História WTF Reality - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Chefes, Hentai, Originais, Realidades Opostas, Romance, Sexo
Visualizações 7
Palavras 862
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


esse deu um puta trabalho!Aproveitem bbs!

Capítulo 8 - Coragem.


Fanfic / Fanfiction WTF Reality - Capítulo 8 - Coragem.

HENRY POV.

Acordei cedo, embora tivesse dormido bem tarde...Joyce ainda estava deitada em cima do meu braço.

Levantei sua cabeça cuidadosamente,para n acorda-la e repousei-a de nv no travesseiro.Levantei da cama tentando fazer o minimo de barulho possivel. Tomei banho troquei de roupa, escrevi um bilhetinho pra Joyce.

Eu odiava ter q perder ve-la acordar.Era tao espontaneo, ela acordava de pessimo humor e eu adorava implicar com ela!

Mas n tinha jeito.Eu precisava trabalhar.Entao fui para o meu escritorio deixando o bilhete em cima do meu travesseiro.

Depois de algum tempo organizando meus papei, quem aparece no meu escritorio??

Sim ela mesma!Joyce Nicholson!

Ela estava linda como sempre.....O rosto vermelho, os olhos sonolentos,a voz cansada....Ela havia acabado de acordar.

Bom,sendo bem sussinto com as palavras,nós brincamos um pouquinho e depois Joyce saiu do meu escritorio.Vi q por um segundo ela hesitou em sair e olhou para tras.Mas logo continuou andando.

Fiquei um bom tempo li dentro terminando de tratar de algumas coisas da empresa e depois abri a primeira gaveta da direita e peguei o diario.

Abri-o e comecei a ler novamente.Queria char alguma coisa....Algum sinal algoq me fisesse entender alguma coisa.....mas eu n estava achando nd.....Parecia um diario comum de um menino comum....haviam muitas contas....muitos desenhhos,muitas palavras, mas n havia nd q me fosse util naquele momento.

Entao resolvi parar um instante e ir passar um tempo com a Joyce.afinal ela stava la em casa e eu queria curtir um pouco.

Fui ate meu quarto e Joyce estava encolhida na cama com a cara enfiada no travesseiro.

Ela n me escutou entrar entao deitei devagar ao seu lado abraçando-a por tras.

-Me deixa ,Henry!-ela disse com a voz abafada no travesseiro.

-N deixo n!-respondi.

-É serio!-ela soluçou.

E ai percebi q ela estava chorando.

-Ei, n chora vai!Odeio te ver chorando!Oq ta acontecendo??-Perguntei preocupado.

-Nd.TPM.-Ela disse só levantando o rosto do traveseiro.

Era obvio q era mentira,Joyce era muito cabeça dura qd o assunto era sentimento, mas eu preferi acreditar.

-Vc n vai virar nem pra me dar um bjinho??-Reclamei cuidadosamente.

Ela se virou, olhou pra mim e começou a chorar de nv.

-Ta,ta!Ja entendi!Só para de chorar pfv!Sen eu vou começara chorar tb!-Disse.E era bem vdd.-Vc quer alguma coisa??

-Boom....-ela enchugou os olos sentado na cama.-vc podia arrumar chocolate,chantilly e uns morangos pramim?!-ela sorriu ainda soluçando um pouco.

-ok,eu vou ver oq posso fazer!Mas n vou sair daqui.Vou pedir tudo pelo IFood.-Disse pegando o meu celular.

Fiz os pedidos.

-mas é serio!tem ctz q é so isso??Sb q pode me pedir qq coisa.

ela deitou-se novamente e eu voltei a abraça-la.

-n é nd,serio!

-se vc esta dizendo.

O  silencio se fez.

Nossos corpos estavam colados, o cheiro do cabelo loiro de Joyce invadia meu nariz.

Aquela era a primeira vez q eu tinha presenciado a TPM de Joyce...Sempre estavamos longe um do outro qd isso acontecia.....

Parece bobo,mas eu fiquei me perguntando quantas noites ela passou chorando sozinha, mesmo q por causa dos hormonios, quantas vezes ela n teve a quem pedir um chocolate se quer...Estar ali mesmo naquele momento simples,me fazia sentir importante...Me sentia estar fazendo parte da vida dela....

Abracei-a mais forte para q ficassemos ainda mais proximos.

Mas mesmo assim eu me sentia distante.Longe dos sentidos e longe dos sentimentos dela...Me sentia incapaz de toca-la.N fisicamente,mas emocionalmente, um longo tempo havia se passado e eu ainda me sentia daquele jeito.

Creio q sobre a Joyce,eu sempre me sentia distante.

Eu queria de vdd entender o pq.

Mas o mais importante sobreisso,é q naquele momento eu percebi q eu me sentia do mesmo jeito sore meu irmao.

Mesmo q eu estivesse proximo dele...Eu  n estava conectado com os sentimentos dele....E talvez por isso nossa relaão estivesse tao distante.

E naquele instante eu senti q devia fazer algo.

Levantei bruscamente da cama, fazendo Joyce tomar um susto.

-Meu Deus ,oq q ta acntecendo??-ela disse se virando.

N respondi,me estiquei por cima dela é peguei  o telefone.

Disquei rapidamente o numero de Henrique.e começou a chamar.

-Henry oq tá...

-Shhhhh-N deixei-a terminar.

Sei q foi mas meu corpo estava transbordando adrenalida.

-Alo.-Henrique atendeu meio sonolento.

-Henrique...Sou eu.-Disse aliviado por ele atender.

-Ah.....Oi,Henry.-Ele parecia desanimado.

-Irmao.....-As lagrimas começaram a querer escorrer.-Irmao , eu queria te pedir desculpas....

-Pelo oq??-ele perguntou confuso.

-por ter...por ter falado com vc daquele jeito ontem.Eu te amo irmao!E eu vou fazer o possivel pra te ajudar ok??!!

pude ouvir um suspiro de surpresa vindo do outro lado da inha

-é-eeeerrr.....Obrigado Henry!N esperava de vd!-A voz dele saiu tremida.

Meu irmao podia fazer muita besteira mas, no fundo ele era um frouxo com emoçoes......Q nem eu.

-Bom,eu....eu tenho q resolver umas coisas agr mais....Se quiser vir almoçar aqui em casa hj vc ta convidado!-eu disse.

-ok valeu mano.Ate

Desligamos juntos.

Eu estava pasmo cmg mesmo.

Fiquei sentado na cama....Olhando pro nada.O telefone ate caiu da minha mao.

As lagrimas começaram a caire logo senti Joyce me abraçando pelas costas.

-Estou orgulhosa!-Ela disse me apertando ainda mais

Logo depoissenti uma gota de agua cair nas minhas costas....ela estava chorando por mim...

O carinho com qual Joyce me tratava...Me cobria, me sufocava,e só me fazia querer retribuir.

 

 

 

 

 

 

 

Continua.....


Notas Finais


Gente perdao pelos erros!
Amo vcs!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...