História Yamakeru: Uma História de Amor - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Digimon
Personagens Takeru "T.K." Takaishi, Yamato "Matt" Ishida
Tags Jadethirlwall, Matt, Yamakeru
Visualizações 13
Palavras 2.743
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Observações:
- Encontrei as imagens no site do Digimon.
- Os personagens da capa do capítulo são: MetalGarurumon e Vikemon.

Capítulo 19 - Mundo dos Sonhos: MetalGarurumon x Vikemon


Fanfic / Fanfiction Yamakeru: Uma História de Amor - Capítulo 19 - Mundo dos Sonhos: MetalGarurumon x Vikemon

Acordei num lugar estranho. Não conseguia encontrar os meus amigos e nem o meu namorado. Estou começando a ficar preocupado com o desaparecimento deles. Pelo menos o meu parceiro Digimon estava comigo. Penso que ficaria muito mais desesperado se o Gabumon não estivesse comigo.

Resolvi entrar numa casa e quando entrei nesse lugar fiquei chocado com a cena que encontrei. A cena era eu cuidando de uma criança e o Joe estava sentado ao meu lado. Parece que finalmente consegui fazer a criança dormir e a coloquei no berço. O Joe se aproximou de mim e me beijou, o mais chocante foi que eu retribui o beijo. Jamais retribuiria um beijo daquele ser.

A casa estava repleta de fotos nossas e nas fotos parecia que eu estava feliz. Não me sinto bem olhando para aquela cena. Só consigo sentir raiva daquela cena. Como ele pode se casar com aquele monstro. O Joe me dava nojo. Sinto alguém se aproximando de mim e quando olho para atrás encontro quem menos queria encontrar. Em pé na minha frente se encontra o maldito.

Matt: Joe, o que você está fazendo aqui?

Joe: Matt, essa e a minha casa. Bem-vindo ao meu lar.

Matt: Onde se encontra a Aurora e o TK?

Joe: Eles nesse momento estão lutando por suas vidas.

Matt: Do que você está falando?

Joe: Matt, o Piedmon mandou vocês três para lugares diferentes. Você nesse momento está dormindo. Para sair desse lugar vocês precisam vencer as pessoas que se encontram no local onde vocês foram parar. E caso vocês percam, vocês ficaram presos para sempre nesse lugar.

Matt: Então para mim sair desse lugar precisarei vencer você. Finalmente poderei me vingar de você por todo mal que você me causou.

Joe: Matt, nós poderíamos ter sido felizes juntos. Se você não tivesse se feito de difícil. Nunca quis te machucar mais você não me deu escolha ao me renegar. Ninguém nunca me renegou. As pessoas diziam que eu era bom na cama. No fundo, você sabe que me ama e que esse seu relacionamento com o TK e só uma fachada para você esconder os seus verdadeiros sentimentos em relação a mim.

Matt: Joe, nunca teríamos sido felizes. Você tentou me estuprar e você mentiu para as pessoas dizendo que eu que tinha tentando te forçar a fazer sexo. O meu relacionamento com o TK não é falso. Não estou com ele para tentar esconder os meus sentimentos em relação a você. Não sinto nada por você. A pessoa que amo é o TK. Não estou nem ai se as pessoas disseram que você é bom de cama. Aposto que você não chega aos pés do meu irmão.

Esse cara mesmo depois de morto ainda se ilude pensando que o amo. O Joe para mim sempre foi mais um digiescolhido. O único momento que notei o Joe foi quando ele protegeu o TK. Na minha opinião quem protege o meu namorado merece o meu respeito. Mas ele perdeu esse respeito quando ele tentou me estuprar e depois colocou a culpa em mim. 

Joe: Sempre achei estranho a sua relação com o TK. Nunca fui muito próximo do meu irmão. Você fazia de tudo pelo seu irmão. Matt, você cause morreu só para protege-lo. Sempre pensei que o TK tinha sorte de ter um irmão que nem você. Nunca gostei daquele garoto.

Matt: Por que?

Joe: Nós sempre tínhamos que protege-lo. O TK sempre foi um estorvo enquanto estávamos no Mundo Digimon. Ele chorava muito. Vivia grudado em você e depois dizia que queria seu espaço. Ele nunca deu valor para as coisas que você fez por ele. O seu “precioso” irmão deveria ter morrido na primeira vez que viemos para o Mundo Digimon. Matt, ele não se importa com você. O TK está te iludindo.

Matt: Você não sabe nada sobre o meu namorado. O TK sabia e valorizava as coisas que fiz por ele enquanto estávamos no Mundo Digimon. Ele estava preocupado comigo quando me afastei do grupo. Joe, sou capaz de tudo para protege-lo. Ele sempre foi o meu tesouro mais valioso. Quando os nossos pais nós afastaram fiquei arrasado. O meu irmão não era para estar naquele lugar. Por muito tempo me senti culpado pelo TK ter estado no Mundo Digimon.

Joe: Matt, você não vai conseguir me vencer. Deis que morri fiquei mais forte. Não irei perder para você. Você ficara para sempre aqui comigo. Seremos muito felizes juntos. Nunca mais terei que me afastar de você. Sem o TK aqui sei que posso te conquistar. Você pertence a mim.

Matt: Você só fala bobagens. Não sou uma propriedade para pertencer a alguém. Mesmo que eu ficasse preso aqui com você nunca iria me apaixonar por você. Iria fazer de tudo para sair desse lugar. Mesmo longe do meu namorado nunca deixarei de ama-lo. Então para de ficar se iludindo ou ficar inventando desculpas. Nunca seríamos felizes juntos.

Esse cara mesmo morto ainda se ilude pensando que o amo. Parece que ele ainda não entendeu que não sinto nada por ele. O meu coração pertence ao TK. Vou fazer de tudo para sair desse lugar para poder reencontrar o meu namorado. Sei que ele vai conseguir sair de onde ele se encontra.

Joe: O único iludido aqui e você. Matt, você shippa o Nico com o Percy. Você continua shippando eles mesmo depois de descobrir que o Nico namora o filho do Apolo e o Percy namora a filha da Atena.

Matt: Joe, não tenho culpa se o escritor não percebe que os dois combinam mais do que os casais que ele formou. Os dois são lindos juntos. Continuarei shippando eles mesmo que eles não se tornem reais. Porque para mim eles são reais. 

Joe: Farei você perceber que nascemos para ficarmos juntos. Gomamon, vamos acabar com eles.

Gomamon digivolve para Ikkakumon que superdigivolve para Zudomon que megadigivolve para Vikemon.

Matt: Não iremos perder para vocês. Gabumon, vamos vencê-lo.

Gabumon: Sim.

Gabumon digivolve para Garurumon que superdigivolve para WereGarurumon que megadigivolve para MetalGarurumon.

O Joe naquele momento sabia que se ele quisesse que o Matt permanecesse ali ele precisaria vencê-lo. Ele não iria hesitar. O jovem do brasão da amizade finalmente seria dele. Ele estava planejando em como ele iria comemorar a sua vitória. O Matt ficaria dolorido depois que eles terminassem com a sua sessão de sexo. Ele faria sexo em várias posições com o seu precioso Matt.

Ele finalmente iria mostrar para ele como homens de verdade fazem sexo. O Joe apostava que os dois nunca tinham feito sexo. O seu precioso Matt provavelmente ainda era virgem. O que ele não sabe era que seu precioso Matt já perdeu a virgindade com o seu amado.

Matt: Vou acabar com você e depois irei atrás dos meus amigos e do meu namorado.

Joe: As pessoas nunca vão aceitar o relacionamento de vocês. O incesto não e muito bem visto pela nossa sociedade.

Matt: Não me importo com a opinião dos outros. Elas podem chamar o nosso amor do que elas quiserem. Só para constar a população humana foi extinta.

Joe já estava de saco cheio daquela conversa e ordenou que o seu parceiro os atacasse. Vikemon resolveu usar o ataque “Mjolinir”, usa a estrela da mão em suas costas para liberar poderosas rajadas de gelo. E depois ele resolveu usar o ataque “Viking Flare”, usa a estrela da mão em suas costas para liberar poderosos socos de gelo.  O MetalGarurumon resolveu se defender usando o ataque “Grace Cross Freezer”, lança mísseis de congelantes de todas as armas escondidas em todo o seu corpo.  E depois ele usou o ataque “Garuru Tomahawk”, dispara um míssil do seu peito.

Ele acabou conseguindo anular os efeitos dos ataques do Vikemon. O Joe não ficou nenhum um pouco feliz em descobrir que os ataques do seu parceiro não tiveram o efeito desejado. Ele pensava que poderia vencer esse confronto só com dois ataque. Parece que ele estava enganado. O Joe não queria prolongar muito essa batalha ele sabia que o Matt tende a crescer ao decorrer do confronto.

Pela cara do Joe ele pensou que poderia me derrotar só com esses dois ataques. Ele é mesmo estúpido. Não perderei para ele. Sairei vitorioso desse confronto. Preciso voltar para os meus amigos e o meu namorado. Eles precisam de mim. Não vou decepciona-los. Vou fazer de tudo para sair vitorioso. Ele não me impedira de reencontrar os meus amigos e o meu namorado.

Joe: Matt, você vai desistir ou vai querer continuar com esse confronto?

Matt: Jamais irei desistir.

Joe: Você está no meu território, você não pode me vencer.

Matt: Já vencemos muitos adversários em seus próprios territórios. Às vezes ter uma certa vantagem não quer dizer que você sairá vitorioso do confronto.

Vikemon: Vocês deveriam desistir antes que matemos vocês.

MetalGarurumon: Não iremos desistir.

Joe: Matt, deis do momento que te conheci senti uma conexão com você. Sempre quis que você se orgulhasse de mim. Vivia tentando me exibir para você. Depois que voltamos pra casa senti um vazio dentro de mim. O meu irmão me fez perceber que eu estava com saudade de você. Fiquei extremamente feliz quando você aceitou sair comigo. Na minha cabeça você finalmente tinha percebido a nossa conexão e resolveu nós dar uma chance. Fiquei contando os dias e as horas para sábado chegar. Quando o dia finalmente chegou não conseguia esconder a minha felicidade. Estava muito ansioso para te reencontrar. Mas a minha felicidade foi morrendo aos poucos depois que você apareceu com o seu irmão no nosso encontro. Você passou o nosso encontro inteiro com o TK. Não suportava se ignorado por você. A partir daquele dia comecei a nutrir um ódio pelo seu irmão. Não suportava ficar perto do TK.

Matt: Joe, para mim aquilo nunca foi um encontro. Pensei que era só dois amigos querendo sair. Quando cheguei no lugar que percebi suas verdadeiras intenções. Você constantemente tentava ficar a sós comigo e você vivia encarando o meu irmão quando ele estava por perto. Fiquei com tanta raiva de você naquele dia.

Joe: Foi a partir daquele dia que finalmente percebi que estava apaixonado por você. E foi também naquele dia que prometi a mim mesmo que iria te conquistar. Fiquei tão feliz quando soube que você era gay, fiquei frustrado quando você continuou me ignorando. Não importava o que eu fizesse você nunca me notava. Já estava ficando desesperado. Naquele dia fiquei sabendo pela Sora que você iria ficar até mais tarde porque você tinha ensaio com a banda. Sabia que aquela era a minha chance de realizar as minhas fantasias com você. Então resolvi te esperar.

Matt: Você e um monstro.

Joe: Matt, você tem que entender que eu estava desesperado. Todo vez que te via te imaginava nu e gemendo o meu nome.

Matt: Então naquele dia você resolveu me estuprar?

Joe: Para mim não era estupro. Só estava facilitando as coisas para você. Na minha cabeça se você me visse nu provavelmente você ficaria interessado e as coisas iriam acontecer com o seu consentimento. Iríamos ter um sexo incrível. Então nunca passou pela minha cabeça que a minha tentativa de te seduzir poderia ser considerado estupro.

Matt: Joe, cala a merda da sua boca. Eu tentei me afastar e você me puxou de voltar para cima daquela carteira. Você continuou ignorando as minhas tentativas de escapar de você e também continuou ignorando que os seus toques estavam me dando nojo. Naquele momento estava com muita raiva de você. Você estava tentando me forçar a fazer sexo com você. Nunca senti nada por você.

Joe:  Naquele momento percebi que não queria mais seu consentimento para fazer sexo, só queria sentir o meu pênis dentro de você. Queria sentir a sensação do meu pênis entrando e saindo de você. Não me importava mais se fosse com o seu consentimento ou não. Estava de saco cheio de ter ver e não poder te tocar. Você me deixava louco. Comecei a transar com várias pessoas só para me aliviar. Um dia antes do nosso encontro eu tinha feito sexo com a Kari. Confesso que foi um dos melhores sexos que já tive. Ela também estava frustrada sexualmente por causa do TK. Então um estava tentando aliviar a frustração do outro. A irmã do Tai e bem flexível na cama. Matt, você jamais deveria ter fugido de mim, você só conseguiu aumentar a minha vontade de ter. Se você tivesse feito o que eu queria provavelmente você ainda teria os seus amigos e a sua família.

Matt: Joe, você é doente. Você sabia que estaria cometendo um crime mais resolveu seguir em frente com o seu plano. No fundo, você sabia que eu jamais iria para a cama com você então você preferiu me forçar a fazer sexo com você. Prefiro perder pessoas que nunca se importaram comigo do que ter sido estuprado por você. Você me enoja. Nunca desprezei tanto uma pessoa como desprezo você. Você não me ama, você e obcecado por mim.

Joe: Você nunca se importou comigo. Fiquei sem escolha. Não podia mais ignorar o meu desejo de ter. Matt, você me pertence. Sou a única pessoa que pode te fazer feliz e te satisfazer sexualmente.

Matt: Não sou uma propriedade para pertencer a você. Para de inventar desculpas para suas atitudes. Você tentou me estuprar nada do que você dizer ou fazer vai mudar esse fato. Já estou ficando de saco cheio dessa conversa. Vamos acabar logo com esse confronto.  MetalGarurumon, vamos acabar com eles.

MetalGarurumon: Não iremos perder para eles.

Vikemon: Nós que não vamos perder para vocês.

Joe: Sairemos vitoriosos desse confronto. Vikemon, acabe com eles. Não hesite nos seus ataques. Vamos com força total.

Esse era o incentivo que o Vikemon precisava para ir com força total. Ele não iria mais hesitar. O MetalGarurumon iria finalmente conhecer o seu verdadeiro poder. Ele resolveu usar o ataque “Bazooka Uivo”, uiva com toda a sua raiva. Depois resolveu usar o ataque “Nevasca Ártica”, momentaneamente leva a atmosfera ao redor a zero absoluto, congelando o oponente e depois esmaga ele com a Mjolinir. O Joe sabia que o MetalGarurumon não poderia sobreviver aqueles dois ataques. Ele finalmente teria o Matt só para ele. 

O MetalGarurumon resolveu usar o ataque “Metal Wolf Snout”, dispara quatro feixes de energia dos quatros locais de lazer em seu focinho. Depois ele optou por usar o ataque “Metal Lobo Garra”, vomita ar frio no zero absoluto que congela completamente tudo, e imediatamente traz as funções vitais da vítima a um impasse. Os quatro ataques entraram em choque. Só que o último ataque do MetalGarurumon congelou totalmente o Vikemon e ele não tinha como escapar. E as forças vitais dele foram reduzidas a quase nada.

Ele não tinha mais forças para lutar contra o MetalGarurumon. O Joe foi derrotado e com isso ele passaria a sua morte numa casa onde ele teria que viver com uma falsa realiadade. Lembranças que ele criou para tentar persuadir o Matt a ficar com ele. O Joe não podia acreditar que ele perdeu e que teria que morar num lugar onde ele é feliz ao lado do seu amado. Onde o Matt o ama. Ele precisava saber se o seu precioso Matt ainda era virgem.

Joe: Matt, posso te perguntar uma coisa?

Matt: Sim.

Joe: Você ainda é virgem?

Matt sorrindo: Não.

Aquela resposta acabou com o Joe. Ele ainda pensava que o Matt ainda era virgem. Agora ele também teria que conviver com a realidade de que seu precioso Matt perdeu a virgindade com o TK.

O Matt estava muito feliz por sua vítoria. Ele poderia finalmente ir atrás dos seus amigos e do seu namorado. Ele abraçou o seu parceiro e o agradeceu por tudo o que ele fez. Eles foram transportados de volta para o Mundo Digimon. E nesse local ele viu a sua amiga lutando contra o Piedmon e os outros tentando se recuperar dos seus ferimentos.

Ele chegou bem na hora para pode ajuda-los. O Matt pediu que o MetalGarurumon fosse ajudar o parceiro da Aurora. A Aurora ficou tão feliz quando viu o Matt. Ela sabia que ele iria conseguir. O Mestre das Trevas não ficou nenhum um pouco feliz ao perceber que mais alguém conseguiu escapar do seu Mundo dos Sonhos. Agora só restava o TK. A Aurora e o Matt tinham a plena certeza que o TK iria conseguir escapar.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...