1. Spirit Fanfics >
  2. Xiao XingChen e seus Dois Maridos >
  3. Preparativos

História Xiao XingChen e seus Dois Maridos - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Oi, gente!

Vou deixar nas notas os links das fics do @5verse (confiram o perfil!) que estou escrevendo com as lindas @Anebelle e @3tangfei

Temos jornais postados nos nossos perfis e no @5verse explicando um pouquinho dele <3

e o beijo de sempre pra minha momo ♥

Capítulo 8 - Preparativos


Fanfic / Fanfiction Xiao XingChen e seus Dois Maridos - Capítulo 8 - Preparativos

O quarteto de juniores sentava, feliz, pronto para as lições do querido Mestre Mo e do Hanguang-jun. Aliás, um deles não estava exatamente feliz, já que encontrava-se amarrado desde a primeira hora da manhã, quando foi pego por Wen Ning pulando a janela. 

    O fiasco acordou todos os outros, mas Lan WangJi foi rápido em alcançar o garoto. Se já estavam sendo perseguidos e ameaçados por algo, Wei WuXian certamente não deixaria que seu sobrinho, a quem tanto devia, ficasse à solta por aí. O entregaria em mãos para Jiang Cheng ou Jin GuangYao, que eram mais do que capazes de protegê-lo de quem quer que fosse o tal Su She, mais um na lista de nomes dos quais não era capaz de associar a uma pessoa, assim como o tal Xue Yang de quem era padrinho, mas não conseguia lembrar-se se o conhecera na vida anterior.

    Assim como não era o momento de abordar Xiao XingChen e contar-lhe do parentesco por armas, também não era o momento para que pedisse tais explicações a Lan WangJi. E por falar nos noivos, havia também conseguido a oportunidade perfeita para poder trabalhar no tal casamento. 

— Um casal deve cultivar em harmonia. Acho que isso serve para um trisal. Ah, como padrinhos, nós três iremos cuidar dos preparativos para o casamento! Mas aqui está outro presente — Wei WuXian estendeu-lhes uma bolsinha de dinheiro, bem recheada, obviamente filha da bolsinha ainda mais gorda de Lan WangJi — comprem umas roupas bonitas e não esqueçam de trazer licor para a festa quando voltarem!

Xue Yang tomou o dinheiro de bom grado, acreditando que aquilo era o mínimo que os dois padrinhos e meio deveriam fazer, rumando logo para a saída da cidade, enquanto o noivo e o noivo do noivo curvavam-se em agradecimento à generosidade de Wei WuXian. Afinal de contas, é muito fácil ser generoso quando o dinheiro não lhe pertence.

    Os juniores, sentados no pátio da casa-caixão esperavam as ordens do Mestre Mo, que logo começou com os ensinamentos do di:

— A importante questão de hoje é: o que precisamos em um casamento?

— Flores! — Oouyang ZiZhen foi o primeiro a se manifestar, sacudindo a mão para o alto enquanto falava.

— Decoração! — SiZhui completou, recebendo um exagerado aceno de cabeça do Mestre Mo em aprovação.

— Comida! — JingYi quase salivava ao pensar no banquete que deveria ser oferecido naquela ocasião! 

— Todas as respostas estão corretíssimas! Nao esperava menos dos discípulos da seita GusuLan! — Lan WangJi tirou um caderninho da manga, tomando notas de tudo que Wei WuXian concordava em ser importante, riscando as páginas quase que furiosamente. "Que eficiente! Lan Zhan já está organizando tudo!" — E você, Jin Ling? O que voce acha que precisa ter em um casamento?

    — Ora bolas, a única coisa que esse casamento não tem: uma noiva.

    — Uma pena que a Jovem Dama é jovem por demais, o Mestre Xiao parece não se importar com o número de pessoas com quem ele pode casar...

    JingYi logo levou as mãos à boca, preocupado com o que o Hanguang-Jun pensaria de sua malcriação, mas a expressão de quem não ouviu nada no rosto do professor parecia até mesmo satisfeita. Os outros meninos também não conseguiram segurar as risadinhas, assim como Wei Wuxian, que se deleitava com a cara de bosta que Jin Ling fazia, ainda amarrado.

    — Pois bem, SiZhui e ZiZhen cuidarão das flores e da decoração, com o auxílio de Wen Ning. — o “Mestre Mo” continuou, com alguma pena do constrangido Jin Ling — JingYi e eu cuidaremos da comida e Lan Zhan já está tomando nota de tudo, vai ser o supervisor. 

    A expressão de JingYi mudara completamente ao ouvir aquilo, era quase como se a vida se tornasse cruel e furiosa diante de seus olhos, destruindo seu mais precioso amor: as asinhas de galinha. Na verdade era só o pensamento do que Mo XuanYu faria com seu alimento favorito se fosse cozinhá-lo. Para sua sorte, uma voz grave os interrompeu:

    — Eu cozinho. Você gerencia.

    O olhar de quem presenciava sua vida ruir inundava-se com esperança. JingYi agradeceu silenciosamente pela intervenção do Mestre Lan, fazendo promessas de comportar-se bem quando retornasse ao Recanto das Nuvens, pela graça alcançada.

    — E o que eu faço?

    Com muito esforço, Jin Ling punha-se em pé, dirigindo-se a Wei WuXian com pequenos pulinhos, apenas para ter seu pedaço de corda segurado pelo temível corta-manga.

    — Você vai ser meu assistente. Ajudará com decisões importantes. Começaremos com as flores que devemos escolher. Qual sua sugestão?


 

    JingYi tentava, a toda oportunidade, espiar o que Lan WangJi tanto escrevia, nunca com sucesso. O homem parecia já ter feito tantas anotações quantas eram as regras de GusuLan, mas seu discípulo não conseguia entender o motivo. As flores? Margaridas, arranjadas na pequena cobertura que Wen Ning ficara incumbido de construir, caso chovesse. O prato principal? Frango! Tudo parecia tão simples e fácil de ser memorizado que definitivamente não havia a necessidade de tanta coisa escrita…

    Acompanhou seu professor até a vila, munido do cesto novo que Xiao XingChen tramara para Xue Yang, emprestado sob inúmeras ameaças de morte e evisceração caso não fosse devolvido nas devidas condições, sendo o responsável por carregar os ingredientes escolhidos para o banquete.

    Ao chegarem no vendedor de galinhas, JingYi salivou enquanto encarava as penosas se bicando dentro da gaiola. Eram animais perfeitos, ainda mais se cozidos ao ponto. Como Lan WangJi fazia questão de que a coisa toda ocorresse na mais absoluta perfeição, nada mais justo do que perguntar ao melhor entendedor de galinhas que conhecia, já que sempre ao levar os meninos para comer, ouvia os comentários sobre textura, cozimento, e etc das asinhas de frango que o menino devorava sem dó nem piedade. Permitia, pois não estavam em Gusu, então não via aquilo exatamente como uma quebra de regras. Aprendera a ser mais flexível depois de certos acontecimentos, afinal de contas.

    Apanhou 

    — Lan JingYi, diga-me. Essas galinhas estão gordas o suficiente? 

    — Hanguang-jun... — os olhinhos brilhavam com a visão das primas — Elas são perfeitas!




 

    Com dinheiro o suficiente para apressar a dona da loja de tecidos a entregar-lhes roupas prontas até o fim do dia, Xiao XingChen atrapalhava o alfaiate a cada tentativa de massagear as têmporas ao ouvir a briga.

“Você não pode casar usando isso, está parecendo o marginal que é”, “O Song Lan fica feio vestindo qualquer coisa, deve ficar ainda mais feio sem roupa, melhor tirar ele do casamento”, “ninguém precisa de tanto couro na roupa pra casar”, “DaoZhang, melhor fazermos nossas roupas primeiro antes que esse comedor de bambu acabe com todo o tecido da loja” eram apenas alguns dos carinhos trocados entre seus noivos.

A dona da loja apenas se abanava e trocava risadinhas com Xiao XingChen, que tentava disfarçar a infantilidade de ambos os amores.

— Deve ser muito sortudo de poder casar junto a seus amigos. Aposto que será uma cerimônia linda…

A cada comentário da gorda senhora, XingChen ficava cada vez mais apreensivo. Talvez se os outros dois não estivessem discutindo tanto, ela não resolvesse puxar assunto a todo custo. Pelos comentários, ela insinuava que eram três homens sem face que engravidaram camponesas e foram obrigados a casar às pressas. Talvez um trio de safados que saía por aí farreando e destruindo a inocência de moças humildes. Já havia comentado sobre a beleza e o porte deles por algumas vezes.

O problema da coisa toda é que a cada frase implicante trocada pelos dois, cada vez mais rápido a mulher podia chegar à conclusão de que eles definitivamente não eram amigos. Pela manha de Xue Yang e rapidez de Song Lan em defender-se dos ataques, ela não tardaria a ligar os pontos. 

E precisaria esconder-se do resto do mundo para sempre depois de casar? 

 

A cada palavra da tal senhora ou de seus noivos, Xiao XingChen parecia ficar mais preocupado. De maneira visível. Enquanto os alfaiates buscavam mais alfinetes, Xue Yang aproveitava para dar um puxão nos cabelos de Song Lan, que pensava seriamente em revidar com uma bicuda na canela ou um safanão na orelha do delinquentezinho. Porém, a angústia no rosto de Xiao XingChen lhe foi notada e a resposta agressiva transformou-se numa cotovelada discreta, chamando a atenção do rival para o que se passava com o adorável DaoZhang.

Essa foi a primeira vez em que ambos cessaram as agressões e colaboraram mutuamente sem a intervenção direta de Xiao XingChen. Obviamente, por medo de que o moço voltasse atrás nessa história de casar, o que também acarretaria na decisão de parar com os beijinhos e com as outras coisas que nem haviam acontecido.

Ainda que contrariado, por conta da necessidade natural de implicar com Song Lan, Xue Yang mordeu a boca, o canino pontudo aparecendo por entre a mordida. Encarou ZiChen por um momento, antes de desviar o olhar e deixar o alfaiate terminar o trabalho, para que pudessem sair logo dali.

 


Notas Finais


Perfil do 5verse
https://www.spiritfanfiction.com/perfil/5verse

5 passos para conquistar o crush - versão Wei Wuxian (concluída)
https://www.spiritfanfiction.com/historia/5-passos-para-conquistar-o-crush-18274036

5 passos para ser conquistado pelo crush - versão Lan Wangji (em andamento)
https://www.spiritfanfiction.com/historia/5-passos-para-ser-conquistado-pelo-crush-18420574

De 5 em 5 passos - SongXiaoXue (em andamento)
https://www.spiritfanfiction.com/historia/de-5-em-5-passos-18488135


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...