1. Spirit Fanfics >
  2. XXXCrush (Jikook) >
  3. Entre um e dois drinques -

História XXXCrush (Jikook) - Capítulo 39


Escrita por: e ijiminlips


Notas do Autor


NOTAS FINAIS!

Capítulo 39 - Entre um e dois drinques -


Fanfic / Fanfiction XXXCrush (Jikook) - Capítulo 39 - Entre um e dois drinques -

Respire meu amor, fique chapado
Eu estou tão assustado
Então eu vou tomar um gole,
esperar até atingir
esse líquido culpado em meus lábios
Eu estou perdido em você
Bom demais pra ser bom pra mim
Pena que isso é tudo que eu preciso
too good - troye sivan

 

Jeon Jungkook

Se soubesse que doeria mais que o esperado, eu com certeza teria dado um jeito de adiar a viagem. Mas, pisquei e já estava no quarto de hotel que o Yugyeom havia reservado para mim. Horas pareciam dias... meses, e meu peito doía cada vez mais por toda a saudade que eu sinto pelo Jimin. Sinto falta dos seus sorrisos, de como ele implica comigo quando está com ciúmes, saudades de sua voz me contando os planos que fez para nós dois; saudades dos seus beijos, seu toque, do calor de seu corpo, sua risada, sinto falta de Park Jimin por inteiro.

Sabendo que, com isso na cabeça me martirizando ao máximo, eu não conseguiria fazer nada, aceitei o convite do Kim e cá estou em um dos bares mais movimentados de LA. Perdi a conta de quantas doses de bebidas fortes já haviam sido empurradas para mim pelo próprio Yugyeom, que seguia fissurado na ideia de que eu bêbado e apaixonado seria capaz de escrever algo útil e bom o bastante para ser lançado em tão pouco tempo.

E, talvez ele não estivesse tão errado. A batida lenta e intensa da música conhecida que tocava alto pelo ambiente fechado, parecia atingir meu coração. Meu corpo vibrava e minha visão estava embaçada demais para que eu fosse capaz de notar nitidamente qualquer coisa ou pessoa ao meu redor.

Fechando os olhos, Jimin estava em minha mente. Abrindo-os, a imagem do Park sorrindo se materializava diante de mim, fazendo-me piscar... e então, ele desaparecia. Eu devo estar bem bêbado mesmo. Por isso pedi outra dose do Sunset Rum, sentindo o líquido descer queimando minha garganta, me causando uma sensação de dormência nos instantes seguintes.

Seguindo os comandos de minha mente, me movo meio cambaleante até Yugyeom que flertava com algumas garotas que jurei não ter visto antes, e num tom embolado e alto o suficiente para que ele ouvisse, digo que vou voltar ao hotel. Deixo algumas notas de dinheiro na mão do moreno e aceno antes de sair dali. A ausência da música alta incomodando minha audição por alguns instantes.

No táxi à caminho do hotel, rio nasalado, negando com a cabeça enquanto observo a paisagem passar rápido pela janela. Tenho total noção de que os próximos dois meses serão horríveis longe do Jimin. Sim, Jimin... Jimin. Jimin. É tudo sobre ele. Bufo, soluçando e ouvindo o motorista reclamar com seu sotaque sobre eu não poder vomitar no carro. Incapaz de contar os minutos que se passaram, apenas notei que estava em frente ao hotel quando o carro parou e o homem ficou me olhando, impaciente. Pago e saio dali, focando meu olhar apenas no caminho à minha frente.

Felizmente, não tive tanta dificuldade para chegar ao elevador, então, já dentro da grande caixa de metal, permaneci de olhos fechados enquanto as vozes alheias tomavam conta de meus ouvidos. Ao chegar no sexto andar, finalmente, pude sair e logo estava em frente ao meu quarto. Após algumas tentativas falhas de acertar o buraco da fechadura com a chave que parecia ainda menor, adentro o ambiente perfumado e sinto vontade de vomitar.

Esfrego o rosto com as mãos e ando até o apoio fixo à parede, o qual deixei um notebook e outras coisas que usaria para escrever as músicas. Solto o ar entre os dentes, puxando uma das cadeiras que haviam ali e me sento, abrindo o notebook e conectando o fone de ouvido.

Precisava tirar algo de minha mente e, com todos os sentimentos me atormentando, não seria tão difícil. Porém, preciso lembrar de brigar com Yugyeom por pensar que essa é a melhor maneira de conseguir algo de mim... Mesmo que não estava tão errado.

xxx

Me remexo lentamente, arfando baixo ao sentir uma dor insuportável em minhas costas. Abrindo os olhos, noto onde estou e suspiro, erguendo o tronco e me encostando na cadeira. No notebook haviam algumas letras escritas, encaixadas à alguns samples; alguns papéis amassados, e outros nem tanto, estavam deixados sobre a mesa e o chão.
Procuro meu celular ao redor e aperto meus olhos com força, falhando em encontrá-lo.

Bocejo, exausto, e ando até o banheiro que havia ali. Faço minhas higienes matinais e vou até a parte do cômodo onde havia a cama, armário, entre outros; Rio baixo, levando a mão aos meus fios escuros ao ver Yugyeom largado em cima do colchão. Suas roupas tão amarrotadas quanto as minhas e eu posso ter a certeza de que ele acabou tão bêbado quanto eu.

- Você é um ótimo exemplo, uh? - falo, empurrando-o levemente. Aos poucos o moreno despertou, reclamando de sua dor de cabeça não tão diferente da minha. -

- Eu posso. - rimos quando ele resmungou baixo e com dor. -

- Viu meu celular? - franzo o cenho, o olhando. -

- Eu guardei. Cheguei depois de você ontem e vi o que estava escrevendo... Foi uma ótima ideia te embebedar, Jeon. - presto atenção em suas palavras. Ele não demorou a sentar e me olhar. - Precisamos das três letras prontas até quarta, assim começamos a trabalhar e logo lançamos... mas eu imaginei que a primeira coisa que você fosse fazer ao acordar seria falar com seu namorado. - cruzo os braços, umedecendo os lábios com a língua, ainda confuso. -

- Então, você 'tá dizendo que vai me proibir de falar com o Jimin até ter tudo pronto?!

- São só dois meses, Jungkook-ah! Deixe o celular comigo, termine as 3 músicas e quarta você fala com ele. Eu garanto que você é capaz disso. - Yugyeom me olha, esperando que eu o compreenda. -

- Você está sendo um... - bufo o vendo dar risada e levantar. - Ok, você 'tá certo. Vamos terminar isso logo. - deito de qualquer jeito na cama, cobrindo meus olhos com o braço. -

- Eu sempre estou certo!

Assim eu pude ter ainda mais certeza de que aquilo não seria fácil. Tinha um Yugyeom chato e insistente no meu pé, músicas pra terminar de escrever, o sonho de lançar tudo aquilo batendo em minha porta... e a saudade do Jimin fazendo a dor em meu coração crescer mais e mais.

A ideia de passar os dois meses me afogando em bebida alcoólica, escrevendo sem parar, não parecia tão ruim. Eu só não posso esquecer que tem coisa mais importante em jogo e é justo por isso que devo ser forte. Serão 62 longos dias e tudo o que eu devo fazer é focar nos planos do Yugyeom pra fazer essa viagem, e todo esse tempo longe do Jimin, valer a pena. 


Notas Finais


Bom, primeiramente, sim, eu voltei!
Como vocês estavam, nenês?
Eu sinto muito por toda a demora, mas foi realmente um hiatus necessário e eu pude enfim focar na estória e pensar até onde iríamos. Então, venho aqui dizer que estamos, finalmente, na última fase de XXXCrush! Já tenho tudo planejado até o último capítulo e eu estou satisfeita, apesar de que, como já foi dito, haverão inúmeras alterações. Eu comecei XXXCrush com a ideia de um plot totalmente diferente do que vocês vieram lendo ao decorrer dos capítulos, mas pude enfim encaixar tudo e eu espero que até o final, faça tanto sentido pra vocês como está fazendo para mim.
Tenho alguns capítulos prontos e dessa vez, eu pretendo postar logo, mas preciso do retorno de vocês. Gosto do enredo, de verdade, mas penso em desistir várias vezes porque as ideias sempre acabam fugindo da minha mente ou começo a pensar que se eu não estou gostando, vocês também não estão, então deem amor, ok?
Por ora, apenas tenho isso a dizer. Obrigada se você leu até aqui e eu espero que goste da última fase da minha bebê. Views em ON.

Playlist Spotify: https://open.spotify.com/user/lidrauhl/playlist/73N62vhMtXzW4RfvwovATf?si=WxzdfFOAQa2G1l8trhGTOw
A playlist no YT continuará privada, pois está sujeita a alterações.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...