História Yellow - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Haechan, Mark
Tags Markhyuck
Visualizações 51
Palavras 447
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, LGBT, Lírica, Poesias, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


boa leitura <3

Capítulo 1 - .:Único:.


Girassóis, gipsofilas e narcisos

Flores tão distintas e ao mesmo tempo, tão parecidas.

Miolo escuro ou claro, caule grosso ou fino, folhas macias ou ásperas, com ou sem espinhos, o que importa mesmo é a cor amarelo vibrante que enfeitam suas pétalas.

Lembro de você dizer gostar de amarelo, dizer que amarelo era uma cor bonita, era a cor do Sol.

Amarelo significa felicidade para muitos, amarelo deixa as pessoas felizes. Mas amarelo me lembra você.

E você não era feliz por gostar de amarelo.

Eu vi você chorar e não dizer o motivo. Meu coração doeu, nossa, como doeu, mas você me abraçou em seguida e eu vi você sorrir, aquilo me deixou bem, mesmo que eu soubesse que era uma felicidade momentânea.

O dia do nosso aniversário de namoro chegou, eu te presenteei com um pote enfeitado de amarelo, me baseando em tudo em que você dizia gostar, mas, aparentemente, não foi o suficiente para te trazer a felicidade.

O dia do nosso aniversário foi o mesmo dia da nossa "pausa", eu nunca entendi direito a razão, mas resolvi te esperar voltar.

Eu descobri o que te incomodava e fiquei com o coração doído por te ver sofrer sozinho, mas mesmo triste, você sorria para seus amigos, daquela forma linda, incrível e única que era seu sorriso, daquele qual eu me apaixonei.

Quando voltei para casa, eu desabei de uma forma nada legal, como uma chuva fria logo na madrugada, encolhido no canto do quarto, lembrando de todos os momentos felizes que passamos lado a lado, relendo as nossas cartinhas assinadas com nossas juras de amor e palavras apaixonadas. A dor me corroía lentamente, o coração apertado, a mente em branco, aquele não foi um dia amarelo. Lembrar do nosso início, nosso primeiro beijo...

Era o amor nos gaseificando e nos tratando feito átomos, daqueles que precisam de outro pra sair do sistemático. 

E foi isso que você fez em mim.

Obrigado por me mostrar isso, da maneira mais dolorosa possível

Fico agradecido por aquilo que construímos. Tudo o que destruímos deveria ser colocado num altar imaculado para que não voltemos a ele.

Você é meu altar sagrado.

Lembro do dia que você chorou por aquela situação que entrava na sua pele como uma faca até ela dissolver. Seus olhos reabriram a ferida do fim.

A ideia de existirem milhares de pessoas e ainda sim você ser a primeira etapa do meu processo matinal, a ideia de ir perdendo alguém que você escolheu entre milhares.

Eu temo te perder - fisicamente - então, hyuck, mesmo que não estejamos juntos, conte comigo para o que precisar.

Você é o amarelo que ilumina o meu dia, é você quem me faz feliz, eu entendo se precisar se afastar, mas, por favor, nunca deixe de existir.


Notas Finais


se tá confuso, desculpa
créditos pra Giovanna (um bombom que me ajudou a terminar isso, obrigada 💕)
créditos também para as pessoas que me ajudaram a pensar e me deram conselhos, amo vocês 💕
eu meio que dediquei isso pra alguém é essa pessoa sabe disso
🤔
não sei
espero que tenham gostado dhdjhsj
~um beijo e um queijo 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...