História Wouldn't It be nice - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Não vou dizer nada....



Boa leitura

Capítulo 2 - Will be Nice


E aqui estou eu com um terno cinza,de pé vendo a noiva entrar ao lado seu pai,ela está muito linda com um sorriso radiante eu também estaria assim se eu estivesse no lugar dela,seus pais estão sorrindo radiantes todos os convidados também mas ele... não? Ele permanece sério com o maxilar travado em uma postura séria de quem não está gostando nem um pouco do que está acontecendo.

E então começa a cerimônia,o padre vai falando e falando e cada palavra dele eu eu tinha vontade de chorar mas eu tinha que me conter a te que chegou a hora mais inesperada os votos.Ah .....os votos.

Se fosse comigo eu não encontraria palavra certas pra expressar todo meu amor ficaria nervoso,gagejaria, suaria frio,desviraria o meu olhar.Mas ela não.

As palavras dela parecem decoradas de um texto da internet ,ela se mostra muito confiante nem parece que está casando com ele.

Então chega a sua vez ah deus agora é a hora dele jurar amor eterno....a ela.

-Hyuna eu......não posso fazer isso-Ele diz e todos se surpreendem, até mesmo eu.

-Chega dessa palhaçada eu não vou me casar com você!-diz em bom som, seu pai o olha com raiva e fala.

-o que está fazendo Jungkook?! Pare com as graçinhas  e case-se logo-falou furioso.

-NÃO EU NAO VOU CASAR COM ELA NEM COM NEHUMA MULHER QUE ME APRESENTAR POR QUE EU ...EU.....EU SOU GAY-Ele praticamente falou gritando nesse momento meu coração parou por alguns segundos eu senti falta de ar meu cérebro parece de deu branco.Parecia que tudo estava em câmara lenta,e que eu iria desmaiar em qualquer segundo.Como assim Jungkook era gay.

Gay...Gay?  Assim como eu,ele é aquilo que ele desprezava aquilo que ele negava ser des daquele beijo com aquele garoto desde de quando tirou minha virgindade ele era gay e se obrigava a ser hétero ou melhor seu pai o obrigava.Como ele pode me desprezar de maneira tão fria aqui que você também era.

Naquele momento eu já não aguentava mais eu corri...corri o mais rápido que pude minhas pernas estavam bambas e eu tentava me manter firme enquanto um turbilhão de lembranças e pensamento se passavam  em minha cabeça ,as lágrimas escorriam inevitávelmente de meus olhos até que eu ouço um grito.

-JIMIN....JIMIN ME ESPERA POR FAVOR-ouço sua voz gritando ,chamando pelo meu nome e então eu paro olho pra trás e vejo você correndo,correndo como louco enquanto sua mãe e noiva gritavam pra voltar,todas as capas de revista teriam como manchete principal.

"O grande empresário,Jeon Jungkook revela em seu casamento que é gay, e deixa noiva no altar"

Ele finalmente me alcança,e segura em minha mãos e mesmo ofegante depois da corrida você me diz.

-Jimin..eu te amo,te amo desde de que eu descobri que sou Gay dês de quando te beijei pela primeira vez dês de que transamos dez que eu descobri que você também é gay eu te amo dês de que eu te conheci quando ainda éramos duas crianças que brincava de esconde esconde eu só te amo-ele diz em meio lágrimas.

-J-jungkook eu devia te odiar dês do momento que você beijou aquela garota na minha frente dês de quando você me humilhou aquele dia dês de  quando você começou a me iguinora,quando você fazia piadas homofóbicas do meu lado mas eu não consigo e eu odeio isso Jungkook eu nunca deixei de te amar...Mais agora é tarde ,poderíamos ser nós,mas,agora não dá-digo soltando suas mãos,no momento que eu virei para ir embora ele me puxa pela cintura,e me beija era tão bom sentir seus lábios de novo o gosto e macies deles era tão único,tão único quanto ele.

-Não poderia porque vai ser..fica comigo Jimin me dá essa chance vamos ser felizes juntos...vai ser bom-ele diz com um sorriso que é de derreter qualquer um,eu ri baixo e sorrio .

-tudo bem Jungkook,eu te dou essa chance-voce sorri e segura em minha mão e corre em direção ao seu carro,você Dirigi como se estivesse em uma corrida pro primeiro motel que que ele viu.

Rapidamente entramos pegamos um quanto e ele começou a me beija me impressando contra a porta metálica do elevador ,foi descendo seus beijos para meu pescoço deixando chupões e mordidas e eu gemia baixinho.

Tivemos dificuldade pra abrir a porta do quarto,pois as chaves pareciam estar contra a mim naquele momento,até finalmente conseguimos abrir e Jungkook não perde tempo fecha porta a chutando,ele me joga na cama com violência e vai tirando minha roupa peça por peça,Ele era bruto e eu sabia disso e confesso que eu adoro isso.

Ele foi beijando meu corpo até chega na minha entrada onde ele deu uma lambida me fazendo tremer,então ele começou seu trabalho me masturbando, enquanto me fazia um delicioso beijo grego.

-ahn Kookie..i-isso chupa meu cuzinho ahhn que gostoso ahnnn. -eu gemia igual cadela no cio eu estava quase chegando no orgasmo então ele para.

-agora não vadia só vai gozar quando meu pau estiver dentro de você-ele susurra em meu ouvido dando uma mordida no final.

-vem cá vadia chupa meu caralho todinho-diz me colocando de joelhos em sua frente Eu então encaro seu volume nas calças e mordo meu lábio, desbotou sua calça e a abaixo junto com a cueca,e vejo seu duro,escorrendo pré gozo eu dou lambida só pra provoca-lo péssima ideia,pois ele segura em meus cabelos com força e enfia seu pau dentro de minha boca de uma vez quase me fazendo engasgar.

-Isso Jimin..oh que boquinha mais gulosa..ahn isso chupa meu pau bem gostoso-ele gemia enquanto metia na minha boca,E eu fazia meu melhor passando a língua e tentando não engasgar.

-Che-Chega quero gozar no seu cuzinho não na sua boca...de quatro agora-ele disse e eu o obedeci ficando bem empinado -Seu gostoso.

Ele deu um tapa forte em minha bunda,eu nem tive tempo de reclamar de dor quendo eu o sinto me penetrar,era como se ele estivesse me rasgando ao meio mas,ao mesmo tempo era como se estivesse no seu porque a sensação era delicioso.

Ele ficou parado por um curto período de tempo mas quando,eu comecei a rebolar levemente ele foi mas rápido.

-Ahn papai...isso me come assim aaahn que delícia porra-eu gemia-lê se gritava- implorava por mais.

-Ahn Jimin que apertado..ahnn sua putinha-Assim ele segura forte em meus cabelos ,os puxando pra trás enquanto metia mais rápido,até chegarmos ao nossos ápice gemendo o nome um do outro.

Permanecemos ali parados por alguns segundos,pra recuperarmos o fôlego,até que ele se joga do,meu lado e eu deito em seu peito escutando seu coração bater rápido.

-Porque  você fez aquilo aquele dia?-perguntou direto

-Meu pai não aceitava de jeito nenhum que eu fosse gay, então pra mim ser gay era algo ruim,mas quando eu tive aquela noite com você percebi que eu estava apaixonado,mas eu não queria aquilo então eu comecei a te iguinorar ficar com bilhões de garotas mas eu não conseguia parar de pensar em você...Então naquele dia eu decidi de uma vez por todas me afasta de você ,falar aquilo pra você me machucou muito mas eu tinha que ser forte pra não dar decepção pro meu pai,até que eu não fiquei com mais nenhuma garota comecei a estudar mais ,e me pai me apresentou a Hyuna que era filho de um empresário importante amigo dele,começamos a namorar e três mêses depois casamento marcado então eu armei um plano.....que eu convidaria você pra anular meu casamento e assumir de vez quem eu sou....e também...pra ter seu perdão-ele diz,no final uma lágrimas escorre de seus olhos.

-voce já tem o meu perdão Kookie-digo limpando a lagrima-nao precisa chorar.

-obrigado Jimin...eu te amo-diz se redendo ao sono.

-eu também te amo..kookie-sinto meus olhos pesando cada vez mais e vou me redendo ao cansaço e finalmente firmando pensando,que agora finalmente vou ter meu final feliz.



Notas Finais


Bjs ❤❤❤❤🌈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...