História Yandere Simulator - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Yandere Simulator
Personagens Ayano Aishi, Budo Masuta, Info-chan, Kokona Haruka, Kuu Dere, Mai Waifu, Midori Gurin, Mina Rai, Musume Ronshaku, Oka Ruto, Osana Najimi, Personagens Originais, Saki Miyu, Taro Yamada
Visualizações 117
Palavras 672
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Fiz esse capítulo com toda calma possível genteeeeeee

Capítulo 3 - Não pode ser...


Fanfic / Fanfiction Yandere Simulator - Capítulo 3 - Não pode ser...

            Então ela desligou o celular e foi para o grupinho de amigas dela.

Recebi uma mensagem de uma tal de "info-chan" dizendo:

Mensagem on 

Info-chan: não deveria espionar os outros.

Ayano: quem é você?

Info-chan: digamos que uma possível aliada sua.

Ayano: do que você está falando? E como sabia que eu estava escutando a ligação da Kokona?

Info-chan: 1° estou falando que posso te ajudar a tirar todas essas garotas do seu caminho. 2° eu tenho câmeras literalmente em todos os lugares.

Ayano: como você poderia me ajudar?

Info-chan: por fotos de calcinhas eu poderia te ajudar a descobrir podres das pessoas, ajudar a fazer favores e te ajudar te dando itens, mas isso custará fotos de calcinhas.

Ayano: hummm...

Ayano: tudo bem.

Ayano: aceito.

Info-chan: boa escolha.

Mensagem off

O sinal tocou e fui para a aula e tudo vai normal.

O sinal toca.

Eu vou correndo para o penúltimo andar para observar o senpai, que ainda não sei o nome, quando vejo a Kokona e outra com cabelo comprido da cor azul acompanhar ela até o último andar, então como uma garota curiosa eu segui elas. Elas pararam atrás de um sei lá oque era e começaram a falar.

Resumindo oque elas falaram: 

A garota disse que a kokona não está agindo normalmente e disse que poderia desabafar para ela sobre o que está acontecendo na vida dela, então kokona disse que o pai, as vezes, chegava em casa bêbado e entrava no quarto dela e ela não queria mais falar nada.

Nossa... a Kokona sofre de abuso doméstico meu Deus.

Recebo mensagem da info-chan dizendo:

Info-chan: as vezes, nem tudo é oque aparenta ser.

Mas o que ela quer dizer com isso?

Kokona: ah, oi Ayano, conhece minha amiga Saki Miyu?

Ayano: não conheço não, prazer sou Ayano Aishi.

Saki: o prazer é todo meu.

Ayano: que educada.

Saki: obrigada.

Ayano: agora tenho que ir, tchau.

Corri sem sequer deixar elas se despedirem porque eu preciso ver o senpai.

Logo quando vi ele, me escondi para ouvir a conversa dele e da doida aí

???: não acredito que você se atrasou!

Senpai: desculpa eu estava no banheiro.

???:fazendo o que? Estava cagando um clone seu?

Senpai: só me atrasei um pouco, calma.

???: tudo bem Taro.

O nome dele é Taro?

???: enfim, não tem aquele negócio que te falei sobre tramar algo para a novata?

Taro: ah, aquele lá que eu disse que não vou te ajudar? E qual o nome dela mesmo? Ayano?

Ai meu Deus, ele sabe meu nome.

???: sim, e sim, esse é o nome dela. Tchau, vou procurar ela para convidar ela para o meu aniversário.

Taro: tchau.

Droga, tenho que sair daqui rápido. Droga, ela me viu, mas consegui disfarçar que não estava ouvindo a conversa.

???: Oooiiii Ayano. Eu não sei se você sabe, mas meu aniversário vai ser quinta que vem, se quiser ir, aqui está o convite.--falou tentando parecer amigável.--

Ayano: ok, mas qual é seu nome mesmo?

???: Osana Najimi.

Ayano: muito obrigado pelo convite.

Osana: de nada fofa.--nossa que falsa.--

Voltando ao assunto da Kokona, vou deixar uma carta para ela me encontrar no último andar.

O sinal toca e a aula acontece normalmente.

O sinal toca e os alunos estão livres para ir para casa.

A Kokona chega no seu armário e vê minha carta, ela lê e corre para o último andar.

Resumindo a conversa toda:

Falei para ela que eu ouvi a conversa dela e a Saki e queria saber sobre o que o pai dela fazia com ela e ela disse que ele entra no quarto dela e chora por causa das dívidas que ele tem com uma empresa então disse que ia ajudar ela com isso e ela implorou para eu não me importar com isso e acabou a conversa, mas no meio da conversa ela falou o sobrenome do cara que está cobrando o pai dela e uma aluna tinha esse sobrenome.

Fui direto para a enfermaria, peguei uma seringa e um remédio para dormir e chamei a musume (que tinha o mesmo sobrenome do cara que estava cobrando o pai da Kokona) para uma sala com uma mala de instrumento e injetei a doze certa para ela esquecer o que aconteceu há 20 segundos atrás antes de desmaiar e fui para casa.

Continua...


Notas Finais


Espero que tenham gostado desse capítulo ♡♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...