História Yes, baby - Capítulo 3


Escrita por:

Visualizações 13
Palavras 439
Terminada Não
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um emocionante capítulo desta história que expõe o amor em seus pormenores. Espero que gostem.
(Eu queria colocar capa nos capítulos, mas meu celular não colabora, então vai ficar tudo podre do jeito que está.)

Capítulo 3 - "A paixão me pegou, tentei escapar, não consegui"


— Ei, seu bunda mole.

— Falou comigo? — respondeu Murilo, percebendo que Loma direcionava-se à ele

— Não, gracinha, falei com a p*ta que te pariu!

— Ainda bem, até um outro dia. — Murilo respondeu em um ato de como se estivesse indo embora

— Espere, amigo. — disse Loma, dando o braço a torcer

— Fale o que você quer de uma vez, C*RALHO! — proferiu Murilo, exasperado, suas palavras brutas foram como tapas na cara de Loma, mas o ícone não se dá por vencido e continuou

— O que levas nesse caixão?

— Um monte de bosta. 

— E quem foi o cagão?

— Aposto que não foi o c* de sua mãe.

— Você fala demais, amigo. — disse Loma em um longo suspiro — Acabei de me aborrecer.

Após este diálogo icônico e cinematográfico, Loma e Murilo se olharam e Murilo sorriu. E no momento em que este fato ocorrera, Murilo, exibindo sua linda arcada dentária, com aquela cara de doido, cara de quem cheirou três fileirinhas de cocaína nas costas de um anão parrudo, naquele exato momento foi que Loma se encantou por completo. Com aquele sorriso, aquele maldito sorriso.

Embora MC Loma e Murilo Couto sejam muito reconhecidos nacionalmente, um não conhecia o outro. Murilo ainda não tivera a oportunidade de ouvir o hit de carnaval, denominado "Envolvimento"; já Loma não possuía ideia alguma de que Murilo fazia um programa no SBT. 

Depois de todo o ocorrido, do sorriso estampado no rosto de Murilo, os dois protagonistas saíram de cena, sem mais nem menos. Loma precisava mijar, então foi ao banheiro feminino, e Murilo precisava ir pra casa ficar ouvindo MC Doguinha. Nenhum tchau. Nenhuma troca de telefones. Foi apenas aquele diálogo e nada mais.

As gêmeas lacrazikas surgiram do nada no banheiro e Loma contou tudo o que tinha acontecido à elas. Elas também se explicaram, disseram que tinham sumido pois encontraram uns garotos escamosos e queriam comer suas carnes para provarem que escama é só de peixe, uaaaai.

Saindo do banheiro, Loma e suas melhores amigas foram explorar mais o shopping e ver brusinhas que não comprariam por conta do preço absurdo.

Por mais que Loma estivesse se divertindo, não conseguia tirar sua nova paixão da cabeça. Tudo que ela queria era ir pra casa de sua tia logo (pois Loma é pernambucana e está passando uns dias em SP com parte de sua família paulistana) e escrever em seu diário todos os detalhes sobre o boy babado o qual a mesma havia caído de amores. A nossa basiquinha tinha estabelecido uma meta: iria encontrar seu amor nas redes sociais, custasse o que custasse, nada iria a impedir de correr atrás de seu príncipe encantado.


Notas Finais


Será que nossa querida MC encontrará sua verdadeira paixão nas redes sociais?
Se sim, como será que Murilo reagirá do outro lado do computador?
Se não, como será que Loma irá passar por esta situação?
Tudo isso você confere no próximo episódio de: "Sim, bebê". A celularnovela mais amada do Brasil.
(Garelo, se quiserem continuação falem aí, pois não sei se estão acompanhando ou não. É tóis!)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...