1. Spirit Fanfics >
  2. Wrong Destination >
  3. Piscininha amor

História Wrong Destination - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Favoritem babys 💕

Capítulo 3 - Piscininha amor


Fanfic / Fanfiction Wrong Destination - Capítulo 3 - Piscininha amor

48 dias atrás

- P. O. V.  Victória Campbell -

- TORY TEM UNS AMIGOS SEUS AQUI EM BAIXO - ouço os gritos da minha mãe e me forço a levantar da cama.

Ontem a noite fui ao cinema com o Jason, um carinha que eu estava  ficando, acabei voltando muito tarde e agora me encontro morrendo de sono.

- UM SEGUNDO - solto um berro de volta enquanto caminho vagarosamente até o banheiro.

Olho no espelho e chego a me assustar com meu reflexo, estou definitivamente destruída, logo faço minha higiene matinal e caminho em direção ao meu closet para trocar o pijama para uma roupa descente.

Já descendo as escadas posso ver Talissa, Kefla e Jeremy gargalhando no sofá.

- Que baixaria é essa na minha casa- reviro os olhos, fazendo os mesmos notarem minha presença

- VADIAAA - Jeremy pula em mim, me abraçando

- O que vocês querem na minha casa tão cedo?

- meu anjo, a noite de ontem deve ter sido ótima né! Porque já são quase 13:00 - comenta Kefla rindo alto - mas enfim a gente veio te chamar pra passar a tarde no clube, iae topa?

- Opaaaaa - saio em direção a bancada da cozinha onde pego uma maçã, logo volto me jogando no sofá no meio das meninas

Logo Jeremy pula em cima de nós três e começamos a rir incansavelmente

- Vou mandar uma mensagem pro Jus, perguntando se ele vai - me levanto, indo em direção ao meu quarto onde deixei o celular

O encontro em meio aos lençóis bagunçados, aproveito para o arrumar logo minha cama.

- Pensei que fosse chamar o gato do Momoa - ouço Jeremy gritar se referindo ao Jason, ignoro o mesmo e mando uma mensagem pro Justin

"Clube hoje, topa?"

Não espero sua resposta, solto o celular na cama e vou arrumar minha bolsinha para levar as coisas necessárias dentro dela e trocar de roupa, escolho um biquíni que eu adoro.

Boto o celular junto com as outras coisas e desço encontrando os vagabundos ainda jogados no meu sofá.

- Vamos comigo na casa do Justin?

Vejo Talissa revirando os olhos e então os três se levantam para me acompanhar, passamos pela porta da minha casa e atravessamos o jardim até a casa ao lado.

Toco a campanhia por pura educação, já que ali é minha segunda casa, meus amigos ficam na sombra de uma árvore enquanto espero ser atendida.

Após cerca de 3 minutos Justin abre a porta, vestindo nada além de uma calça de moletom, a cara inchada entregava que tinha acabado de acordar.

- Vamos pro Clube desgraça - rio da sua expressão de desentendimento e o abraço deixando um beijo em sua bochecha

- Entrem e esperem só um minutinho - ele diz com a voz rouca e eu e meus amigos invadimos sua casa e pulamos no seu sofá.

Após ele subir, não demora muito para que nos vejamos uma garota alta de cabelos ruivos e óculos de grau descendo as escadas, posso jurar que conheço essa menina.

Ela passa por nós parecendo envergonhada e acena com a mão e então como se em um deja vú lembro de onde a conheço, era a garota que vendeu os ingressos na noite passada pra mim e Jason.

-- ( Quebra de tempo ) --

- Justin, passa o protetor na minhas costas? - pergunto ao meu melhor amigo fazendo cara de cachorro pidão

- claro - assente pego o protetor das minhas mãos e despejando o protetor em mim

- Você não vai entrar na piscina? - me pergunta enquanto faz um leve massagem em meus ombros

- não pretendo, vou ficar quietinha aqui na minha - falo e fecho os olhos aproveitando a sensação de suas mãos em mim

Logo noto uma das mãos de Justin descendo mais que o esperado e tocando minhas pernas enquanto a outra está na minha cintura, antes que eu pudesse protestar sinto ele me levantando da cadeira.

- ME SOLTAAAAAA- me debato em seus braços na falha tentativa de tentar me soltar, vendo que será em vão, prendo minhas pernas na cintura dele e apoio os braços em seu pescoço o obrigando a entrar comigo na piscina.

- Seu idiota - falo rindo e engasgando um pouco com a água, ainda com os braços e pernas ao redor dele.

Ele ri junto comigo mas logo me desconcentro do mundo ao redor, focando unicamente em sua boca próxima a minha, penso que ele nota pois começa a observar meus lábios também.

Quando percebo que estamos próximos de mais me solto de seu corpo, jogando água em seu rosto enquanto gargalho, quebrando qualquer clima tenso que pudesse existir.

- Você é o ser mais detestável do mundo


Notas Finais


Comentem o que estão gostando pf


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...