1. Spirit Fanfics >
  2. Xadrez Intenso >
  3. Faça o Exame com um skate, e não esqueça da vara de pesca!

História Xadrez Intenso - Capítulo 38


Escrita por: e NeonWolfox


Notas do Autor


Oiiii!
Esse desenho da Kusa foi um dos melhores que já fiz, ela com a roupa do Gon e no skate do Killua, e claro com seu cachecol azul neh
Gente do céu vocês não tem noção do quanto estou animada para escrever o próximo capítulo, hihihihihi
Bem, nem quero enrolar muito então desejo uma ótima, good, excelente e estupenda leitura para todooos! <3

Capítulo 38 - Faça o Exame com um skate, e não esqueça da vara de pesca!


Fanfic / Fanfiction Xadrez Intenso - Capítulo 38 - Faça o Exame com um skate, e não esqueça da vara de pesca!

Já estavam esperando a alguns poucos minutos por Kusa naquele determinado local do qual Alluka os tinha convocado para sabe-se lá o que. Ao menos era um lugar habitado. Talvez habitado até demais, os letreiros coloridos e ofuscantes em cores neon lhes doíam os olhos, becos extensos que levavam a lugar nenhum, prédios envidraçados, nada que realmente trouxesse paz. Era engraçado como o hospital conseguia ser um poço de silêncio dentro daquele centro movimentado e rápido demais. Havia muitos carros, havia muita gente, havia muitos prédios. Havia muito, era um lugar exagerado. O único que se sentia um pouco mais confortável era Leorio, já acostumado a cidades estupidamente movimentadas, especialmente quando fora fazer sua faculdade, embora aquela em especial fosse um caos noturno.

Mas Alluka tinha uma coisa importante para fazer. Bem importante.

- Por que nos chamou aqui? – Leorio perguntava pra ela, num tom meio alto para que a mesma pudesse o ouvir, já que estavam a quase três metros de distância. Kurapika não queria ver ele perto de Nizuky, o obrigando a se afastar, o que tornava a conversa meio difícil pela distância, mas ao menos conseguiam se ouvir entre as buzinadas e conversas alheias de outros passantes no lugar movimentado.

Ela não respondeu de imediato, tinha total certeza do que iria fazer, mas Kusa estava faltando. Porém, desistiu de esperá-la e resolveu que falaria com a menine depois:

-O Exame Hunter é muito difícil? -perguntou.

-Muito difícil mesmo! Eu quase morri, é muito perigoso e a maioria nem passa! -Leorio já relembrava dos traumáticos tempos em que tivera de sobreviver armado de apenas uma faca e uma loirinha doida para o proteger de Hisoka e os outros caras assustadores. Pelo menos tinha conseguido, mas não fora uma experiência agradável, só ficara feliz por ter ganhado novos amigos com o Exame.

-Não exagere tanto -Kurapika arqueou uma das sobrancelhas, a feição calma de sempre.

-Exagerar? A gente quase morreu! -o médico já se preparava para fazer seus costumeiros escândalos, mas felizmente o loiro o impediu.

-Bem, continuem -indicou para as garotas, ainda sem tirar os olhos de Nizuky, que por sua vez nada tinha falado e não estava com uma expressão amigável.

- Ah é, bem lembrado. Eu, a Ni e a Kusa-chan vamos fazer o Exame Hunter, vocês podem avisar o Onii-chan? Ele não quer que eu faça, mas eu vou do mesmo jeito! – Alluka falava com um sorrisinho.

- O quê?! Vocês não vão conseguir passar nem na terceira faze! – O médico gritava desesperado. O que poderia acontecer com 3 menininhas em um Exame Hunter? As possibilidades eram infinitas. Mas as três não eram ‘’menininhas’’, já sabiam se cuidar e fazer o Exame sozinhas, ou pelo menos eram bem confiantes a achar que sim.

- Eu acho uma boa ideia vocês fazerem. – Kurapika falava em um tom sério. Ele não estava brincando quanto a isso.

-Hunf – Leorio bufava – Tá bom, vamos lá tentar convencer o Killua, mas se algo acontecer, não digam que não avisei!

- Obaaaa! – Luka estava muito empolgada para fazer o Exame que tanto ouviu falar. Pegou na mão de Nizuky e puxou ela correndo para avisarem Kusa. Pena que não sabia que ser uma Hunter era um pouquinho mais difícil do que sempre imaginou.

                            -----------------------------------------------

O albino acordou com alguém batendo na porta. Se levantou da cama sonolento e com o resto da atenção voltada em não acordar Gon. Não lembrava de nada do que tivesse acontecido, apenas que os dois tinham dormido juntos e comido alguns chocolates, mas se Gon estava lá do lado então estava tudo bem. Desviou-se dos pensamentos e foi lá atender. Leorio e Kurapika estavam na porta um tanto preocupados.

- Sua irmã quer fazer o Exame Hunter – Leorio falava rapidamente

- Eu sei, mas não deixei ela fazer, já falei que a Alluka não vai mil vezes, mas ela nunca me ouve. Tô com sono, me deixa dormir – Killua dizia cambaleante, prestes a cair no chão e dormir.

- Mas o problema é que ela já foi fazer, junto com a Kusa – Kurapika disse. Apesar de apoiar a ideia, também ficara preocupado com o que podia acontecer.

- QUEEE?! – Killua gritou tão alto que a cidade inteira podia ouvir. Gon acordou num pulo, quase se estatelando no chão após cair da cama.

- O que aconteceu? – o moreno perguntou ofegante com o susto que levou.

- Nossas irmãs foram fazer o Exame.

- Mas por que todo esse espanto? A Kusa sabe se virar sozinha, quer dizer, acho que ela não morre tão cedo. Ela vai ficar viva, não tem nenhum Hisoka nem nenhum Illumi disfarçado para matar ela, tem? -Gon não entendia para que tanta preocupação.

- A Alluka não sabe se defender! Nem sempre a Nanika vai socorrer ela, e vai saber que monstros piores que o Hisoka vão estar lá?! Vou arrastar essa menina de volta pra casa. Eu não deixei ela fazer o Exame! -puxou um casaco, era de noite e estava frio, mas com o Godspeed conseguiria alcançá-la se tivesse sorte.

-Pior que o Hisoka? Duvido -Gon balançou a cabeça em negativa, estava até que bastante despreocupado. Se Kusa ia junto Alluka iria ao menos sobreviver e voltar inteira.

- Acho que é tarde demais, já foram faz uns vinte minutos – Leorio falou num tom baixo, com medo da reação do amigo.

- Ela tá encrencada! – O albino repetia irritado

                                -------------------------------------------------------

As meninas procuravam por toda a cidade, mas parecia que Kusa tinha evaporado. Como conseguia sumir tão bem?

- Pensando bem, a Kusa gosta bastante de café, e até agora a gente não foi em cafeteria nenhuma. Caramba, como sou burra! – Alluka foi até uma cafeteria próxima, mas nada dela. Mais algumas vasculhadas e lá estava Kusa, bebendo café, como de costume, na maior paz do mundo.

- Ah, oi Luka, oi Ni! – Kusa falou, notando a presença delas e já ficando com um pouco de medo. Disse que voltaria em pouco tempo, mas isso tinha sido no dia anterior, e agora já era noite. Sentia que Alluka não estava muito feliz, mas havia demorado muito para terminar a pintura, tinha lá seus motivos.

- Kusa-chan, a gente ficou muito preocupada! Se for pra sumir, diz aonde você vai.

- Eh, desculpa Luka, eu tava muito ocupada...

- Não quero saber, temos um Exame Hunter pra fazer agora!

- Que história é essa? – Kusa levou um susto por saber que finalmente iria refazê-lo, já que da última vez não tinha passado– Não me envolva nisso sem me perguntar! 

- Mas você quer fazer, não quer? – Alluka sorria alegremente ao ver a amiga sem resposta.

- Bom, é, mas...Eu já tentei fazer e é muito perigoso Alluka! Eu perdi na primeira tentativa, foi o Hisoka que me achou e me deu uma licença roubada, tem muita gente ruim lá e as provas são difíceis e...  Ah esquece, vamos fazer logo. Ni, você vem com a gente, eu tô mandando!

A outra apenas concordou em silêncio.

-Mas... como você convenceu o Killua? Do jeito que é, nem morto ia deixar você participar, e olha que ele já até morreu! -a menine parecia meio suprese, já conhecendo o comportamento auto-protetor do irmão dela.

-Se-gre-do -Alluka riu baixinho, falando da mesma forma que Kill falaria.

-Só faltou você estar devorando um doce e seria a própria encarnação do seu irmão assassino covarde -Kusa acompanhou a risada da outra. Se era um segredo, que fosse. Contanto que a bronca não ficasse para ela depois ficaria tudo muito bem.

-Ok, então vamos logo, só precisamos saber onde vai acontecer -deu de ombros, olhando para Nizuky com expectativa, mas a outra não falou nada. Pelo visto também não tinha ideia de onde estava acontecendo.

Enquanto Luka soltava gritinhos animados, pronta para a "aventura" Kusa já se preparava. Não era uma coisa fácil de se fazer, e era quase certo que a menina nem tivesse consciência da dificuldade que era passar. Mas contanto que voltasse viva e sem faltar pedaços Killua não devia ficar muito bravo.

Durante as conversas com perguntas sem respostas e soluções para os pequenos inconvenientes que iriam enfrentar, pensando em como chegariam no local do Exame que não prestavam muita atenção nos arredores. Apenas Ni estava atenta, mas também não estava interessada em fazer nada senão seguir ordens. Sem nenhuma ordem aparente só ficou estática no lugar ouvindo a conversa. 

-Já sei! Venham, antes de mais nada vamos nos preparar -Kusa falou, tomando o resto do café num gole rápido antes de pegar sua bolsa branca e ajeitar o cachecol no pescoço.

-E a gente precisa se preparar? -Alluka era a mais dispersa.

A menine a encarou com um misto de surpresa e provocação, antes de abafar um riso com a mão e sair andando para fora da cafeteria:

-Claro né. Ou você se prepara ou você morre, nada muito diferente do cotidiano -debochou.

-Não é só a Nanika matar todo mundo, e quem sobrar ganhou? -perguntou, enquanto andava.

-Até que é uma boa ideia, mas lá você não pode matar se não pedirem; Então vê se aquieta a Nanika e não deixa ela fazer pedidos, ok?

-E você acha que eu sei controlar ela? Agora é a gente pedir por favor e esperar que ela não desobedeça -Luka deu de ombros, girando no próprio eixo pelas ruas e acompanhando os saltinhos de Kusa, quase deixando Ni para trás.

-Nizuky, descubra onde está acontecendo o Exame, por favor -A Freecs mais pediu que mandou, era desconfortável ficar mandando na outra apenas para se divertir. Ainda era uma humana, afinal. Uma humana bem estranhazinha, mas tinha certeza que no fundo era alguém legal e menos apático.

-Sim -Nizuky falou em um tom tímido, forçando as palavras para que se tornassem audíveis, sumindo em passos calmos por entre as pessoas. Parecia até flutuar em cima da própria sombra, era alguém leve e contido.

-Espere aqui, preciso roubar umas coisas emprestado -Kusa sussurrou para a amiga, parando de frente para o hospital. Seguindo os colares, Killua e Gon estavam morrendo de preocupação e as procurando do outro lado da cidade, então a barra estava limpa.

-Roubar emprestado? O que diabos você quer fazer? 

-Será que o Killua fica muito bravo se eu pegar o skate dele? -ela ignorou a pergunta. 

-Bravo? Claro, que não, ele só MATA  a gente! O Onii-chan não vai gostar! -Luka protestou.

-Ótimo, vou pegar. Hihihihihi -Kusa deu um sorriso travesso e entrou no hospital antes que a amiga pudesse fazer qualquer coisa.

--------------------------------------------

Exatamente dois minutos depois, a garote já estava de volta.

Assim que a viu, Alluka só fez rir.

-Que foi, não ficou bom? -Kusa riu manhosamente, exibindo a roupa que usava. Literalmente, tinha assaltado o guarda-roupa do irmão mais velho e pegado a roupa dele. Usava o cachecol com o colete verde, a mochila pequena e o short junto das botas altas, com o skate de Killua embaixo do braço, a vara de pesca pendendo da mochila e a outra mão livre. No rosto, um sorriso endemoniado de quem havia aprontado estava estampado. 

-Mas a gente nem sabe usar um skate! -Alluka recusou quando a menine tentou lhe oferecer o skate.

-Ué, se o Gon e o assassino covarde sobreviveram ao Exame usando uma vara de pesca e um skate, é só a gente usar também que vamos sair vivas. Tá vendo só minha lógica? -sorriu, orgulhosa.

-Sua lógica não faz sentido. A gente não é o Gon e o Killua só por usar as roupas deles e um skate -Luka fez um biquinho, supirando.

-Tenho certeza que esse skate ainda vai salvar nossa vida! -Kusa se recusava a ceder. Sem mais paciência nem tempo para ouvir outras reclamações, subiu no skate e tentou sair andando. Claro que ela teve uma bela queda.

-Isso vai é matar a gente -A amiga a ajudou a se erguer, relutante.

-Que nada, vamos ser as melhores Hunters do mundo! -permanecia confiante. Logo, arrastaram-se junto com o skate para onde sabiam que Nizuky estava as esperando.

Se reuniram na cafeteria em que tinham encontrado Kusa, prontas para acertar as últimas coisas antes de encontrar o local do Exame Hunter.

Porém, um certo mágico que, por coincidência, estava passando por perto, ouviu a proposta delas de fazer o Exame Hunter e teve uma ideia melhor ainda...


Notas Finais


Huuumm...
O que será que nosso Hisoka/Paçoca-Chan está aprontando? hihihihi
Meu Deus eu queria uma fanfic só para fazer a Alluka no Exame Hunter, kksksks.
O que será que vai dar essas três tentando ser Hunters? Treta? Confusão? Pedidos? Uma cobra zanzando por aí? Quem sabe um outro Illumi...
Obrigada a todos e até o próximo capítulo seus lindos!
Isso promete muita confusão.... hihihi


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...