História You Are Mine - Park Jimin (BTS) - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Imagine, Jhenxts, Jimin
Visualizações 151
Palavras 1.883
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


~ Boa Leitura! ❤

Capítulo 16 - Eu Vou Cuidar de Você


Capítulo Quinze

Residência do Park

11:45 A.M


Ao estacionar a viatura em frente a casa nova de Jimin, o ruivo já avistou Jiyeon na varanda junto de Yura, ambas esperando por ele e Jungkook, o Jeon saiu e abriu a porta pro Park sair e soltou as algemas, Taehyung saiu logo em seguida com a mochila em mãos onde estava a tornozeleira que seria presa a Jimin.

Jiyeon correu até o ruivo e o abraçou apertado e o mesmo retribuiu o abraço, ambos sorrindo por tudo ter dado certo, Yura se aproximou de Jungkook com um sorriso doce e se inclinou dando um selar nos lábios do Jeon que suspirou e relaxou um pouco.

- Vamos lá, quero ir pra casa comer. - Disse Taehyung.

- Você só pensa em comer? Por isso tá gordo. - Brincou Jiyeon fazendo o loiro a olhar com uma careta.

- E você continua a mesma anã de sempre, já tentou comer fermento pra ver se cresce? - Rebateu Taehyung e Jiyeon o fuzilou com o olhar enquanto os outros riam da discussão infantil dos dois.

Todos entraram na casa e Taehyung já abriu a mochila para retirar o aparelho, Jimin sentou no sofá e puxou a calça pra cima, Taehyung então se pos a colocar o dispositivo no tornozelo do Park.

- Ele é a prova d'água então não tem problema na hora que for banhar, não tente tirar que ele vai disparar e acionar a polícia, a mesma coisa vale se você sair do limite proposto pelo juiz, ou seja, a os trinta metros, você só pode ir até a caixa de correio, se ultrapassar a caixa a polícia é acionada e por fim você tem que pagar uma indenização de trinta e três mil e quinhentos won por mês. - Explicou Taehyung e o Park assentiu a suas palavras, depois de colocado o dispositivo no tornozelo do Park, Taehyung o ativou e as luzes verdes se acenderam.

- Pronto, agora tô parecendo um animal enjaulado. - Resmungou o Park olhando para o aparelho em seu tornozelo.

- Um animal você já era, a única diferença é que agora te botaram uma coleira. - Provocou Jungkook com um sorriso maldoso, Jimin fechou a cara e olhou para o moreno que soltou uma risada nasalada, Yura e Jiyeon também riram, afinal era finalmente a primeira interação de Jungkook com Jimin sem ameaças ou grosseria.

- Bom, já vou indo, boa sorte Park, até mais Jiyeon, até mais Yura, te vejo segunda. - Disse Tae se despedindo de todos e terminando com Jungkook, então ele foi embora, entrou na viatura e saiu.

- Nós já vamos também, qualquer coisa me ligue. - Disse Jungkook olhando para Jiyeon que assentiu. - E você, eu te mato se aprontar algo com ela. - Ameaçou o Jeon e Jimin apenas ergueu as mãos pro alto de forma risonha.

Então Jungkook e Yura também foram embora no carro que Jiyeon usou para chegar até a casa, a jovem fechou a porta depois de acenar para o casal indo embora no automóvel.

Assim que se virou já retirou a sapatilha que usava e soltou os cabelos presos em um rabo de cavalo, Jimin ainda encarava o aparelho em seu tornozelo com uma careta.

- Acho bom você se acostumar, vai passar os próximos três meses com ele de companhia. - Disse Jiyeon risonha e Jimin bufou.

- Ah não me diga, que novidade hein. - Resmungou o ruivo, Jiyeon se aproximou do mesmo e deu um selinho nos lábios de Jimin e depois se afastou indo em direção a cozinha para preparar o almoço, já que agora Jimin ficaria dentro de casa, precisaria começa a pensar no que iria fazer durante os meses que ia ficar trancafiado ali, e para começar o ruivo já se dirigiu para o andar de cima e entrou no primeiro banheiro que viu, retirando suas roupas e indo tomar um banho quente e relaxante já que estava fazendo frio e nada melhor do que se aquecer com uma água bem quentinha do banho.


(...)


Assim que Jimin saiu do banho, usando uma calça de moletom preta e uma regata também preta, o ruivo se dirigiu a cozinha já sentindo o cheiro da comida de Jiyeon entrar por suas narinas o fazendo respirar fundo, a jovem se encontrava de costas para o ruivo terminando de fazer o yakisoba com carne, legumes, cogumelos e macarrão, Jimin apenas se encostou no balcão e observou a menina terminar de preparar a comida. Ao desligar o fogo ela retirou a panela do fogão com a ajuda das luvas de pano e a colocou sobre o porta panelas em cima da mesa, depois se dirigiu até a geladeira onde retirou uma garrafa de refrigerante e pegou dois copos sobre a pia logo colocando tudo na mesa.

- Eu tenho que começar a agradecer por ter uma  mulher dessa em casa. - Jimin se pronunciou fazendo Jiyeon olhar pra ele, a menina sorriu sem graça ao ver a forma que Jimin a olhava, o olhar queimando intensidade como se ele fosse um predador analisando sua presa antes de atacar.

- Vem comer, deve estar com fome. - Falou Jiyeon, Jimin sorriu e se aproximou da garota, logo seu corpo ficou a centímetros do dela e a mesma ergueu sua cabeça para olha-lo nos olhos, já que o Park era alguns centímetros maior que ela.

- Não faz ideia do quanto estou faminto, mas não é pela comida. - Um sorriso malicioso surgiu nos lábios do Park e sem demora o ruivo levou suas mãos ao pescoço da garota, puxando-a contra si e beijando os lábios dela de forma feroz, começou a dar passos para frente empurrando o corpo de Jiyeon com o seu.

A menina logo sentiu sua cintura bater contra o azulejo gelado do balcão da pia da cozinha, Jimin introduziu sua língua na boca dela e ambas as línguas passaram a batalhar entre sim, um beijo quente, afoito e cheio de desejo e luxúria, de paixão, ambos os corpos começando a esquentar e os corações batendo em um mesmo ritmo. Jimin desceu suas mãos para as nádegas da garota e apertou com força fazendo a mesma gemer manhosa entre o beijo, Jimin a ergueu e Jiyeon abraçou a cintura do rapaz com suas pernas, o ruivo a pos sentada sobre a pia e o mesmo desceu seus beijos para o pescoço da garota, os lábios começaram a maltratar a pele com chupões e mordidas fortes e beijos molhados, Jiyeon gemia manhosa a cada toque do Park em seu corpo, as mãos apertando a carne de suas coxas estavam fazendo a menina ficar cada vez mais excitada, a ereção do ruivo também já estava dando o ar da graça.

As mãos ágeis do Park começaram a desabotoar a camiseta xadrez de Jiyeon, Jimin logo se livrou  daquela peça de roupa e colocou suas mãos sob a camisa da menina, passando seus dedos pela pele da mesma e apertando cada vez mais seu corpo contra o dela, fazendo os íntimos se chocarem causando arrepios pelo corpo de ambos.

- Jimin... - Jiyeon o chamou o ruivo que se afastou o suficiente para olhar em seus olhos, as respirações ofegantes podiam ser ouvidas por todo cômodo da cozinha. - Vamos comer.

O Park riu, suas mãos foram ao rosto da menina e acariciaram suas bochechas coradas, o mesmo selou os lábios aos dela brevemente e logo se afastou e a ajudou a descer do balcão.

- Não se preocupe pequena, não vou te obrigar a fazer nada que não queira, porém quando estiver pronta me prometa que vai se comigo uh? - Questionou o Park, dando um sorriso tranquilizador e doce a menina que sorriu boba e assentiu, o Park lhe deu mais um selar e então ambos foram se sentar a mesa para almoçar.

Durante o almoço eles brincaram entre si, conversando besteiras como sempre faziam quando saiam para comer juntos e ao terminaram de comer, arrumaram a cozinha e lavaram os pratos os guardando em seguida. Jiyeon foi em direção ao quarto pois havia tomado um dos remédios da sua receita antes de comer e ele já estava começando a fazer efeito, a deixando sonolenta. Jimin a acompanhou pois também havia tomado seus remédios e nada melhor do que tirar uma boa tarde de sono após uma manhã cansativa.

Jiyeon se deitou na cama e Jimin se deitou ao lado, a abraçando pela cintura, a menina deitou a cabeça no peito dele e o mesmo os cobriu com o edredon grosso e quentinho, Jimin passou a acariciar os cabelos de Jiyeon enquanto cantarolava uma música qualquer e não demorou para ambos pegarem no sono.

(...)


Já de noite, Jiyeon estava sentada no sofá da sala com seu notebook no colo enquanto começava a organizava as matérias perdidas da faculdade para que quando voltasse não ficasse completamente confusa e bagunçada nos conteúdos. Jimin estava assistindo ao jogo de basquete na televisão, também sentado no sofá, as pernas de Jiyeon estavam esticadas sobre as suas e o mesmo fazia delicadas carícias em suas coxas expostas já que a mesma estava de short.

O Park quase sempre gritava ou xingava os jogadores na televisão como se eles estivessem o escutando, Jiyeon apenas ria do seu estresse besta com o jogo. Quem via achava que eram casados por estarem morando na mesma casa e consequentemente estarem juntos como um casal.

Assim que Jiyeon terminou de organizar o início da lista de conteúdos, ela salvou as pastas e desligou o notebook, fechou e colocou sobre a mesinha de centro, então inverteu sua posição agora colocando a cabeça no colo de Jimin, o ruivo pos uma almofada sob sua cabeça e começou a acariciar os fios de seus cabelos.

- Eu nunca imaginei que pudesse ficar assim com você. - Falou Jiyeon, chamando a atenção do Park.

- Assim como? - Questionou o ruivo, confuso.

- Assim, juntos, como um casal. Na verdade eu só imaginava você junto da Yura já que você insistia em dizer que a amava. - Disse Jiyeon fazendo uma careta, mesmo sendo apenas lembranças agora, lembrar disso ainda era desconfortável.

- Ainda bem que eu percebi que estava enganado. - Falou Jimin dando um sorriso reconfortante para Jiyeon que o retribuiu.

Jimin desceu uma de suas mãos e pegou a mão de Jiyeon que estava sobre sua barriga, entrelaçou seus dedos e levou a mão da menina até a sua boca, dando um selar em suas costas.

- Eu te amo. - Disse a jovem, Jimin sorriu e se abaixou até seus lábios tocarem a testa dela em um selar carinhoso.

- Eu também te amo, agora eu vou cuidar de você pequena, de mim você não escapa mais. - Jimin sorriu de forma doce, Jiyeon riu e levou sua mão livre até a nuca do Park puxando o rosto do mesmo contra o seu e selando seus lábios, o beijo que só passava de um selar logo se tornou algo a mais, as línguas se tocaram e um beijo calmo e apaixonado começou, cheio de amor, transmitindo a energia um do outro, os corações batendo juntos.

Ambos não poderiam estar mais feliz.

Jimin mordeu o lábio inferior de Jiyeon ao fim do beijo e deixou alguns selares antes de beijar o nariz da menina e voltar sua atenção ao jogo na televisão. Jiyeon sorriu abobada e fechou os olhos aproveitando do carinho oferecido por Jimin, em seus cabelos.


Continua.



Notas Finais


~ Deixe seu comentário e seu favorito caso tenha gostado! Até o próximo capítulo ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...