1. Spirit Fanfics >
  2. Yes, Mommy - Jenlisa >
  3. Fights And Thanks

História Yes, Mommy - Jenlisa - Capítulo 10


Escrita por:


Capítulo 10 - Fights And Thanks


Fanfic / Fanfiction Yes, Mommy - Jenlisa - Capítulo 10 - Fights And Thanks







Antes de tudo, quero agradecer de coração, a todos que estão favoritando e comentando na fic, isso é realmente muito importante para mim. Na verdade, o que importa são vocês e não só os números de "faminha" que eu irei ter aqui no aplicativo, e sim, a quantidade de gente que me motiva a continuar ainda mais, que sempre está aqui me ajudando independente de qualquer situação. Sério, isso não é só mérito meu, é de vocês também. Vocês não tem noção do quanto eu sou grata todos os dias por ter vocês do meu ladinho, e não sabem o quanto eu me esforço para deixar tudo perfeitinho para vocês. Vocês são incríveis demais, muito obrigado por mais uma conquista, e que o número de gente multiplique ainda mais, que mais e mais gente entre para nossa família. Eu amo vocês demais, e não vou me cansar de falar isso ! Muito obrigada a todos, de verdade. Então, sem mais delongas, vamos para o capítulo, certo ?














    Sobre descobertas e novos planos















As meninas gritavam com o delegado, enquanto ele e os policiais tentavam acalma-las. Jisoo havia trazido uma roupa para jennie, então a mesma não estava mais com roupa de hospital, porém todos acharam desnecessário ela estar ali, mas... ela estava na briga.












- se acalmem pelo amor de Deus ! - o delegado disse com uma voz autoritária - os próprios pacientes do hospital denunciaram vocês !











- isso é irracional senhor ! Ela provocou primeiro - jennie aponta para irene que a olhou com raiva.












- yah ! Cala a sua boca ! - irene diz.












- não manda ela calar a boca não ! - lalisa diz para irene.













- irene você é podre ! Ela ameaçou minha namorada e mandou um monte de gente bater nela, olha isso ! Como você acha que nós ficamos ? - jisoo diz vendo o delegado ir para trás por causa da voz autoritária de jisoo.













- você não tem provas ! Eu nunca vi essa mulher na minha vida ! - irene diz.










- além de querer roubar os noivos dos outros agora é cínica ? Caramba irene, você é multi persongens ?! - lalisa brinca e irene ae aproxima dela.













- cala a merda da sua boca ! Você não sabe de nada ! - irene diz.














- chega ! Srtas. Jennie e lalisa, por que estavam batendo em irene primeiramente ?













FLASHBACK ON :













irene havia entrado no quarto e atrapalhado a sessão de beijos e carícias de jennie e lalisa. A mulher olhou as duas, que se separaram olhando também a morena e irene riu debochadamente.









- está pretendendo usar jennie como vingança por que roubei yang de você lalisa ? - pergunta irene rindo.












- você não sabe de nada, e ninguém quer você aqui ! Então vai embora ! - lalisa diz irritada.












- irene, por favor... eu não quero brigas então se retire por favor ! - jennie diz.













- quem diria em jennie... nunca pensei que você fosse gostar de víboras que nem sua "madrasta" e ainda pior... uma prostituta ! - irene diz e lalisa respira fundo afim de controlar sua raiva - mas sabe de uma coisa lalisa... pode ficar com os meus restos, troquei jennie pelo papai yang, que é bem mais rico e benéfico ! E sabe o que mais... você sempre irá ser uma prostituta sem amor !











- não fale dela assim irene, e eu não sou seus restos, na verdade... eu nunca fui sua, e também ninguém será seu o suficiente e como eu já disse antes... eu não gosto de você e nunca irei gostar !











- e não me chame de prostituta... você não sabe do que eu sou capaz irene ! 













- oh, está me ameaçando ?! - irene indaga confusa.














- não... não sou mulher de ameaçar que nem você, eu prefiro agir... e você pode ter certeza que quem ficou com meus restos foi você e mais uma coisa - lalisa se aproxima - para yang ficar com você só sendo um louco, ainda mais com uma qualquer como você !












Irene se descontrola e vai para cima de lalisa. Jennie arregala os olhos, e se assusta, vendo o rumo que as coisas tomaram e saiu da cama, indo em direção as duas, que quase se matavam no chão. Lalisa estava por cima, enquanto jennie tentava segura-la pela cintura, afim de tira-la de cima.














FLASHBACK OFF.












- ela é uma inútil ! - jisoo diz causando uma risada baixa de jennie e Rosé.












- vamos com calma meninas, iremos resolver isso rapidamente - o delegado diz - kim jisoo e park chaeyoung... vocês irão conversar comigo outro dia, tenho um caso para resolver agora, e enquanto a vocês... irão pagar uma multa para o hospital de mil dólares cada !












- o que ?! Mil dólares ?! - jennie pergunta incrédula.












- é isso, ou passar um dia aqui na penitenciária... e aqui não tem cela especial, é compartilhada com as outras detentas - o homem diz e irene bufa irritada. 













- tá, nós pagamos ! - lalisa diz irritada. - podemos ir embora agora ?!












- o prazo da entrega do dinheiro é até amanhã ! - o homem diz.














- vamos embora lisa... - jennie entrelaça sua mão com a de lisa.













- Rosé, você irá ficar lá em casa hoje tabom? - lalisa fala para a mulher que sorri assentindo.













- vou chamar um táxi - jisoo diz.














As quatro vão para fora da delegacia. O uber que jisoo pediu chegou em poucos minutos. Jennie não iria voltar para o hospital, entãoz fora direto para casa, com o coração na mão, pois sabia que iria encontrar yang lá, e as outras não estavam diferentes.












A viagem foi "calma". Aquele dia havia sido difícil para elas. Lalisa estava agarrada a jennie, que ajeitava seus cabelos. O rosto da tailandesa quase não tinha nenhum hematoma. Jisoo estava com a cabeça deitada no ombro de Rosé, que fazia carinho em seus cabelos.











Não tardou a chegarem lá. Lalisa pagou a corrida, e as quatro saíram do veículo. Jennie ainda tinha as mãos entrelaçadas. Jisoo tocou a campainha e clarie abriu a porta, com os olhos arregalados.












- o que houve com vocês senhoras ? - a ruiva perguntou.












- onde yang está ? - lalisa pergunta com raiva - eu irei conversar com ele mais tarde.











- ele chegou a pouco tempo do hospital eu acho... só sei que ele estava bem bravo - a ruiva diz - precisa de alguma coisa srta. Kim ?












- preciso, de curativos, remédios, pomadas... tudo que você tiver, leve até o quarto de jisoo - a morena diz.














Depois de um tempo, clarie havia trazido as coisas e jennie pegou um dos kits de primeiro socorros, levando para seu quarto. Lalisa estava sentada na cama, e jennie abriu a maleta, pegando um pouco de algodão e soro.










- ela não te machucou tanto... que bom ! - jennie diz limpando o machucado da testa da mais velha.













- obrigado por ter me defendido ! - ela diz tirando a mão de jennie de sua testa.













- não se sinta surpresa... eu iria continuar fazendo isso, mesmo se você tivesse sendo a errada da história ! - jennie diz e lalisa sorri.













- que bom que ela não lhe encostou um dedo, se não, iria matá-la se fizesse - lalisa diz.












Jennie aproxima sua testa da de lalisa e a tailandesa toma seus lábios em um selinho demorado. Jennie pede passagem com a língua e lalisa rapidamente cede.











- mais que porra é essa ?! - uma voz masculina se faz presente e as duas se separaram.













Yang estava as olhando estático. Jennie foi puxada pelo braço e lalisa por outro. O homem praticamente arrastava as mesmas pela escada, enquanto via jisoo e Rosé saírem do quarto da ruiva, gritando atrás de yang.













- sua desgraçada! Você estava me traindo com minha própria filha ?! Sua puta suja !











- não fala assim com ela, e não a trate como se ela fosse uma qualquer yang ! - jennie diz se soltando dos braços do homem, vendo lalisa fazer o mesmo.













- você não pode dar nenhuma lição de moral yang ! Traiu lalisa com irene, a ex da sua filha... não é muito diferente ! - Jisoo diz na cara do homem.













- porra eu sei que eu errei, mas isso é inadmissível porra ! Ela está me traindo, com minha própria filha ! Isso para mim é um desgosto enorme ! - yang diz.













- sabe de uma coisa... - lalisa tira o anel que yang lhe deu do dedo - eu nunca gostei de você !














- você irá se arrepender de ter me traído lalisa, agora você comprou guerra comigo e você... - diz gritando e apontando seu dedo para jennie - você foi a pior coisa que me aconteceu, vocês duas !














- estou bastante comovida com seu discurso de merda ! Você não é meu appa, você me machuca, tanto fisicamente como psicologicamente o tempo inteiro, sempre tenta jogar na minha cara que eu sou um lixo, pois bem, eu quero que você se foda ! E quer saber... lalisa sim foi a melhor coisa que me aconteceu ! - jennie diz - e eu nunca quis que vocês se casassem ! Por que ela não merece estar presa a alguém tão cruel como você !













- você me respeita garota ! - o homem levanta a mão para bater na menina, mas jisoo a puxa.













- bate, pode bater em mim e eu te denuncio para a policia seu idiota ! - jennie diz.












- trair você com jennie foi uma das melhores coisas que me aconteceram ! - lalisa diz olhando a morena - e eu não me arrependo de gostar dela, não me arrependo de ter conhecido ela, e se eu precisasse fingir gostar de você todos os dias, somente para te-la perto, eu faria sem nem pensar !












- vocês me dão nojo ! Não quero mais olhar na cara de vocês ! Exceto você - aprontou para lalisa. - você não vai escapar de mim tão fácil !












Yang faz uma sinalização esquisita para clarie, que assente, saindo de nossa presença.













- o que está fazendo ? - Rosé pergunta.













- simples... lalisa não terá paz tão fácil ! - yang diz sorrindo de canto.














Alguns homens de terno aparecem e pegam lalisa pelo braço, enquanto a loira se debatia.













- não, larguem ela porra ! - jennie grita sendo empurrada por um dos seguranças, um homem com o dobro do seu tamanho.













- eu quero vocês três para fora dessa casa ! Ouviram ? As três ! A partir de hoje, jisoo e jennie... vocês não serão mais minhas filhas ! - yang diz.














- nós nunca fomos suas filhas seu doente do caralho ! - jisoo grita. - solta ela !














Lalisa olha para jennie e as mesmas trocam olhares.













- eu te amo ! - as duas dizem uma para a outra em uníssono.













- eu vou voltar para te buscar, e nós poderemos ser felizes do nosso jeito! Eu amo você lili ! - jennie diz.















As três são praticamente jogadas para fora da mansão. As portas se fecham, e jennie sente uma lágrima escorrer.












- eu vou me vingar desse merda ! Vou fazer ele sofrer como nunca sofreu ! - jennie diz entre dentes.














- conte conosco para isso ! - Rosé diz olhando para as duas - precisamos de um plano e rápido !










































Continua. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...