1. Spirit Fanfics >
  2. Yellow - Kiribaku >
  3. Capítulo 02

História Yellow - Kiribaku - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Capítulo 02



•••

Apesar de seu coração acelerar de nervoso, Kirishima não se deixou levar pela emoção.

— Sabia que eu tenho a mesma impressão em relação a você? Podemos resolver isso depois, não se preocupe. — Ele falou em um tom irônico com um sorriso fraco em seu rosto.

— Claro, mas lembre que eu não aceito desfeitas e vou cobrar. — Os olhos de Bakugou fitam os de Kirishima.

Cof. Cof.  — Midoriya tosse, sua mão está fechada, posicionada em frente aos lábios. Uma ação proposital para chamar atenção.

— Você ficou de apresentar a escola pra gente não é? Porque estamos perdendo tempo com isso? — Ele fala em voz baixa.

— Também não sei. — Eijiro responde com seus braços relaxados e suas mãos localizadas na nuca.

— Vocês acham que eu vou ficar brincando de turista? Que se dane essa merda, eu vou pro quarto.

Bakugou fala e logo se dirige ao cômodo.

-— KACCHAN, ESPERA.

O loiro apenas virou e mostrou o dedo do meio enquanto um sorriso de lado se instalava em seu rosto.

Kirishima revira os olhos.

— Ele já sabe o quarto que vai ficar?

— Sim, precisávamos guardar as malas, então nos mostraram mais cedo. — Midoriya responde.

— Entendi! Ele é sempre assim?

— Na maioria do tempo sim, você ainda não viu nada.

— Credo.

Midoriya ri. — No fundo ele é uma boa pessoa.

— Não sei, não. Enfim... vamos continuar? Se a gente demorar muito o professor Aizawa vai vir atrás da gente.

Izuku apenas assentiu com a cabeça.

...

— Isso é tudo. — Kirishima fala encerrando a tour pela U.A.

— Valeu, e desculpa pela reação do Kacchan. 

— Tudo bem. Hm, eu posso fazer uma pergunta?

— Pode. — Midoriya responde calmamente.

— O que vocês são? Kirishima pergunta com um olhar desconfiado.

— O q-que nós somos? Como assim? — O garoto de cabelo esverdeado cora.

— Você tá da cor do meu cabelo. — Kirishima brinca. — Eu não tô insinuando nada, só é uma pergunta sem maldade. Eu acho que você lembra de mim.

Midoriya assente.

— Sim, eu lembro. E obrigado por aquele dia, você me ajudou muito só de ter feito aquilo. E sobre a pergunta, nós só somos amigos, amigos de infância.

— Tem certeza que ele é seu amigo? Porque não parece, como você consegue andar com uma pessoa que só te maltrata? Dá pra ver claramente como você se sente mal perto dele.

Izuku suspira.

— O Kacchan não é sempre assim, ele é difícil de lidar e nem todo mundo sabe compreender, mesmo passando por coisas que me façam mal, eu fico ao lado dele porque ele precisa de mim. Ele é o meu amigo, o que você quer que eu faça?

— Eu não consigo entender, claramente você não tá bem. Tem certeza que você pode ser tão egoísta com si mesmo, desse jeito?

— Você não entende. Ele tá em um momento difícil, e mais que nunca precisa de alguém do lado dele.

— Eu não ligo, eu não sei o que sentir em relação a ele.

— Você não precisa, essa função é minha. Eu preciso ir, até depois. 

Ele se despede. 

Kirishima não consegue assimilar o porquê de todo o cuidado de Midoriya em relação ao "amigo". Para ele, Katsuki não passa de um garoto mimado, sem escrúpulos e sem educação, enquanto Midoriya, claramente está sofrendo com isso e não merecia essa situação, apesar de todos esses sentimentos em relação ao loiro, Kirishima sente uma ponta de preocupação em seu peito. — Que momento difícil seria esse? Ele se pergunta.

...

Depois das aulas acabarem, Kirishima, Denki, Mina, Jirou, e Sero se dirigem ao refeitório.

— Você já viram como a Jirou tá linda hoje? — Denki fala enquanto seus dedos passeiam no cabelo da garota. 

— Cala a boca, Denki. — Ela fala com vergonha enquanto tira as mãos do garoto de suas mechas curtas. 

— Você tá vermelha, Jirou. — Mina diz.

— MINA, PARA! — Ela grita com a amiga.

A gargalhada de todos toma conta do lugar. 

— Por que a gente não chama os meninos pra ficar com a gente? — Sero sugere. 

— O Midoriya pode até ser, mas o Bakugou eu não recomendo. — Kirishima rebate. 

— Logo você que faz amizade com todo mundo falando isso? — Jirou fala enquanto tenta desenrolar seus fones de ouvido. 

— Vocês vão entender quando conhecerem ele... Parando pra pensar agora, cadê o Todoroki? 

— Em casa, ele disse que não vinha hoje porquê tava com problemas com o pai. 

— Estranho seria se não tivesse. Denki fala. — Acho que ele tá bem triste de ter ficado em casa hoje. 

— E se a gente fizesse uma ligação pra ele, todo mudo junto depois?

Mina propõe e todos concordam, todos eles se preocupam muito com Shoto, sabendo que o garoto vive no meio de situações complicadas, eles se sentem na obrigação de sempre cuidar do amigo e dar todo o apoio necessário para que ele fique bem, ou pelo menos, melhor. 

Naquele momento, Kirishima parou para refletir que talvez entendesse um pouco o sentimento de Midoriya em relação a Bakugou.

...

Chegando no dormitório depois de uma longa conversa no refeitório, os meninos escutam um som muito alto vindo do quarto ao lado do de Kirishima, a canção que soava no corredor, era Daddy Issues da banda The Neighbourhood. 

— A música tema do Shoto. — Denki diz soltando uma gargalhada alta.

Eijiro e Sero riem, mas ao mesmo tempo sentem um peso na consciência.

— Você é péssimo, Denki. — Sero fala, ainda em meio à risadas.

— Ok, mas eu tô mais preocupado com uma coisa, a pessoa que tá nesse quarto só pode ser o idiota do Katsuki. Eu falei pra vocês, né? — Kirishima diz decepcionado.

— Pelo menos ele tem bom gosto. — Kaminari responde dando uma risadinha.

— Eu tô falando sério, ele mal chegou e já tá assim?

— Enfim... Acho que vou deixar isso pro representante da turma resolver. — Sero diz se afastando.

— Eu também, preciso de um banho urgente. — Denki também se afasta.

— Ei, MENINOS? — Eijiro grita.

— Byyyye. — Os dois amigos falam em conjunto deixando o ruivo para trás.

— Que inferno. — O garoto suspira enquanto se dirige ao quarto que supostamente é ocupado por Bakugou.



Notas Finais


Oie.♥
• Avisos sobre as atualizações da fic: Irei postar dois capítulos durante a semana, (Segunda e quinta) mais precisamente a noite. Quem tb a agradecer a cada pessoinha que tá lendo, comentando, favoritando... Enfim, isso deixa meu coração quentinho. Mt obrigada mesmo, isso me dá mt motivação pra continuar. 🥺✨


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...