História You Are Just You - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Amor, Gaaino, Itazumi, Musical, Narusaku, Nejiten, Romane, Sasuhina, Shikatema
Visualizações 92
Palavras 3.199
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


AVISSSSSOOOOOOOO

Esse capitulo contem a primeira vez de um casal o mais detalhado que eu consegui fazer, se você não gosta desse tipo de coisa, sugiro que passei e leia apenas as falas finais, mas se você for curioso igual a mim, rsrsrsrsr, pode ler a vontade.

Bom, fora a isso, acho que só, ah não, eu queria avisar que vou tentar mantem o ritmo de postagem a cada três dias.
Boa leitura Minna.

Capítulo 12 - Eu Amo Você


Fanfic / Fanfiction You Are Just You - Capítulo 12 - Eu Amo Você

P.o.v Temari 

 Depois da surpresa da Hina e saber que vou ser tia, eu tinha um sorriso enorme em meu rosto, estava incrivelmente feliz, saímos do parque e Gaara não cansava de dá pequenas olhadas para mim no banco de trás pelo retrovisor.

 - Temari, você está bem? - Perguntou, vi Shikamaru me olhar pelo canto do olho, sim, ele veio com a gente.

- Por que não estaria? - Respondi com outra pergunta.

- Sei lá - Deu de ombros - Você não para de sorrir.

- Só estou feliz que a Hina e Sasuke se acertaram - Respondi, oque não deixa de ser verdade.

- Só isso mesmo? - Shikamaru perguntou.

- Por que a insistência? - Perguntei já me estressando.

- Por nada - Responderam juntos.

- Depois as meninas que são complicadas - Respondi encostando a cabeça no banco.

 O resto do caminho foi em silêncio, estava tão cansada da academia e depois de arrumar as coisas no parque que acabei dormindo, sinto o carro parar e de ser colocada no colo, deve ser o Gaara, abro um pouco dos meus olhos e vejo o rosto de Shikamaru, fico um pouco surpresa, mas logo me aconchego em seus braços, eu nunca vou admitir, mas eu amo esse preguiçoso. Sinto ele subir as escadas e depois sou colocada na cama lentamente, ele tira meus sapatos e meus brincos, depois me cobre, e deposita um beijo em minha testa.

 - Durma bem, problemática - Sussurrou em meu ouvido.

 Ouço a porta ser fechada, e não pude evitar em sorrir, me aconcheguei mais nas cobertas e que amanhã seja um dia tão bom quanto esse.

Acordo quando a janela bate forte me assustando, sentei na cama assustada, olho para o relógio e são 8:30, suspiro e me levanto, percebo que ainda estou com as roupas de ontem e não evitei sorrir com a lembrança de Shika me carregando no colo ontem a noite, entrei no banheiro e tomei um banho rápido, troquei de roupa e desci para tomar café, Gaara ainda deve estar dormindo, e nossos pais e Kankuro ainda estão viajando, chego na cozinha e ela só tem nossa governanta tomando seu chá matinal.

 - Bom dia senhorita Temari - Cumprimentou.

- Bom dia Rosa - Cumprimentei ela sorrindo e indo pegar a caixa de cereais.

- Quer que eu preparei algo para a senhorita? - Perguntou colocando a xícara na pia.

- Não, obrigada Rosa - Respondi.

- Pelo visto a senhorita acordou de bom humor hoje - Respondeu sorrindo para mim.

- Digamos que eu tive um sonho bom - Respondi enquanto colocava o leite em um copo, nunca misturo os dois.

- Entendo, sendo assim eu vou ajudar as outras a arrumar os quartos - Falou e assenti - Seu irmão já acordou e tomou café, ele está no escritório, e pediu para que você tomasse café com seu amigo quando ele acordar.

- Meu amigo? - Perguntei estranhado - Que amigo?

- Eu, problemática - Escutei sua voz atrás de mim e meu coração errou uma batida.

- Shika? - Perguntei me virando para ele.

- Bom dia para você também Temari - Falou se sentando ao meu lado, fiquei encarando ele.

- Bom, estou me retirando, qualquer coisa é só me chamar - Rosa falou e saiu.

 Ficamos um tempo em silêncio, ele pegou a caixa de cereais de minhas mãos e depois pega um prato que tinha em cima da pia, ele começou a comer mas eu continue encarando ele, até resolver fazer a pergunta que estava na minha cabeça.

 - Você dormiu aqui? - Perguntei e ele me olhou com aquela cara de tédio.

- Não é óbvio? - Respondeu com outra pergunta, olhei para ele irritada e ele suspirou - Gaara pediu que eu dormisse aqui, ele tem uns assuntos a tratar comigo.

- Claro - Falei, a lembrança de seus braços ao redor do meu corpo estava vindo direto em minha mente, seu beijo castro em minha testa ao me desejar boa noite, meu corpo começou a esquentar.

- Você está bem?Está corada?Tem febre? - Perguntou se aproximando de mim e colocando a mão em minha testa, sinto-me corar ainda mais.

- Es..es..Estou bem - Gaguejei,merda.

- Tem certeza? - Perguntou me olhando nos olhos, fiquei perdida ali e acabei não respondendo sua pergunta, ficamos nos olhando e a cada segundo sinto vejo ele se aproximar mais, em instinto meus lábios ficam entreabertos, estamos quase nos beijando ai...

 - Tema, já acordou? - Escuto Gaara perguntar, nos afastamos rapidamente sem graça.

- Já, já sim - Falei começando a comer, finalmente, meu cereal.

- Que bom que acordou Shika, e obrigado por ter aceitado dormir aqui - Agradeceu se aproximando de nós.

- Claro, de nada - Shikamaru falou pegando seu cereal novamente, o clima estava estranho e Gaara percebeu.

- Eu atrapalhei algo? - Perguntou pegando a jara de água na geladeira.

- Não, não atrapalhou nada - Respondemos juntos, nos olhamos e desviamos o olhar.

- Sei - Falou com uma cara desconfiada - Tema, você sabe porque a Ino está tão estranha? Ela não atendeu minhas ligações ontem a noite e anda meio esquiva.

- Não, não sei - Menti, não posso contar para ele o real motivo de Ino está estranha - Ela deve estar cansada, por isso não atendeu as ligações, e sobre está esquiva, ela deve estar no período dela - Falei dando de ombros e tentando ser o mais convincente possível, vi eles arregalarem os olhos levemente com minha sinceridade.

- É deve ser - Falou e se virou para Shika - Você pode me acompanhar?

- Claro - Falou se levantando e colocando o prato e o copo, que não tinha visto ele pegar, na pia - Vamos.

- Vamos, até mais Tema - Falou Gaara depositando um beijo em minha testa.

 Tento terminar meu café da manhã, mas estou quente demais, desisto e coloco as coisas na pia, subo para o quarto decidida a tomar um banho de piscina, entro no quarto e visto meu biquíni, pego um sobretudo, uma tolha e desço, chego na piscina e coloco a tolha estendida em uma das cadeiras e tiro o sobretudo deixando em cima da cadeira também, entro na piscina e deixo meu corpo afundar, ela não é muito funda, mas mergulho até o fundo, fecho os olhos e começo a lembrar dele, e minha mente flui sozinha, imaginando suas mãos passeando por meu corpo, e sua boca beijar cada parte dele, sinto a pressão da aguá me jogar de volta para cima, depois sinto um par de mãos em minha cintura, abro os olhos rapidamente e encontro seus olhos presos ao meus, ficamos nos olhando até ele finalmente unir nossos lábios, fechos os olhos e coloco os braços ao redor do seu pescoço, ele me puxa mais para perto de si, ficamos assim até o bendito ar nos faltar, nos afastamos um pouco ofegantes.

 - Shika eu...- Tentei falar, mas sou interrompida por outro beijo.

- Shiiu problemática - Falou me beijando novamente.

 Escuto alguém me chamar e abro os olhos, e percebo que ainda estou no fundo da piscina e esbravejo percebendo o quão longe minha foi, olho para cima e vejo a cabeleira vermelha de Gaara, me obrigo a subir a superfície e encontro Gaara e Shikamaru com olhares preocupados.

 - Você está bem Tema? - Gaara perguntou quando sai de dentro da piscina e pegava minha toalha.

- Estou - Falei secando o cabelo - Por que?

- Fazia tempo que você estava lá em baixo - Falou chegado perto de mim, mas eu só conseguia lembrar do que acabei acabei de fantasiar que nem respondi sua fala - Tema, você está me ouvindo?Tema?

- Ah oque? -Perguntei confusa.

- Perguntei se está me ouvindo, mas pelo visto não - Falou sorrindo - Em que tanto pensar?

- Nada não - Respondi e olhei rapidamente para Shikamaru.

- Sei, claro - Falou sorrindo vendo para onde eu tinha direcionado meu lugar - Nosso pai ligou e pediu que você fosse na empresa e pegasse alguns documentos e mandasse por correio por ele.

- Eu? Por que eu? - Perguntei, eu detesto ir na empresa, todas aqueles pessoas falsas.

- Você sabe que é a preferida dele - Falou dando de ombros, eu estou cansada.

- Certo - Falei fazendo bico - Eu vou agora mesmo, aproveito e almoço fora hoje.

- Que bom, você aproveita e dá uma carona ao Shika e depois passa lá - Falou sorrindo maliciosamente.

- Hurum - Falei tentando ser indiferente - Vou me trocar e já desço.

 Subi correndo as escadas com o coração acelerado e não conseguindo parar de pensar que imaginei ele me beijando.

 

P.o.v Gaara 

 De manhã peguei eles quase se beijando, e agora a vi toda aérea e olhando para ele discretamente, Tema é muito orgulhosa para admitir que gosta dele, e ele também, vi como ele olhou para ela, quando ela saiu da piscina só de biquíni, aproveitei que nosso pai pediu para mim pegar alguns documentos na empresa e falei que ele pediu para ela, pedi que ela desse uma carona para ele, percebi que o clima estre eles está ficando cada vez para melhor, e eles tem se aproximado cada vez mais, ontem quando vi a Tema dormindo no ombro dele, acabei pedindo que ele dormisse aqui com o pretexto de querer sua ajuda em negócios da empresa, vi ela subir correndo as escadas com um sorriso no rosto.

 - Bom Shika - O chamei - Acho que está na hora de realmente conversarmos.

- Imaginei que diria isso - Falou suspirando e coçando a nuca - Oque quer falar?

- Eu sei que você e a Tema iam se beijar hoje pela manhã - Falei vendo ele ficar sem graça - E eu sei que vocês se gostam, mas são teimosos e orgulhosos demais para assumir um para o outro.

- Eu.. - O Interrompi.

- Você está vendo a confusão que deu entre a Hina e o Sasuke, não deixe que isso aconteça entre vocês dois - Falei colocando a mão em seu ombro.

- Isso tudo é um saco - Falou sorrindo sem graça.

- Eu sei, amar alguém é um saco - Falei sorrindo e me afastando dele quando vejo Tema se aproximar de nos - Siga meu conselho, aproveite que vão estar sozinhos e acabe com essa distancia entre vocês - Sussurrei me afastando e indo para o escritório.

 

P.o.v Shikamaru

 Aquela problemática está me deixando louco, eu não consigo pensar direito, só penso nela e em como seu jeito estressadinho é lindo e fofo, percebi que ela estava meio sem jeito hoje pela manhã, e quando quase nos beijamos ela ficou cada vez mais corada, mas o estopim foi vê-lá só de biquíni, que corpo meu Deus. Gaara pediu que ela me desse uma carona para casa e quando ela saiu para se trocar disse que essa era minha chance, para ele é fácil falar, eu posso ser considerado muito inteligente, mas sou incrivelmente sem jeito para essas coisas, vejo ela descendo as escadas e se aproximando de nós, acabo me perdendo a olhando, como ela é linda.

 - Vamos? - Perguntou desviando os olhos dos meus.

- Vamos - Falei, a essa altura Gaara já tinha ido embora, ele está bem cricri com esse negócio da Ino ignorando ele.

Fomos em direção ao carro que misteriosamente já estava estacionando em frente a garagem, entramos, ela que iria dirigir, ficamos em silêncio a maior parte do tempo, o clima estava bem estranho e ela estava incrivelmente corada, enquanto ela dirigia eu ficava repetindo em minha cabeça: " Coragem, é só falar para ela como se sente", esse era meu novo mantra, respirei fundo e tentei achar as palavras certas para começar, estava ficando cada vez mais nervoso, senti um gota de suor em minha testa, a sequei rapidamente, suspirei, e usei o fio de coragem que eu tinha e decidi falar logo de uma vez, quando vejo que estamos perto da minha casa.

- Tema - Chamei.

- Shika - Falou ao mesmo tempo que eu.

- Eu queria te dizer uma coisa - Falamos juntos, nos olhamos e por incrível que pareça, começamos a rir.

- Pode falar, primeiro as damas - Falei limpando uma lágrima.

- Não pode falar - Falou sorrindo.

- Eu insis..- Ela me interrompeu.

- Shika.. - Falou me olhando irritada.

- Tá eu falo - Falei levantando as mãos em sinal de rendimento, suspirei, era a hora - Sabe Tema, eu não sou bom nesse tipo de coisa, mas eu vou tentar - Suspirei quando chegamos na minha casa ela estacionou o carro na frente, tenho que ser rápido - Eu não sei se já percebeu, mas eu gosto de você Tema, não só como amiga, você é muito importante para mim, você me desconcentra, eu não consigo pensar direito, eu fico confuso...você me deixa confuso Tema - Crio coragem e olho para ela - Eu te amo problemática - Falo de uma vez oque tinha entalado em minha garganta, olho em seus olhos procurando repulsa, mas a única coisa que vejo são finas lágrimas que começam a descer por sua face, e quando vejo ela se joga em cima de mim, me abraçando, mesmo surpreso, envolvo sua cintura com meus braços e deixo que ele chore em meu ombro, mas oque ela fala me tira do chão e me surpreende ainda mais.

- Eu te amo Shika - Sussurrou em meu ouvido, eu a afasto, seco suas lágrimas e finalmente selo nossos lábios, ela passa os braços em meu pescoço, e a sinto suspirar durante o beijo, que aos poucos vai se transformando de romântico para urgente, e de urgente para quente e selvagem, saímos do carro e entramos na minha casa, depois que fecho a porta, volto a beija-lá, ainda bem que meus pais não estão em casa, se não eles fariam muitas perguntas, aproveitando o calor do momento e ainda durante o beijo, eu a coloco em meu colo, ela enlaça as pernas em minha cintura e escutamos o tecido de sua saia rasgar, não lingando para isso, começo a subi as escadas, a coloco no chão apenas para abrir a porta de meu quarto e assim que entramos, fecho a porta com o pé a puxo pela cintura,voltando a beija-lá, começo a caminhar lentamente até a cama, ela se afasta e começa a tirar minha camisa, depois de tirada, ela me beija com luxuria, uma coisa que ainda não tinha visto nela, sinto sua perna bater na cama e a deito lentamente, solto sua boca, e começo a beijar seu pescoço, deixando marcas e mordiscando o lombo de sua orelha, ouço ela gemer baixinho, e isso me incentiva a prosseguir, começo a desabotoar sua blusa, a tirando logo em seguida, começo a descer os beijos até seu colo, mas logo ela toma o controle e inverte nossas posições, me fazendo sentar na cama e ela senta em meu colo, gememos juntos ao sentir nossas intimidades se tocarem ainda por baixo das roupas, ela me beija novamente e começo a procurar o feche de seu sutiã, mas antes de prosseguir, a afasto e olho em seus olhos.

- Você tem certeza? - Perguntei - Não precisa continuar só porque já começamos.

- Está tudo Shika - Falou e me deu um selinho - Eu amo você, e quero que você seja meu primeiro.

Sua declaração me surpreende, ver esse seu lado emocional ainda é novo para mim, e saber que ela confia em mim o bastante para se entregar, e eu ser o seu primeiro, torna tudo de certa forma, mais especial.

- Eu amo você problemática - A beijo novamente e tiro seu sutiã, revelando seus lindos seios, ela cora rapidamente, mas começa a gemer baixinho quando tomo um deles em minha boca e fico brincando com o outro, ela tenta gemer baixinho, mas está começando a falhar, inverto novamente nossas posições e a deito na cama novamente, começo a descer os beijos por seu abdomen até chegar na ponta de sua saia rasgada na coxa, a tiro lentamente já com sua calcinha, e beijo o interior de suas coxas, vendo ela ofegar, faço uma trilha de beijos até sua intimidade, onde tento dá todo prazer possível a minha problemática, depois de um tempo a ouço gemer mais alto e logo após seu liquido invade minha boca, subo de volta a sua boca para ela provar seu próprio gosto,ela se ergue na cama e fica de joelhos, tirando meu cinto, e logo após começa a tirar minha calça, eu a jogo em algum lugar do quarto e volta a beija-lá, um gemido escapa de minha boca quando sinto sua mão me acariciar por cima da box, ela começa uma trilha de beijos no meu abdomen e começa a me arranhar com as unhas deixando marcas vermelhas, ela se abaixa e tira minha box de uma vez, revelando meu membro ereto, no primeiro segundo ela se surpreende, mas logo o toca nas mãos fazendo movimentos de vai e vem que me fazer começar a gemer, fecho os olhos quando sinto o toque de sua boca, ela faz movimentos de vai e vem com a boca que não demoro muito para me derramar em sua boca, a faço deitar novamente, estico o braço para pegar a camisinha em minha comoda, depois de coloca-lá me posiciono entre suas pernas, e a olho pedindo permissão, ela assenti, a penetro devagar e quando vejo sua face de dor, a beijo para que ela se esqueça da dor, depois de estar por completo dentro dela, fico parado esperando que ela se acostume com meu tamanho, depois de um tempo ela rebola, permitindo meus movimentos, começo devagar, e toco sua face secando suas lágrimas, depois de um tempo ela começa a gemer mais alto.

- Ma..mais rápi..do Shika - Pediu entre gemidos.

- Seu desejo é uma ordem - Falei acelerando meus movimentos.

Ficamos um tempo assim até atingirmos o clímax juntos, cai ao seu lado na cama, ofegante, lhe dei outro beijo e me levantei para descarta a camisinha, voltei para a cama e a encontrei quase dormindo, me deitei novamente ao seu lado e a puxei para perto de mim, ela se aconchegou em meus braços e deito a cabeça em meu peito.

- Obrigada Shika - Sussurrou.

- Pelo que Exatamente? - Perguntei.

- Por tudo, por me amar, e por agora a pouco, foi perfeito - Sussurrou com sorriso no rosto.

- Eu que deveria agradecer - Falei olhando para o teto - Agradecer a Deus por ter te colocado em meu caminho.

- Eu te amo - Falou levanto a cabeça.

- Eu também te amo - Falei lhe dando um rápido selinho.

Ela encosta a cabeça novamente em meu peito e depois de um tempo sinto sua respiração diminuir,ela dormiu, fecho os olhos e tentos dormir também, com as lembranças do nosso momento vindo a cada segundo em minha mente, eu sou muito sortudo de ter te encontrado. 


Notas Finais


Bom foi isso, espero que tenham gostado.
A roupa que a Temari estava usando é a roupa que ela foi para o casamento do Naruto e da Hinata no anime.
Beijos, até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...