História Yes...Sr.My Daddy. - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Romance
Visualizações 287
Palavras 1.378
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Droubble, Ecchi, Fantasia, Ficção, Fluffy, Hentai, Policial, Romance e Novela, Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá ....de novo!
Continuando esta história que tá me deixando muito apaixonada por meus pais cada vez mais... Então vai! Numeruzinho 5 pra vocês meus anjos.
Bjs! E boa leitura... Amo vocês!

Capítulo 5 - Five.


....

Kim Namjoon. 

A algazarra começou. Todos entraram no carro desesperados e animados para mais uma vez conseguirem pegar um dos bandidos que aparentava ser difícil de segurar. 

Eu fui uns dos últimos a entrar sendo forçado por Jungkook puxando a gola da minha farda pois ele já estava muito ancioso. jungkook deu a partida e durante o percurso batemos bate-papos. 


—Onde é fica este prédio Namjoon? —o menor me pergunta atento ao vidrô do carro. 


—Fica neste endereço! —Eu disse apontando o papel mostrando a ele por estar do seu lado. 


—Ok. —Ele pisou fundo. 


O carro tende á ir-se mais rápido e apavorados Jimin e Hoseok gritavam. 


—Devagar seu louco... Podemos morrer, você sabia disso? —hoseok falou. 


—Não acelerei nem além da conta. —Jungkook falou. 


Rapidamente a sirene foi acionada deixando seu barulho percorrer por toda a estrada. Jungkook desviou-se dos tantos de veículos a frente. E acelerou mais um pouco para não demorarmos tanto. Certamente, sua ansiedade estava bastante extrema. 


Depois de tanta ferocidade com o volante, e de tanta correria com o veículo, Jungkook parou em frente ao prédio. Ele se dirigiu até a recepcionista, a mesma que tinha dado a denúncia e a moça apenas indicou o quarto subindo as escadas conosco. Jungkook se enfureceu e bateu na porta diversas vezes. 

—Abra esta porta Kim Seokjin!  É  a polícia! —Ele disse autoritário. 


Kim Seokjin. 

Estava apenas deliciando do silêncio daquele lugar. Já havia me saboreado do café da manhã e estava satisfeito. Tomei uma ducha rápida de aproximadamente 10 minutos. Fui em direção ao quarto novamente me sentando a cama enxugando minha pele e minhas orelhas enxargadas. Me vesti com um blusão de cor rosa e quando eu menos esperava ouvi vozes do outro lado da porta. 

—Abra está porta Kim Seokjin!  É  a polícia! —A voz me mandava em altitude. 

Me apavorei na mesma da hora. Meus pêlos se etiçaram e eu fiquei paralítico por apenas uns milésimos de minutos. Eu queria sumir naquela hora. 

—Ah não... Agora tô lascado. —disse em pensamento. 

—Fuja agora Seokjin!  Fuja!  Antes que consigam te pegar... —eu pensei. 

Abrir a janela desesperado. Fazendo um som que chocou com a parede afora. 


~~~

Na mesma da hora, Jungkook se encontrou impaciente e com seu braço começou a querer arrombar a porta. Usou todos os meios que tinha em corpo. 

E quando a porta abriu, fazendo ela ser jogada contra a parede. Notaram Seokjin fugir pela janela. Jungkook correu rapidamente e Kim Seokjin já estava no alge de altura pronto para saltar. 


—Namjoon corraaa até lá em baixo...—Jungkook mandou para o mais velho. 


Kim Namjoon sem escolhas, desceu todas as escadas quase e por pouco tropeçando em seu proprio pé. Mas por equilíbrio próprio de sua pessoa, se ergueu e correu ao máximo que pode. 

Kim Seokjin, ágil e ligeiro conseguiu despitar o jovem policial. Kim Namjoon caminhou até todos os becos possíveis. Por descuido, deixou uma Lata de lixo ali se cair ao chão permitindo o híbrido Jin saber até ao quanto de distância ele estava. As orelhas do híbrido mexeram ouvindo aquele som. Seokjin deu uma gargalhada escapando de seu esconderijo. Kim Namjoon perseguiu-o até perceber a sombra da criatura se locomover. Rapidamente os ambos correndo,Jin queria escapar de qualquer jeito. Despercebido pelo pânico e a preocupação de ser agarrado, o híbrido entrou num beco sem saída. Kim Namjoon o alcançou girando em circulo dedular as algemas. 


—Desisti Kim Seokjin!  Você não tem pra onde escapar. —Kim Namjoon disse. 


—Você que se engana... —Jin ágil correu até uma lata de lixo e subiu na mesma. 


O que não adiantou nada, pois a lata de lixo não suportava seu peso, fazendo-o cair ao chão tombando seu braço e pernas as ferindo. Agora Jin choramingava jogado no chão e Kim Namjoon se aproximava. 


—Vejo que sua escapatória não serviu de absolutamente nada. —kim Namjoon disse em risos. —Vamos... Você agora está preso. 


Kim Namjoon virou-o de costas e prendeu seus braços com a algema o levantando do chão. Seokjin mancava e Kim Namjoon revirou seus olhos com desprezo e o ajudou a caminhar. 


Foram até o carro onde os outros estavam rindo. E Kim Namjoon abaixou a cabeça de Seokjin pelo pescoço e o colocou dentro do carro. Fechou o porta-malas e Kim Namjoon sorriu. 


— Nosso trabalho aqui está feito. Vamos encadear este bandido agora na cela. —ele falou para os outros. 


—Antes de irmos, quem dirige desta vez? —Hoseok perguntou. 


Todos se entreolharam e sorriram desviando para Jungkook. 


—Não mesmo. Eu não entro neste carro nem pagando se o Jungkook for dirigindo... Peço uma exceção. —hoseok disse. 


—Ele já está se cagando... —Yoongi disse —Para de ser molenga. 


Hoseok franziu o cenho. 


—Tá bem... Eu dirijo. —Park Jimin disse .


E assim fizeram, que depois de alguns minutos chegaram de volta, ao distrito. Kim Taehyung abriu o porta-malas tirando Jin de dentro. E o levando para dentro. Namjoon abriu uma cela e Yoongi tomou-o para si o empurrando para dentro da mesma a trancando a força. Jin olhou para todos emburrado pela primeira vez se sentindo derrotado. 


—Onde está o dinheiro que tu roubou seu sujo? —Jungkook perguntou irritado. 


Yoongi que dera esperto, trouxe os pertences de Jin derramando-os sobre a mesa de madeira do distrito. 


—Só tem isso? —Yoongi pegou a porção de cédulas enfaixadas em um selo. 


Jungkook se virou prestando atenção em Yoongi. 


—A curtição deve sido extraordinária se é que tinha muito mais que isso. —Jungkook olhou de soslaio para Jin. 


—Este indivíduo perverso, gastou em benefício pessoal... Pelo que descobrir ele tinha uma dívida e usou o dinheiro para liquida-lá. —Kim Namjoon disse. 


—Tá explicado. Mas por sorte ele vai passar muitos anos nesta cela de prisão. —Jungkook disse. 


— É... Vai sim. E olha que não tem muitas chances de escapatória como o mundo lá fora. —Yoongi disse sorrindo. 


Hoseok bocejou. E se levantou de umas das cadeiras .


—Acho que irei pra casa agora. Afinal não serei eu que vigiarei a cela a noite toda,então já vou indo. —ele disse. 


—Tchau Hobi.—Jungkook disse. 


—Tchau também... Porque eu também vou. —Taehyung diz. 


Taehyung se aproximou de Jungkook fazendo um bate-toque. E assim fez com todos outros e na porta ficou acenando. 


—Quer saber?  Eu tambem vou...Porque pelo menos nestes dias inteiros de trabalho. ...eu não conseguir dormir bem... —Yoongi disse. —Tchau. 


—Eu também... —Park Jimin se despede acenando. —Tô caindo fora gente. 


—Tchau Jimin... É... Acho que ficou apenas nós três. —Jungkook disse. 


Kim Namjoon começou a arrumar alguns papéis e olhou para Jungkook. 


—E você também não vai querer ir? —kim namjoon perguntou. 


—Depois... Ficarei aqui contigo cara. —jungkook falou sorrindo. 


—Me ajuda a arrumar estas coisas aqui então..  —Kim Namjoon falou. 


Minutos passam e Jungkook boceja de sono. Ele olha as horas em seu relógio de pulso .


—Ih!  Cara. Acho que eu já vou... Tá ficando demais... —Jungkook fala. 


—Tá bem Jungkook ...até amanhã. —Kim Namjoon diz. 


—Pega. —Jungkook disse a namjoon arremessando as chaves. 


Namjoon as agarra e sorri. 


—Boa noite. —Namjoon diz ao menor. 


—Boa noite Namjoon...até amanhã. —Jungkook fala indo embora. 


Agora Namjoon se encontrava a sós com o jovem híbrido preso que continha seus olhos fechados . Ele tremia de frio e por mais que quisesse desmentir sua preocupação Ele não conseguia. Ele se levantou-se indo até um armário fornecido com vestes de presidiários e tirou um cobertor caminhando até a cela. Para acordá-lo, passou seu cacetete nos ferros fortes da cela. Jin atentamente ouviu e abriu seus olhos. 


—Tome isso... Se cubra.. —Kim Namjoon lhe disse fazendo uma expressão séria. 


O jovem Jin, sorriu alegremente se levantando até o mesmo e pegando o cobertor que foi lhe dado. 


—Você por acaso já usou isso?—Jin perguntou cheirando o cobertor desconhecido. 


—É óbvio que não... Agora se mantenha em silêncio ao mais breve possível. —Kim Namjoon se virou voltando a mesa. 


Depois de alguns minutos, o híbrido chamou o policial. 


—Senhor... Eu tenho sede... —Jin disse. 


Kim Namjoon se levantou pegando um copo de água para ele em silêncio. 


—Obrigada. —Jin pegou o copo virando de costa e tomando a água com a língua. 


A gentileza de Namjoon poderia parecer inexplicável e Seokjin, ele se sentia mais tranquilo por estar sendo descriminado por um crime que ele mesmo cometeu 













Notas Finais


Hahah puta merda. ...agora seokjin tá atrás das grades hahah quem imaginaria numa possibilidade destas né minha gente?
E esta língua no final ...foi preciso? Aah foi sim... Kdkksd


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...