História Yin and Yang - Singularity (Imagine Taehyung) - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Taehyung (V)
Visualizações 71
Palavras 963
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 18 - Psicopata


Fanfic / Fanfiction Yin and Yang - Singularity (Imagine Taehyung) - Capítulo 18 - Psicopata

3:00 AM- P.O.V TAEHYUNG

Saí sem fazer barulho, e quando ia pegar o celular pra chamar o motorista o mesmo já estava na porta me esperando. Então entrei e sentei no banco da frente.

- Chegou aqui sem eu nem mandar mensagem...gostei, tô vendo que você não quer morrer como os seguranças.

M- Só estou fazendo meu trabalho senhor.

- Enfim, vamos pegar aquele desgraçado, dê a volta pelo quarteirão perto da minha casa, ele não deve estar muito longe.

M- Sim senhor.

Passamos por todas as ruas, ainda estava chovendo, e muito forte.

- Vamos passar pela rua da casa dele, ele deve ter voltado pra casa.

Não encontramos ninguém.

- Estacione o carro aí, vamos dar uma pausa.

Ele estacionou, estávamos em uma área comercial, único lugar que estava aberto era o restaurante 24 horas e a farmácia.

- QUE DROGA!!! ELE NÃO PODE FUGIR!!! Se ele encontrar a (S/N) ele vai falar tudo de mim, e ela vai se afastar de novo...

M- Fique calmo, nós vamos encontrar ele.

- Sshh, Sshh!! Espere... é ele alí???

Nos abaixamos no carro e vimos que  ele estava saindo do restaurante de lámen, talvez ele achou que eu não ia procurá-lo depois do recado que eu dei. Mas só isso não era o suficiente pra mim.

M- Sim!! 

Assim que ele viu o carro ele saiu correndo deixando seu macarrão cair todo no chão, e então entrou em um beco. Saímos do carro e fomos correndo atrás dele.

- DROGA!!! PERDI ELE DE NOVO!! Vá por ali, eu procuro nessa área.

M- Ok

Nos dividimos e já peguei minha faca, sempre ando com ela nesses casos. Ando pela rua deserta e vejo ele agachado atrás de algumas latas de lixo olhando a rua oposta em que eu estava. Pego ele pela gola da blusa e o empurro contra a parede colocando a faca em seu pescoço.

Jong-hyun- Não!!! Por favor!!

Ele fechava seus olhos com medo do que eu poderia fazer.

- Quem disse que eu deixei você sair?!

Jong-hyun- Você já deu seu recado, você já conseguiu me tirar do colégio, não tem como eu falar com a (S/N).

Dou aquele meu sorriso que bota medo em qualquer um.

- Eu vi que você ligou pra ela Jong, você não vai sair vivo.

Jong-hyun- Eu não falo mais com ela V por favor me deixe ir embora!!!

Dei uma facada em sua perna.

- Não grite!!

Ele se segurou pra não gritar de dor

- Ela se afastou de mim, ficou com medo de mim assim que você ligou!!!

Jong-hyun- Você é psicopata Taehyung qualquer um que souber quem você é vai ter medo de você seu babaca!!! Só está se aproximando dela pra afetar seus amigos!!!

- Eles não são meus amigos!!!!

 Afastei ele da parede e dei lhe um soco, a chuva limpava o sangue que escorria de sua boca e por fim enfiei a faca em sua barriga fazendo ele cair no chão.

- Essa é sua última chance, se eu sonhar que você falou com a (S/N) de novo, eu mato a miserável da sua mãe, que é a única que te ama e que você ama. Se continuar me atormentando, a última visão que você vai ter, vai ser da sua mãe sangrando na sua frente.- Me agachei para que pudesse falar com ele.

Ele não conseguia dizer nada, então tirei minha faca de dentro dele e limpei em sua roupa.

- Oh, ótimo, você apareceu.

O meu motorista estava chocado ao ver Jong sangrando na chuva.

- Chame a ambulância antes que ele morra sangrando aí...isso se ele chegar vivo até lá...ANDA!! LIGA LOGO!!!

M- A-alô??? Mande uma ambulância para a área comercial próximo ao restaurante Daichi Taywon, tem um cara sangrando muito aqui.

- Tá!! Desligue!! Vamos sair daqui!!

Saímos correndo de volta para o carro e fomos para minha casa. Estávamos dobrando a esquina e já abriram o portão. Entrei e todos os seguranças estavam enfileirados  para me receber.

- QUEM DEIXOU ELE ESCAPAR?!!!

S- Eu entrei na sela e ele não estava mais lá.

Cheguei perto ele estava tremendo, era o novato, tinha contratado a poucas semanas.

- Você veio pra cá, não fazia ideia de como as coisas iriam funcionar aqui não é mesmo? Então, deixe eu lhe perguntar... É apaixonado por alguém?? É casado com alguém??

S- E-eu namoro senhor.

- Namorou quantas vezes na vida?

S- D-duas.

- Pare de gaguejar!!! Já está me irritando!!! Enfim, duas vezes?? Deve ser difícil você se apaixonar não é mesmo?? Pois então!! Eu namorei só uma vez, eu estou me apaixonando por uma garota!! E ela também está apaixonada por mim!!! Mas qualquer vacilo que deixar alguém dizer a ela quem eu sou de verdade, ela vai se afastar E QUANTAS JÁ SE AFASTARAM DE MIM?!!! EU NÃO TENHO NINGUÉM TA ME ENTENDENDO?!! AQUELE CARA QUE VOCÊS DEIXARAM ESCAPAR!! PODERIA FAZER ELA SE AFASTAR DE MIM!!! Então, ou você trabalha direito, ou pode dizer adeus a sua namoradinha... você me entendeu?

S- Sim senhor.

- Pois bem... vocês estão dispensados, vão embora daqui!! E você, separe meu uniforme, vou tomar um banho... aliás já era pra ter feito isso assim que me viu encharcado né?!!

Empregada- Desculpe senhor, estou indo separar agora mesmo.

Já eram 5:00 AM fui tomar um banho, difícil eu estar com frio, mas dessa vez estava congelando.

Tomei meu banho, coloquei meu uniforme e fui tirar um cochilo antes de ir para o colégio.

6:00 AM- P.O.V (S/N)

Acordei com o despertador e vi que o Tae já não estava mais comigo, só tinha um bilhete em cima da cama.

"Precisei ir pra casa, nos vemos no colégio beijos"

- Uh...menos trabalho pra te tirar daqui.

Enfim coloquei meu uniforme, tomei o café e fui pra escola. Ele não pegou o ônibus comigo hoje, nem o Jin, quando cheguei, o Tae estava me esperando no portão e assim que me viu, abriu aquele lindo sorriso.

Taehyung- Bom dia meu amor.

Ele me deu um beijo e pegou minha mão para irmos pra sala.

Eu estou me apaixonando de verdade.

...



Notas Finais


Gente, vou postar a fic um dia sim e um dia não agora, assim consigo deixar os capítulos mais compridos ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...