1. Spirit Fanfics >
  2. Yonderly (Taegi) >
  3. Seis

História Yonderly (Taegi) - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Seis


Yoongi parecia mexer cada vez mais. Era como se ele estivesse demonstrando que queria consolar Taehyung, esquecendo de sua própria situação.

Kim conseguiu soltar um sorriso em meio a tantas lágrimas. Sua perna parecia não ter mais força o suficiente pra o sustentar, então lentamente foi se distanciando e saiu da sala.

Foi correndo buscar ajuda. Não sabia ao certo o que tinha acontecido, mas pensou em ser a chance de finalmente Yoongi acordar.

O rapaz desesperado gritava pelo hospital que o rapaz tinha acordado. Finalmente seu hyung tinha acordado. Ele informava toda pessoa que passava pela frente.

Enquanto isso, via alguns médicos se preparem pra entrar na sala. Pareciam estarem intrigados para saber se aquilo era verdade. As chances de Yoongi voltar a viver eram quase zero. Yoongi era o rapaz sem esperança dos médicos. Era quase impossível uma pessoa que sofreu um acidente tão grave como o que sofreu simplesmente voltar à vida como ele.

O hospital se tornou movimentado rapidamente. Viu vários médicos andando em direção ao quarto do rapaz. Quis ir até lá também. Tentou acompanhar, mas um homem o puxou, quase o derrubando.

— Você não pode entrar lá agora — o homem alto falava sério. Provavelmente era mais um médico, mas realmente assustou o Kim.

— Ele é meu amigo desde a infânci...

— Desculpe, você vai ter que ficar de fora dessa. Apenas a família pode entrar no quarto.

— Mas...

— Estou apenas seguindo ordens — o homem virou-se, andando em direção contrária enquanto puxava o rapaz para o lado oposto.

Taehyung sentiu um desespero o consumir. Queria ver Yoongi. Queria poder conversar com ele novamente depois de tantos meses. Sentia falta disso. Não deixou de encarar a sala, se perguntando o que estava acontecendo lá dentro e o que fariam com o seu melhor amigo.

[...]

Taehyung estava distraído. Ouvia uma música qualquer. Seu coração acelerou quando viu os pais de Yoongi entrando depressa no hospital. Sentiu alívio também por vê-los.

— Olá Sr. e Sra...

— Olá, Taehyung. Não podemos falar agora — continuaram andando. Ignoraram o rapaz que apenas correu atrás deles.

— Eu queria poder entrar também pra ver Yoongi, sabe? Somos amigos desde pequenos, vocês me conhecem...

— Apenas a família pode entrar, nos desculpe — respondeu a mãe de Yoongi.

Ambos andaram mais rápido, deixando Taehyung pra trás.

Seus olhos voltaram a lacrimejar. Aquilo era tão injusto com ele. Ficou praticamente todos os dias visitando seu hyung para num momento desses nem poder vê-lo?

Correu até o banheiro e entrou numa cabine qualquer. Queria poder chorar até saber algo sobre Yoongi. Não sairia dali enquanto pudesse. Dormiria no banheiro do hospital se fosse preciso.

Chorou até sentir sua garganta seca. Na verdade, até ouvir uma voz.

— Taehyung?

A voz parecia familiar. Ficou curioso, então abriu lentamente a porta. Era Jimin.

— Por que está chorando? — o rapaz rapidamente se aproximou dele, parecendo estar realmente preocupado. Queria se mostrar prestativo ao Kim.

O mais novo explicou o que acontecera antes dele ir até o banheiro, o que causou uma certa raiva em Jimin. Compreendeu o que seus pais haviam feito, então apenas segurou o braço do mais novo e acompanhou ele até o quarto.

Park viu seu pai no corredor. De longe, andou mais rápido enquanto segurava Taehyung, machucando um pouco o braço do mais novo que antes fora puxado pelo homem alto.

— Hey — explodiu. — Por que ele não pode entrar? — antes de ter uma resposta, abriu a porta pra que o mesmo entrasse. — Quem esteve vindo esse tempo todo visitar meu irmão foi ele — apontou pra Taehyung, quase o empurrando pra dentro da sala. — Vocês nem perguntavam sobre Yoongi.

Taehyung, sem reação, apenas viu a porta se fechar enquanto podia ouvir os dois discutindo lá fora.

Tentou olhar pra maca. A mãe de Yoongi e algumas pessoas que nunca vira na vida olhavam pro menor ali. Taehyung se sentiu envergonhado por um momento, até os médicos abrirem o campo de visão do rapaz.

Depois de meses, viu os olhos abertos de Yoongi. Seus olhos brilhantes se encontraram com os de Taehyung novamente.

O mais novo tinha um olhar de saudade. Um olhar que não precisava dizer nada, apenas sentir. Soobin finalmente tinha acordado.

Seu olhos tinham lágrimas como diamantes.

Algumas pessoas pareciam surpresas, outras desacreditadas. Kim sentiu apenas alívio. Esperou tanto tempo pra vê-lo ali, inteiro em sua frente.

A expressão de Yoongi era indiferente, como alguém que acabara de acordar de um leve sono. A sala escura o fazia enxergar poucas pessoas, entre elas,  Taehyung.

A falta de emoção em seu rosto assustava ele, mas não pensou nisso por muito tempo quando ouviu o mais velho encarar ele e dizer depois de muito tempo:

— Quem é ele?

Yoongi parecia assustado.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...