1. Spirit Fanfics >
  2. You are mine? >
  3. Chapter XI

História You are mine? - Capítulo 11


Escrita por:


Capítulo 11 - Chapter XI


Fanfic / Fanfiction You are mine? - Capítulo 11 - Chapter XI

Dois meses depois. 01 de março de 2020.

O homem girou a espada no ar, seus pés forçaram no chão e o que fez suas pernas tensionarem no lugar. Seus olhos de fogo estavam atentos a cada mínimo movimento dos alvos a sua frente.

Seu pulso se moveu, e a espada afiada girou lindamente ali e ele acertou com força o saco de areia que aparaceu ao seu lado direito. Os fios negros estavam sobre a testa suada do mesmo e ele tinha sues lábios entre abertos por ter se movimentado muito em todo o percurso de treinamento.

Faltava pouco para chegar ao final. E ele se movia em passos lentos por toda aquela área, até que próximo a chegada apareceu novamente um saco, agora na sua frente, e ele por impulso cortou o saco no meio, fazendo tudo cair no chão na sala de treinamento.

— AIGO.–Taehyung riu se virando para a voz de seu amigo um pouco atrás de si. — Nada de fazer isso de novo Taehyung, sabe que um saco de área é diferente de uma pessoa.

— Sim, sei sim John.–Levou a mão até os cabelos jogando-os para trás e suspirou andando até sua direita, aonde ficavam as armas e colocou a espada que continha seu none gravado no local. — Por impulso e susto fiz isso. Eu conseguiria atravessar vários tecidos com esse golpe.

— Sim, porém séria mais difícil matar e tira a espada do corpo, queremos agilidade e rapidez. –Taehyung concordou com a cabeça indo buscar uma garrafa de água e deu uma seu amigo. — Obrigado meu caro.

Taehyung bebeu a água rapidamente e seus olhos foram parar na mulher um pouco longe de onde estavam. Ela entrava na sala de treinamento portando uma roupa preta estilo treino e Taehyung arqueou a sobrancelha.

— Vai treinar gatinha? –A mesma se aproximava lentamente dos dois homens. E Taehyung fechou a garrafa, sorrindo. — Quero ver se melhorou no arco e flecha.

— Claro Kim Taehyung. –A mesma sorriu e prendeu os cabelos no topo da cabeça, sorrindo. — Eu estava treinando antes, lindão. Oi John.

— Eai. –Sentou na cadeira, ainda bebendo sua água.

Taehyung se encostou na parede e ficou olhando a mulher, enquanto ela andava lentamente para a frente dos alvos. Seus passos ecooaria ao tocar o chão. Ela se sentia em um filme de criminal, nunca havia imaginado que um dia faria parte desse mundo.

Segurou o arco e flecha e sorriu, confiante, ela tinha treinado muito esses últimos dias, sozinha ou com Taehyung, queria mostrar que estava melhor e receber os parabéns do outro e o sorriso de seu mais novo amigo John.

Logo mais atrás Taehyung observava a mulher segurar o arco corretamente e estar posicionada no lugar corretamente. Isso fez um sorriso novamente brotar em seus lábios. Orgulhoso.

A mulher colocou a flecha no arco e acionou a arma, tudo estava em câmera lenta. A flecha com rapidez acertou o alvo no centro e a mulher sorriu pulando.

— AE. –Sorriu se virando para os dois e via o sorriso dos homens, ela tinha um sorriso lindo no rosto, feliz por ter conseguido. — Obrigada professor.

Piscou para Taehyung e se virou novamente atirando mais flechas. Ela estava feliz agora, com certeza tinha se tornado sua arma preferida. O arco.

Ela havia decidi por fim ficar ao lado do homem. Muitas coisas haviam acontecido desde da morte de sua mãe. Ela ia visitar seu túmulo às vezes, uma ou duas vezes ao mês. Ir lá, conversava coma mulher e dizia que estava em busca de justiça pela morte da mãe, nada iria impedir, nem mesmo Taehyung. Ele. O homem estava sendo uma das pessoas mais importantes para si agora, ele o ajudou muito nos últimos meses e isso trazia um pouco de felicidade para seu coração escuro. Ela não sabia ainda o que sentia pelo homem dos cabelos negros e de sorriso quadrado, mas não queria quebrar a cabeça com isto no momento.

FLASHBACK ON

A mulher estava com sua calça de couro, andando lentamente pelos corredores da grande mansão, sua jaqueta preta e luvas na mesma cor. Seus cabelos com um novo corte e ela estava literalmente uma nova pessoa, nada era como antes. Ela estava voltando de sua antiga casa, vendeu ela depois do atentado que tinha tido lá contra sua vida. Desde daquele dia ela decidiu treinar com Taehyung e aprender a se defender sozinha de tudo que poderia atentar a sua vida ou de quem ama. A mulher sabia que quando assinou o contrato sua vida iria sofrer grandes mudanças e lá estava ela, outra mulher.

Seus saltos pretos faziam barulho de creck no chão quando tocavam e ela chegou em frente a porta de reunião da família Kim. Bateu duas vezes ouvindo uma voz conhecida dizendo para entrar. Era a senhora Kim.

— Bom dia senhora Kim. – Disse a mulher ao entrar na sala.

— Sem senhora querida, sabe que somos amigas. – Ela disse, sorrindo simpática e fez sinal para que a outra moça sentasse na cadeira. — Queria mesmo conversar com você.

— Pode falar. – Sentou na cadeira.

— É sobre você entrar em nossa equipe. – A mais nova ali sentiu o coração acelerar e a Kim sorriu animada. — Vi você treinando com Taehyung e chamou minha atenção.

— Então...?

— Então, se você aceitar entrar na nossa equipe eu ficaria muito feliz de ter outra mulher entre nós. – Sorriu de lado a mulher, colocando os braços sobre a mesa. — O que me diz?

— Eu poderia pensar melhor?...– Bateu a perna um pouco nervosa no chão. — Sabe como é complicado isso...

— Claro que sim. Pense o quanto precisar. – Sorriu, se encostando na cadeira do marido. — Fale com Tae também. Vocês formam uma ótima dupla.

— Certo. – A mulher piscou para si e ela riu, levantando da cadeira. — Logo logo direi a resposta.

— Tudo certo, se cuide querida. – S/n sorriu e saiu da sala lentamente, quase surtando quando fechou a porta atrás de si. Agora não sabia se entrava de vez nesse mundo ou se fugia de tudo.

FLASHBACK OFF

No mesmo dia ficou pensando sobre, conversando sozinha em frente ao túmulo da mãe e criado possíveis problemas que poderiam acontecer se entrasse de cabeça nesse mundo. Sua mãe com certeza não iria querer, mas ela não estava mais ali. O que restava era a mais nova decidir sozinha o que queria. E ela aceitou. Por isso agora treinava mais Taehyung sempre que podiam e fazia algumas missões loucas que a máfia pedia. Eles realmente formam uma ótima dupla.

FLASHBACK ON

Hoje é 12 de fevereiro de 2020. A mesma se encontra em sua casa, sentanda na cadeira em frente ao notebook, fazendo contas e mais contas da empresa que agora trabalho. A do Jeon. O homem tinha gostado de seu trabalho e ela fazia tudo muito bem. Salvou a tabela de Excel que tinha feito e fechou a tela respirando fundo. Seu trabalho exigia muita atenção e isso dava a si uma grande dor de cabeça. Ela levantou, foi lentamente até a cozinha, buscou um copo de vidro e encheu de água, levando aos lábios lentamente e bebendo do líquido gelado.

Mas, quando ela estava bebendo o líquido sentiu braços circularem seu pescoço com força, o copo foi ao chão fazendo um barulho alto e ela tentava se soltar de quem estava apertando seu pescoço.

— Não faça barulho idiota. – A voz áspera e grosseira pronunciou e a mulher nem ao menos conseguia dizer algo. — Fique quieta porra!!

Quanto mais tentava puxar o ar por pulmão, mais difícil ficava de respirar. Usou o cotovelo rapidamente acertando a barriga do homem que logo a soltou pela dor aguda que subia por seu corpo, ela saiu correndo em busca de seu celular, iria ligar para Taehyung. Discou o número rapidamente e chamou, chamou, chamou, até ele atender.

— Alô, mi amor?

— Taehyung, me ajuda, t-tem um homem aqui em casa. – Ela falava baixo, enquanto corria pelos corredores da casa para a porta de saída. — E-ele quase me... me matou... TAEHYUNG!

O celular da mulher foi para longe quando o homem acertou sua mão com força. Ela andava lentamente para trás com ele encarando a si. Seus olhos estavam como fogo sobre o seus e ela sentia muito medo. Seus músculos já tremiam muito com a adrenalina que subia por suas veias nervosas. Ela tinha que fazer algo rápido, pois ele segurava um machado.

— Não dificulte meu trabalho. – A voz dele saiu com força. Ele está com raiva. O homem levantou o machado que segurava e os olhos da garota ficaram arregalados. — Vai ser rapidinho.

O corpo foi ao chão. O peito da garota subia e descia com rapidez ao ver que ele estava no chão e o machado caiu perto de seus pés. Ela deixou o cano de ferro cair no chão por suas mãos estarem tremendo muito e tentava de tudo estabilizar sua respiração acelerada como seu coração.

— S/N! – Levantou a cabeça rapidamente quando ouviu aquela voz. Era ele, vindo correndo em sua direção. — Merda... você está bem?

Ele não se importou com o corpo no chão e só abraçou a mulher nervosa e de olhos arregalados pelo que tinha acabado de fazer.

FLASHBACK OFF.

Foi nesse dia que a realidade caiu sobre sua cabeça. Que os pontos e vírgulas foram colocados nos lugares corretos. Ela já tinha entrado de cabeça nisso há muito tempo e não podia mais sair sem correr grande perigo. Dois dias depois a proposta da mãe de Taehyung foi feita e no mesmo dia ela aceitou, mesmo pensando um pouco, foi ao túmulo da mãe e pensou muito se devia, porém no final entrou oficialmente para a máfia deles. A mulher realmente não sabia onde estava se metendo, mas desde que assinou o contrato tudo em sua vida estava destinado a mudar, pois quem seria louco de assinar um contrato de um cara que tinha a sequestrado? Exatamente, essa era a questão.

A mulher tinha total consciência do que estava fazendo e que era errado, mas ela quis mesmo assim entrar nisso por si e por sua mãe. E agora, devia arcar com as consequências de suas escolhas loucas.

Acionou o arco e acertou no alvo.

[...]


Notas Finais


E

ai galera, como estão? Depois de tempos apareci, nem vou pedir desculpas pela demora kkk.

Bom, infelizmente a fic está indo para seu final, em minha cabeça ela só tem 15 capítulos, pode até acontecer algo que eu acabe aumentando, mas eu aviso a vocês.

Eu espero que estejam gostando da forma como escrevo.

É isso, se quiserem criar teorias sobre a fic eu amaria ler.

Obrigada e até depois:)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...