História Yaoi- um jogo inesquecivel - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Originais, Yaoi
Visualizações 72
Palavras 721
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Então... Capitulo extra! Hehe esperoque gostem^^ Escreva nos comentários de que gênero e sobre o que gostariam que fosse a próxima história! Isso ajuda muito!

Capítulo 2 - Capitulo extra: Como amo o mar!


Fanfic / Fanfiction Yaoi- um jogo inesquecivel - Capítulo 2 - Capitulo extra: Como amo o mar!

18:28

Depois daquele "acontecimento", aproximadamente dois meses depois começamos a namorar. Isso já faz dois anos, e até hoje nos amamos muito. Sim, exatamente dois anos. E hoje estamos viajando de carro para uma cidade com praia, perto da que a gente mora.

Ou chegar Bruno abriu a porta e jogou suas coisas em cima de um sofá que tinha na sala.

-Nossa que casa grande.- Disse ele.

-Poisé! E ainda é do lado da praia hahaha.- digo.

-E sea gente for dar um mergulho agora? Tá fazendo o maior calor.- Sugiro a ele, que pareceu gostar da ideia pois tirou sua blusa e e puxou para o nosso quarto, que tinha uma varanda virada para praia. Tiro minha camisa e sigo ele, que entra tranquilamente na água gelada. Já eu demorei um tiquinho para me acostumar.

Começamos a nadar e brincar d guerrinha de água no raso, como não dou pé mais para o fundo. Só que, como Bruno é mais alto que eu, ele me pediu para irmos mais para o fundo. Ele me "carregou" em seu colo para eu não afundar ( sei nadar mas canso rápido).

19:40

-Como eu amo o mar!- Diz Bruno com uma cara d alívio.

-Também amo haha!- Então dou um selinho nele e depois sorrio, mostrando que estou feliz de estar aqui.

-Só isso?- Ele me puxa para um beijo longo, dessa vez com a lingua e que a cada segundo, fica mais selvagem. Começo a ficar excitado e com vontade de mais. Enrolo minhas pernas em torno de sua cintura e beijo ele com mais desejo, porém segundos depois nos separamos por falta de ar, ofegantes.

-Eu te amo seu baixinho safado- Diz ele com, na minha opinião uma voz bem sexy.

Puxo ele para mais um beijo e fico com inda mais desejo, ele percebe e põe a mão dentro de minha bermuda e encosta no meu pênis totalmente duro. Pega ele e começa a fazer movimentos de vai-e-vem rápidos, me fazendo gemer (autora: só explicando, essa praia é meio que "reservada" só para esta casa. Eles estão SOZINHOS).

Logo depois retira a mão do meu membro e de minha bermuda e me pega no colo como um príncipe pega uma princesa, saindo do mar e indo em direção a nossa casa.

Logo após me por na cama, ele fecha a porta de vidro e logo depois a cortina, deixando o quarto levemente escuro. Em um ágil movimento, ele ele retira meu short e logo depois o seu, nos deixando completamente nus um na frente do outro. Deita-se em cima de mim e recomessa nosso beijo e minha masturbação. Para um pouco e me encara, me ajuda a ficar de quatro e encosta seu pau a entrada de meu ânus, me fazendo ficar ainda mais excitado.

-Pronto?- Questiona

-S...sim- Já não aguentava mais. Eu queria isso o mais rápido possível. Estava queimando de desejo.

Ele enfia seu membro duro e pulsando dentro de mim, me fazendo soltar um gemido que na verdade mais parecia um frito de dor, mas principalmente prazer. Fiz um gesto avisando que não precisava esperar, e ele começou dando umas estocadas lentas, aumentando a força e a rapidez com o tempo. Me fazendo gemer alto de prazer.

Ele apoiou seu corpo em mim, me abraçando por trás sem parar com as estocadas e colocando sua mão em meu pênis, voltando a me masturbar. Nessa hora não conseguia pensar em nada. Só gemer e gritar de tanto prazer. Um tempo depois eu gozei, mas ele continuou o movimento até gozar logo depois, me fazendo gozar mais alguma vezes. Já estavamos cansados, mas queríamos mais. Deitei por baixo dele, nos fazendo sentar logo depois e colocando-o em meu colo, penetrando ele com vontade, rapidez e força. Fazendo-o gemer, se for possível, ainda mais alto que eu. E logo antes de ele gozar retirei meu membro e rapidamente o deitei na cama por baixo de mim, e começei a chupar seu pau rapidamente, enfiando quase tudo na boca e com a mão fazendo movimentos nas partes que não entravam. Enfim gozamos mais um vez, só que juntos, e deitamos lado a lado em forma de conchinha, eu sendo abraçado por trás em uma posição bem confortável.

-Te amo- Digo sonolento.

-Também... Muito!- Ele me abraça mais forte e dormimos.


Notas Finais


Bom, foi isso! Desculpe pelos erros de português, compartilhem se quiser kk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...