1. Spirit Fanfics >
  2. Would you love a veela? >
  3. 08

História Would you love a veela? - Capítulo 9


Escrita por:


Capítulo 9 - 08


Fanfic / Fanfiction Would you love a veela? - Capítulo 9 - 08


Draco Malfoy....


 Cheguei na ala hospitalar com ela ainda inconsciente em meus braços,a forma como ela estava deitada alinhada ao meu pescoço, com a respiração tranquila me causando arrepios e muitas outras sensações impossíveis de se descrever no momento, esse calor, esse conforto, essa sensação de paz e de tranquilidade que só em ter ela em meus braços pode me proporcionar, eu não sei nem como raciocinar direito, ouso a dizer que posso me torna um puto desgraçado, só de imaginar a possibilidade de sequestra-la nesse momento só pra garantir que nunca perderia esse contato, mas eu não posso mais ser tão egoísta assim, não dessa vez, não com ela, Hermione Granger merece muito mais que isso, por esse motivo já que decidir leva essa loucura a diante, vou me esforçar ao meu máximo para conquista-la, para ser o melhor homem possível para essa mulher, mesmo não merecendo nem um milésimo da sua atenção, amor, ou um simples gesto de afeto, mas mesmo assim eu vou me leva ao máximo nisso, pra garantir que ela seja feliz, e que ninguém consiga machucar ela dessa forma novamente.

Me perdi tanto em pensamentos que nem notei quando já estava em frente a porta da ala hospitalar, bastou um simples tocar na porta que a medibruxa já estava vindo em minha direção, me indicando uma cama onde eu podia coloca-la , mas a possibilidade de solta ela ali estava me trazendo um desconto imenso, como se aquela cama fosse a engolir por inteiro, rouba-la de mim.

Pra ser sincero eu cogitei mais uma vez a idea do sequestro, poderia dá certo, eu já estava quase me virando quando vi a diretora McGonagall entra pela porta e vim em minha direção.

- E uma ideia tentadora levá-la né senhor Malfoy- ela se aproximar e olha para a menina em meus braços- Mas e meu trabalho lembra-lo que ela pode está realmente doente e precisando de cuidados médicos no momento, acho melhor colocá-la na cama e permitir que a madam pomfrey possa examinar ela .

Eu mesmo a contra gosto coloco ela deitada na cama, e me posiciono ao seu lado segurando levemente a sua mão, agora com uma visão melhor do seu rosto e com a mistura de emoções mais controladas eu me permitir analisar o estado da minha companheira, realmente ela não parecia está bem, seu corpo está muito mais magro do que eu me lembro, os ossos do seu rosto estão levemente mais marcados, seus braços agora vendo melhor estão mais finos, e sua linda boca um pouco sem vida, mas mesmo com tudo isso ela continua a mais linda de todas, dessa vez não e o meu veela que está falando, dessa vez e um Draco que a conhece dês dos 11 anos e que dês do primeiro dia se encantou por um emaranhado de cabelos e um olhar felino e com ar de sabe tudo,o mesmo Draco que foi ensinado a esquecê-la quando a viu indo para Grifinoria, o mesmo que teve que maltrata-la ao descobrir que a mesma era nascida trouxa, o mesmo que se arrepender por ser um fraco sem coragem de ir contra a sua família.

Tento desviar os pensamentos, preciso me concentrar nela agora.

- oque ela tem? Porque ela está tão magra assim?- olho nervoso para a mulher que está a examinando.

- calma menino Malfoy, eu sei que está preocupado, mas pelo que vejo a menina Granger está assim por opção própria, ela parece não se alimentar a dias, seu corpo está desidratado, indo ao um nível de exaustão extremo o desmaio foi só uma das poucas consequências disso.

Eu a olho horrorizado para as duas , tento raciocinar em uma explicação lógica pra isso mais nada, simplesmente nada

-como assim sem comer? Onde ela estava? Está com algum problema financeiro sei lá? Diretora eu exijo saber a onde ela estava?, Se aqueles cabeças de cenoura a deixaram passa fome eu juro que mato um por um deles.

- calma menino Malfoy, tente manter a calma, tome isso por favor- rapidamente a madam pomfrey me entregar um pequeno frasco com uma bebida azul- tome e um calmante natural não te causará sono mas irá te deixar mais calmo.

Eu vi minhas mãos e vi as garras afiadas nas pontas dos meus dedos, olho rapidamente pra Hermione e fixo meu olha ali, somente nela e acabo bebendo a porção.

- esse e o problema senhor Malfoy, ninguém sabe a onde a Hermione esteve esse dias, ela estava sumida dês do dia da festa, ninguém sabia do seu paradeiro até hoje de manhã quando ela chegou aqui sozinha, eu mesma estava fazendo de tudo junto ao ministro da magia para encontra-la, a única coisa que sabemos e que no dia da festa, a senhorita Granger aparatou em uma floresta trouxa em meio a uma tempestade, mandamos guardas especiais e alguns auroros fazerem uma buscar lá no dia seguinte assim que descobrimos a localização, mas infelizmente eles não encontraram nada, dês de lá a senhorita Granger estava como desaparecida senhor Malfoy.-

Eu realmente não sabia oque falar, eu olhava pra Hermione como se podesse descobrir tudo pelo que ela passou só com isso, mas eu sei que não e possível, a diretora McGonagall já estava ao nosso lado quando terminou de falar, parece que ela também está muito preocupada com a situação da Hermione.

-Podemos fazer alguma coisa agora? Sei lá algo que faça pelo menos ela fica saudável novamente?

- tenho algumas porções que podem ajudar, um revitalizante seria forte de mais, posso dá algo que cause o mesmo efeito sem o mesmo nível de impacto, ela vai estar novinha em folha quando acordar.

Eu nada respondo, minha atenção está totalmente fixada nela, somente nela.

- agora acho melhor você volta pra seu quarto senho Malfoy, ela precisa descansar e você também- McGonagall diz pondo a mão em meu ombro na tentativa de me conduzir pra fora do local.

- não, eu não vou sair daqui, sei das consequências mas no momento eu não ligo, preciso ver ela acorda e saber que realmente ela vai está bem pela amanhã.

A diretora pensa por um momento, mas logo vai em direção a saída, a madam pomfrey sai e rapidamente volta com cobertores pra mim e para a Hermione, logo se retirando do local novamente, eu fico um momento encarando o rosto sereno da menina em minha frente, ela está tão tranquila dormindo, nem parece que quebrou meu nariz com um soco no terceiro ano, e impossível não dar um leve sorriso com essa lembrança.

- Ele não vale a sua saúde sua sabe-tudo irritante, ele não vale sua lágrimas sabia?- começo a conversa como se ela podesse me ouvir, me aproximo e sento ao seu lado na cama- porque ao invés disso, você não quebrou o nariz dele igual fez comigo em? Você e boa de briga com certeza teria acabado com ele….. mas sabe de uma coisa,.. agora você não precisa mais se preocupar, eu vou está aqui com você agora, mesmo que você não saiba, você não está mais sozinha.

Eu me deito na cama ao lado, me cubro e fico olhando-a dormir, velando seu sono sereno e calmo, garantindo que pelo menos nessa noite nada vai incomodar ela novamente.

Hermione Granger….

Acordei deitada em um lugar que conheço muito bem, a ala hospitalar de Hogwarts, fico um tempo deitada olhando para o teto relembrando oque aconteceu ontem, só então me dou conta, como eu vim parar aqui, eu estava na torre de astronomia e chegou alguém algo sombrio e eu apaguei.

Eu apaguei!!!?

No susto eu me levanto rapidamente sentado na cama, fazendo quem estava na cama próxima a minha levantar também, e me olhar com cara de espanto.

Malfoy!!!?

- ha você acordou, estava começando a pensar que você estava em coma sabia?- eu olho ao redor só pra conferir se essa doninha realmente estava falando comigo.

- e desde quando você se importa com isso Malfoy? - digo com a melhor voz de indiferença que posso.

- imaginei que essa seria sua resposta, poxa Granger não vai agradecer a pessoa que te trouxe ontem para enfermaria? Nossa achei que seria mais grata- ele não mudou nada, continua sendo o mesmo irritante e debochado Malfoy de sempre.

Resolvo ignorar completamente a sua presença, até perceber uma coisa.

- Malfoy me explica porque eu estou com a capa da sonserina? - eu fiz questão de mostra o quanto ofendida eu estava com essa constatação .

Ele olhou para os dois lados como se procurasse as palavras, e logo depois me olhou fixamente mas ele estava diferente, parecia um animal manso.

- olha você tava congelando lá ok, eu coloquei a capa para assegura que você não pegaria um resfriado , eu só estava tentando ajudar- por um segundo eu senti verdade em cada palavra, como se ele tivesse deixado seu muro de cara nojento sangue puro cair, e me deixado ver alguém diferente ali atrás, mas como eu disse isso durou apenas um minuto, pois nunca se deve confiar em uma cobra.

- oque você fez comigo Malfoy? Eu tenho certeza que você me seguiu até a torre de astronomia e fez algo comigo, então diga de uma vez sua doninha trapaceira.

E então seu olhar indecifrável se tornou um olhar de ofensa,e magoa.

- eu ? Tem certeza que foi eu? Se você não tivesse passado sei lá quantos dias sem comer, sem beber água direito, você não teria passado mal, como alguém como você pode se levar a esse ponto por causa de um idiota qualquer? - ele realmente tava irritado, mas eu não entendo como ele está se achando no direito de querer dizer algo sobre a minha vida.

- em primeiro lugar, que porra e essa você não e ninguém em minha vida, em segundo lugar como assim alguém como eu, alguém sangue ruim Malfoy e isso?

Iai eu vi, preocupação estampada em sua cara, junto com um leve índice de dor, ele me olhou estranho.

- você não iria acreditar na forma em que as coisas mudaram, eu não sou mais o menos Hermione, eu realmente não sou aquele Draco de antes, você não tem ideia de como eu me arrependo.

E sem dizer mais nenhum palavras ele saiu, com uma mão no peito como se estivesse sem ar, ver ele indo assim me causou um arrepio, um desconforto, como se…. Deixa pra lá


Notas Finais


Perdoem qualquer erro
Espero que me perdoem pela demora
Eu realmente tinha parado com a história, mas após muita insistência de alguém especial eu voltei

Espero que gostem, e que ainda estejam disposto a acompanhar ❤️❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...