História WWE Miraculous Chespirito - Capítulo 31


Escrita por:

Postado
Categorias Chapolin Colorado, Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug), Ronda Rousey, WWE
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, André Bourgeois, Big Show, Bray Wyatt, Brock Lesnar, Chloé Bourgeois, Fergal Devitt "Finn Bálor", Gabriel Agreste, Hawk Moth, John Cena, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mercedes Kaestner-Varnado "Sasha Banks", Mestre Fu, Nathalie Sancoeur, Nino, Nooroo, Pamela "Bayley" Martinez, Personagens Originais, Plagg, Roman Reigns, Ronda Rousey, Sabine Cheng, Seth Rollins, Stephanie McMahon, The Undertaker, Tikki, Tom Dupain, Triple H (Hunter Hearst Helmsley), Vince McMahon, Wayzz
Visualizações 35
Palavras 918
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 31 - A volta da Wrestlemania a Paris


Fanfic / Fanfiction WWE Miraculous Chespirito - Capítulo 31 - A volta da Wrestlemania a Paris

Sabendo quem é Hawk Moth, Hulk Hogan sente que terá que procurar seu velho amigo, o Mestre Fu, e contar-lhe tudo.  Instantes depois, o veterano dos ringues está na casa do guardião dos Miraculous.

 

HULK:  Velho amigo, você não vai acreditar...

FU:  O que houve, Hogan?

HULK:  Eu...  eu DESCOBRI quem é Hawk Moth!

FU:  COMO???  Isso é sério?  Isso é muito bom, nos ajudará a vencê-lo.

HULK:  Mas você não vai acreditar, se eu lhe disser quem ele é.  Ele é...

 

Quando ele diz o nome do alter-ego de Hawk Moth...

 

FU:  NÃO!!!!  Se realmente for ele, a coisa será ainda mais difícil do que pensei.

HULK:  E ele, nesse momento, está de negócios com um bandido conhecido como Tripa Seca.

FU:  Tripa Seca...  o mais perigoso bandido da América Latina, envolvido com o narcotráfico e com as máfias siciliana e árabe?  Agora sim, todo cuidado é muito pouco.  Se Hawk Moth aliou-se a esse bandido, quem sabe que desgraças poderão nos recair?

 

Mestre Fu parecia conhecer muito bem o inimigo do Polegar Vermelho.  Será que os bandidos terão sucesso em seu próximo golpe?

 

Eis que finalmente chega o grande dia da Wrestlemania!  Os últimos preparativos para o grande evento estavam em andamento.  Todos os ingressos para o evento já foram vendidos, não sobrando nenhum, nem para os cambistas lucrarem de forma ilícita.  Faltavam poucas horas  para os grandes astros subirem ao ringue.  Será que os bandidos pretendem tocar o terror durante o evento, e estragar tudo?  Desde cedo, algumas pessoas, mais fanáticas, faziam fila para garantir seu lugar no ginásio.  Os que compraram ingresso para camarotes pretendem chegar quando estiver quase na hora de começar, já que ficarão longe do tumulto da platéia. 

 

Naquele momento, Marco Benito, após uma pequena sumida, estava novamente na casa do Mestre Fu, junto com Hulk Hogan e o Polegar Vermelho.

 

FU:  Que bom que estão aqui, amigos.  Nosso amigo Hogan fez uma minuciosa investigação, há dois dias atrás, e descobriu coisas muito interessantes para nós.

MARCO:  O que você descobriu de tão importante, Hogan?  Alguma pista sobre esses bandidos?

HULK:  Muito mais que isso.  Descobri a identidade de Hawk Moth.

CHAPOLIN:  É sério?  E quem é ele?

HULK:  Ele é...

 

Todos se espantam ao ouvir seu nome.

 

CHAPOLIN:  NÃO!  Não pode ser esse homem...  eu o conheço bem.

MARCO:  Meu Deus...  se ele realmente é Hawk Moth, então todo cuidado é pouco, pois ele é cercado de pessoas bem influentes.

HULK:  Exatamente!  Por isso vamos precisar do Polegar e também do seu novo amigo, o da capa preta...  onde ele estará, afinal?

CHAPOLIN:  Disse que tinha coisas mais importantes a fazer, mas em breve aparecerá.

FU:  Espero que não demore, pois ele, até agora, se mostrou muito eficiente no combate a esses facínoras.

MARCO:  É verdade.  Bem, se me permitem, preciso ir, mas logo estarei de volta. 

 

E se retira.

 

HULK:  Ele está meio estranho, desde que recuperou a memória...

FU:  Não se preocupe, velho amigo, acho que sei o que ele pretende.

 

O que será que o Mestre Fu deve saber a respeito de Marco?

 

Nesse momento, algumas coisas se passavam na residência da Família Dupain-Cheng.  Marinette – ex-Ladybug – se arrumava para sair.  Será que ela pretende ir à Wrestlemania?

 

MARINETTE:  Não posso demorar, ou chego atrasada à Wrestlemania.  Quero muito assistir esse evento, esperei tanto por isso...  ver Undertaker, meu ídolo, em ação, e também minha diva preferida, a incrível Ronda Rousey, vai ser magnífico!

 

E desce as escadas até a padaria de seus pais. 

 

SABINE:  Uau, filha, você está bem linda!

MARINETTE:  Obrigada, mãe, hoje a noite promete na Wrestlemania.

SABINE:  Não sei por que você gosta disso, é muita violência, pessoas se machucam por nada...

MARINETTE:  Lá é diferente do UFC e outros torneios violentos, é algo mais coreografado, menos violento.

SABINE:  Mesmo assim, já vi uma dessas lutas, os homens são trogloditas demais, batem uns nos outros com cadeira, mesa, martelo...  isso é perigoso!

MARINETTE:  Para eles, que estão lutando, mas não para mim, que estarei à distância, só assistindo.

TOM:  Bem, filha, se você gosta...  mas vê se não se mete em confusão, nem chegue muito tarde também. 

MARINETTE:  Pode deixar, pai, eu chamo um Uber na saída.

 

Após se despedir dos pais, nossa sempre heroína segue para o evento, sem fazer idéia que terá uma surpresa muito desagradável.  Enquanto isso, noutro lugar, mais precisamente na Mansão Agreste, Adrien – ex-Cat Noir – também se ajeitava para ir à Wrestlemania.  Eis que chega sua mãe.

 

EMILIE:  Filho, você está aí...?

ADRIEN:  Sim, mamãe, pode entrar.

EMILIE:  Filho, para onde pretende ir?  Não sabe que a cidade ultimamente está sob ataque de criminosos?

ADRIEN:  Isso é mais nos bairros periféricos, e aqui onde moramos não é periferia.

EMILIE:  Ainda assim, fico preocupada, filho...

ADRIEN:  Mãe, eu vou com o Gorila, ele me deixa lá, e quando acabar, o aviso pelo celular para me buscar no ginásio, assim volto com segurança.

 

Diante daquilo, Emilie sente mais firmeza no filho, mas, infelizmente, há algo funesto guardado para ele, que nem mesmo eles sabem.

 

ADRIEN:  Bem, vou chamar o Gorila para me levar.  E o pai, onde está?

EMILIE:  Não sei, ele saiu, mas não voltou ainda.

ADRIEN:  Uma pena, queria falar com ele antes de sair...  Bem, vou indo.

 

Se despede de sua mãe e entra no carro, dirigido por seu segurança.  Emilie, por sua vez, estava bem nervosa.

 

EMILIE:  Santo Deus...  proteja meu filho, não o deixe cair nas mãos de nenhum bandido.

 

Coração de mãe não se engana!  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...