História Wrong Desire - Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook)
Tags Bangtan Boys (BTS), Dirty Talk, Hentai, Hot, Jeon Jungkook, Kim Jennie, Kim Namjoon, Traição, Você
Visualizações 227
Palavras 2.881
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ecchi, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorei, sorry :(

Provavelmente vou continuar demorando, mas prometo dar meu máximo com a fic


Boa leitura 💜

Capítulo 8 - Capitulo 8


S/N Young Sun  

Faltava somente mais alguns dias para irmos embora. E infelizmente, o clima entre nós estava pesado. Jungkook terminou com Jennie há uns 4 dias, e nenhum deles parecia estar se divertindo. 

Por algum motivo, eu me sinto culpada. Não sei dizer se Jungkook terminou por minha causa, talvez eu esteja me achando muito, mas... Não consigo pensar positivamente quanto à isso. E se Jennie descobrir sobre a traição? Não consigo nem imaginar a merda que seria. 

Ultimamente, tenho ignorado Jungkook ao máximo. E o motivo, é justamente esse medo. Eu nunca fui dessa forma, eu sempre fui uma garota confiante e que sempre conseguia o que queria. 

Mas... Agora que tudo isso aconteceu, sinto que estou tão ferrada. E não consigo mais levar essa traição à sério, tampouco consigo olhar para Jungkook. 

O problema, é que isso esta me fazendo mal. A viagem que deveria ser divertida e aproveitada por mim, não está mais dessa forma. Eu me sinto distante de todos e principalmente de Jennie e Kookie. Por mais que meu desejo pelo moreno continue firme e forte, eu me sinto errada em fazer isso. 

Estou dividida. Não sei o que fazer. 

Rolei pela cama em que estava deitada, abafando um grito no travesseiro. Doyeon e Jihyo - que estavam no quarto comigo - olharam para mim com expressões confusas, mas eu apenas ignorei e continuei minhas lamúrias. 

- Ei, princesas! - De repente, Hoseok adentrou no nosso quarto, animado - 'Bora pra balada! 

- Nem pensar. - Doyeon protestou, deitando de costas para ele. 

- Ah, qual é! Eu e os rapazes já 'tamo nos arrumando. - Continuou insistindo. 

- Bom pra vocês. - Respondi, sem interesse. 

- Gente, pelo amor. 'Ces querem mesmo ficar nesse clima merda? Faz dias que não nos divertimos e logo iremos embora daqui. 'Vamo curtir, porra! - Jihyo levantou-se da cama, empurrando Doyeon para ela se levantar.

Enquanto isso, eu me sentei na cama e passei a refletir sobre. Mesmo não estando totalmente animada para isso, eu sabia que Jihyo estava certa. Não quero que esses acontecimento ruins afetem nosso grupo e muito menos, quero continuar chateada desse jeito. Preciso tentar me animar, nem que seja um pouco, principalmente para não levantar nenhuma suspeita. 

É, acredito que não tenho muita escolha. 

- Pois bem! Só 'vamo. - Me pronunciei novamente, levantando da cama.

- Serio?! - Hoseok sorriu para mim, cheio de expectativas. 

- Serio, mas 'vamo logo, antes que eu mude de ideia. - Revirei os olhos, rindo. 

Hobi bateu palmas, ainda animado, agradecendo por termos concordo em sair, e por fim, nos deixou sozinhas novamente. Doyeon acabou concordando com essa ideia também, mesmo sem muita vontade de fazer alguma coisa. Mas, ela logo estava se arrumando para curtir uma baladinha divertida com todos. 

Enquanto nos trocavamos, Jennie entrou no nosso quarto do nada, fechando a porta em seguida. Ela olhou para nós com uma expressão desagradável e cruzou os braços, sentando em uma das camas em seguida. 

- Vocês 'tão se arrumando pra que? - Ela perguntou, olhando para cada uma de nós. 

- Hoseok inventou de querer ir numa balada agora de noite. - Respondi, vestindo minha cropped favorita. 

- O que? Ah não, nem pensar. - Jennie revirou os olhos. 

- Ai, deixa de ser chata, Jennie! - Jihyo se aproximou da amiga - Você não se diverte a dias e seu namoro acabou, você precisa sair e se distrair um pouco. Uma balada pode muito bem te ajudar e quem sabe, você não arranja um novo amor por lá? 

- Não! - A Kim elevou um pouco sua voz, parecendo mais triste do que irritada - Eu não quero sair, não quero ir no meio de uma algazarra e não quero um novo amor. Podem ir sem mim.

- O que? - Olhei indignada para Jennie.

- É serio, eu não quero ir. Não me sinto bem pra isso e não quero me estressar. Vão sem mim, eu só preciso descansar e ficar um tempo sozinha. 

Olhei decepcionada para Jennie. Não sabia o que fazer para ela, embora eu sentisse que deveria consola-la e dizer que tudo vai ficar bem. Mas, acabei não fazendo nada. Apenas concordei com a cabeça e voltei a me arrumar. 

Enquanto terminava de me vestir, minha mente dizia mil vezes que eu estava errada em ter aceitado essa ideia e que eu iria me dar muito mal essa noite. Mas, agora eu sei que não posso fazer muito, eu seria covarde em mudar de ideia e não quero pagar disso. Apesar de tudo, alguma coisa me dizia que tudo iria dar errado. 

Tsc... Não posso pensar nisso. 

Balancei a cabeça negativamente e voltei a me arrumar. Estava vestida com uma cropped preta estampada, junto com um short preto e uma meia arrastão, igualmente preta. Nos pés, decidi vestir um all star vermelho e deixei meus cabelos soltos mesmo. Não passei maquiagem, não precisava disso e também não estava com muito saco para fazer algo bonito. 

Assim que terminei, me olhei no espelho e visualizei meu visual. Sorri mínimo com a visão, estava me sentindo atraente e era meu estilo. Acho que Jungkook irá gostar. 

Espera. 

Ah, não. 

Não quero pensar nisso. Não posso pensar nisso. 

Soltei um longo suspiro e arrumei meus cabelos, ainda em frente ao espelho. Vi Doyeon se aproximando e olhando para mim, de cima à baixo. Ela sorriu e me abraçou por trás, num gesto carinhoso. 

- Você 'ta linda! Vai chamar muita atenção. - Disse minha amiga, apoiando o queixo em meu ombro. 

- Você também, poxa. Hoseok irá amar essa sua sainha. - Brinquei com ela e a abracei de volta, vendo Doyeon revirar os olhos e corar com meu comentário. 

Rimos juntas e a mais nova me soltou, voltando a de arrumar. Logo, todas estavam prontas. Jihyo terminou de vestir seus sapatos e com isso, saímos do quarto, sem falar com Jennie, pois a mesma havia dormido nesse meio tempo - ou apenas estava fingindo. Tentei não dar muita importância para ela e segui rumo para fora do quarto, me sentindo estupidamente nervosa por um único motivo, que eu sabia muito bem qual era. 

Esse motivo tinha nome e sobrenome: Jeon Jungkook. 

Eu sabia que não poderia fugir dele para sempre e sabia que Kookie iria aproveitar essa chance para falar comigo. Não sei como vou reagir nessa hora, mas sei que não vou conseguir falar muito. Provavelmente, meu desejo por ele irá falar mais alto, mas... 

Por alguma razão, acredito que não sinto somente desejo por Jungkook. Nesse meio tempo em que nos agarramos às escondidas, eu juro que comecei a sentir algo à mais pelo rapaz. Eu apenas tentei ignorar isso, porque não quero gostar dele realmente. 

Céus, me sinto confusa. 

Voltei somente a realidade quando notei que Jihyo me empurrava animadamente para fora de casa, para entrarmos de uma vez no jipe. Doyeon acompanhava a animação da amiga - ironicamente, ela estava desanimada minutos atrás -, assim como os rapazes. Olhei em volta e como um acaso do destino, meus olhos se encontraram com o de Jungkook. 

Jeon vestia uma camisa preta, totalmente sem estampa, junto com seu colar de prata favorito. Nas pernas, calças pretas de couro - que marcavam muito bem suas belas coxas - e seus coturnos de sempre. 

Merda, por que esse desgraçado é tão lindo? Por que tudo o que ele veste fica bonito nele? 

Engoli em seco, visualizando o rapaz de cima à baixo, confirmando o que já era óbvio para mim: Jungkook é gostoso demais, em qualquer ocasião. 

Desviei rapidamente minha atenção, assim que vi Jungkook olhar para mim da mesma forma que fiz com ele, só que o mesmo soltou um pequeno sorriso de canto, sem nem disfarçar, o que me desmontou por inteira. Suspirei fundo, me sentindo atacada e logo entrei no carro, tentando ignorar essas sensações por agora. 

O caminho ate a balada foi animado, por mais incrível que pareça. Música alta ecoava pelas caixas de som do jipe e todos cantavam de forma agitada e engraçada, o que deixou o clima divertido e empolgante para todos. Aos poucos, eu estava conseguindo me animar, mesmo com todos os problemas ainda presos na minha mente. 

A balada era na cidade ao lado, curiosamente próxima ao boliche que fomos nos primeiros dias. Assim que estacionamos o jipe no estacionamento do local, demos sorte que a fila não estava tão cheia. Em uns 15 minutos, conseguimos entrar no local, que estava abafado, cheirado a bebida alcoólica, com varias pessoas dançando e uma música alta para caralho. 

- Ah, eu 'to no meu habitat natural! - Gritou Hoseok, animado. 

- "Bora dançar, Hobi? - Perguntou Doyeon, se aproximando do mais velho, que a encarou surpresa. 

- Só 'vamo, gatinha! 

Dito isso, Hobi pegou a mão de sua garota gentilmente, correndo os dois para a pista de dança. Sorri ao ver aquela cena, eles pareciam animados e finalmente estavam se dando bem. Taehyung e Jihyo foram para o bar da balada e Namjoon ficou ao lado, dançando de forma simples e me animando aos poucos, segurando em minhas mãos e me guiando para o meio das pessoas. 

Eu sabia que ele fazia isso apenas para me ver feliz, Namjoon provavelmente havia notado como eu estava e se mostrava preocupado comigo. Eu não queria que ele ficasse dessa forma e se visse na obrigação de me ajudar, prometemos que íamos ficar bem, mas eu não estou cumprindo minha promessa. 

Eu e realmente estou péssima esses dias. 

- Hey, não faça essa cara! - Namjoon soltou minhas mãos e segurou gentilmente meu rosto - Quero ver você sorrindo. Você fica melhor sorrindo. 

- Ah, Nam... - Sorri mínimo, segurando suas mãos - Obrigada por me fazer sorrir. 

- Eu só quero te ver bem. Você não parece tão feliz esses dias e eu fiquei preocupado. 

- Eu 'to com algumas coisas na cabeça, mas eu fico feliz que você ainda esteja aqui. Obrigada de verdade. 

- Sempre vou estar aqui. 

Sorri um pouco mais abertamente dessa vez, logo começando a dançar com Namjoon, no ritmo da música. Balancei meu corpo sem intenção, dançando ao lado do Kim, me divertindo com o mais velho e tentando tirar da mente esses problemas tão ruins que vem me atormentando. 

Enquanto me divertia dançando e rindo, de repente, meus olhos foram de encontro com Jungkook, que dançava de maneira ousada, sempre no ritmo da musica e olhava diretamente para mim enquanto fazia seus movimentos. 

Engoli em seco mais uma vez e olhei Jeon de cima à baixo, me sentindo intimidada com a ousadia de Jungkook, mas procurei não mostrar muita reação. Parece que o destino gosta mesmo de brincar com o pouco de sanidade que ainda me resta. Porém, não posso prestar atenção nisso agora, Namjoon esta do meu lado e não quero levantar suspeitas. 

Mas, acabei falhando em meu objetivo. Jungkook provavelmente notou meu nervosismo e se aproveitou disso. Ele mexeu seu quadril de uma forma absurdamente sexy e sarrou, olhando diretamente para os meus olhos, mordendo os lábios e depois deslizando uma de suas mãos pelo corpo, para finalmente, jogar seus longos cabelos para trás. 

Caralho, garoto. 

Isso é golpe baixo. Muito baixo. 

Que saco, por que Jeon Jungkook é tão fodidamente sexy? Eu não mereço isso. 

Provavelmente eu estava babando e ate parei de dançar, para poder apreciar melhor a bela obra de arte que é Jungkook. Não sei se Namjoon percebeu minha secada no Jeon, mas quando me virei, Nam já não estava mais perto de mim. Provavelmente, foi pego pela multidão? Não sei. 

Mas, agora estou sozinha. O que devo fazer agora? Uma questão nem sei responder. 

Ao olhar para o lado novamente, não encontrei Jungkook. Soltei um longo suspiro e me perguntei mentalmente onde ele estaria, até que senti meu celular vibrando. Tirei ele do bolso e notei que recebi uma mensagem. Era Jungkook. 

 

 

Kookie 

Me encontra no andar de cima da balada, perto dos quartos. 

 

Ah, céus. Esse moleque realmente não tem pena de mim. 

Eu sei que não devia ter ido atrás dele, eu sei que devia ter ficado na pista de dança, eu sei que não deveria ter feito absolutamente nada após essa mensagem, eu deveria apenas ter ignorado... Mas não o fiz. Me deixei levar pelo impulso e subi até o mezanino da balada, perto dos quartos, igual Jungkook havia pedido. 

Meu coração disparava mais e mais a cada degrau que eu subia na escadaria, me sentindo ansiosa e talvez um pouco tonta. Ao finalmente chegar naquele corredor cheio de portas, vaguei meu olhos rapidamente pelo local, vendo casais se agarrando sem pudor algum, ouvia alguns gemidos vindos dos quartos - mesmo com a música alta - e finalmente, consegui encontrar Kookie. 

La estava ele, encostado na porta de um dos últimos quartos, de braços cruzados, encarando o chão. Soltei um suspiro ao vê-lo dessa forma, tão ousado, mas tão quieto ao mesmo tempo. Não sabia que eu conseguiria me aproximar dele sem desmaiar de nervoso no meio do caminho, mas Jungkook logo olhou para mim, sorrindo de canto ao ver-me aproximando de si. 

Merda. Não posso fugir agora. 

Ainda sorrindo de forma sacana, Jeon chamou-me para mais perto, com seu indicador. Uma enorme adrenalina passou pelo meu corpo e meus pelos se arrepiaram por completo. Não imaginava que Jungkook teria todo esse poder em mim, mesmo não fazendo muito. 

- Olha só, quem resolveu finalmente olhar na minha cara. - Disse Jungkook, assim que fiquei em sua frente. Ele segurou uma mecha de meu cabelo e a alisou, gentilmente. 

- O que 'ce quer, Jungkook? - Perguntei de uma vez, cruzando os braços não querendo enrolar muito. 

- Quero duas coisas. A primeira, é conversar contigo sobre o que 'ta rolando entre nós dois. E a segunda... - Sem muito esforço, ele segurou minha cintura, invertendo as posições e me deixando prensada na parede, de costas para a mesma - É te fazer gemer a noite toda. 

Seu rosto estava próximo ao meu e nossos corpos relativamente colados. Jungkook continuou agarrado à minha cintura e nesse instante, eu não sabia como reagir. Se eu estivesse de boa e sem muitos problemas ao meu redor, eu com certeza teria agarrado o mais velho agora mesmo. Mas agora, é diferente. Por mais que eu esteja louca para beija-lo e findar de vez esse pequeno espaço maldito entre eu e ele, meu corpo gritava que eu estava em perigo. 

- O que você quer conversar, Kookie? - Perguntei, tentando não mostrar meu nervosismo. 

- Não se faça de idiota, você sabe muito bem do que 'to falando. - Uma de suas mãos saiu de minha cintura, indo de encontro à parede. Eu estava mais presa ainda, agora. 

- Não quero falar sobre... Por favor. - Desviei meu olhar, me sentindo fraca. 

- Mas precisamos. Porra, eu gosto tanto de você... Por que 'ta me ignorando? - Jungkook segurou meu queixo, obrigando-me a olhar de volta para ele - É pra me provocar? Pra me irritar? 

- Não! Mas que saco, será que você não percebe a merda que ta acontecendo?

Tentei me soltar, mas Jungkook se aproximou mais ainda, me deixando prensada de verdade contra seu corpo e a parede. 

Não consigo escapar agora. 

- Caralho! Eu já terminei com Jennie, você tem certeza que quer mesmo acabar com tudo o que temos? 

Respirei fundo, procurando não surtar ou me irritar nesse momento. Eu não quero acabar com essa relação que tenho com Jungkook, meu corpo, meu coração e meus sentimentos pedem por mais e mais. Meus sentimentos por ele estão mais fortes, isso é fato, mas ao mesmo tempo, não quero mais causar problemas desnecessário no nosso grupo. 

Merda... Eu desejo muito Jungkook, ele me deseja da mesma forma, mas... E depois? Iremos continuar com nosso segredo ate quando? 

O que fazer? O que fazer? Me sinto sem saída. 

- S/N, você sabe muito bem que o que sentimos não vai sumir tão rapidamente. - Jungkook roçou nossos lábios de uma forma gentil, fazendo-me suspirar pesadamente e fechar os olhos, sentindo nossas bocas semi unidas. 

- É apenas desejo... - Minha voz saiu baixa, mostrando como eu estava sem reação com Jungkook tão perto de mim - Apenas temos que aprender a controla-los. 

Eu estou enganando à mim mesma dizendo isso. Sou muito idiota. 

- Não é só desejo. E você sabe disso. E se for desejo, apenas uma noite não será o suficiente. 

Jungkook levantou seu joelho de repente, colocando o mesmo entre minhas pernas. Soltei uma pequena lufada de ar, ele estava me provocando e eu sabia disso, e também estava conseguindo com sucesso. 

Eu me sentia excitada desde que Jungkook me prensou contra a parede, ele provavelmente havia notado isso. Queria não ser tão transparente com minha sensações... Mas, agora, será difícil resistir. Principalmente com o fato de Jungkook estar esfregando lentamente seu joelho contra minha intimidade. 

- Pare de me provocar... - Pedi, ainda com a voz baixa.

- Você quer tanto quanto eu... - Jungkook aproximou-se de meu ouvido, lambendo a região - Vou mostrar pra você que o que sentimos não é apenas desejo. Eu gosto de você, S/N. 

 

Infelizmente eu também gosto de você, Jungkook. 


Notas Finais


Próximo cap tem hot hein rs

Quero logo acabar com essa fic, então digo que logo ela estará no fim u.u

Continuo? Comentem o que acharam, por favor!

Obg desde já! Bai bai 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...