História X-men Horizon - Capítulo 1


Postado
Categorias X-Men, X-Men Evolution
Personagens Kurt Wagner (Noturno), Pietro Maximoff (Mercúrio), Scott Summers (Ciclope)
Visualizações 16
Palavras 665
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Ecchi, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente! Aqui estou eu enchendo o saco de vocês... Eu não sossego até colocar TODAS as histórias no papel...

Vocês já sabem quem são as personagens principais... Exatamente!

Eduarda! (Euh) Emely e Gabriele!

Trio parada dura... Trio bugado... TRIO DE OURO! Ou qualquer outro trio...

Boa leitura! Kkkk

Capítulo 1 - Os nascidos para serem heróis.


Fanfic / Fanfiction X-men Horizon - Capítulo 1 - Os nascidos para serem heróis.

O barulho alto dos motores em potência máxima, ecoava pelo asfalto.

Gabbi: URUUUUH! ISSO QUE É VIDAA!
Emely: ISSO AE!
Edu: Ei não fiquem tão tranquilas... Olha só! Temos companhia!

Juntamente com o som das rodas derrapando no asfalto frio, sirenes soaram atrás de nós. Já era noite, nós fomos para o lugar mais alto da cidade para tirar uma foto para o nosso álbum, aquele pôr de sol deixou a foto incrível. Aceleramos e deixamos os guardas no chinelo.

Emely: Hahahahaha comam poeira seu malandros!

Mais a frente os guardas nos cercaram e tivemos que parar na marra. Um dos policiais mandou decermos das motos e sair com as mãos para o céu.

Guarda: PARADAS AÍ! Coloquem as mãos onde eu possa ver!
Emely: Calma ae Mister Policeman... O que nós fizemos de errado?
Guarda: CALA A BOCA! Vocês passaram do limite de velocidade... Poderia ter havido uma batida feia... MAIS VOCES TERAM QUE VIR COMIGO! Entrem no carro...
Gabi: Minha mãe disse que eu não posso aceitar carona de estranhos...
Guarda: ENTREM LOGO NESSE CARRO!
Edu: Mais não ferimos ninguém... Como é que vamos ser presas?
Guarda: NÃO ME SUBESTIMEM!
Edu: Se você tocar em mim... A coisa vai ficar preta...
Emely: Hahaha! Ou melhor! Vai ficar azul...

O guarda me segurou pelo braço e saiu me arrastando, saímos da visão das minhas amigas e BOOM! eu explodi em um grito, o guarda saiu voando dali. Eu saí de trás do carro e montei na minha moto novamente, as meninas não entenderam mais me acompanharam para longe dali.

Segunda-feira. 7:40 AM

A primeira aula era história, eu já estava passando por Netuno, Gabi estava sentada na primeira cadeira do lado da porta, eu era a quarta na fileira do meio, BEM distante do quadro. O professor Johnes, de fisiologia, entrou na sala. A professora Marta, de história, foi atender ele. Como eu atravessei a galáxia em menos de 0,18 segundos na mente, mal prestei a atenção na professora.


Edu: *Porque todos estão me olhando? O que foi que eu perdi nesse período?*

Prof. Marta: Senhorita Gremadine... Você não nos ouviu?
Edu: Hum? Oi? O que foi? O que aconteceu?
Prof. Marta: O senhor Johnes está te convocando para ir até a diretoria...
Edu: GAHH! O QUE EU FIZ DESTA VEZ?!
Prof. Marta: Ora você não nos ouviu não é mesmo? Saía imediatamente! Leve o seu material... Vejo que vai demorar...

Fiquei perplexa, e rapidamente juntei meu material. Saí da sala ouvindo cochichos percorer toda a sala, me sentei na cadeira do lado de fora da sala da coordenação. O professor Johnes apareceu depois de um tempo.

Prof. Johnes: Olá! Eu tenho certeza que você está confusa... Eu irei explicar melhor. Te deram para mim... Alguem falou o seu nome... Te entregaram para mim. Juntamente com Gabriele e Emely...
Edu: Então por que elas não estão aqui?
Prof Johnes: Elas... Elas se abriram para mim e te colocaram em minhas mãos... Elas serão levadas ao instituto Charles Xavier... Onde aprenderam usar seus poderes. Você também irá! Bem... Mais... Tem algo que você precisa me dizer... Os seus pais... O que ouve com eles?
Edu: Hum... Eu... Eu não posso dizer... E não quero... Eu seria dona da culpa.
Prof Johnes: Entendo... Então... Você irá até esse endereço. Boa sorte.

Saí dali quase dando pulinhos. O meu sorriso chegava brilhar, estava ansiosa para ver onde isso tudo iria dar. No outro dia, eu tive que ir para o tal lugar onde Johnes me mandou ir, peguei minha moto Tron e fui até o endereço marcado. Ao chegar la, vi um portão aberto com um caminho indo para uma enorme mansão, bati três vezes na porta e entrei. Um tapete vermelho descia as escadas até a porta, um enorme hall me chamou a atenção por ter cinco vezes o tamanho do meu quarto, uma pintura na parede indicava o quão antigo era aquele lugar, um cheiro me perdeu pela casa, algo como framboesas e amoras silvestres. Caminhei até um cômodo onde tinha um cesto cheio de frutinhas, elas pareciam tão gostosas, me aproximei da mesa e algo caiu com velocidade no chão, apaguei em questão de segundos.


Notas Finais


Bem eu estava trabalhando muito nessa foto de capa... E acabei demorando muito. Me perdoe.
O que acham dessa fic? Continuarei...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...