História "xxDepression is a drugxx" - Capítulo 29


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ajuda, Amigos, Amor, Concelhos, Depressão, Falsidade, Família, Felicidade, Irmão, Lamina, Morte, socorro, Suícidio, Tristeza
Visualizações 39
Palavras 482
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Poesias, Romance e Novela, Seinen, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 29 - Meu... medo?


Fanfic / Fanfiction "xxDepression is a drugxx" - Capítulo 29 - Meu... medo?

Eu tenho muitos medos, assim como qualquer pessoa normal

Mas meus medos não se resumem a alguns insetos nojentos, ou a lugares altos demais

 Eu tenho medo de mim mesma

O que é estranho, porque eu não posso fugir de mim

Eu tenho medo dos dias sombrios voltarem 

Tenho medo da cama me agarrar de novo e me deixar sem vontade de sair

Tenho medo que toda essa "superação" e essa "força" que eu tô sentindo agora, seja apenas um surto, uma fase

 Tenho medo da minha tristeza voltar mais forte e me derrubar mais rápido

Tenho medo de todas as noites que passei chorando durante a madrugada, voltem a se repetir

Tenho medo que meu coração partido volte a doer

 Eu tenho medo de voltar a chorar baixinho pra ninguém ouvir

Eu tenho medo de meu coração voltar a apertar ao pensar que ninguém verdadeiramente gosta de mim

Eu passei um ano inteiro, sentindo uma tristeza profunda, achando que nada nem ninguém podia me ajudar

Nada nem ninguém pôde me ajudar

Passei 365 dias no fundo de um poço que ninguém conseguiu me tirar

 Eu me maltratava, me odiava, me sentia a pior pessoa do mundo

Eu dizia a mim mesma que eu era a pior pessoa do mundo

 Meu coração já vivia em pedaços e nem se reconstruía mais, pois sabia que facilmente se quebraria de novo

Eu amei as pessoas erradas, eu me entreguei pra as pessoas erradas, eu chorei muito ao descobrir que eram as pessoas erradas

Só que finalmente, eu comecei a ver uma luz no fim do túnel

 Aos poucos, pra não correr o risco de cair, eu fui me reerguendo

 Fui me levantando, até finalmente estar de pé 

Sozinha eu consegui sair do poço que essa maldita doença tinha me jogado

 Eu mesma escalei as paredes, ralei os joelhos, cansei os braços, e saí

Saí do inferno mental e do peso psicológico que a minha mente me obrigava a viver

E eu comecei a ver a vida de outro jeito

Comecei a ver tudo com mais luz

Tudo mais bonito

De repente eu passei até a querer viver

Passei a ver a vida como sendo uma só

E de repente, comecei a me sentir mais forte

 Me livrei das pessoas que só me tiravam energia, e me juntei mais a pessoas que somavam comigo

Passei a ver a vida como que deve ser vivida

 Deixei de ver tudo cinza, e passei a ver tudo iluminado pelo sol

E é disso que tenho medo

Eu demorei muito pra me sentir bem

Demorei muito pra sorrir de novo

Demorei muito pra ver a vida de um ângulo mais belo

E eu tinha medo de voltar à estaca zero

Eu voltei a estaca zero... 

Eu tenho depressão

Tenho tristeza

Não levanto mais da minha cama

Eu voltei a planejar meu suicidio

Eu quero morrer

E tudo que um dia eu pensei ter medo

Aconteceu 

Meus medos se realizaram e novamente estou no fundo do poço 

Porém desta vez, eu não vejo a luz

Então 

Eu tenho medo da minha própria mente

Vocês não?




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...