História WWE Miraculous Chespirito - Capítulo 34


Escrita por:

Postado
Categorias Chapolin Colorado, Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug), Ronda Rousey, WWE
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, André Bourgeois, Big Show, Bray Wyatt, Brock Lesnar, Chloé Bourgeois, Fergal Devitt "Finn Bálor", Gabriel Agreste, Hawk Moth, John Cena, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mercedes Kaestner-Varnado "Sasha Banks", Mestre Fu, Nathalie Sancoeur, Nino, Nooroo, Pamela "Bayley" Martinez, Personagens Originais, Plagg, Roman Reigns, Ronda Rousey, Sabine Cheng, Seth Rollins, Stephanie McMahon, The Undertaker, Tikki, Tom Dupain, Triple H (Hunter Hearst Helmsley), Vince McMahon, Wayzz
Visualizações 26
Palavras 986
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 34 - Golpe na TV


Fanfic / Fanfiction WWE Miraculous Chespirito - Capítulo 34 - Golpe na TV

No Ginásio René Rousseau, algumas coisas aconteciam.  A noite ia começar com um duelo feminino entre a brasileira Taynara Conti contra a australiana Toni Storm. 

 

APRESENTADOR:  Vamos começar com um duelo feminino, entre Taynara Conti, do Brasil, e Toni Storm, da Austrália. 

 

A platéia as aplaude.  Ambas estavam no ringue, prontas para o primeiro daquela série de duelos.

 

TONI:  Muito bem, minha cara da América Latina, espero que dê tudo de si.

TAYNARA:  Também espero o mesmo de você, minha colega australiana.

 

As duas já estão posicionadas no centro do ringue, com o árbitro pronto para dar a ordem de lutar.  E eis que soa o gongo!  Começa o primeiro confronto da noite.  Quem vai ganhar?  Tay e Toni se agarram uma a outra, com Toni, a princípio, levando a melhor, aplica vários golpes em Taynara, que vai ao chão, nisso, a australiana prepara um de seus saltos da última corda do ringue, mas Tay, rapidamente, rola pro lado, fazendo Toni beijar o chão. 

 

TAYNARA:  Será preciso mais que isso, queridinha...

TONI:  Pode ter certeza que daqui saio vencedora!

 

O duelo recomeça, com Toni atacando com tudo, mas Taynara, aproveitando-se do descuido da adversária, aplica-lhe uma submissão de judô.  A platéia aplaude, parece que a vitória já estava nas mãos da brasileira.  Mas Toni, de forma furtiva, se liberta e empurra Tay, voltando ao combate.  Ambas se agarram num combate corpo-a-corpo, onde Taynara derruba sua oponente com um tombo de judô, e encaixa uma chave de jiu jitsu, do qual é também praticante.  Como haviam muitos brasileiros residentes na França, e turistas cariocas, paulistas, sulistas, goianos e até mesmo nordestinos ali presentes, Taynara é muito ovacionada por eles, que torcem por sua campeã.

 

Não muito longe dali, após sair da casa do Mestre Fu, Hulk Hogan sai para voltar ao ginásio, antes que comecem a dar por sua falta.

 

HULK:  Essa não, já começaram o evento!  Só espero que não estranhem demais minha ausência.

 

De volta ao duelo.  Toni e Taynara já haviam aplicado submissões uma na outra, que ambas já se encontravam bem extenuadas, sentindo dores pelo corpo, mas estavam dispostas a levar o combate até as últimas conseqüências. 

 

APRESENTADOR:  Taynara Conti e Toni Storm já demonstram sinais de cansaço, mas ambas querem continuar até o fim.  Quem vai levar?

 

As loiras voltam a se atacar, com Toni pulando em cima de Taynara, que a surpreende arremessando-a pra fora do ringue.  Em seguida, Tay sobe na última  corda do ringue e dá um enorme salto, caindo com tudo em cima de Toni, que sente  fortes dores.  Na seqüência, levanta sua oponente no alto, gira e cai no chão com tudo, esmagando-a.  Com isso, Toni Storm perde os sentidos, e Taynara deita-se sobre ela, para completar o nocaute.  O juiz bate no chão, fazendo a contagem.

 

APRESENTADOR:  Um, dois, três...  e a vencedora é Taynara Conti!

 

O público vai à loucura, sobretudo os brasileiros residentes em solo francês e os que estavam de viagem.  Cai uma chuva de papel picado colorido, coroando a vitória de nossa campeã tupiniquim.  Mas, para surpresa de todos, no grande telão, e noutros televisores do ginásio, vai ao ar uma outra imagem.  Eram os  bandidos Tripa Seca, Tonhão e Nenê, com seus reféns, os jovens Marinette, Adrien e Alya.

 

TRIPA:  Vocês todos, prestem muita atenção!  Temos esses jovens em nosso poder.  A menos que nos dêem duzentos milhões de euros, todos esses moleques aqui serão fuzilados sem piedade nenhuma.  E nós não estamos brincando!

 

No ginásio, um grande sentimento de desespero e apreensão começa a tomar conta do público.  Até os lutadores ficam estarrecidos com aquilo. 

 

Nas ruas, o pânico era total.  Tripa Seca e seu bando conseguiram estragar a diversão dos fãs da WWE, bem como de seus participantes.  O Polegar Vermelho, que passava próximo a um bar, cuja TV estava ligada, mostrando o golpe dos bandidos, fica estarrecido.

 

CHAPOLIN:  Tripa Seca...  dessa vez ele foi longe demais na sua crueldade!  O que ele ganha com isso, mantendo jovens inocentes cativos? 

 

Mais perto do ginásio, Marco vê a gravação feita pelos bandidos ir ao ar. 

 

MARCO:  Maldito Tripa Seca!  Como ele conseguiu entrar na França e enganar a alfândega mexicana?  E o que ele pretende aqui?  Miserável...

 

Nisso, ao olhar para os reféns dos bandidos...

 

MARCO:  Mas...  essa não!  Ele raptou Ladybug, Cat Noir e Rena Rouge!  Preciso descobrir onde estão presos e salvá-los.

 

Ainda na gravação, ele faz outra ameaça.

 

TRIPA:  E mais; pusemos uma bomba no Ginásio René Rousseau, onde está a ser realizada a Wrestlemania.  Qualquer gracinha e nós a detonamos!

 

Aquilo deixa todos arrepiados.  Ocorre uma grande correria no ginásio, onde várias pessoas, assustadas, tentam fugir, e acabam pisoteando umas às outras.  Enquanto isso, na Mansão Agreste, Emilie, mãe do Cat Noir, juntamente com Natalie Sancouer e o enorme Gorila, vêem o golpe de Tripa Seca na TV e se desesperam.

 

EMILIE:  NÃO!!!  Meu amado filho...  nas mãos desses bandidos?!

 

Chora abraçada à sua secretária.

 

NATALIE:  Não...  isso não pode estar acontecendo...

EMILIE:  E o Gabriel...  onde ele está?

 

Gorila balança a cabeça negativamente, uma vez que é mudo.

 

NATALIE:  Infelizmente não sabemos, Senhora, estamos também aflitos.

 

Na casa dos Dupain-Cheng, o desespero também é total.

 

SABINE:  NÃO!!!  Nossa amada filha...  nas mãos desses bandidos mexicanos...  por que isso, querido? – chora abraçada ao marido.

TOM:  Malditos...  como esses bandidos conseguiram entrar aqui numa boa?  Eles não vão levar a melhor dessa, terão que render-se e devolver a nossa filha.

 

Nino, que procurava manter-se calmo, no ginásio, ainda não entendia por que sua namorada e amigos caíram nas mãos dos bandidos mexicanos.

 

NINO:  Como...  como a Alya e os demais caíram nas mãos desses bandidos?  E por que a polícia nada faz pra pegá-los?  Será que é verdade...  que uma bomba pode estar aqui?

 

Tão logo os bandidos falaram em bomba, foi chamado um esquadrão antibomba para desarmar o suposto explosivo.  E agora, será que conseguirão encontrá-lo?

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...