História You and I - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Philippe Coutinho
Tags Cindy Kimberly, Gabriel Jesus, Neymar, Phillipe Coutinho
Visualizações 156
Palavras 1.779
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aí está, bjsss

Capítulo 11 - Chapter 11- Ele


Fanfic / Fanfiction You and I - Capítulo 11 - Chapter 11- Ele

Manuela Alves 

 

15 de Julho de 2017/ 20:00

 

Eu e o Philippe passamos o dia todo fora, foi um dia bem legal e diferente já que a gente foi conhecendo o Centro, quando chegamos na casa de praia já escutamos um barulho de música, tocava funk, e então fomos até a área da piscina e notamos que rolava um churrasco, Juliana e Alana dançavam, enquanto Luana estava na piscina junto com Caio, e Gabriel e Igor assavam as carnes.

 

-O dia foi bom em. - Philippe falou um pouco alto até demais para eles nos escutarem e apenas Gabriel e Igor nos notaram.

 

-E aí mano. - Gabriel veio abraçar a gente e tava bem na cara que ele estava bêbado.  -Como foi o dia de vocês? 

 

-Ótimo. - falei abraçando ele e fui até Juliana.

 

-Até que fim amiga. - ela não me abraçou, ela praticamente se jogou em cima de mim e eu quase caio se não fosse pela Alana.

 

-Sua louca. - falei rindo. - O dia todo foi assim? - perguntei me referindo ao churrasco. 

 

-Sim sim. - Alana que respondeu. - Essa aqui tá bebendo desde 14h. 

 

-Vai dar pt. - falei cantando.

 

-Vem dançar com a gente. - Juliana falou. 

 

-To afim não. Vou pegar uns pedaços de carne, isso sim. - falei indo até a enorme churrasqueira.

 

Igor tinha acabado de assar a carne e então me deu, fui até onde o Philippe estava com o Gabriel e ofereci o pedaço de carne que ele rejeitou. Philippe e Gabriel conversavam apenas sofre futebol e como não gosto muito, subi até o meu quarto e recebi uma ligação da minha mãe.

 

-Oi mãe. 

 

-Oi filha que nem fala mais comigo.- dramática como sempre.

 

-Eu falei com você ontem, mãe. - ri.

 

-Mas já to com saudades. 

 

-Eu também.

 

-Saiu com o seu namorado hoje? - ela perguntou.

 

-Ele não é meu namorado, mas sim saímos juntos. Como a senhora sabe? - perguntei.

 

-Eu segui ele no Instagram.

 

-Aí meu deus mãe. - ri. - Pra que isso?

 

-Porque você tá junto com ele. - ela falou o óbvio.

 

Conversei mais um pouco com ela e até com meu pai, morria de saudades deles dois, sempre nos víamos em São Paulo mesmo não morando juntos. Bateram na porta e eu já sabia que era o Philippe.

 

-Entra! - falei e logo ele entrou.

 

-Por que tá aqui? - ele perguntou e se sentou do meu lado na cama.

 

-Tava falando com meus pais. 

 

-Ah, minha mãe falou da sua foto.

 

-O que? - fiquei curiosa.

 

-Disse que você era muito bonita. - ele falou rindo.

 

-Diz que eu falei obrigada. - falei e ele assentiu me puxando para mais perto dele, sua mão estava no meu pescoço me puxando para mais perto dele ainda, já estava com os olhos fechados quando escutei a voz da Juliana.

 

-Se beijem em outro lugar. Eu quero ir no banheiro. - Juliana estava na parada na porta. 

 

Eu revirei os olhos e peguei na mão de Philippe e saímos dali. 

 

-A Juliana é sempre assim louquinha? - ele perguntou.

 

-Louquinha? Loucona meu amor. - nós rimos, nos beijamos ali mesmo no corredor, não queremos que tirássemos fotos nossas na rua então nós não ficamos nos “agarrando”.

 

-Gente, é sério, por que vocês querem que todo mundo vejam seus beijos? - Juliana falou e eu me virei e dei dedo para ela.

 

Voltamos para a piscina e peguei uma cerveja para beber, sentei no colo do Philippe e dividimos a cerveja. Alana tinha parado de dançar e estava junto com Igor na churrasqueira, Juliana agora dançava com o Gabriel e Luana e Caio estavam enrolados em uma toalha cada um.

 

-Que frio! - Luana falou.

 

-Também tá quase desde 18hr aí. - Alana falou rindo.

 

-Olha o drama. - Luana falou e revirou os olhos. - Vou tomar banho, vem comigo, amor? - falou com um sorriso malicioso para Caio.

 

-Eca gente, que nojo. - Alana fingiu que ia vomitar e os dois saíram rindo.

 

Igor até que fim saiu daquela churrasqueira e começamos a conversar.

 

 

 

Conversamos por muito tempo que nem percebemos, quando vimos já era 23:30 e então começamos a arrumar aquela bagunça, eu e o Philippe estávamos um pouco alterados, já que bebemos muitas cervejas, mas não estávamos como a Juliana e o Gabriel, eles resolveram nadar, até mesmo se beijaram, Luana e Caio não haviam voltado depois que subiram, e então eu e Phillipe, Alana e Igor arrumamos aquela bagunça enquanto Juliana e Gabriel se beijavam em qualquer canto da casa. Quando terminamos, todos subimos e então eu fui até o meu quarto e não achei a Juliana, com certeza estava no quarto do Gabriel, tomei um banho, me sentia suja, só havia tomado um banho o dia todo, vesti meu pijama que era um vestidinho, olhei no meu relógio e eram 00:27, e então fui até o quarto do Philippe, bati na porta e ele demorou um pouco para abrir, ele estava sem camisa, apenas com um samba canção.

 

-To sem sono. - falei entrando no quarto.

 

-Eu também. 

 

-A Juliana tá no quarto do Gabriel.- falei rindo.

 

-Ele tá muito afim dela. 

 

-Ele contou? - perguntei.

 

-Sim, desde que chegamos aqui. - ele falou se deitando na cama e bateu ao seu lado indicando para eu também me deitar, deitei e acabamos nos abraçando.

 

-Vamos assistir algum filme? - sugeri.

 

-Pode ser. - ele pegou o controle da Tv no lado da sua cabeceira e então ligou e logo colocou na Netflix. - Qual você quer ver? - perguntou.

 

-Quer assistir terror ou o que? - perguntei a ele.

 

-Tanto faz. - ele respondeu, revireis os olhos e então peguei o controle de sua mão e escolhi o filme The Babadook. 

 

O filme já devia tá passando a uns 30, 40 minutos quando o Philippe começou a beijar meu pescoço.

 

-Eu quero prestar atenção no filme.- falei rindo.

 

-Esse filme é chato demais. - Philippe suspirou. 

 

-Eu não achei. - falei.

 

-Qual é, Manu. - ele fez uma cara engraçada e eu ri ainda mais dele. 

Pausei o filme.

 

-Pronto tá feliz? Por que você não escolheu o filme? - perguntei.

 

-Porque eu quis deixar você escolher, mas eu pensei que você ia escolher um filme bom. - ele falou.

 

-Ei, meu gosto é ótimo tá. - me defendi.

 

-To vendo. 

 

-Deixa de ser chato. - me joguei em cima dele e o beijei, estava fazendo um leve charminho antes, mas eu estava com ele sozinho naquele quarto. Ele logo se ajeitou no colchão e lá estava eu mais uma vez no seu colo o beijando, suas mãos passeavam pela minha coxa e subiram até a minha bunda, as minhas estavam em seu cabelo os bagunçando, levantei os braços para tirar meu pijama e logo ele o tirou e nos beijamos mais uma vez.

 

 

 

 

 

16 de Julho de 2017/ 11:00

 

Eu acordei e percebi que o Philippe estava com os braços sobre a minha cintura, os tirei com todo cuidado e peguei minha calcinha e meu pijama e os vesti indo até o meu quarto, entrei no quarto e a cama estava arrumada, o que provava que a Juliana também não havia dormido aqui. Fui para o banheiro logo tomar meu banho e quando sai enrolada na toalha encontrei com Juliana na cama sentada.

 

-Que susto. - ela falou.

 

-Dormiu aonde? - ia fazer um teatro fingindo que havia dormido aqui no quarto sozinha.

 

-Precisa perguntar? - ela falou irônica. - Dormiu sozinha aqui mesmo ou dormiu no quarto da frente? 

 

-Dormi aqui sozinha, sua vaca. - ela fez uma cara de tacho.

 

-Tu é muito burra, na moral. - Juliana gargalhava. - Já já estamos indo embora, tem que ter uma despedida decente. - ela falou com um sorriso malicioso e eu peguei o travesseiro e joguei na sua cara, ela entrou no banheiro e eu me vesti. 

 

Coloquei um short jeans e um cropped, peguei meu celular e então desci até a cozinha, os dois casais já estavam ali.

 

-Bom dia. - falei.

 

-Bom dia. - os quatro falaram juntos. 

 

-Já que a gente vai embora amanhã, seria uma boa todo mundo ir para a praia hoje. - Luana falou.

 

-Verdade. - concordei. - Acho que os meninos vão querer ir. 

Eu só terminei de falar isso e então o Gabriel chegou na cozinha.

 

-Bom dia povo. - Luana já estava falando sobre todo mundo ir para a praia e ele também concordou, só faltava Juliana e Philippe dizerem sim, mas já estava certo. 

 

Comemos alguns sanduíches e o Philippe desceu, ele deu bom dia a todos e me abraçou por trás dando um beijo no meu pescoço.

 

-Todo mundo vai ir à praia. - eu falei.

 

-Agora? 

 

-Sim, vou chamar a Juliana e me trocar. - dei um selinho e eu e as meninas subimos, entrei no quarto e Juliana falava no celular.

 

-É a Júlia. - ela me passou o celular.

 

-Oi Júlia. - falei animada.

 

-Oi Manu. Por incrível que pareça já estou com saudades de vocês. - eu ri. 

 

-Também querida. - falei debochada.

 

Conversei mais um pouco com a Júlia e então desliguei o celular, disse a Juliana que iríamos a praia e então fomos escolher os nossos biquínis. Juliana escolheu um preto e eu escolhi um vermelho, coloquei o mesmo short em que eu estava antes e uma rasteirinha e então descemos encontrando todos já na sala. Fui para perto de Philippe e entrelacei nossas mãos indo até a praia, chegando lá as meninas sentaram para pegar sol e os meninos já começaram a beber.

 

-Vem nadar comigo? - chamei o Philippe e ele assentiu. Tirei meu shorts e minha sandália e o Philippe continuou com sua bermuda preta e então fomos até a água. O Philippe entrou já dando um mergulho e eu entrei aos pouquinhos e logo senti o Philippe apertando minha perna e eu dei um grito, ele apareceu na água rindo da minha cara.

 

-Seu idiota, que susto. - falei batendo no seu peito e rindo.

 

-Qual é, vai dizer que achava que era um tubarão? - ele me puxou para mais perto segurando a minha cintura e eu coloquei meus braços em seu pescoço.

 

-Pode ser. - o beijei e escutei as palmas do povo, rimos e acabamos o beijo voltando até a areia.

 

Sentamos na areia e eu coloquei minha perna em cima da sua e peguei meu celular e tirei uma foto colocando no Stories do Instagram com a legenda “Ele” e um coração vermelho e um sol. Pensei um pouco se deveria o marcar, mas acabei marcando. 

 


Notas Finais


Não sei escrever hot, quem quiser me ajudar pode aparecer 🌚✌🏻 Comentem oq acharam, beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...