1. Spirit Fanfics >
  2. Yeonbin ;; coincidência? pode ser! >
  3. Festa, brigas e mentiras

História Yeonbin ;; coincidência? pode ser! - Capítulo 35


Escrita por:


Notas do Autor


gente só um avisoh ↓

eu vi que tem >>vários<< erros ortográficos nos capítulos dessa história, então peço desculpasKLKKK, vou começar a revisar, ok? só isso mesm—

Capítulo 35 - Festa, brigas e mentiras


Fanfic / Fanfiction Yeonbin ;; coincidência? pode ser! - Capítulo 35 - Festa, brigas e mentiras

Yeonjun achou estranho isso tudo, mas ele queria realmente saber quem era a garota que apareceu, do nada, na ligação do mais novo.

Ele ficou com ciúmes sim, mas nem tanto, o mesmo nem sabia quem era essa garota, para quê pensar coisas que nem foram esclarecidas, não é?!

O mais velho deixou isso pra lá e foi conversar com seus amigos, que estavam bastante animados para a festa.


[...]


Lia estava na casa de Joy, ambas estavam conversando sobre os garotos e o famoso plano que iriam fazer juntas.

Ambas estavam no quarto da mais velha, sentadas na cama, conversando e rindo.

— Ainda falta uma coisa... — disse Lia.

— O que mais falta, menina? — perguntou Joy quase sem paciência.

— O Beomgyu! — responde olhando pra garota — Ele é só meu e de mais ninguém! Quem será essa pessoa que está com ele?

— Quem precisa saber disso é você, pra mim tanto faz quem é! — diz Joy — Aquela garota ainda não te disse nada?

— Pior que não, eu ainda não ganhei a confiança dela! — responde Lia bastante decepcionada.

— Pois então, cuide! Quero que eles sofram um pouquinho! — sorri — Essa festa vai ser o maior auge! — Joy diz a rir.


[...]


Algumas horas se passaram, e faltavam uns 30 minutos para a festa começar. Todos foram se arrumar e se preparar psicologicamente para o que iria acontecer.

Provavelmente a maioria dos alunos mais velhos iriam encher a cara. Yeonjun prometeu para si mesmo que não faria aquilo. Ele é o mais velho entre seu grupo de amigos e só Deus sabia o que aconteceria se ele bebesse e o que os mais novos fariam.

O garoto e sua irmã mais nova já estão arrumados. Não seria aquelas festas chiques de aqueles filmes clichê com rei e rainha do baile, seria uma festa cheia de adolescentes, uns escrotos e uns com consciência.

Chegando lá, estavam a maioria dos amigos. A escola estava arrumada, tinha vários comes e bebes e, é claro, as bebidas alcoólicas.

Os amigos se comprimentam felizes com o que estava havendo.

— Aonde está Ryujin? — perguntou Taehyun.

— Não sabemos, ela não veio com a gente! — respondeu Huening.

— A gente passou lá e ela disse que iria acompanhada de outro alguém... — acrescenta Chaery e os outros concordam.

— Mais uma namoradinha na lista dela! — disse Yeonjun e todos riram, menos Chaeryeong.

— Pois bem, não irei esperar a Ryu! — disse Yuna — Vamos aproveitar a festa, gente! — a garota diz a rir e os outros concordam.

— Tome cuidado para não exagerar, Yeon! — diz Beomgyu a olhar pro outro.

— Eu não sou doido de me embriagar e deixar vocês soltos!

— Eu te conheço desde criança, então, sim! Você faria isso! — responde a rir.

— Então vamos apostar! — Yeonjun para em um canto com Beom. — Se eu ganhar, você terá que me obedecer por uma semana!

— E se eu ganhar, você vai me dar o dinheiro que eu pedir! — sorri de lado.

— Feito! — responde Yeonjun.

E assim começou a festa. Ninguém se importava com nada, a única coisa que queriam era sair da festa na hora que acabasse, ou seja, umas 3hrs da manhã.

Todos estavam dançando, só tocava música boa, a metade da escola só queria saber se comer, outros só de dançar.

Mas alguns minutos depois, Ryujin aparece na festa. E, como ela havia dito antes, ela não chegaria lá sozinha. Ao lado dela estava sua amiga mais recente, Lia.

Todos os amigos da garota ficaram chocados ao ver isso. Eles sabiam que Ryu e Lia começaram a se falar, só que eles nunca imaginaram que a garota chegaria ao ponto de virar amiga da outra. Ambas se aproximam deles para conversarem.

— Oi gente, cheguei! — Ryu diz a sorrir.

— Eae... — Todos responderam.

— Não vai nos apresentar sua nova amiguinha, Shin Ryujin? — pergunta Beomgyu com uma cara nada boa.

— Lia, esses são meus amigos. Pessoal, essa é a Lia!

— Oi gente! — Lia diz com seu sorriso cínico. — Espero que estejam gostando da festa!

— A gente estava, porém... — Yeonjun é interrompido por Ryujin.

— Lia, por que você não vai falar com a Joy? — a garota tenta disfarçar o climão que havia no lugar.

— Beleza, mas não me deixe sozinha na festa! — sorri e vai embora.

— Por que estão todos assim com ela? — perguntou a garota.

— Também queria saber... — disse Kai.

— Você sabe muito bem, Ryujin! — respondeu Beomgyu com raiva.

— Aquela garota pode estar fingindo que é sua amiga, e... — Chaery é interrompida.

— Entendam de uma vez que ela virou minha amiga! Saibam que eu não estou nem aí para o que vocês pensam, eu posso ser amiga de quem eu quiser! — a garota responde num tom alterado, assustando todos.

— Ryujin, nó-nós só estávamos te avisando sobre ela! — diz Chaeryeong com lágrimas nos olhos.

— Ela é uma pessoa boa, porém, vocês não vêem isso. E, felizmente, isso não é problema meu! — respondeu a garota arrogante. — Agora, se me derem licença, eu vou ficar um tempo com a Lia! — ela diz e vai embora.

Todos ficaram surpresos e tristes com as palavras de Ryujin. Lia é uma garota muito falsa, e eles estão totalmente certos de tudo isso, porém a outra não vê isso.

Chaeryeong começou a chorar. A garota é bastante sensível, qualquer coisa ruim que acontece com ela, ela chora. Enquanto Chaery chorava, Yuna a abraçava dizendo que tudo vai ficar bem e que Ryujin foi uma babaca, e com razão.

Beomgyu, ao ver tudo isso, vai embora raivoso para o pátio da escola. Huening, sem entender nada, segue o mais velho para saber o que estava havendo.

Chegando no pátio da escola, estava tudo vazio, não havia ninguém, somente Beomgyu sentando em um canto de cabeça baixa. Huening, sem coragem, vai até o mais velho.

— Beomgyu, por que está assim?

O mesmo ficou mais velho e levantou sua cabeça, mostrando que era mesmo Hyuka lá, já que algum tempo o mesmo tentava evitar o outro.

— É uma longa história, Huening! — se levanta — Você não iria entender!

— Mesmo assim, eu quero saber! Por que dizem que a Lia é uma pessoa ruim? O que ela fez? — pergunta preocupado.

— Sim, Beom, responda para o Kai! Por que me odeiam tanto? — pergunta Lia atrás de Huening, fazendo com que os dois fiquem assustados.

— O que faz aqui? — pergunta Beomgyu raivoso.

— Eu vim esclarecer as coisas pra esse garotinho aqui! — aponta para Kai.

— Deixa eu ver se entendi. Então você vai dizer pra Huening as coisas ruins que você fez pra mim? Uau, fico surpreso! — Beom responde com ironia.

— Mas como você é engraçado! — ri — Vim contar outras coisas para o garoto! Coisas suas! — sorri.

— E o que seria? — Kai perguntava curioso.

— Muitos diziam que eu que era má com Beom, porém, isso é mentira! Era tudo ao contrário! — Lia faz uma cara triste.

— O que?! Não era nada disso que... — Beom é interrompido.

— Ele ficava com várias garotas e garotos pelas minhas costas! — começa a chorar — Ele era bastante ciumento comigo, dizia pra eu não conversar com nenhum garoto! E, como eu era apaixonada por ele, eu o fiz...

Beomgyu sabia que isso tudo era mentira, mas Kai não. Então, o mais novo começa a acreditar nas palavras da garota, tudo por conta dos choros.

— M-mas, ele não é assim, ele... — Kai é interrompido por Lia.

— Se você não acredita em mim... — enxuga suas lágrimas — Procure as ex's namoradas dele, elas te responderão tudo! — força um sorriso.

Com as palavras da garota o choro dela, fizeram com que o mais novo acreditasse em tudo que ela disse.

— HueningKai, não é isso que você está pensando! — Beomgyu diz pegando no pulso de Kai.

— Verdade! — se aproxima de Beom — Não é o que eu estou pensando, nunca foi o que eu pensei! — vai embora com lágrimas nos olhos.

Beomgyu olha pra Lia e vê que a mesma está a rir de toda a situação. É incrível como ela atuava bem.

— Você ama me destruir, não é?! — Beomgyu pergunta.

— Eu estou fazendo isso porque eu te amo, quero você só pra mim! — Lia se aproxima do garoto, e o mesmo ri.

— Sonha! — Beom ri — Eu amo o Kai, e nada vai me fazer mudar isso, nem mesmo você! — responde e vai embora procurar o mais novo.

— Se é isso que você acha!... — a garota sorri ao ver o outro ir.


Notas Finais


e as tretas só estão começando rsrs

e tô sem criatividade, desculpem—


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...