História You Are My Destiny - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Cruella De Vil, Emma Swan, Ingrid / Rainha da Neve / Sarah Fisher, Lacey (Belle), Malévola, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Princesa Aurora, Regina Mills (Rainha Malvada), Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Ursúla (Bruxa do Mar), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Boate, Emma Swan, Femmeslash, Jennifer Morrison, Lana Parrilla, Morrilla, Regina Mills, Romance, Swan Queen
Visualizações 146
Palavras 1.081
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, FemmeSlash, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi pessoal! tudo bom? capitulo atualizado e se eu te contasse o como eu tou feliz escrevendo essa fic seria pouco hahaha, bom o capitulo esta atualizado e espero que gostem>>> ops, desculpa a demora para atualizar

Capítulo 10 - Não faça mais isso


Fanfic / Fanfiction You Are My Destiny - Capítulo 10 - Não faça mais isso

Regina Mills

Deito na minha cama e suspiro pesado passando alguns longos minutos pensando em como me levantarei, a preguiça era muita, mas além dum banho para tirar a bebida teria que telefonar para meu irmão e saber se estava tudo bem.

Dia seguinte

Eram 6h00, acordo cedo eu sei... coloco um traje casual com meus cabelos molhados pelo banho que há pouco tomei, fui fazer café da manha.

O porquê disso? Porque eu prefiro minha comida que e muito melhor, modéstia minha, depois de terminar, seco os cabelos e pego um livro subindo para o térreo, o bom dessa boate e que de manha e fechada e só abre após as 17h00.

Para minha surpresa Bella estava lá sentada, mas não sozinha, estava com Zelena numa brincadeirinha sexual se for para te dizer.

Um pano de picnic e ambas nuas com frutas em volta e alguns alimentos, me viram e ambas se cobriram com as frutas, riu e quase saindo grito.

-Cuidado! Sempre e bom algo sexual, mas não quando se passam aviões e helicópteros no céu – gargalho e ouço a voz de Zelena.

-Cacete! Tem um avião circulando aqui – desço pelas escadas ate o terceiro andar, Em que Emma ficava, com as mãos nos bolsos sigo ate a porta, bato e sinto o cheiro de Emma, incrível como decorei ele ontem a noite, naquele beijo.

Emma

Depois de muito tempo encarando a janela e fazendo maratona da serie Pretty Little Liars que sinceramente me apaixonei vou ate a porta atender o importunado que insistia.

-Emma! – a voz de Regina e sua figura a minha frente me fez quase delirar, que sorriso e esse Deus?

-Oi Regina – dei espaço para ela passar – Oque você...

-Vim ver você! Na verdade, quero te chamar para sair – senti minhas bochechas ruborizarem e soltei um sorriso tímido mordendo o lábio inferior – Não faz isso.

-Faz oque? – pergunto.

-não morde seu lábio assim, estou ordenando, pois tenho pensamentos nada puros com isso – ela segura minha mão – Te pego as 8h00 da noite.

-Como devo me vestir – não queria pagar mico colocando qualquer coisa.

-coloca uma roupa casual, a gente só vai na praia- diz e some pelo corredor, entro novamente na casa e fecho a porta, jogando-me no sofá.

-Hawn... Regina! – e novamente meu sonho em vida toma conta de meu corpo, sei que parece brincadeira mais sempre que isso acontece canto, desenho ou escrevo, sempre dançando e delirando.

P.O. V Narrador

Regina preparou algo especial sentido romântico, e ao mesmo tempo sensual, a praia seria algo inesquecível para ambas, mas segundo Regina, para algo que ela quer ceder e estar a sua disposição precisava estar preparado, precisamente apaixonado.

“Esse era o plano de Regina, Fazer Emma se apaixonar por ela mais o problema e que ela não imaginava que seria tão difícil ela mesma não se enroscar na própria armadilha”.

O feitiço vira... Oque ela não esperava e que quem cairia seria o próprio feiticeiro, andando pelo parque a morena observava a crueldade de algumas pessoas e doía em si ver alguns moradores de ruas com crianças pequenas, tirou alguns dólares com maiores quantias e deu para alguns moradores, apesar de ser calculista fria ou ate mesmo insensível como pensava, tinha coração e adorava se sentir bem após ajudar algum carente.

Ela corria pela praça, percebia algumas pessoas tirando fotos de si e uma ate pediu uma selfie, porque ela virou figura publica, ser filha dum empresário que teve uma morte bem escondida já foi algo que fez paparazzi a encher.

FLASHBACK ON

-Após completar dois anos da morte do Empresário Bilionário Henry Mills, sua filha Regina Mills fazendo intercâmbio na florida faz discurso falando do direito da comunidade LGBT e e vista beijando garota na saída de uma festa de amigos – mamãe me olhava brincando com meu cabelo enquanto bufava.

-Esses idiotas tiraram foto de mim e essa que nem sei o nome mais – soco o chão – Esse idiota esta marcado comigo, odeio esse moleque que mandou o vídeo para esse canal de TV.

-Calma Filha! Como disse e apenas um idiota – Mamãe me acalmava acariciando meus cabelos.

Flash Off

Voltando para a Chicago, na entrada já vejo uma figura muito familiar, Elsa me esperava com um sorriso travesso na porta.

-Oque deseja Srta. Arendelle? – Não vi motivos para agredi-la verbalmente.

-Vim falar com meu floquinho de neve-Regina gargalha ficando frente a frente consigo.

-Sinto que se enganou de lugar, como vê a estação em que estamos esta muito calor, acho que se você ir para dentro do seu coração, Puro gelo por sinal, acho que encontraria o lugar certo.

-Eu já encontrei meu floquinho e perguntei para as pessoas, mentiu para mim dizendo que namorava, Regina? – diz meu nome sensualmente e senti uma repulsa enorme, realmente, ela não tinha mais nada a ver comigo.

-Ninguém sabe da minha vida Srta. Arende e Emma esta comigo sim, so desejo que não me importune e por sinal – chego na recepção falando com o segurança, Elsa estava atrás de mim.-Barre essa senhora, não quero mais ela aqui dentro.

-O nome?

-Não precisa e essa aqui atrás de mim, e seu nome e Elsa Arende, mais na identidade falsa que ela costumava usar e só Arende mesmo- mesmo ouvindo a loira com muita raiva brigando para sair dos braços dos seguranças eu subo isso não era nem metade do que ela fizera comigo.

-Oi Ruby – a encontro no elevador, pelo visto ela iria subir também.

-Oi chefia – sorrio.

-Pode me chamar de Regina mesmo, só não permito quando a pessoa não me conhece, pouco de abuso, imagino.

-Ah sim, então você e a Emma... – percebo seu sorriso malicioso e já vi que isso seria um problema, eu não quero me unir com uma só pessoa, não posso ser meio que acorrentada.

-Não, não ouve nada – ela entende, sabia bem oque ela queria dizer com a insinuação – você sabe onde ela esta?

-Ta no apartamento, vem... – depois de parar  no andar certo, sigo ela que abre a porta com o chaveiro já me anunciando gritando.

Entro e olho para Emma conversando com uma morena dos olhos também escuros e depois que me vê, se arruma no sofá com as pernas cruzadas, estava antes uma do lado na outra e Emma com os pés por cima da coxa dela deitada no sofá mexendo no celular, um certo desconforto surgiu em mim ao ver que a loira estava de saia e ela tinha levantado muito.

-Regina?

-Oi Srta. Swan!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...