História Would you be my passion-Stray Kids(Bang Chan) - Capítulo 33


Escrita por:

Postado
Categorias EXO, Iz One (IZ*ONE / IZONE), Red Velvet, Stray Kids, TWICE, X1
Personagens Bang Chan, Chaewon, Han Ji-sung, Han Seungwoo, Hwang Hyun-jin, Irene, Kim Jong-in (Kai), Kim Jun-myeon (Suho), Kim Seung-min, Kim Woo-jin, Kim Yohan, Lee Felix, Lee Hangyul, Lee Min-ho, Mina, Oh Se-hun (Sehun), Park Chan-yeol (Chanyeol), Personagens Originais, Seo Chang-bin, Tzuyu, Yang Jeong-in
Tags Bang Chanxyou, Stray Kids
Visualizações 100
Palavras 1.339
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Luta, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei nahhhhh com um capítulo novinho hehehe.
Desculpem o sumiço.
Boa leitura xuxus.
E desculpem qualquer erro.

Capítulo 33 - Chapter Thirty Three.


Fanfic / Fanfiction Would you be my passion-Stray Kids(Bang Chan) - Capítulo 33 - Chapter Thirty Three.

Uma semana depois…


- Bang Chan parece tão distante.- Brinquei com a colher do sorvete, enquanto observava Felix e Agatha no gramado se matando.

- Bang Chan? Ele deve está ocupado Unnie.- Disse Ana colocando uma colherada de sorvete na boca.- Sabe como é…

- Não Ana… Tem algo de errado, ele não foi para o colégio faz dois dias.- Faço bico.- u tô preocupada.

- Fica calma hm? Lembra o que ele te prometeu?- Assenti sorrindo.- Então confie no Chan, S/N.

- Gostoso.- Olhamos para Jeongin.

- Jeongin devolve meu sorvete.- Ana levantou correndo atrás do loiro.

- S/A?

- Minho? O que foi?- Olhei para o moreno todo suado.

- Você parece quietinha.- Sentou do meu lado.

- Só estou casada.- Menti.

- Conta outra S/N, eu te conheço muito bem…- Riu.

- Tá assim, tão...

- Na cara?- Completou.- Sim, está.

- Ajudou bastante Lino.- Cruzei os braços.

- Não fica assim S/N…- Me abraçou.

- Vocês estão estranho.- Levantei olhando para Minho.- Sério, o que está havendo? Com todos hoje?!

- Estranho? Ninguém tá estranho aqui S/N...- Disse meio grosso.

- Esquece… Vou pra casa.- Comecei a caminha.- Avise ao Felix por mim.

Mas tarde naquele dia…


- S/A?- Ouvi três batidas na porta do meu quarto, abri os olhos tentando acostumar com a claridade. Levantei sonolenta, ouvindo mas algumas batidas.

- Só um segundo!- Ajeitei o casaco, caminhando até a porta abrindo.- Jinnie?

- Eu te acordei?

- Sim e não.- cocei o olho rindo.- Mas entre.- Dei espaço para que entrasse.- Era pra mim já estar acordada para arrumar a cozinha.

- Desculpa te acorda.- Sorriu sentando na cama.- Olha, você ainda tem minha camisa.

- Ela... Eu…- Tentei falar algo.

- Não tem problema S/N, fica mas bonito em você, do que em mim.

- Fica quieto Hwang.- Sentei do seu lado.- Então o que devo a sua honra no meu quarto?

- Preciso de um conselho seu...- Fez bico.

- Hwang Hyunjin?- Levantei fingindo está surpresa.- Pedindo conselho de um ser desastrado? Que não sabe que rumo tomar na vida?

- Vai querer jogar na cara agora?- O garoto se pós de pé cruzando os braços.

- Aishi Hyunjin para de drama.- Revirei os olhos ouvindo sua risada.- Vai falando do que precisa.- Deitei no tapete o encarando.

- Eu não sei como começar.- Mexeu no cabelo.

- Comece por onde quiser.- Sorri. O moreno caminhou até a porta saindo do quarto.

- Hyunnie…- O mesmo voltou quase caindo.- Tá tão assustador assim a casa?

- Eu não sei como você consegue ficar sozinha assim.- Respirou fundo trancando a porta.

- Tô acostumada a ficar sozinha assim.- Ri.- Senta aqui.- Bati do meu lado.

- Eu conheci uma garota no final de semana, foi um pouco desastrado da minha parte mas não foi intencional.- Sorriu sentando do meu lado.- Seu nome é Nako.

- Nome diferente.

- Vai deixar eu continuar? Ou vai ficar falando dos mínimos detalhes?- Me olhou torto.

- O que vale é os mínimos detalhes idiota!- Ri.

- É, você tem razão, voltando. Eu não contei para você, por que… Não estava no momento, é como se eu precisava de mas tempo- Fez bico.

- Não tem problema.

- Daí em diante começamos a conversa...

- Não espera, você tem que me contar como conheceu ela.- Bati em seu braço.- Não tem graça assim.

- Tá louca? Foi vergonhoso.

- Não mesmo, já passei mas vergonha que você.- Cruzei os braços.

- Tá, lembra do shopping que nos fomos? Aquelas lojinhas de doces que há por perto.- Assenti.- Eu comprei alguns coisas que, inclusive tem algo que para você, por fim comprei um café, depois de ter pagado eu saí.- Deu uma pausa.- Foi aí que ela entrou…

- Espera, deixa eu por a mãozinha pra você não baba…

- Sai!- Rimos.- Eu fiquei olhando para ela, por muito tempo, mas eu me esqueci, que estava segurando o café. E foi aí que eu derramei.- Soltei uma risada alta.- Para de rir! Assim eu não consigo contar.

- Eu estou tentando.- Encolhi no chão.- Aí, pronto.

- Mas não foi no chão, mas sim na minha camisa.- Hyunjin tampou o rosto.

- Quem diria, que o tarado tá todo fofinho.- Ri.- Tá e o que aconteceu?

- Ela veio me ajudar.- Riu.- Daí, fomos para casa dela!- Me balançou.

- Calma Hyunjin.- Segurei suas mãos.

- Ela me emprestou um casaco, digo masculina...

- E então?

- Como posso explicar essa parte...

- Fiquei curiosa!!- Ri animada.

- Ela sem querer escorregou.- Sorriu.- Então, eu parei de vestir o casaco e segurei ela.

- Não...- Abri a boca pronta para soltar um gritinho.

- Não grita!!- Soltei um grunhido baixinho.

- Eu gritar? Pra que? Jamais!- Sorri.

- E acabou, que nos beijamos…

- Ain, que fofinho!- Bati palmas.- E depois.

- E depois, nós conversamos e descobri que temos um terço de coisas em comum… Ela me passou seu número, e agora estamos conversando mas do que o normal.

- Hm, continue…

- E eu…- Hyunjin segurou minhas mãos sorrindo.- queria seu conselho, sobre o que devo fazer.

- Chama ela pra sair Jinnie!

- Mas pra onde?- Respondeu.

- Aí Hwang, você é difícil em! Olha, tem o cinema, o rio Han, a Praia, o parque e o shopping!

- Você não ajudou.- Soltou minhas mãos fazendo bico.

- Aigooo!!- Derrubei o moreno no chão, sentando na sua barriga.- Você é mas indeciso que eu.

- Eu sei que você me ama!- Bateu na minha coxa.

- Aí cacete! Eu sou branquinha seu tarado!- Tirei sua mão do local onde havia batido.

- Você é tipo aquele limãozinho azedo.- Riu.

- Bem engraçadinho você em…- Fiz careta.- Olha… Seria bom você levar ela ao shopping mesmo.

- Quando devo convidar?

- Hoje?- Deito do seu lado.

- Hoje não posso, vamos sair lembra?- Me abraçou de lado.

- Não estou lembrada mas... Tudo bem… Então amanhã!

- Pode ser.- Riu.- Obrigada por me ajuda.- Beijou minha bochecha.

- Não precisa agradecer.- Sorri.- Agora eu preciso me levantar.

- Não! Fica aqui abraçado comigo hm?

- Eu tenho que arrumar a cozinha.- O olhei.

- Eu ajudo! Não se preocupa.

- Tudo bem...

Pov's Bang Chan.


- Entrem…- Abri a porta dando passagem.

- Não, pera um pouco. Você tem chave reserva?- Agatha me olhou.

- Tenho.- Sorri.

- Por que você tem, mas nós não?!- Ana cruzou os braços.

- Por que… Provavelmente Jeongin tenha as duas chave, o Changbin também e o Jisung e Woojin deve entregar logo, por que Felix entregou recentemente.

- A mas eu vou ter uma conversa com Jeongin!- Ana fez bico.

Subimos as escadas procurando por S/N. Abrimos a porta de seu quarto e encontramos Hyunjin e S/N, abraços dormindo.

- Aww que fofo…- Agatha e Duda disseram juntos.

- Nem parece que se matam todo dia na rua, quando estão juntos.- Feh e Ana deram uma gargalhada alta.

- Escandalosas!- Agatha olhou para o quarto vendo os dois de mexerem.

- Liguem para os meninos.- Descemos as escadas.- Peçam para eles irem pra minha casa, lá eu aviso o resto.

•••

- Eu e as meninas ficamos encarregados das rosas!- Ana levantou a mão.

- Mas, não sabemos de que rosas ela gosta especificamente.- Disse Woojin.

- Ela gosta de rosas azuis.- Felix tirou uma caixa da bolsa.- S/N sempre teve gostos peculiares... Por exemplo a foto de papel de parede do seu celular, é o braço do Chan Hyung... Com veias alteradas.

- Normal…- Rimos.

- VOCÊS INVENTAM DE FAZER ALGO E NÃO ME CONVIDAM!!- Olhamos para porta assustados.


Notas Finais


Até o próximo capítulo hehehe.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...