História You are my wonderwall - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, Cruella De Vil, David Nolan (Príncipe Encantado), Elsa, Emma Swan, Lacey (Belle), Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Personagens Originais, Príncipe James, Regina Mills (Rainha Malvada), Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Sr. Gold (Rumplestiltskin), Tinker Bell, Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Bexana, Brigas, Casamento, Ciumes, Discussões, Drama, Escola, Família, Morrilla, Namoro, Romance, Snowing, Swanqueen
Visualizações 425
Palavras 2.574
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oláaaaaa pessoal, como estão? Espero que bem.
To de volta como prometido com mais um cáp novinho que acabou de sair do forno.
Daqui para frente é hora de vcs darem boas risadas, se emocionarem e morrerem de amores, pois só virão fortes emoções.
Vamos ver no que deu os nossos outros casais visitando SQ. Espero q gostem, link da música nas notas finais.

Divirtam-se!

Capítulo 28 - The one with "Lucky Star"


Fanfic / Fanfiction You are my wonderwall - Capítulo 28 - The one with "Lucky Star"

Zelena Mills POV.

Depois do telefonema que a Regina havia me dado e da foto que a Emma mandou, não consegui mais contato com nenhuma das duas, não me deixei ficar preocupada, preferi imaginar que elas tivessem se ajeitado e transado a noite inteira, também nem tive muito tempo para pensar nisso, pois passei a noite inteira transando com Killian.

Quando o relógio marcou 8h da manhã eu e Killian estávamos saindo da casa de seus pais, havíamos passado lá para buscá-los e seguir viagem para a casa de campo da Gina.

- Alguém conseguiu falar com elas? – perguntei.

- Não, Ruby conseguiu com a Emma antes delas irem viajar, depois disso nada. – David respondeu.

- Nem eu, Regina só me avisou a hora que chegou e Emma me mandou uma foto da dela indo para o jantar para as duas conversarem, mais nada.

- Estou começando a ficar preocupada. – Mary disse.

- Não fique mãe, você sabe muito bem o que as duas estão fazendo. – Kill disse rindo acompanhado de seu pai.

- Killian Jones, mais respeito! Aposto que você nem tento falar com a sua irmã! – Mary respondeu.

- Claro que não, ela não me atenderia mesmo. E eu estava ocupado demais esta noite. – ele respondeu colocando a mão na minha coxa, pude ver Mary revirar os olhos no banco de trás.

- Acho bom você tirar essa mão daí, ou eu posso ficar louca te agarrar, bater o carro e matar nós quatro. – respondi rindo e ele tirou.

- Ouviu né? – Mary advertiu. – Vamos logo que eu quero chegar para saber das duas.

Continuei dirigindo e só parei quando cheguei à lanchonete do meu avô.

- Vovô, que saudades. – disse o abraçando.

- Zelena minha querida. - ele respondeu.

- Quero que conheçam meus amigos, esse são David e Mary, são os donos da escola onde sou a diretora e esse é meu namorado Killian, filho mais velho deles. – os apresentei.

- É um prazer conhecê-los e recebê-los aqui, principalmente por receber minhas duas netas.

- Regina passou aqui? – perguntei.                                                               

- Sim, veio com a namorada.

- Namorada? – perguntamos todos espantados.

- Sim a moça loira bonita. Emma, lembro dela dizer ser uma Charming.

- Nossa filha! – Mary disse.

- É uma honra em conhecer os pais da namorada e namorado das minhas netas.

- O prazer é nosso.

Vovô nos contou como foi à visita da Regina e da Emma, aproveitamos para comer algo, mas logo voltamos à estrada. Chegamos meia hora depois, o porteiro abriu a porta e logo dei de cara com Howard.

- Bom dia Howard. – falei – Trouxe uns amigos meus, Howard é o segurança daqui da casa. Esses são David, Mary meus sogros e Killian meu namorado. – os apresentei e eles se cumprimentaram. - Minha irmã está?

- Está sim, chegou com a moça loira dos olhos verdes, as duas jantaram ao lado de fora, mas devem estar dormindo, a noite foi longa. – ele disse rindo.

- Como assim? – perguntei.

- Isso mesmo que a senhorita entendeu.

Ele não precisou dizer mais nada, todos nós saímos correndo para dentro da casa nos deparando com uma enorme bagunça. Eram roupas jogadas para todos os lados, taças de vinho no balcão, garrafas vazias, a louça na pia da noite anterior e móveis fora do lugar.

- O que aconteceu aqui? – David perguntou. – Tem até pétalas de rosas.

- Pelo visto a noite foi longa. – Killian respondeu.

- Só saberemos quando olharmos com os próximos olhos. – saí correndo e fui acompanhada pelos outros, seguimos a trilha de roupas e rosas, que acabava na porta do quarto da Gina, o seu sutiã estava pendurado na maçaneta.

- Pelo visto foi sério mesmo. – Killian disse baixinho.

- Abra a porta logo. – Mary disse baixinho.

A porta estava aberta, apenas encostada, nós quatro estávamos grudados um no outro. Na hora em que eu fui abrir, Killian pisou na parte de trás do meu tênis e acabei caindo, com os três caindo por cima de mim, empurrando a porta e fazendo o maior barulho. Emma que estava deitada para cima, vestia uma cueca boxer do Homem de Ferro, deu um pulo da cama com o susto, Gina também se assustou e quando viu que éramos nós se enrolou no lençol.

- O que está acontecendo aqui? – Emma perguntou enquanto puxou o travesseiro para cobrir os seios.

- Puta que o pariu em Killian, tinha que pisar no meu tênis? – retruquei.

- Não tive culpa, foi sem querer.

- Acho que vimos demais, vamos deixar as duas se arrumarem. – David disse nos puxando para fora e fechando a porta.

Regina Mills POV.

 

“Você deve ser a minha Estrela da Sorte
Pois você brilha sobre mim aonde quer que esteja
É só pensar em você e começo a me iluminar
E eu preciso da sua luz E, babe, você sabe”.

 

 

- Meu Deus que vergonha! – falei. – O que os seus pais vão pensar de mim? Que te seduzi e te levei pra cama.

- Tinha que ser a Zelena e o Killian para aprontar uma coisa dessas. Claro que não, relaxa, nós sabemos que foi ao contrário. – Emma falou com um sorriso malicioso me beijando enquanto passava as mãos pelo meu corpo.

- Pervertida! Vamos logo tratar de tomar banho e ir tomar café, já são mais de 10 horas. – eu disse lhe dando um último beijo e saindo da cama, deixando o lençol lá.

- Me provocar desse jeito é sacanagem em! – ela disse fazendo bico.

- Mais tarde a gente termina isso. – respondi.

Entrei no banheiro enquanto me olhava no espelho, estava cheia de marcas pelo corpo, nos seios, pescoço, barriga.

- Emma Swan Charming! – a repreendi.

- O que foi? – ela perguntou e eu apenas apontei para o meu corpo. – Ahh ops. – ela falou cobrindo o rosto.

- Ops? Vou dar na sua cara viu? Como é que eu coloco um biquíni e vou à piscina? To cheia de marcas. – voltei para o banheiro.

Entrei no chuveiro relaxando com a água e lembrando da noite anterior, com certeza foi a melhor noite da minha vida. Tomei um banho e assim que sai Emma entrou e fui procurar uma roupa na mala, estava olhando o que vestir e ouvi um grito do banheiro.

- O que foi? – sai correndo em direção a ela.

- OLHA AS MINHAS COSTAS, ESTÃO ARDENDO MUITO! – ela disse nervosa e eu dei uma risada.

- Parece que o feitiço virou contra o feiticeiro. Pelo que eu sei você amou quando fiz isso. – disse rindo e sai do banheiro.

 

 

“Luz estelar, brilho estelar, Primeira estrela que vejo a noite
Luz estelar (brilho estelar) Faça tudo dar certo
Luz estelar, brilho estelar Primeira estrela que vejo a noite
Luz estelar (brilho estelar) Yeah!”.

 

 

Vestindo o biquíni por baixo e um shorts e uma camiseta por cima, calcei os chinelos e esperei a Emma sair e se vestir, que colocou uma cueca boxer do Darth Vader no qual eu dei risada quando vi, um shorts e uma regata, vestiu a chuteira alegando que iria jogar após o café. Saímos do quarto de mãos dadas recebendo olhares de todos eles que pararam o que estavam fazendo para observar.

- Algo errado? – perguntei enquanto nós duas começamos a ajudar a arrumar a bagunça.

- Além dessas marcas no seu corpo? Ah só vocês duas que sumiram e não deram sinal de vida. Está bom pra vocês? – Zelena disse nervosa.

- Você queria que eu ficasse com o celular ligado para você ouvir tudo? – Emma retrucou.

- Sim, principalmente na parte do sexo. – ela respondeu rindo e Killian a acompanhou.

- Francamente Zelena. – eu disse revirando os olhos.

- E você Regina, não pense que escapou de mim quero saber de tudo.

- Parem de brigar vocês, vamos ajeitar isso aqui e tomar café como uma família civilizada. – David reclamou.

- Acho justo. – Mary completou.

E assim fizemos, arrumamos toda aquela bagunça, David colocou os móveis no lugar com ajuda de Zelena, Emma juntou as roupas e as levou pro quarto, Mary colocou a louça na máquina de lavar com a minha ajuda e Killian varreu as pétalas. Tudo arrumado, preparamos um café e logo o nosso assunto surgiu.

 

 

“Você deve ser a minha Estrela da Sorte
Pois você faz com que a escuridão fique tão longe
E quando eu estiver perdida você será meu guia
É só me virar e você está ao meu lado”.

 

 

- Tratem de ir contando tudo o que aconteceu. – Mary disse. – Principalmente isso que se encontra nos dedos de vocês.

- Sabia que não ia escapar disso. Você repara em tudo, em Mary Margaret! – disse rindo.

- COMO ASSIM? EU NEM TINHA VISTO, EXPLICAÇÕES JÁ. - Zelena disse e começamos a rir.

- Bom, depois de toda aquela briga na escola que vocês ouviram o que aconteceu, eu realmente entendi tudo que o que realmente estava sentindo e passando, apesar dela ter dito coisas ruins e do jeito que falou, era tudo o que eu precisava para me encontrar e perceber o quanto eu a amo. – comecei explicando e ouvi os suspiros aliviados deles.

- Aleluia! – Zelena disse nos fazendo rir.

- Então eu decidi trazê-la aqui, dei o campinho de presente a ela.

- Eu amei, tem até o meu nome. – Emma disse igual a uma criança que havia ganhado um brinquedo, rimos.

- Enquanto ela descansava, sai e comprei as coisas para o jantar e comprei os vestidos que estávamos usando, preparei tudo e quando o relógio marcou 19h eu a acordei e avisei para ela tomar um banho para irmos jantar. Enquanto ela estava no chuveiro, arrumei a cama, fiz um coração de pétalas de rosas, coloquei a caixa do vestido e um bilhete, dizendo para me encontrar às 20h ao lado de fora e para seguir as rosas, fiz uma trilha até a mesa e nos encontramos.

- Ai você se agarram e transaram loucamente? – Zelena interrompeu.

- Não Zelena, nós começamos a conversar e eu disse tudo o que sentia, pedi perdão por tudo, principalmente por esconder o sentimento que de a amava.

- Agora sim, vocês transaram? – ela tornou a perguntar.

- Killian do céu, como você aguenta esse fogo? – perguntei.

- Às vezes nem eu mesmo aguento. – ele respondeu e ela deu um sorriso malicioso.

- Por fim, eu a perdoei por tudo e pedi desculpas por ter feito o escândalo todo e ainda ter feito ela chorar, mas ela disse que merecia afinal eu havia tido um ataque de pânico por ela, desmaiado e apanhado duas vezes. Enfim fizemos as pazes. – Emma completou.

- Awwwwwn! – Mary disse levantando as mãos.

- Depois vocês transaram loucamente?

- ZELENA! – dissemos todos e rimos em seguida.

- Quanto fogo no rabo. Não bastou a nossa noite? – Killian perguntou sorrindo.

- Você sabe que eu quero mais. – ela respondeu o beijando.

- À noite vocês resolvem isso. – Emma disse fazendo uma careta.

- E então? – David fez com que a gente continuasse.

- Então ela me pediu em namoro. Nós jantamos e logo após resolvemos dançar, cantar e pular enquanto a segunda garrafa de vinho não acabava. – Emma respondeu.

- Mas nada disso explica o fato dessa casa ter ficado nesse estado que estava, parece que passou um furacão. – Killian retrucou.

- Acabamos nos empolgando demais, deixamos a louça para lavar no dia seguinte, e enquanto arrancávamos as roupas acabamos esbarrando em alguns móveis. Não vou ficar contando isso a vocês. – Emma retrucou.

- Ainda bem, não queremos saber mesmo. – David e Killian disseram.

- David! – Mary reclamou.

- Killian! – Zelena brigou também. – Não pense que escaparam.

- Vamos logo acabar com esse café, quero estrear o meu campinho. – Emma disse eufórica.

- Você só pensa nisso, maldita hora que fui te dar o campinho. – reclamei fazendo bico, ganhando um beijo dela em seguida.

- Melhor se acostumar Regina, quando trata-se de futebol ela e David ficam fissurados.

- Nem é tanto assim. – David reclamou.

Terminamos o café em harmonia e logo seguimos para a área da piscina que ficava entre a churrasqueira e o campinho, David havia colocado uma roupa confortável e a sua chuteira, emma pegou a bola e eles foram jogar enquanto Mary ajudava Killian com a churrasqueira. Zelena obviamente veio me encher o saco.

- Conta sis, como foi o sexo de reconciliação?

- Você ainda está pensando nisso? – perguntei e ela me olhou com uma cara de: “Não vou te deixar em paz enquanto não falar”. Respirei fundo. – Foi ótimo sis, eu tive o melhor sexo da minha vida.

- Imaginei sis, só de imaginar aquela bunda. – ela disse dando uma gargalhada.

Apenas levantei a mão dela onde estava a aliança e a mostrando, fiz o mesmo com a minha mão.

- Desculpe senhora possessiva. Não se preocupe tenho tudo o que quero ao lado daquela churrasqueira. – ela disse olhando para a bunda do Killian que usava uma sunga.

- Você não vale um centavo.

- Ainda bem que sabe. – ela riu. 

Killian e Zelena foram para a piscina e ficaram se pegando lá, David e Emma continuaram a jogar, Mary cuidava da churrasqueira e eu deitei para tomar sol na espreguiçadeira. Recebendo comentários desnecessários da Zelena que ficava falando das marcas no meu corpo.

- Fala de mim, mas não viu o estado que deixei as costas da Ems. – respondi sorrindo maliciosa. Mary que estava de costas, olhou chocada e Kill e Zelena riram. – Desculpe sogrinha. – rimos. David e Emma voltaram acabados e Emma parecia irritada.

- O que houve? – Mary perguntou.

- Papai não sabe perder e me deu uma bolada nas costas, não teria doido tanto se não fossem os arranhões da senhorita Mills. – Emma respondeu e rimos.

- Prefiro nem comentar. – respondi rindo.

- Você que fica me roubando. – ele disse e Emma ignorou.

Os dois trocaram de roupa e tomaram uma ducha no chuveiro que havia ali do lado, assim todos caímos na piscina. Passamos aquele dia nos divertindo, de manhã ficamos na piscina, logo aproveitando um churrasco maravilhoso na hora do almoço e na parte da tarde fizemos uma sessão cinema, no qual Emma ficou insistindo para assistir Star Wars e de tanto insistir acabamos vendo o Episódio VII, que era o que me faltava para ver.

Foram os quatro dias de feriado que aproveitamos na brincadeira, risada, Emma ficou fissurada pelo campinho, me deu até umas aulas de como jogar, eu era horrível e quando acertava alguma coisa ela me beijava como forma de me parabenizar. Infelizmente tudo o que é bom, no caso ótimo, dura pouco e logo estávamos de volta para a nossa realidade, Emma estaria suspensa por uma semana e me prometeu que estaria estudando todos os dias, pois semana que vem começam as provas oficiais do último trimestre, mesmo ela não estando devendo nenhuma nota. Voltamos para casa, Emma aproveitou a última tarde do feriado comigo e depois logo foi pra casa, estávamos casadas e precisávamos descansar, afinal amanhã era segunda e eu precisava estar ótima para enfrentar seis aulas...

 

 

“Vamos lá, brilhe seu corpo celestial hoje a noite
Porque eu sei que você vai fazer tudo certo
Uhm, vamos lá, brilhe seu corpo celestial hoje a noite
Porque eu sei que você vai fazer tudo certo”.

 

“Você pode ser minha estrela da sorte
Mas eu sou a mais sortuda até agora
Você pode ser minha estrela da sorte
Mas eu sou a mais sortuda até o momento…”.


Notas Finais


Música do capítulo, Lucky Star da cantora Madonna: https://www.youtube.com/watch?v=ThHz9wlBeLU
Já disse a vcs o quanto eu amo a Zel? hahahahahahaha
O que estão achando? Espero que estejam gostando!!!!
Beijocas, até segunda-feira.

_missswan836


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...