1. Spirit Fanfics >
  2. Yes Boss >
  3. Capítulo 2

História Yes Boss - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction Yes Boss - Capítulo 2 - Capítulo 2

Jonny estava dormindo calmamente em sua cama, parecia tão adorável, qualquer um diria quê ele era um anjo mas todos sabem quê aquele homem era um demônio disfarçado de humano.

- Céus! Que dor de cabeça! - ele colocou a mão na cabeça e fechou os olhos.

- Mestre? Aconteceu algo? - Um garoto ruivo que estava no outro lado da cama falou preucupado.

- Você ainda está aqui? - Falou Jonny com desgosto.

- E- eu pensei... - O jovem estava terrivelmente assustado - Pensei quê tinhamos voltado mestre...

- Pensou errado, agora pegue suas coisas, saia daqui e nunca mais apareça na minha frente. - Ele se levantou pegando o robe ao lado da cama - E se refira a mim como chefe!

O ruivo se levantou com bastante dor, se vestindo e pegando suas coisas o mais rápido possível, ele não queria ser apenas mais um brinquedo.

- Já estou indo chefe. - Falou o garoto se curvando.

- Ainda bem, não aguentava mais ver sua cara - Falou olhando as notícias do jornal e tomando um gole de café. - Oque está esperando a porta está na sua frente.

- C- Chefe! Porfavor me dê outra chance não irei decepciona-lo! - O ruivo chorava e soluçava.

- Dave... - Jonny se aproximou levantando o rosto do menor. - Eu não preciso mais de você. - Ele deu um sorriso indo em direção a porta. - Saia!

- ENTÃO EU TAMBÉM NÃO IREI GASTAR MINHAS LÁGRIMAS! - Falou e saiu.

- A cada novo subordinado eles ficam mais petulantes. - pegou seu jornal e seu café e sumiu no corredor de seu apartamento.

Pelos corredores da "baby corp" Stacy corria contra o tempo para achar o seu Chefe em algum lugar daquele lugar enorme, Já tinha ligado para ele mais de 20 vezes. Ele tinha desaparecido no intervalo da entrega do novo produto e o café por um momento ela pensou alguma besteira não era feitio do Chefe pelo menos não no trabalho.

- Droga! Cadê ele?

- Atrás de você. - Stacy se virou vendo o loiro sorridente - Desculpe, podemos ir para reunião?

- Onde estava? - Falou a asiática

- Agora não interessa.

Logo chegaram na sala de reunião havia várias pessoas na sala, homens e mulheres entendiados por esperar.

- Desculpe senhoras e senhores - Ele se direcionou - novos brinquedos chegaram são bem simples mas prometem muito mas precisamos quê alguém experimente, alguém se habilita? - Falou olhando para cada pessoa naquela sala, ele podia ser bem convincente.

- Desculpe Chefe não dá. - Falou uma mulher loira desviando o olhar para alguns papéis

- Eu estou fora - Disse um homem mais velho voltando o olhar para o celular

- Também

- Também

- Também

Ninguém daquela sala concordou com a sua ideia, Jonny respirou fundo e colocando a mão no rosto.

- Ah vamos lá nem é tão difícil. - Falou quase implorando.

- Por que você não leva para casa para testar com alguém? - Falou uma mulher morena.

- Sempre sobra para mim!

O dia tinha acabado reuniões sobre como inovar os produtos, papéis para assinar, tudo como sempre, às coisas já estavam ficando chatas para Jonny, nada estava sendo inovador sua vida era pacata e sem ação... sem amor.

- Chefe, Chefinho! - Disse Stacy correndo atrás de Jonny

- O que foi? - Sua cara estava mais para "Pode dar um fora? Quero beber muito álcool e chorar."

- Tenho uma amiga para te apresentar!

- Stacy sou muito ocupado para namorar, não estou interessado.

- Você parece tão só... achei que uma namorada resolveria isso....

- Stacy você é a minha melhor amiga e eu te conto tudo mas tem coisas quê você não deve saber - Abriu um sorriso que logo se desfez em uma cara não muito feliz.

- Jonny? Tem alguma coisa quê quer me contar? - Ela fez uma cara preocupada.

- Stacy esses últimos dias não foram dos melhores, o Tim chega nesse final de semana, minha vida social está uma merda, meus pais estão na puta quê pariu com raiva de mim, não tenho um momento de paz! - Quando viu estava com uma lágrima escorrendo em seu rosto, ele limpou e saiu andando.

Stacy estava paralisada, conhece ele desde o dia quê nasceu e nunca o viu chorar de verdade, ela correu e abraçou o amigo por atrás, isso só fez o loiro querer chorar mais, estava à meses tentando não derramar nenhuma lágrima e agora todo seu esforço foi em vão, lá estava ele um homem crescido chorando na rua.

- Código B 23? - Falou Stacy ainda abraçando o loiro.

- Oque código B 23? - Disse se afastando.

- Sorvete, Netflix e cobertor.

- Quero sorvete de morango. - Sua voz estava bem melhor agora.

- Tudo oque quiser.

Os dois amigos sairam em direção ao estacionamento para o apartamento de Jonny. Quando chegaram Stacy se jogou no enorme sofá quê tinha na entrada.

- Não acredito quê escolheu a decoração sem mim! - Ela jogou uma almofada em Jonny.

- Mas é claro você tem péssimo gosto. - ele se jogou no colo da amiga.

- Eu não tenho péssimo gosto só tenho um gosto diferente.

- Isso também se resume a homem, pq seus últimos namorados meu deus.

- Falou o cara que está na seca desde a faculdade. - A asiática disse em tom de deboche.

- Olha me respeita! - Começou a fazer casquinhas na amiga quê gritava e ria.

- Espero não estar atrapalhando em nada. - Um homem alto mas não tão alto quê jonny, um pouco magricela, seus cabelos castanhos estavam molhados e usava uma toalha na cintura.

- TIM! - Gritou Stacy sorrindo para o moreno.

- Tim... - E Jonny olhava inacreditado mas agora a situação é por ele estar em sua casa antes do combinado ou por só estar usando toalha.

××××××××××××

Vlw por chegar até aqui 😁



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...