1. Spirit Fanfics >
  2. Yes, Mommy - Jenlisa >
  3. Beatings

História Yes, Mommy - Jenlisa - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - Beatings


Fanfic / Fanfiction Yes, Mommy - Jenlisa - Capítulo 8 - Beatings










Sobre revelações, traições e espancamentos








Lalisa e jisoo encaravam as fotos estáticas. Elas não sabiam o que fazer, mas o prazo delas estavam se esgotando...









- porra lalisa, o que faremos ?! - a ruiva perguntava em pânico.











- eu não sei chu ! Porra eu sabia que isso ia dar errado - lalisa dizia.











- agora não adianta chorar pelo leite derramado querida, precisamos resolver isso já, mas não hoje, primeiro vamos dormir e amanhã pensamos em algo ok ? - jisoo diz e lalisa acena.











- eu e seu appa brigamos... e eu não quero dormir sabendo que vou ter que conversar com ele no dia seguinte... sem contar que ele ronca ! - lalisa diz causando uma risada gostosa de jisoo.










- dorme comigo, mas isso fica entre nós, se não jennie é capaz de arrancar minha canela no dente ! - as duas riem.











- como eu queria estar no lugar de irene ! - a loira disse.











- como eu queria bater nela, isso sim ! Ela é muito abusada - jisoo diz.












Lalisa se deita perto de jisoo. A cama da ruiva ers gostosa, muito diferente da de yang, mas a loira ainda preferia a de jennie. Elas conversaram antes de dormirem, mas logo sentiram o sono chegar, e se renderam ao mesmo.












No hospital, irene olhava jennie com felicidade. Havia conseguido ficar sozinha com a morena e ela conseguiu te-la somente para ela. Em breve, irene conseguiria completar o seu plano.











[...]












Lalisa acordava logo em seguida de jisoo. A mulher havia acordado um pouco tranquila. Lalisa e yang ainda não haviam conversado, e enquanto os dois tomavam café, jisoo fazia questão de colocar fogo nas fotos que vieram no envelope. Óbvio, elas tinham que ocultar as provas dos atos das duas, e lalisa agradecia jisoo eternamente por ajudá-la.










Eles já estavam prontos. Então, os mesmo foram até o hospital e como sempre, irene estava lá, com uma outra roupa claro. Assim que viu novamente lalisa, sorriu debochadamente em sua direção.









- vagabunda ! - jisoo disse em um sussurro, e lalisa ouviu rindo.










Yang trocou alguns olhares com irene, e lalisa reparou isso. A tailandesa assinou a ficha de visitação de jennie, e a enfermeira permitiu entrar de duas em duas pessoas para vê-la, e claro, lalisa iria com jisoo, e yang com irene, novamente. Aqueles dois não engoliam lalisa, e era óbvio que eles tinham algo, só faltava a loira ter suas confirmações.










O mesmo médico responsável por jennie havia dito que ela estava acordada e que no dia seguinte já podia sair.










Jisoo e lalisa entraram no quarto da mulher, que se encontrava sentada na cama, com os olhos focados em alguma parte aleatória do quarto e com os pensamentos avoados. Lalisa pigarreou e jennie olhou para elas lhes mandando um sorriso gengival.









- oi gente ! - jisoo abraça a menina fortemente e lalisa sorri com a cena - vai com calma meu estômago ainda está dolorido !










- nunca mais nos dê esse susto jennie ! - lalisa diz se aproximando da menina - oi...












- pode deixar, eu nunca mais irei colocar uma grama de droga na boca... - jennie diz olhando a loira - oi...












- bom, como foi a sua noite com irene ? - jisoo perguntou, e jennie desmanchou o sorriso - viu lisa, eu disse que jennie não gostava de irene.











- eu vi uma coisa hoje de manhã... tipo, bem de manhãzinha mesmo - jennie se arruma na cama - yang veio aqui...













- como ?! - jisoo pergunta sem acreditar.










FLASHBACK ON : 












Jennie acordou as seis e quarenta e cinco da manhã. Ela havia acordado muito, e com bastante fome. Sua barriga estava roncando, e sua garganta estava seca. A morena com bastante dificuldade, se arrumou na cama, conseguindo sentar-se melhor. Ela não iria chamar uma enfermeira, ela queria comida, e então ela lembrou que tinha uma máquina de snack's.








Ela viu uma bolsa em uma poltrona, da dolce e gabbana preta, e reparou que era de irene. Reconheceria aquela bolsa em qualquer lugar, e acabou sorrindo, por que a morena estava lá, para cuidar dela. Mas... ela não era lalisa.









Jennie, com uma feição de dor, tirou seus fios, deixando apenas o soro que estava em sua veia, ligado no acesso. Ela arrumou sua camisola de hospital e ficou desconfortável. Ela parecia que estava nua, sem lingeries sem nada. Enfim, ela abriu a porta lentamente, vendo o corredor deserto e pouco iluminado, e seguiu-se até o mesmo, a procura da bendita máquina.










Ela estava descalça, e provavelmente descabelada, mas ela estava pouco se importando para isso, ela só queria forrar o seu estômago com alguma coisa. A coreana andou mais um pouco, e avistou a máquina.










Mas, algo a fez parar. Havia um casal se beijando. Tipo, ferozmente. Jennie achou a cena bonitinha, e engraçada, se não fosse duas pessoas na qual ela conhecia bem.









Perto da máquina, irene e yang se beijavam intensamente. Eles estavam com tanta fome, que os suspiros eram altos e o beijo não se encaixava direito. Porra, aquilo era nojento demais !












- poxa irene, não sabia que era Hétero ! - jennie diz, vendo o casal parar de se beijar.











- j-jennie ?! Ai meu Deus... não é na...












- pode parando de se explicar appa, está tudo bem, isso só me fez ver que você é um cara idiota e ridículo ! Traindo lalisa com minha ex ficante... acho que era por isso que não queria que eu ficasse com ela né ? Por que queria ter ela para você... - jennie diz interrompendo as "explicações" do pai.













- jennie amor, nós não estávamos fazendo nada demais ! - irene diz se aproximando de jennie.













- não me chame assim, sabe, eu não estou surpresa por você ter feito uma coisa tão absurda dessas, ainda mais com meu appa ! Você é realmente podre ! - jennie se vira para yang - e enquanto lalisa ? Como ela fica ?












- v-você não vai contar para ela vai ? - yang tenta intimidar jennie e ela ri.













- não sei se tenho piedade de você o suficiente, você é uma pessoa horrível por estar fazendo uma coisa tão ridícula assim yang e irene, eu nunca gostei de você ! - jennie diz e irene arregala os olhos.













- você só pode estar brincando comigo jennie ! Isso que está dizendo é irracional !











- não irene... isso é um fato, uma verdade, e eu não quero mais estar perto de você, não quero falar com você e muito menos ouvir sua voz entendeu ? - jennie diz rispidamente vendo irene abaixar a cabeça. - quanto a você... não terá minha confiança nunca mais appa !










- jennie volte aqui ! Eu ainda sou o seu appa garota ! - ele diz, mas jennie não estava mais naquele local.













A menina estava com sangue nas veias. Porra, yang havia traído lalisa, com irene, sua ex ficante, na qual ela ponderava em ter um relacionamento futuramente ! O que os dois tinham na cabeça ?!












 FLASHBACK OFF. 






       


                             ...












- eu não acredito nisso jennie ! - lalisa diz. - ele me traiu na cara dura !











- calma lis, não adianta se estressar agora ! O problema é... ontem, nos recebemos umas fotos "comprometedoras" sua e de lalisa em um momento íntimo, e tinha uma mensagem de ameaça atrás do envelope que elas vieram... e irene também está se comportando estranho, com lalisa principalmente - jisoo comenta com a mais nova que as olhavam estupefatas.












- o que ? Como assim ?! - jennie indaga.













- ela tem plenissima certeza de que irá se casar com você e que iria roubar você de mim - lalisa diz - mas isso só depende de você...












- eu não gosto de irene, e eu nunca vou gostar, não depois do que ela fez ! - jennie diz olhando para a loira, que sorri.












- bom... vou deixar vocês a sós - jisoo percebe o clima entre as duas e sai do quarto com um sorriso de orelha a orelha.












- que bom que não morreu ! - lalisa brinca e jennie ri.











- que bom que está aqui - o coração de lalisa dispara.











- eu sempre estive aqui, mas irene deu uma de esposa e me atrapalhou - as duas riram uma para a outra.












- sinceramente... eu preferia que você desse uma de esposa e não ela - jennie diz e lalisa sorri timidamente - e... eu ouvi o que você me disse ontem !












Lalisa arregalou os olhos e jennie sorriu. Para a loira aquele sorriso era um dos preferidos dela.












- v-você ouviu ? - lalisa pergunta, como se custasse a acreditar.











- tudinho, inclusive... - jennie faz um gesto para lalisa se aproximar, e a loira faz - senti o selinho que você me deu, sabe... fingir que as vezes está dormindo é ótimo !













- você ainda irá me matar jennie... - lalisa diz aproximando seu rosto de jennie.













- foi verdade ? Tudo que você disse ? - jennie pergunta.














- não teria por que eu mentir ! - lalisa ataca os lábios de jennie em um selinho demorado.











Jennie coloca a mão na bochecha de lalisa se distanciando lentamente dela.










- você é importante para mim também ! - jennie diz - lalisa... eu... não queria que...










- filha ? - a voz de yang é ouvida pelas duas que se distanciam rapidamente - o que estava acontecendo aqui ?












- nada, não estava acontecendo nada ! - jennie diz.












- a enfermeira disse para você descer querida - yang diz e lalisa o olha com raiva.













- estou indo - lalisa pega sua bolsa, e dá um beijo demorado na testa de jennie - já volto, quem irá dormir com você hoje sou eu ok ?












- tabom... volta rápido ! - jennie brinca.












Lalisa sai do quarto e jennie olha para yang, que fechava a porta.












- vejo que seguiu como planejado sim ? - o homem diz.













- assuma as coisas que você faz yang ! E se as enfermeiras virem que você me machucou, você pode parar na cadeia, sabia disso né ? - jennie pergunta, vendo yang se aproximar dela e agarrar seu pescoço.












- cala a merda da sua boca ! Você vai ficar quietinha, e se você não seguir como o combinado... você pode ter certeza, irá acabar como sua omma ! Ouviu ? - ele aperta seu pescoço e jennie se debate na cama.












- v-vai se foder ! Eu o-odeio você ! - jennie diz com dificuldade.










No andar de baixo, jisoo havia ido para fora do hospital, afim de respirar um pouco. A mesma anda até o outro lado da rua, e acende um cigarro. Ela traga, e solta a fumaça pela boca.










Ela estava se tranquilizando... porém, ouviu alguns passos e um choro baixo. Ela arregalou os olhos e jogou imediatamente o cigarro no chão.










- j-jisoo m-me ajuda ! - a mulher caiu nos braços da ruiva - não deixe irene me achar por favor !













A loira estava nos seus braços. Ela estava machucada, com um vestido sujo e ensanguentada. Machucaram park chaeyoung, sua namorada.














































Continua.












Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...