História Flores amarelas aos corpos frios - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Angst, Colorsdeserve, Nevesire
Visualizações 94
Palavras 235
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), FemmeSlash, Lírica
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


quem ja leu ".a p o g e u" vai perceber que é tipo um remake dela k

Capítulo 1 - Empty


as caixas de papelão estendidas pela escada guardavam em seu interior seus maiores segredos; juras sussurradas na calada da noite enquanto algum blues tocava no notebook. haviam lembranças guardadas em cada objeto e sentimentalismo material grudado no fundo de sua alma.

subiu até a próxima sala e abriu a porta com cuidado, lembrando-se de quando, após o livramento das mágoas em um barzinho qualquer, a maior preocupação era enfiar a chave na fechadura. sorriu triste e adentrou o local; oco como seu peito. as cortinas alegres que haviam comprado já não estavam mais lá nem o tapete felpudo onde costumavam cair no sono.

a cozinha — o cômodo mais planejado da casa — ainda mantinha um resquício de refresco e luminosidade que entravam por uma grande janela onde antes a brisa fria da madrugada era aproveitada com graciosidade e fios de cabelo dourado voando junto ao vento. agora já não era noite nem verão, e ela sentiu frio.

direcionou-se de volta à sala, sem se atrever a olhar para o quarto pequeno e acolhedor outra vez. enxugou as lágrimas e olhou por um último momento para a sala vazia. nem deus poderia imaginar a dor que latejava em seu peito. abaixou-se e deixou ali, num cantinho qualquer, o buquê de girassóis que carregava nas mãos.

desbotou o resto de amarelo que restava em sua alma e com a solidão cravada, foi embora. ninguém poderia trazê-la de volta.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...