História You are my flashlight - Jikook - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys, Bts, Jikook, Jimin, Jungkook
Visualizações 165
Palavras 1.705
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


CRIEI O GRUPO KJKJKJK (vou deixar o link nas notas finais)
foi mal pela demora sksksk
aviso: capítulo contém lemon, se não gosta, leia só o final pq ta top q
boa leitura <3

Capítulo 14 - Double trouble couple


Fanfic / Fanfiction You are my flashlight - Jikook - Capítulo 14 - Double trouble couple

 

Jimin POV 

Não pensei duas vezes antes de atacar novamente os lábios do Jeon, enquanto o maior apertava cada vez mais minha cintura, comecei a rebolar devagar em seu colo, o fazendo dar pequenos gemidos em meio ao beijo. Se levantou ainda comigo em seu colo, e minha intenção era ir para o quarto ainda naquela posição, mas batíamos em todos os lugares, então desci de seu colo e fomos praticamente correndo para o quarto. O moreno sentou em minha cama e o tirou sua camisa, me dando a visão maravilhosa de seu corpo definido, a pele branquinha pronta para ser marcada por mim. Caminhei lentamente até ele e novamente me sentei, dessa vez com um pouco mais de brutalidade, deixando ambos cada vez mais excitados. 

-Tem certeza disso, Jimin? 

-Tenho, Jungkook.- comecei a distribuir beijos em seu pescoço, que logo foram se transformando em mordidas leves, e pude sentir seu corpo se arrepiando por completo. 

-Rebola...- falou baixinho e atendi seu pedido. Fui deitando o mesmo na cama devagar e fiquei por cima, o beijando novamente, o beijo por sua vez era mais desesperado, como se fosse o último. Me separei do mesmo apenas para retirar sua calça, mordi o lábio inferior com a visão de seu membro marcando a box preta e terminei de tirar sua calça, a jogando no chão. Levei uma de minhas mãos à seu membro, o massageando por cima do tecido fino. 

-J-Jiminnie...- gemeu manhoso e eu sorri satisfeito, abaixando lentamente sua box, vendo seu membro saltar para fora. 

-Tão grande, Kookie.- sorri de lado olhando para sua ereção e segurei com as duas mãos, fazendo movimentos lentos e apertando sua glande rosinha. 

-Oh, ma-mais rápido Ji- o cortei colocando seu membro dentro de minha boca e o mais novo gemeu alto. Levou uma mão à minha cabeça, me incentivando a ir mais rápido, e assim o fiz, às vezes fazendo seu falo grosso bater em minha garganta, mas ignorei ao ver o quão bom aquilo estava para si, e bem, para mim também. Acelerei mais ainda meus movimentos com a boca, e o que não cabia eu estimulava com as mãos. Os gemidos de Jungkook eram altos e roucos, me incentivando a fazer o meu melhor, arranhei seu abdômen levemente com minha mão livre, mas logo voltei a levá-la para baixo novamente. 

-Ji...Min, ah, isso...- mordia o lábio com força para evitar barulho. -E-eu vou go-gozar- tentou levantar minha cabeça mas apenas o olhei inocente e suguei com força sua glande, o fazendo revirar os olhos de tanto prazer e se desmanchar em minha boca, engoli tudo e o olhei tentando recuperar sua respiração. 

-Você é um pecado, Park Jimin.- sorriu de olhos fechados. 

-Mas eu sei que você gosta.- sorri travesso e comecei a tirar minha roupa também, mas quando fui tirar minha calça, fui impedido por seus braços fortes me jogando no colchão, e o mesmo ficou por cima de mim. 

-Minha vez.- apertou meu membro ainda coberto, me fazendo arfar e retirou todo o tecido que o impedia de ver o resto de meu corpo. 

-Você é maravilhoso, amor.- meu coração falhou uma batida com o apelido proferido e logo o mais novo começou com movimentos lentos com suas mãos, foi aumentando a velocidade enquanto me encarava profundamente, me perdi novamente em seus olhos e me xinguei mentalmente por isso. Revirei os olhos totalmente entregue ao prazer quando senti sua língua quentinha em contato com minha ereção, o maior brincava com a língua, me fazendo erguer o quadril para ter mais contato, que foi correspondido imediatamente, já que o moreno "engoliu" de vez meu falo, e em movimentos rápidos, 
Jungkook estava me levando ao céu e ao inferno ao mesmo tempo. Meus gemidos já não eram contidos, e eu nem me importava se os vizinhos poderiam ouvir, pois só o que me importava era aquele momento e Jungkook
O mesmo mudava seus movimentos, de lentos para rápidos e de fundos para leves, me levando a loucura. Mordi o lábio com força, trazendo um pouco de sangue junto a minha saliva quando senti minha glande encostar em sua garganta duas vezes seguidas, já não estava mais aguentando e cheguei ao meu ápice, o mesmo também engoliu tudo e sorriu muito satisfeito ao ver meu estado. 

-Céus, você é maravilhoso.- confessei ainda de olhos fechados e com um sorriso fraco nos lábios. 
Estava prestes a me sentar quando senti suas mãos firmes em minhas nádegas, me deitando de brucos. 

-Minnie, você tem camisinhas aqui? 

-Tenho, na segunda gaveta ali, também tem lubrificante. 

-Devo estranhar? Já que você não estava ficando com ninguém...- se deitou por cima de mim, mordendo o lóbulo de minha orelha. -Ninguém além de mim, não é?- sussurrou. 

-N-não. 

-Não me diga que estava planejando fazer sexo comigo! 

-Talvez... - sorri ladino e senti sua risada em meu pescoço. -Olha, Jungkook, não precisa de preservativos, eu confio em você e hoje eu quero te sentir por completo. - O moreno desceu da cama e pegou o que desejava, voltando a ficar por cima de mim. Senti o gel gelado em contato com minha entrada que pulsou em resposta, dei um gemidinho baixo e me virei, observando o mesmo passando-o seu membro, e se posicionando entre minhas pernas. 

-Já faz um tempinho que eu não faço isso e- fui interrompido com um selinho, me fazendo sorrir. 

-Prometo ter calma, Jiminnie.- sorri mais ainda. O mesmo começou a me penetrar lentamente e quando já estava por completo dentro de mim, ficou esperando com que eu me acostumasse, remexi meu quadril buscando por mais e ele pareceu entender meu recado, já que começou a se movimentar, mas ainda devagar. 

-Jun-Jungkook... pode i-ir mais rápido.- sorriu malicioso e mordeu o lábio inferior, me fazendo arfar, e acelerou seus movimentos, mordi com o lábio com força, sentindo o gosto metálico do sangue, apenas para conter meus gemidos, Jungkook é maravilhoso! 

-M-mais forte, Ju-Jung...kookie! A-ah, isso!- o moreno investia forte e fundo, fazendo a cama balançar. 
-Oh, J-Jimin... ah, porra!- o quarto estava mais quente que o normal e nossos corpos se chocavam com lúxuria, nossas respirações pesadas e descompassadas, os gemidos roucos e arfares, estava tudo perfeito, Jungkook estava sendo perfeito, ele é perfeito. 

-Não segure seus gemidos, Jiminnie. Ah... oh, p-pode fazer barulho, deixem q-que saibam o que estamos fazendo.- era tudo o que eu queria ouvir, o mais novo aumentou a velocidade, segurando minha cintura com firmeza, e ambos gemiamos alto, pouco nos importando se os vizinhos iriam reclamar, ninguém aqui tem direito de falar sobre a minha vida, afinal. Levo uma de minhas mãos a meu membro novamente desperto, mas sou impedido por Jungkook, que me olha com reprovação, trocando minha mão pela sua, e me deixando mais louco do que eu já estava. Ele tem essa capacidade de me tirar do sério, de ficar em meus pensamentos durante o dia inteiro, e fazendo eu me sentir vazio sem ele por perto, para me fazer sorrir. Eu precisava senti-lo para saber se era isso, se era desejo, mas agora estou achando que é mais do que isso. 
Depois de mais algumas estocadas firmes, o maior chegou ao seu limite, encharcando meu interior com seu líquido quente, e assim como ele, também tive meu segundo orgasmo da noite, sujando ambos. O maior tentava recuperar a respiração, ainda dentro de mim, e eu não estava diferente dele. Então saiu de mim e se jogou ao meu lado na cama, sorrindo bobo. Afastei meus fios de cabelos grudados na testa devido ao suor, e assim o fiz no mesmo, o fazendo sorrir mais ainda com meu gesto carinhoso. 

-Jimin, essa foi a melhor noite da minha vida, você é uma perdição, a minha perdição

-Eu também não, Jungkook-ah. Foi diferente, você foi... carinhoso. 

-Seu ex não era?! 

-Só foi no começo.- ri amargo e suspirei. -Você realmente foi incrível! 

-Você também, Jimin-ah. Vamos tomar um banho?- sorri malicioso, já pensando em repetir, seria maravilhoso ter Jungkook dentro daquela banheira, ou no chuveiro, tanto faz. -Mas sem gracinhas, seu safado! Não quero que você fique sem andar amanhã. 

-Prometo não tentar nada!- fiz um biquinho e me senti ridículo, mas passou ao ver que o mais alto sorria bobo com essas minhas ações, e bem, eu não estava diferente. 

-Vem, vou te levar no colo.- se ajoelhou na cama, esticando os braços. 

-Oh, não precisa.- nego balançando as mãos em frente ao rosto e o vejo suspirar e sorrir novamente, será que causo nele o mesmo efeito que ele vem causando em mim? Certo que sim, já que ele disse que me ama. Me ama... e se eu estiver o amando também? 

-Claro que precisa, vem.- acabo cedendo e vamos até o banheiro, tomando um banho quente para relaxar os músculos, assim que saímos, emprestei uma box nova para o mesmo, e uma roupa maior e folgada, me lembro que foi uma tentativa de Hoseok de me dar um presente antes me conhecer, ele não sabia meu tamanho, e segundo ele, eu era pequeno naquela época, não que agora eu seja super alto, mas olha, cresci um pouco. E como o ótimo amigo que sou, guardo até hoje. Nos deitamos na cama novamente e nos embrulhamos, logo fui puxado para um abraço quentinho, me aninhando em seu peito. Jungkook me mostrou um mundo novo, tudo se encheu de cor novamente, sempre me ajudando e me fazendo sorrir, me distraindo das preocupações com o trabalho, fazendo de tudo por mim. Respiro fundo e sorrio em seguida, imerso em meus pensamentos, que logos são interrompidos quando o mesmo me chama, levanto um pouco a cabeça para o encarar e sorrio, o incentivando a continuar. 

-Eu sei que é meio aleatório fazer isso agora, e também sei que você está confuso sobre seus sentimentos, mas... eu preciso te perguntar. 

-O que, Jungkookie? 

-Jimin, você aceita namorar comigo? 

 


Um doce problema é inevitável, 
mas eu não me sinto mal por isso. 
E um sentimento estranho ao invés de paz. 
Eu me senti de alguma forma mais atraída. 
(Oh, eu preciso de você. Eu não me entendo) 
Eu me apaixonei por você devagar? Ou era rápido sem que eu percebesse?
- Double Trouble Couple 
(Mamamoo)


Notas Finais


a
entrem aí pra gente interagir rsrs

link: https://chat.whatsapp.com/3lfQ2320ri0GgVDKCdaEZG

comentem o que acharam rs
até um próximo dia
amo vcs <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...