampar minha boca.– B-Bang Chan?

– Shiii...- Apertou minha cintura.– Ele vai passar.- Sussurrou próximo ao meu ouvido causando um forte arrepio.– Desculpa... Aliás você tem um cheiro gostoso.

– Garoto!?- Me afastei do loiro rindo.

– Xiu! Vem.- Segurou em minha mão empurrando a porta, e logo me puxou.

– Ei!! Vocês dois, voltem aqui!- Gritou o fiscal, Bang Chan segurou mas forte minha mão de modo que ambas ficassem entrelaçadas, e eu acabei por deixar um sorriso bobo involuntário nascer em meus lábios.

– Não solta a minha mão ou vamos nos ferrar.- Bang falava com dificuldade por conta da correria, quando descemos as escadas avistamos os meninos nos gritando. Quando finalmente atravessamos o portão me ajoelhei rindo.

– Por que demoraram tanto?- Felix me ajudou a levantar.

– E-Eu... Não consegui despistar o fiscal então tive que correr e aí o Chan me salvou.- Rimos.– Se não fosse ele, a essa hora eu já estava na diretoria, mas sabe algo que me atraiu?- Negaram.– Ele não estava na intenção de me levar para velha... 

– Tá, tá, não quero mas saber disso, da próxima vez você vem com a gente.- Felix me abraçou de lado.– Que tal vocês irem mas tarde em casa para assistirmos um filme?

– Eu apoio!- Jeongin jogou as mãos para o alto.

– Eu não apoio!- Respondeu Ana.

– Por que você é sempre assim?- Jeongin apontou para Ana.

– Por que você é chato.- As cruzou os braços virando para o outro lado.

– Ou talvez seja por que vocês se amam mas não admitem.- Comentei vendo ambos se olharem.

– Chega! Vamos todos!- Agatha sorria para Felix.

– Então, estejam na nossa casa às oito.- Mostramos o endereço para os meninos.–  Que a treta comece...

– O que disse S/N?- Changbin me encarava confuso.

– Ah? Nada.- Solta uma risada baixa.

– Yá! Yá... Changbin hyung, chame o resto dos meninos!- Nos despedimos indo para casa.

𖦰𖡱𖧹⌲ 

Ouviu o sino tocar, várias e várias vezes. Dei um longo suspiro descendo as escadas.

– Já vai! Aishi, não tem paciência!- Peguei as chaves destrancando a porta.– B-Bang Chan?- O loiro tentou falar algo mas nada saia a não ser seus olhos engolindo meu corpo, por eu apenas está usando um dos casacos do Felix e short nada discreto.– Bang Chan!!!



Notas Finais


Continua?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...